Formula 1

Não li essa declaração do Alonso. Podes enviar já agora pf?

2 Curtiram

Vinha agora partilhar o link mas basicamente disse o mesmo, não foi nada mais que um acidente normal e que em último caso foi o Hamilton que tentou forçar o Max a desistir ou sair.

Estão a fazer uma tempestade num copo de água por serem os 2 candidatos ao título.

Ele venera o Senna como o Hamilton venera… o Senna é um icone do Automobilismo, e eles sabem que no Publico brasileiro (e mundial) isso tem influencia a nivel de adeptos…
A verdade é que ambos, não fazem um Senna, ele foi único e as coisas só encarrilham quando acabarem as comparações, o Ham é o Hamilton, o Max é o Verstapen, e é só isto.

Para mim a maior diferença é que o Max é um puto que deve mesmo adorar o Senna enquanto o Hamilton é tudo estratégia.

Vejo 0 de Senna no Hamilton, no Max ainda revejo algumas coisas.
O Hamilton faz-me lembrar o Michael, nas coisas boas e nas coisas más.
Pode ser é preconceito porque nunca gostei bem num nem do outro e sempre adorei o Senna (tendo sido a causa de ter deixado de ver F1) e tenho vindo a ganhar simpatia pelo Max.

1 Curtiu

A thread é deverás interessante, o que só demonstra para mim o quão ridículo é a penalização do Max.

Os meus 2 cêntimos é que a luz/bandeira azul só é significativa até ao final da linha de saída da pit.
O Max nunca chegou a ganhar posição ao Hamilton depois da saída do pit, quando o Hamilton fecha o Max antes da T1 (no ponto de travagem) já estão ambos em corrida, logo, a teoria do ónus não se aplica.

Hoje saiu um documentário na Netflix sobre o Schumacher. Quem gosta de F1 já sabe

1 Curtiu

Ya também não compreendo como o Max não foi confirmar se estava tudo bem com o Hamilton enquanto ele metia a marcha atrás e tentava sair de debaixo do carro do Max e voltar a corrida, até teve de ser a equipa a dizer-lhe para desligar o motor.
Realmente inconcebível.

3 Curtiram

Já vi o documentário sobre o Michael Schumacher. Para mim, o piloto mais completo deste desporto. Aquilo que ele fez na Ferrari foi fenomenal. Viveu o desporto com uma determinação incrível, vejo um paralelo atual com o Max, naquela atitude de querer ganhar e nada mais importa.

Nunca simpatizei com o Schumi, aquela arrogância germânica de quem nunca aprendeu a perder ou a ganhar, no entanto o homem marcou uma geração. O Senna, para mim, marcou a F1 para todo o sempre e deve ser o desportista que mais fãs conquista mesmo depois de morrer (o Maradona é capaz de daqui a uns anos o ultrapassar).

Bom documentário. Uma bela história com um final triste. Ninguém merece um desfecho destes, onde depois de dar tudo de si em prol de um desporto, é-lhe tirado a vida privada que tinha direito.

2 Curtiram

Ele ao sair olhou para ele e viu que estava bem.

Eu só tenho duas palavras em resposta a toda esta tempestade: Silverstone e Hungaroring.

Só pode ser comédia quererem fazer do Max o vilão, e passarem uma borracha no que está para trás. Se Max não desistiu de fazer uma manobra arriscada e causou um acidente, então que dizer do Hamilton em Silverstone? Ah wait, é da mercedes, tem desculpa.
Isto na f1 é assim, se é mercedes pode tudo e ninguém os pode por em causa, se é de uma outra equipa já se pode colocar tudo em causa, inclusive que o Max se estava a borrifar para o estado de saúde do seu adversário…
Isto na f1 é assim, a mercedes causa dois acidentes em que arruma com o Max e é considerado logo normal, sem intenção ou maldade. O Max tem um acidente com o Hamilton e o discurso muda logo…

Haja paciência para isto. Como querem que uma pessoa que gosta duma competição justa não deteste a mercedes?

2 Curtiram

O hamilton foi culpado e penalizado em silverston tal como o max foi penalizado por este incidente pelo qual foi responsavel.

Ninguem inocentou ninguem.

Por acaso ate acho que sao os defensores do max que o querem fazer de santo quando o max é bem porquinho nestes duelos e gosta de meter o carro á campeao e so nao causou mais acidentes no passado pois o hamilton se tem encolhido…este ano está com azar…

Silverstone. Sem dúvida que o Hamilton se encolheu. Ya. Até se viu e tudo. Até nem foi ele que tentou forçar uma ultrapassagem pelo buraco da agulha nem nada… e na mesma corrida, fez exactamente a mesma manobra a outro piloto no final, sendo que este abriu para não ter o mesmo desfecho.

Se um (Max) faz manobras arriscadas e é “porquinho”, o outro (Hamilton) não faz por menos.
Aliás, tanto um como outro não têm mais acidentes porque outros pilotos encolhem-se para não sofrerem acidentes.

Não se trata de fazer do Max um santo, mas o Hamilton também não o é.

Foi penalizado? Com uma bandeira vermelha para fazer reparações no carro = paragem nas boxes sem perda de tempo? Com 10 segundos para inglês ver, que sabiam que iria facilmente recuperar durante a corrida?

E vais dizer que a reacção dos adeptos a seguir não foi no sentido de inocentar o “santo” Hamilton e a mercedes? Ai de quem dissesse que o toque do Hamilton foi intencional e de que ele não fez nada para evitar o acidente. Até havia quem insinuasse que afinal a culpa foi do Max por não ter deixado passar o Hamilton…

Compara com agora, em que há noticias a insinuar que o Max prejudicou propositadamente o Hamilton e até quem venha a público dizer que o Max se estava nas tintas se o Hamilton estava bem ou não…É só olhar a essa noticia ai em cima…

Agora discute-se incidentes de corrida?

Que buraco da agulha?! O Max dá-lhe a trajetória interior…

Comecei a ver, ontem à noite, mas deixei a meio.

O Schumacher foi, sem margem para qualquer dúvida, um dos 2 ou 3 melhores de sempre.

A verdade é que a tarefa dele, na Ferrari, foi de um mérito incrível e revela toques de génio. O Senna foi, para mim, o melhor de todos os que vi. Também tem pontos de contacto com as características nucleares do Schumacher. Ambos eram grandes afinadores de carro, ambos tiveram que transcender o potencial dos respectivos carros, em certo ponto da carreira. Onde o Schumacher revela maiores méritos é na relação que criou com a Ferrari. O Senna podia ter feito isso com a McLaren, quando a Williams se tornou avassaladoramente dominante. Mas preferiu ir atrás do recorde de vitórias em mundiais. Ainda assim, a sua última época na McLaren revelou lampejos de uma genialidade difícil de igualar.

Também eram ambos fenómenos na chuva e partilhavam o mesmo mau perder, se bem que o Senna atirou o Prost para fora (garantindo o seu mundial), por achar que o estavam a ■■■■■ de alto a baixo.

2 Curtiram