Abordagem ao Dossier – Pontas de Lança do SCP - 2015/2016

Isto!

E pessoalmente não manteria Montero no plantel, aproveitaria agora que ainda não esta totalmente desvalorizado para o colocar no mercado.

Adoro o jogador, adoro as suas qualidades técnicas (deve ser dos melhores Pl do Sporting que me recordo nesse aspecto) mas repugna-me a sua atitude actual em campo.Num clube menor talvez fosse aceitável, mas a este nível não.

Que venha um PL que não necessite de cinco oportunidades flagrantes para fazer um golo, se só houver oportunidade para fazer um pequeno esforço financeiro que seja feito nesta posição.

Mas claro, isto no fundo são desejos e ambições nossas e resta saber qual será a opinião de quem dirige.

Eu concordo a 100% com o KingJames. Para mim é tão óbvio que nem merece muita discussão.

Também concordo :arrow:

Em relação à ideia, na minha opinião, completamente errada, de que o Slimani não serve para ser o nosso PL titular, só tenho a dizer isto:

De facto necessitamos de um PL que garante 30 golos por época. Que não precise de 5 oportunidades para marcar um golo. Um jogador completo que saiba finalizar mas tenha a capacidade de segurar uma bola ou se integrar nas movimentações ofensivas.

Bem aqui fica a minha opinião:

Montero- Vender. Apesar da sua imensa qualidade técnica e de achar que este jogador rende mais com um avançado fixo ao lado, fazendo ele o papel de 2º avançado (e não número 10 como já opinado por alguns foristas), acho que lhe falta algo tão ou mais importante que a qualidade técnica…INTENSIDADE. Não podemos depender de um jogador que só joga quando se lembra e só aparece a espaços na época. Lamento, porque se quisesse, com as qualidades que tem poderia ser um caso muito sério. Mas se calhar tb não tinha andado perdido todo este tempo entre Colômbia e EUA.

Tanaka-Mantinha no plantel. Acho que a sua adapatação ainda não foi total. Acho que se trata de um jogador com olhos na baliza, que nem sempre define bem os lances (acho que devido às raras oporunidades de jogar e até mesmo à sua cultura acusa ainda um pouco a pressão sobre as suas decisões), mas que pode dar algo mais. Espontâneo, dedicado. Não é nenhum craque mas tb não é um aleijado. Oferece uma solução diferente.

Slimani- Vender. Jogador intenso, limitado a alguns níveis (recepção, passe e finta), que tem na finalização e entrega as suas grandes armas. Mas acho que não haverá outro momento para o rentabilizar tão bem como este. E o dinheiro que pode render, pode ajudar para reforçar o plantel sem ficarmos a perder , se ouver um trabalho válido pelos nossos olheiros.

Rubio- Manter no plantel. Tem se destacado na II Liga, este terá de ser o ano do tudo ou nada, em que se afirma ou então não passará de uma promessa. Mesmo não contando com ele para primeira opção numa primeira fase, acho que se baixar o salário pode ser uma opção interessante a manter no plantel.

Possiveis Contratações:

-Mbaye Diagne (Acho que pode estar aqui uma grande surpresa e mais valia para nós)
-Nicklas Helenius
-Jelle Vossen (Para ser sincero não o tenho acompanhado no último ano, mas sempre foi um avançado de olhos postos na baliza, recursos técnicos e espontâniedade…)
-Leo Baptistão

Mbaye Diagne - Podia vir fazer um ano por empréstimo, mas se vinga-se por cá (o que é bem possível), voltaria depois á Juventus sem qualquer compensacao para nós. Mas é um nome a considerer de facto. Vamos ver como acaba época na Bélgica.

Entretanto, apenas uma mencao merecida @ Striker - o post acima devia ser lido e relido por todos aqueles que se “recusam” a ver a clara diferenca do Sporting “com” e “sem” Slimani. Excelente - e com numeros. Contra factos nao há mesmo argumentos.

Pois se calhar, vendia os 3, todos por motivos diferentes. A ficar com algum, claramente Slimani, mas é o que também tem mais mercado e, provavelmente irá sair através de uma boa venda (excelente, se tivermos em atenção que custou apenas 300 K, um verdadeiro achado).
John Guidetti seria a minha 1ª opção; Rúbio poderia ficar se renovasse por números aceitáveis e teríamos de ir ao mercado buscar outra alternativa, mais física, tipo Slimani, para resolver aqueles jogos que não se conseguem resolver sem ser à força e/ou à cabeçada: tipo um Makienok, Kramer, Mark Uth, Santini, por ex. De caminho, passava-se ali pela Turquia e traziam o miúdo Enes Unal para a B :great:

Isso do contra factos não há argumentos…

Eu posso argumentar que um jogador por ter melhores números individuais não é necessariamente benéfico ao processo defensivo e ofensivo da equipa…

Olhando para os jogos mais recentes, o Sporting empatou em Paços com Slimani, no Restelo com Montero, etc. A equipa parece manter-se igualmente inconstante com ambos, e é a equipa que me importa.

Ainda neste último jogo o Slimani faz uma exibição fraca a nível de números (golos/assistências) e mesmo em termos de finalização. Para mim, no entanto, já teve jogos piores noutros aspectos, onde até marcou e onde a equipa não ganhou.

Se bem me lembro, o Zé Luís segundo as estatísticas é dos PL da Liga com maior aproveitamento/eficácia… ora, “contra factos não há argumentos”? Há há, o meu é que o Zé Luís é um avançado-centro fraco, e que nunca teria lugar no Sporting.

Respeito quem valoriza tanto os golos e as assistências… eu não os consigo valorizar por si só. Sem perceber como a equipa joga. Se joga para esses jogadores ou não. Que oportunidades tiveram. Como se enquadram em 90% do tempo de jogo, onde não estão a marcar golo ou a assistir um colega. Etc.

Gosto do Slimani, mas como o Lion não lhe vejo uma importância tão grande. Tem sido inconstante como quase todos os elementos do plantel, e como a própria equipa. E beneficia com a forma de jogar da equipa.

Porque é que há pontas-de-lança que não replicam o rendimento que têm num clube, noutros, e outros que surpreendem? Porque o contexto interfere muito com os números de um jogador.

A única hipótese do Clube contratar alguém para este lugar sem vender Slimani é vender William… isso parece-me ponto assente. Como diria o outro, o dinheiro não nasce das árvores. Pensar em fazer grande dinheiro com Montero, André Martins, Rosell… é utópico.

Tívessemos nós a dinamica de jogo interior (que isto de jogar para o PL nao é só centrar…) que tem os outros 2 clubes e veríamos um Slimani ainda mais decisivo, mas isso sao “ses”… Falemos de coisas concretas:

Eu volto sempre a este ponto quando falo de um “número 9” - tem mesmo de ter boas “estatísticas” :great:

:arrow: :arrow: :arrow: :arrow:

O porto tem 0 de jogo interior.

E com determinadas características. Que o Slimani, por acaso, até possui.

Nao tem tanto como o Benfica mas dai a dizer 0…

Tem mais que nós…

Eu sinceramente, se não houvesse uma excelente proposta por um dos três e/ou se conseguíssemos um PL completo (um jogador com características idênticas ao Jackson dos porcos), é que faria uma pequena revolução na frente de ataque.

Mas também há questão Rubio (renova, não renova) e a questão querer praticar bom futebol.

Se é para jogar como temos jogado, então o melhor é vender o Tanaka e o Montero, e ir buscar 2 torres para fazer companhia ao Slimani nas opções de pontas-de-lança.

Se é para jogar bom futebol, então para mim estamos bem com o que temos (mal não estamos de certeza), Montero e Tanaka jogadores com boa qualidade técnica (especialmente o Montero), inteligentes na movimentação e com outras qualidades interessantes para serem PL titulares da equipa. E depois há o Slim que é uma excelente opção para entrar nas segundas partes em jogos difíceis de desbloquear (mas atenção, não estou a dizer que o Slim só serve para isso, também pode ser titular em alguns jogos).

Se o Rubio renovar, então seriamente pensava em vender/emprestar o Tanaka.

Se o Slim sair, para mim é importante irmos buscar um jogador semelhante (um certo PL que está no Palermo por exemplo).

Se formos buscar um PL completo (tipo Jackson), então esse seria o titular, e por isso só haveria lugar para o Slim (ou outro jogador de características idênticas) e Montero/Tanaka/Rubio.

Adorava ter o tal PL completo (acho que todos adorávamos), mas esses são muito complicados de encontrar e normalmente bastante caros. Talvez por empréstimo pudéssemos conseguir um assim…

O porto não tem jogo interior? LOL. Não comparemos o número de cruzamentos feitos no Sporting com os que são feitos no porto, por exemplo.

Se fizerem aí uma compilação dos golos do Slimani e de golos do Jackson deste ano, é ver como foram criados (como foram essas jogadas), e percebe-se bem a diferença. O porto não faz chuveirinho, nem quando está desesperado para marcar.

Se é para continuarmos a jogar como temos feito é preciso é ir buscar um extremo que saiba fazer cruzamentos decentes.

Eu bem vejo o jogo interior deles com o Aboubakar…

Que não seja bom é uma coisa. Que não tem nada a ver com não existir ou não ser tentado. As diferenças entre as duas equipas, nesse aspecto, parecem-me óbvias. A larga maioria dos golos do porto não são bola no extremo, puxa para dentro, cruza e vai de cabeça. Os do Sporting começaram a ser.

Basicamente, no Sporting os jogadores passaram a ter como missão quase única meter a bola na cabeça do Slimani. Isso não acontece no porto. O Herrera aparece na área a finalizar, o Óliver recebe bola entrelinhas, os laterais vêm dentro finalizar na área, o Brahimi poucos cruzamentos insiste, etc.

É verdade que o porto, com os jogadores que tem (sobretudo Óliver), tinha obrigação de ter mais e melhor jogo interior. Agora, por enquanto ainda é incomparável ao nosso. Não ao nosso do início de época, onde se tentava outras coisas e a equipa entusiasmava as bancadas; mas mudámos, para o bem (defender) e para o mal (atacar).

O Porto tem, nos corredores laterais, jogadores como Danilo, Alex Sandro, Brahimi, Quaresma e Tello. Acho que isto responde à questão do jogo interior, ou falta dele. Vão lá ver um par de jogos de cada um desses jogadores, e depois venham dizer que eles não têm jogo interior, e que jogam à base de cruzamentos. Sim, claro. É isso e barcos.