O Tópico dos Números e das Estatísticas do SCP e dos Seus Adversários

Crio este tópico para aqueles que, como eu, valorizam a importância dos números na análise do fenómeno do futebol.

No meu caso, até pela minha formação académica, em termos abstratos, sou da opinião que, se num caso extremo conseguíssemos dispor dos recursos suficientes, tanto do ponto de vista logístico, como do ponto de vista tecnológico, virtualmente, tudo poderia ser reduzido a números. O futebol não é exceção a esta regra. Rege-se pelas mesmas leis físicas que todos os outros fenómenos que fazem parte de um todo chamado Universo.

Posto este preâmbulo meramente teórico, quase diria, filosófico, importa ter a noção de que não é obviamente objetivo deste tópico sequer aproximar-se deste nível de abordagem purista, quase a fazer lembrar o determinismo laplaciano. Não é isso. Aliás, atualmente, nem essa abordagem é sequer remotamente possível mesmo para aquelas entidades que têm maior capacidade de investimento como são os maiores clubes do mundo ou as empresas especializadas na área do scouting.

Na realidade, aquilo que neste momento começa a existir são modelos, uns melhores, outros piores, que já permitem fazer algum tipo de avaliação mais refinada com base num grande conjunto de informação sobre jogos, equipas, jogadores e árbitros. Estamos praticamente ainda no grau zero deste tipo de abordagens. Acabámos na última década de entrar num processo evolutivo em que os modelos que vão aparecendo vão tendo uma cada vez maior aproximação à realidade mas que, no fundo, continuam, até por questões de ordem prática, a descurar imensas variáveis que podem sempre fazer a diferença entre o teoria e a realidade. Basta pensarmos, por exemplo, no impacto da vertente mental no desporto (algo incontrolável e imprevisível) para percebermos a falibilidade com que estes modelos terão sempre que se deparar.

É notório que o futebol é uma área demasiado complexa e que depende de demasiadas variáveis para ser possível estabelecer com um grau de certeza de 100% (ou sequer próximo disso) qualquer tipo de previsão realista sobre a maior parte das variáveis em equação. Nesta fase, a pretensão não é essa. Muito menos a pretensão deste tópico será algo a esse nível quando, no nosso caso, nem a esse tipo de modelos vamos ter acesso. Para se ter uma noção, por exemplo no último mundial, só a seleção alemã de futebol utilizou um sistema deste tipo numa colaboração com a SAP. Por aqui podemos ter uma noção do estado de coisas atual.

O máximo a que poderemos aspirar é a obter um conjunto de números e estatísticas, na maior parte das vezes, desconexas entre si, que nos caberá a nós enquadrar e tentar, ainda assim, compreender.

É importante perceber que nada daquilo que estou a referir põe em causa a enorme importância dos números como uma expressão daquilo que efetivamente aconteceu em todos os jogos, sendo uma medida daquilo que se passou no passado e que pode ser usado para aprender qualquer coisa no presente para depois tentar projetar o futuro com margens de erro que podem ser maiores ou menores. Devo-vos dizer que também é apenas aqui que estão a esmagadora maioria dos clubes de futebol em Portugal. Não dispõem de muito mais do que isto.

Trata-se, na realidade, de material de estudo da mais alta relevância.
Informação que é importante nunca deixar de contextualizar qualitativa e, se possível, também quantitativamente.
A própria comparação deste tipo de informação com aquela que é a nossa perceção daquilo que aconteceu em jogo permite identificar falhas tanto ao nível da incapacidade dos números em traduzir tudo aquilo que se passou nos relvados (pondo a nu a limitação da informação disponível – que importa ir melhorando) como da nossa própria perceção que é tolhida pelo facto de não termos capacidade para decorar e processar de forma absolutamente objetiva tudo o que se passa em todos os jogos. O conhecimento e a familiarização com os números permite-nos entrar num processo iterativo de refinamento das 2 abordagens que, na verdade, são complementares. Isto torna-nos mais aptos para compreender o fenómeno do futebol a um outro nível de análise e a perceber porque é que os resultados (outros números) são o que são, permitindo-nos, por outro lado, formular, de forma mais consciente, medidas corretivas para mexer com esses números por forma a tentar melhorar esses mesmos resultados.

Convido-vos assim a publicar neste tópico os vossos números e as vossas estatísticas. Podem-se basear no template que vou usar para fazer a minha primeira publicação. Porém, não existirá qualquer regra rígida a esse respeito. Apenas considero importante que refiram sempre a fonte dos dados em que se basearam para termos uma noção do seu respetivo grau de credibilidade.

Em suma, o objetivo será, primeiro, conhecer os números do SCP e dos seus adversários, depois, entendê-los no seu contexto e nos seus limites, para finalmente, aferir da sua importância ou não, consoante o caso, para tirar algumas conclusões, mesmo estando sempre conscientes do risco que estará sempre subjacente a qualquer análise sobre uma atividade tão imprevisível como é o futebol.

Desejo-vos a todos boas publicações e boas análises!
:wink:

Análise Comparativa dos Números sobre Golos e Assistências dos 3 Grandes por Posição - Época 2014/2015 (até 27ªJornada)

(Fonte: Transfermerkat que já vi que não está 100% certa)

Poderão consultar o detalhe dos números deste estudo nos ficheiros em anexo.

Destaco o seguinte (naturalmente, outros poderão destacar outros dados e dar outras explicações):

A eficácia dos pontas de lança do SCP é bastante razoável e não considero que tenha sido por eles que o SCP não atingiu os seus objetivos.

FCP: 1,00 golos ou assistência/90 minutos
SCP: 0,89 golos ou assistência/90 minutos
SLB: 0,85 golos ou assistência/90 minutos

Estou satisfeito com o seu rendimento e deixo-vos os números das nossas referências comparadas com as referências dos rivais:

Slimani:
0,68 golos/90 min.
0,27 assis./90 min.

Montero:
0,50 golos/90 min.
0,14 assis./90 min.

Jonas:
0,68 golos/90 min.
0,28 assis./90 min.

Lima:
0,54 golos/90 min.
0,25 assis./90 min.

Jackson:
0,73 golos/90 min.
0,26 assis./90 min.

Sublinho que os números dos nossos pontas de lança poderiam ainda ser melhores se fossem eles a marcar os 5 penalties que concretizámos. Muito sinceramente, estou mesmo satisfeito com esta posição.

O rendimento dos extremos, sem ser brilhante, não foi mau.
Esteve quase ao nível dos do FCP e abaixo dos do SLB que são, realmente, jogadores extraordinários.

SLB: 0,89 golos ou assistência/90 minutos
FCP: 0,71 golos ou assistência/90 minutos
SCP: 0,63 golos ou assistência/90 minutos

Realço os números, por exemplo, do Gaitan que vai com umas excêntricas 0,71 assistências por cada 90 minutos de jogo. Por comparação, Carrillo e Nani estão com 0,56 e 0,27 assistências por cada 90 minutos.

Não posso deixar de referir que se isto não é de renovar com o Carrillo, então não sei…
Essa é uma medida de gestão essencial para este ano.

Os nossos laterais, globalmente, têm tido um rendimento razoável sobretudo por via do que tem feito o Jefferson. A vantagem, porém, tem sido vermelha com:

SLB: 0,28 golos ou assistência/90 minutos
SCP: 0,23 golos ou assistência/90 minutos
FCP: 0,21 golos ou assistência/90 minutos

Imagine-se como teríamos ficado sem as 7 assistências e 1 golo do Jefferson…
Teria sido muito mau daí eu também considerar que é essencial manter este jogador para o ano caso não nos cheguem propostas devidamente compensadoras do rombo desportivo que vamos ter.
Nota muito negativa para o Cédric com apenas 1 assistência e nenhum golo. Recomendo-lhe que alinhe as suas ambições financeiras com o rendimento que apresenta em campo que, ofensivamente, tem sido praticamente nulo.

Os nossos centrais, tal como os centrais do FCP, tiveram pouco peso ofensivo.
Tivémos 2 golos.
O FCP teve também 2 golos e 1 assistência.
Já o SLB fez 6 golos e 1 assistência.

A nossa verdadeira miséria ofensiva tem sido o nosso trio de meio-campo de marcha-atrás.
Trata-se de 3 jogadores de qualidade mas que, simplesmente, não têm condições para jogar juntos contra equipas que estão mesmo a pedir para ser massacradas no sentido de não haver nenhuma hipótese de lhes podermos ceder qualquer ponto.

A diferença de rendimento ofensivo dos nossos médios, em comparação com os dos nossos rivais, é assombrosa. Temos:
FCP: 0,44 golos ou assistências/90 minutos
SLB: 0,40 golos ou assistências/90 minutos
SCP: 0,25 golos ou assistências/90 minutos

Assim, não é de admirar o nosso défice ofensivo e as dificuldades que temos sempre que temos que desmontar um autocarro. Os médios contribuem muito pouco para esse desmonte. Mas muito pouco mesmo!

E, voltando aos números, atenção que o nosso marcador de penalties é um médio, o Adrien. Se retirássemos os penalties do Adrien, a situação seria ainda mais impressionante pela negativa. Aliás, o próprio Adrien, sem penalties (3), é um jogador bastante inoperante em termos ofensivos com apenas 2 golos e 2 assistências.
Por comparação, o João Mário, logo no seu primeiro ano, leva 5 golos e 3 assistências sem penalties em menos tempo de jogo.

A forma como a posição médio ofensivo (ou então 2ºavançado) tem sido gerida tem sido, na minha opinião, a par da questão dos centrais no início da época, o grande erro do ano.
O dos centrais ainda perdoo, este não. Este vinha de há um ano e era óbvio demais!
É aflitivo como não se viu mais longe do que isto…

Quero também sublinhar a opção frutuosa do SLB em jogar com 2 avançados em grande parte dos jogos num campeonato tão pouco competitivo. Isso fez com que mais jogadores na frente contribuíssem com mais golos. Apesar de terem os pontas de lança menos eficazes (em média), jogando mais tempo com 2 em simultâneo, foram os pontas de lança encarnados que, em valores absolutos, tiveram mais peso ofensivo nas suas equipas (39 golos e assistências contra 31 e 29 de FCP e SCP). Aposta ganha de Jorge Jesus digo eu. E isto com um meio campo só com um jogador marcadamente defensivo, o Samaris. O outro tem sido o Pizzi ou o Talisca. Palmas!

Comparem esta situação com o nosso meio-campo que tem 3 jogadores como Wiliam, Adrien e João Mário e depois só um ponta de lança. São 3 jogadores marcadamente ofensivos contra só 1 nosso num campeonato de Aroucas, Gil Vicentes e Moreirenses…

Quem é que pode ficar surpreendido com a diferença de capacidade ofensiva das 2 equipas em jogos supostamente fáceis que nos afastaram do título quando havia gente demais a equilibrar o que estava mais do que equilibrado e gente de menos a resolver o que tinha que ser resolvido?
Eu não…

Estejam à vontade para fazer outras análises e para criticar esta.
:wink:

PS:
Considero este tipo de dados um bom input para a análise de que abordagem deveremos ter à preparação da próxima época.


Golos e Assistência - 3 Grandes.pdf (41 KB)

Golos e Assistência - 3 Grandes (por posição geral).pdf (35.7 KB)

Antes de mais, parabéns pena análise. Gosto sempre destas coisas. :mrgreen:

Depois, sem me alongar muito (até porque acho que já falei disto por aqui), não podia concordar mais. Números muito interessantes nos avançados, extremos e Jeff e centrais a crescer em termos ofensivos (Ewerton já teve duas belas chances, Tobias é muito forte nisto, o Paulo já vai na sua melhor época de sempre…). Números muito interessantes de quem vem do banco, com especial destaque para Mané e Tanaka.

Depois… números muito insuficientes da dupla William-Adrien, com especial destaque para o Adrien claro, para o Cedric e para o Rui Patrício.

Nada disto surpreende muito, parece-me algo evidente, mesmo sem se ter acesso aos números e à comparação. Com eles… fica clarinho como água, para todos, espero.

Lista de Url’s para Tópicos do Fórum e Sites Externos com Números e Estatísticas Interessantes

Fica aqui esta referência para ser mais fácil a todos consultarem este tipo de informação de uma forma mais rápida.

Tópicos do Fórum:
Nome – Data de Criação
Url

Qual é o passivo do Sporting? – outubro 2007
http://www.forumscp.com/index.php?topic=8430.0

Os Números do “Projecto Godinho” – Dezembro 2012
http://www.forumscp.com/index.php?topic=50576.0

Conclusão da reestruturação financeira do Sporting Clube de Portugal – Novembro 2014
http://www.forumscp.com/index.php?topic=64017.0#ixzz3Wc9FgZnN

Relatório e Contas do 1º Semestre 2014/2015 – Fevereiro 2015
http://www.forumscp.com/index.php?topic=64983.0

Relatório e Contas Sporting SAD - Época 2013/14 - Lucro de 368 Mil € - Setembro 2014
http://www.forumscp.com/index.php?topic=63200.0

Comparação da Situação Financeira dos 3 Grandes – Abril 2013
http://www.forumscp.com/index.php?topic=52882.0

O Sporting e o seu ranking na UEFA – Setembro 2011
http://www.forumscp.com/index.php?topic=40773.0#ixzz3Wc2UTehL

Transfermarket - o valor do plantel do Sporting e rivais
http://www.forumscp.com/index.php?topic=65112.0#ixzz3WeNacmKi

Estatura de Onzes Tipo do SCP vs Clubes Referência – Julho 2012
http://www.forumscp.com/index.php?topic=47588.0#ixzz3Wc26zHSY

Golos e Assistências - Contabilidade 2014/2015 – Agosto 2014
http://www.forumscp.com/index.php?topic=62582.0

[Equipa B] - Golos e Assistências - Contabilidade 2014/2015 – Agosto 2014
http://www.forumscp.com/index.php?topic=62375.0#ixzz3Wc44qVXI

Folha disciplinar - 2014/2015 – Agosto 2014
http://www.forumscp.com/index.php?topic=62524.0

Quanto vale a Liga Europa/Taça de Portugal/Taça da Liga? – Dezembro 2011
http://www.forumscp.com/index.php?topic=41921.0#ixzz3Wc4JiMOb

Arbitragem Histórica: Nº de Cartões e Penaltys desde 83/84 – Abril 2014
http://www.forumscp.com/index.php?topic=58919.0#ixzz3Wc4qySyp

Sporting CP é “Rei” das Assistências nos campos dos “pequenos” – Maio 2014
http://www.forumscp.com/index.php?topic=59606.0#ixzz3Wc5HR3de

Os números do “novo” Sporting – Fevereiro 2014
http://www.forumscp.com/index.php?topic=58242.0

Tendência Clubista de Jornalistas e Comentadores da Nossa Praça – Julho 2008
http://www.forumscp.com/index.php?topic=10624.0#ixzz3Wc7AAX6a

Resumo histórico do Sporting nas competições europeias – Setembro 2007
http://www.forumscp.com/index.php?topic=7892.0

Sites Externos:
Nome
Url

Site da Liga – Estatísticas (por omissão: espetadores)
http://www.ligaportugal.pt/oou/estatisticas/espectadores/

Transfermerkat
http://www.transfermarkt.pt/

Zero Zero
http://www.zerozero.pt/

Goalpoint
http://goalpoint.pt/

Soccerstats
http://www.soccerstats.com/

Whoscored
http://www.whoscored.com/statistics

Football Economy
http://www.footballeconomy.com/content/football-statistics

Annual Review of Football Finance
http://www2.deloitte.com/uk/en/pages/sports-business-group/articles/annual-review-of-football-finance.html

Academia de Apostas
http://www.paulorebelotrader.com/stats/?competition=63

PS:
Tentarei ir atualizado sempre neste post os novos tópicos deste tipo que forem aparecendo e dos quais eu tiver conhecimento.

:great:

Em relação à frase a bold…
Nunca nada fica claro para todos. :stuck_out_tongue:

E às vezes até com razão… :wink:

O Mané sempre me pareceu um jogador bastante perigoso.
Pode não ter uma forma de jogar muito apelativa mas é um jogador muito objetivo.

Quanto ao Tanaka…
Bom… Esse é só o jogador com mais rendimento por minuto de todos os jogadores dos 3 grandes quer em golos, quer em assistências (tirando o wtf Adrien Lopez nas assistências :o). O problema é que destes números do japonês não se podem ainda tirar grandes conclusões porque se referem a apenas 233 minutos de utilização. Trata-se pois de um universo de amostragem de jogos demasiado reduzido para se poder tirar grandes conclusões. E se formos ver o seu rendimento no Japão vemos que não está de acordo com o que fez por cá.

De qualquer dos modos, pela amostra, acredito que não tenha jogado mais por puro preconceito (e eu precebo-o porque, no fundo, acabo por também o ter erradamente).
Recomendo que o SCP pense bem no que fazer com este jogador.
Não se desfaça dele de qualquer forma.
Ou fica ou então que se empreste a um bom clube da 1ªliga para se perceber se esta eficácia dele em Portugal é mesmo real ou apenas uma excentricidade estatística episódica.

Achei que uma analise a estatistica de cartoes amarelos e vermelhos da Priemira Liga seria interessante de fazer.
O Sporting e o sexto clube mais admoestado…enquanto que os outros dois “clubes grandes” sao os menos penalizados da Liga. Facto “interessante” se considerarmos que estes tres clubes sao os que mais jogam ao ataque e por consequencia farao menos faltas. Incrivel que o Sporting seja tao penalizado…


Cartoes.JPG

Essa é uma estatística absolutamente inacreditável e que mostra bem o tratamento que o SCP tem dos árbitros.
Até podia entender que os 2 clubes menos penalizados fossem SLB e FCP.
Afinal, são clubes grandes e têm uma cadência marcadamente dominadora em quase todos os jogos.
Seria de esperar que, na pior das hipóteses, o SCP estivesse logo a seguir, certo?
Errado!

Isto só mostra a dificuldade adicional com que nós nos temos que deparar para, ainda assim, nos mantermos no topo da classificação. Tudo o que conquistamos saí-nos do pelo. Nada nos é oferecido!

Brevemente publicarei um estudo estatístico aprofundado sobre este tema da arbitragem onde vamos todos perceber coisas absolutamente incríveis sobre as rotinas da arbitragem no futebol português.

Quem pensa que há qualquer tipo de igualdade de tratamento dos árbitros em relação aos clubes grandes é completamente anjinho…

Que excelente tópico. Não sei como só agora o descobri!

Porque só foi criado hoje… :mrgreen:

Também sou daqueles que dá imenso valor aos números, porque afinal de contas o futebol materializa-se em números (embora não representem tudo claro).

Excelente análise Strikerr :great:

[center]Análise Comparativa dos Números sobre Golos e Assistências dos 3 Grandes por Posição (Época 2013/2014)
(Fonte: Transfermerkat que já vi que não está 100% certa)
[/center]

Poderão consultar o detalhe dos números deste estudo nos ficheiros em anexo.

Destaco o seguinte (naturalmente, outros poderão destacar outros dados e dar outras explicações):

A eficácia dos pontas de lança do SCP foi razoável apesar de ter ficado abaixo dos rivais (ligeiramente abaixo do campeão SLB e um pouco mais distante de FCP).

FCP: 0,88 golos ou assistência/90 minutos
SLB: 0,78 golos ou assistência/90 minutos
SCP: 0,74 golos ou assistência/90 minutos

Por curiosidade, deixem-me que vos refira que este ano os nossos pontas de lança subiram o seu rendimento médio para 0,89 golos ou assistências/90 minutos. Ou seja, seriam os melhores no ano passado. Sinceramente, considero que temos pontas de lança de equipa campeã.

Fiquei satisfeito com o seu rendimento e deixo-vos os números das nossas referências comparadas com as referências dos rivais:

Slimani:
0,64 golos/90 min.
0,32 assis./90 min.

Montero:
0,58 golos/90 min.
0,04 assis./90 min.

Rodrigo:
0,58 golos/90 min.
0,32 assis./90 min.

Lima:
0,52 golos/90 min.
0,19 assis./90 min.

Cardozo:
0,92 golos/90 min.
0,26 assis./90 min.

Jackson:
0,69 golos/90 min.
0,17 assis./90 min.

Sublinho que os números dos nossos pontas de lança poderiam ainda ter sido melhores se fossem eles a marcar todos os 9 penalties que concretizámos. Desses 9 penalties, 2 foram marcados pelo Montero e 7 foram marcados pelo Adrien.

Nota de destaque estatístico para Slimani e Cardozo.
Para Slimani porque, mesmo sem penalties, somando rendimento médio em termos de golos e assistências foi o segundo ponta de lança mais rentável dos 3 grandes atrás de Óscar Cardozo.
Quanto a Óscar Cardozo, o melhor elogio que lhe posso fazer é que, no ano do seu ocaso, foi ainda assim o ponta de lança com maior rendimento médio em termos de golos (quase 1 golos por jogo) e assistências somados. Incrível! Foi mesmo marcar até ao fim para este grande jogador. Bons ventos o levaram…

O rendimento dos extremos ficou abaixo do dos rivais.

SLB: 0,56 golos ou assistência/90 minutos
FCP: 0,52 golos ou assistência/90 minutos
SCP: 0,44 golos ou assistência/90 minutos

Em relação ao SLB, recordo que pouco pôde contar com o excelente Sálvio.

Os nossos laterais estiveram muito bem e foram os melhores dos 3 grandes.
Foram laterais de equipa campeã.

SCP: 0,22 golos ou assistência/90 minutos
FCP: 0,20 golos ou assistência/90 minutos
SLB: 0,08 golos ou assistência/90 minutos

Houve equilíbrio nos centrais com ligeiríssima vantagem para o SLB (0,13 golos ou assistências/90 minutos contra 0,1 de FCP e SCP).

O rendimento ofensivo dos nossos médios esteve na média do dos nossos rivais embora, conforme explicarei adiante, isso não seja motivo para um festejo demasiado grande.

FCP: 0,35 golos ou assistências/90 minutos
SCP: 0,27 golos ou assistências/90 minutos
SLB: 0,21 golos ou assistências/90 minutos

O problema foi que estes números equilibrados só foram possíveis graças aos 7 penalties do Adrien.
Sem eles, ficaríamos em último lugar com 0,19 golos ou assistências/90 minutos.
Isto foi mais preocupante dado que o SCP (tal como o FCP) utilizou durante quase todo o tempo 3 médios.
O SLB jogou muito tempo só com 2 apostando antes, e com total êxito, em jogadores mais ofensivos.


Golos e Assistência - 3 Grandes 20132014.pdf (40.8 KB)

Golos e Assistência - 3 Grandes 20132014 (por posição geral).pdf (37.6 KB)

Notas interessantes que resultam da comparação entre as 2 últimas épocas:

Temos um lote de pontas de lança e um lote de laterais que, pelo menos em termos de eficácia ofensiva, são constituídos por jogadores de equipa campeã. Provaram-nos ao logo de 2 épocas.

Não foi por aqui que não chegámos ao topo.
Na minha opiniao, mexer aqui só se justificará perante razões muito fortes.

O Slimani é um relógio suiço a marcar golos.
Quem no ano passado duvidou que ele conseguiria manter a mesma cadência goleadora, enganou-se redondamente.
Pelo contrário, ele subiu muito ligeiramente a sua média de golos por cada 90 minutos. Passou de 0,64 para 0,68.

Tem mercado e digo-vos já que os clubes que estão interessados nele sabem bem o que estão a fazer…

Contrariamente à perceção que a maioria dos foristas tem, o rendimento médio (golos + assistências) por minuto de jogo do Montero não desceu este ano…

O SLB tem apostado decidida e definitivamente no ataque com bons resultados.
Os seus 11’s, comparativamente com os 11’s dos seus rivais, têm apresentado maior percentagem de jogadores ofensivos de grande qualidade.

O rendimento de jogadores como Sálvio, Marcovic e até Ola Jonh e Sulejmani tem sido elevado.
O rendimento de Gaitan este ano é uma coisa absolutamente estrondosa.
É esta magia, esta qualidade técnica de 1ªágua dos extremos complementada com um conjunto de bons jogadores nas outras posições que tem feito do SLB uma equipa muito poderosa do ponto de vista ofensivo.

O outro grande mérito do SLB foi ter conseguido fazer isto sem por em causa a estabilidade defensiva.
Um exemplo para outros clubes…

Excelente trabalho, Strikerr. Não dou a mesma importância que tu às estatísticas, como já tivemos oportunidade de debater várias vezes, mas também as considero como um de vários factores importantes para a análise de qualquer equipa, portanto é sempre útil ter este tipo de informação toda concentrada no mesmo local.

Percentagem de aproveitamento (concretização) dos remates enquadrados e passes para ocasião de golo realizados pelos 40 jogadores de Benfica, Porto, Sporting, Braga e Guimarães cruzados com o total das acções ofensivas participadas:

Acho que esse quadro destrói muitos mitos aqui do fórum…

Comparação do Rendimento Ofensivo (Golos e Assistências) dos Extremos dos 3 Grandes nos últimos 2 anos

Nani
2014/2015 (até 27ªjornada)
Golos/90min.: 0,274
Assistências/90min.: 0,274

Capel
2013/2014:
Golos/90min.: 0,059
Assistências/90min.: 0,351

Antes na Liga Espanhola:
Golos/90min.: 0,079
Assistências/90min.: 0,158

Carrillo
2014/2015 (até 27ªjornada):
Golos/90min.: 0,253
Assistências/90min.: 0,556

2013/2014:
Golos/90min.: 0,122
Assistências/90min.: 0,243

Antes na Liga Peruana:
Golos/90min.: 0,612
Assistências/90min.: 0,204

Mané
2014/2015 (até 27ªjornada):
Golos/90min.: 0,400
Assistências/90min.: 0,300

2013/2014:
Golos/90min.: 0,211
Assistências/90min.: 0,421

Gaitán
2014/2015 (até 27ªjornada):
Golos/90min.: 0,219
Assistências/90min.: 0,710

2013/2014:
Golos/90min.: 0,174
Assistências/90min.: 0,305

Antes na Liga Argentina:
Golos/90min.: 0,299
Assistências/90min.: 0,274

Ola John
2014/2015 (até 27ªjornada):
Golos/90min.: 0,289
Assistências/90min.: 0,481

Antes na Liga Holandesa:
Golos/90min.: 0,279
Assistências/90min.: 0,496

Sálvio
2014/2015 (até 27ªjornada):
Golos/90min.: 0,376
Assistências/90min.: 0,376

Antes na Liga Argentina:
Golos/90min.: 0,311
Assistências/90min.: 0,113

Sulejmani
2013/2014:
Golos/90min.: 0,246
Assistências/90min.: 0,492

Antes na Liga Holandesa:
Golos/90min.: 0,441
Assistências/90min.: 0,287

Markovic
2013/2014:
Golos/90min.: 0,272
Assistências/90min.: 0,272

Antes na Liga Sérvia:
Golos/90min.: 0,379
Assistências/90min.: 0,379

Brahimi
2014/2015 (até 27ªjornada):
Golos/90min.: 0,345
Assistências/90min.: 0,287

Antes na Liga Espanhola:
Golos/90min.: 0,059
Assistências/90min.: 0,098

Tello
2014/2015 (até 27ªjornada):
Golos/90min.: 0,454
Assistências/90min.: 0,519

Antes na Liga Espanhola:
Golos/90min.: 0,480
Assistências/90min.: 0,349

Quaresma
2014/2015 (até 27ªjornada):
Golos/90min.: 0,317
Assistências/90min.: 0,254

2013/2014:
Golos/90min.: 0,404
Assistências/90min.: 0,101

Varela
2013/2014:
Golos/90min.: 0,245
Assistências/90min.: 0,245

Destaques dos números dos extremos:

Grande evolução do Carrillo esta época.

Excelentes números do Mané em relação aquela que é a perceção geral sobre a sua efetividade na equipa.

Gaitán é craque de nível mundial e este ano está com números de assistências assombrosos.

Números dos argentinos Sálvio e Gaitán não decaem muito quando os jogadores saem para jogar em Portugal vindos da Argentina.

Ola John e Sulejmani têm excelentes números.
Não são jogadores tão completos como os argentinos mas, caso estes saiam, o SLB tem ali boas opções.

Realçe ainda para a regularidade dos números do Ola John.
É um jogador muito interessante e com grande potencial.

O Brahimi viu os seus números subirem muito este ano no FCP.
Penso que isso se deve a 2 razões.
Primeiro, o facto da Liga Portuguesa ser menos competitiva do que a Liga Espanhola.
É mais fácil render cá.
E depois porque em Espanha o Brahimi jogava numa equipa muito limitada. Em Portugal joga numa equipa fortemente dominante que lhe permite passar mais tempo no último terço do terreno e fazê-lo num enquadramento de qualidade elevada dos seus colegas de equipa.

O Tello tinha bons números em Espanha e, de forma expetável, manteve-os em Portugal.

Alguém envie o link deste tópico ao MS :twisted:

:lol: