Terrorismo da Al Qaeda e grupos afiliados

[b]Al Qaeda evil is spreading like a virus. TERRORIST cells are spreading across the UK so fast that an MI5 security map pinpointing them has "gone off the scale."[/b]

The shocking updated map — showing hotspots of extremist groups — has now extended into Scotland, Wales and Northern Ireland.

And in the wake of the London and Glasgow car bomb bids, one senior security source told the News of the World: "Cells are popping up everywhere.

Este mapa que saíu no News of The World , mostra o actual nº de células terroristas na Grã Bretanha vigiadas pelo MI5 , e não param de aumentar , duplicaram nos últimos 2 anos , onde isto vai parar?
Ainda bem que não temos cá seita desta em Portugal pelo menos por enquanto.

http://www.newsoftheworld.co.uk/story_pages/news/news2.shtml

Na VISÃO desta semana, vem um artigo que refere a suspeição do MI5 sobre a existência de uma célula da Al-Qaeda no Serviço Nacional de Saúde Britânico, tudo por causa dos atentados recentes em Glasgow e Londres onde os suspeitos são médicos na Grã-Bretanha… A confirmar-se a existência desta célula já viram o perigo potencial da coisa? :o

Já nada me espanta , afinal o Al-Zawari tambem é médico.

A Al-Qeda parece um deus omnipresente… Tudo o que não se consegue explicar, é Al-Qeda…

Eh eh eh

Valha-nos o Michael Moore e a rapaziada do Loose Change para desmistificar a coisa de forma objectiva e imparcial… ::slight_smile: :wink: :arrow:

Convem ter em linha de conta qe hoje em dia a Al Qaeda e uma especie de franchising abrangendo uma serie de grupos que meramente se intitulam como Al Qaeda mas que na realidade nao teem nada a ver com a mesma. E uma questao de objectivos e filosofias. Vejam os artigos que sairam no ‘Le Monde Diplomatique’ do ano passado sobre o tema que fornece uma visao muito abrangente sobre a realidade da questao.

Quanto a questao do Reino Unido nao me espanta. Em termos legais eu cidadao da EU tenho de passar por criterios de seguranca para concorrer a determinados empregos, um cidadao do Paquistao nao tem, meramente porque sao membros da Commonwealth.

Isso mesmo. Quem é que não que não viu as armas de destruição massiva no Iraque, as ligações de Saddam com Bin Ladden, todos os mortos no Iraque são terroristas… Em Oklahoma também foi responsabilidade da AL Qeda, tal como Waco. :arrow:

[b]Death toll soars to 175 in Iraq suicide bombings

More than 200 hurt in blasts[/b]

BAGHDAD - Four suicide bombers hit Kurdish Yazidi communities with nearly simultaneous attacks on Tuesday, killing at least 175 people and wounding 200 others, said Iraqi military and local officials in northwest Iraq.

The death toll was the highest in a concerted attack since Nov. 23, when 215 people were killed by mortar fire and five car bombs in Baghdad’s Shiite enclave of Sadr City.

The bombs tore through the districts near Qahataniya, 75 miles west of Mosul, Iraq’s third-largest city, said Abdul-Rahman al-Shimiri, the top government official in the area, and Iraq army Capt. Mohammed Ahmed.

They said at least 30 homes were destroyed in the bombings.

Yazidis are members of an ancient, primarily Kurdish, religious sect that worships an angel figure some that Christians and Muslims believe to be the devil.

‘A terrorist act’
Dhakil Qassim, mayor of Sinjar, a town near the attacks, said al-Qaida in Iraq was behind the bombings, citing what he said were Kurdish government intelligence reports.

“This is a terrorist act and the people targeted are poor Yazidis who have nothing to do with the armed conflict,” Qassim said. “Al-Qaida fighters are very active in this area near the Syrian border.”

Witnesses also said U.S. helicopters swooped into the area to evacuate the wound to hospitals in Dahuk, a Kurdish city near the Turkish border and about 60 miles north of Qahataniya.

Civilians car and ambulances also rushed the wounded to hospitals in Dahuk, police said.

Ghassan Salim, a 40-year-old Yazidi teacher said, he went to a local hospital to donate blood after seeing lines of ambulances and cars carrying the wounded toward Sinjar hospital.

"We went to the hospital and the wounded told us about the attacks. I gave blood. I saw many maimed people with no legs or hands.

“Many of the wounded were left in the hospital garage or in the streets because the hospital is small,” he said.

http://www.msnbc.msn.com/id/20250066/

[b]Iraq Truck Bombs May Have Killed 500[/b]

The death toll from the co-ordinated suicide truck bombings targeting the minority Yazidi sect in Iraq could double from 250 to 500, officials have warned.

With emergency services overwhelmed, some families have been digging with their bare hands in the search for bodies.

It was one of the deadliest attacks in Iraq since the US-led invasion in 2003.

The US military has blamed al Qaeda in Iraq for the atrocity and one commander called it an “act of ethnic cleansing.”

Al Qaeda sympathisers recently handed out leaflets to residents near the scene of the tragedy warning that an attack was coming because Yazidis are “anti-Islamic”.

[The sect was criticised in April when some of its members stoned a female Yazidi teenager to death after she had converted to Islam to be with her Muslim boyfriend.

Four trucks approached two areas in the northern town of Qahataniya, 75 miles west of Mosul, and exploded within minutes of each other on Tuesday night.

The bombs contained cargos of pebbles which made them even more deadly.

In scenes resembling an earthquake, bodies lay in the street covered in blankets amid the shattered ruins of clay-built houses.

At least 250 people have been killed and 350 wounded - but one official said he believed the death toll could rise as many were listed as missing.

Another said: “We are still digging with our hands and shovels because we can’t use cranes because many of the houses were built of clay.”

A curfew was imposed after the bombings.

The death toll was the highest from one concerted attack since November 23, when 215 people were killed by mortar fire and five car bombs in Baghdad’s Shi’ite enclave of Sadr City.

Yazidis are members of a pre-Islamic Kurdish sect who live in northern Iraq and Syria and say they are persecuted because of their beliefs.

http://news.sky.com/skynews/article/0,30200-1280069,00.html

Este post é uma parvoice, a Al Qaeda não existe os fanaticos arabes são nossos amigos, não tenham medo, sejamos tolerantes, abrecemos o Corão, façamos excisões a todas as nossas fêmeas com 8 anos de idade, obriguemo-las a andar tapadas da cabeça aos pés, não as deixemos trabalhar, nem no caso de ficarem viuvas, não as deixemos casar outra vez, mesmo no caso de ficarem viuvas, não as deixemos estudar, deixemo-las morrer à fome ou apedrejadas por adultério, vamos punir todos os que não acreditarem no profeta com a pena de morte.

E em caso de serem muitos, não há problema, mandamos uns quantos mártires com 40 kg de TNT amarrados ao corpo para que possam todos explodir e conhecer Alá…

Sejamos tolerantes, o Islamismo é uma religião de paz…

Se nos lembrarmos da Inquisição, o Catolicismo é uma religião de paz…

Ó Incy, relacionar o Islamismo com os terroristas é tornar abrangente uma coisa que é de uma minoria. Existem mais de 1000 milhões de islâmicos.
É como estares a relacionar o IRA ou a ETA com os católicos e porque essas duas organizações terroristas existem, estás a dizer que o catolicismo é a culpa desse terrorismo.
Não podes projectar no catolicismo todas as malfeitorias feitas pelo KKK (dizem que estão a desempenhar uma tarefa de Deus), tal como não podes projectar no islamismo os actos da Al Qaeda.

Dmalmeida à quantos anos foi a inquisição , quanto ao terrorismo ser uma minoria no mundo islâmico , é-o em termos operacionais de efectivos terroristas , mas tem muito apoio popular em países como o Egipto , Arábia Saudita , Paquistão , etc…
a universidade do cairo é um exemplo disso , por onde andaram Al-Zawari e outros da Jihad egípcia que agora pertencem à Al-Qaeda , os que frequentam esta universidade não são pobrezinhos.
Claro que há muita gente nestes países que são contra o terrorismo como no Paquistão , mas o problema é que tambem há muitos que o apoiam , o problema é que estas sociedades estão divididas entre quem quer a modernidade e entre os fundamentalistas que querem que volte tudo ao séc.VII sendo tudo regido pelo corão segundo Maomé , o problema está nessas sociedades , eles é que têm que resolver o problema e não exportar o problema como têm feito em termos de terrorismo.
O problema em si não está no islamismo mas sim das interpretações que fazem desta religião , apesar de achar que esta religião é muito mais militante que as outras , o problema é que quando há um ataque terrorista , não se vê as populações desses países a condenar e a demarcarem-se desses ataques.

O KKK não era formado por católicos , muito pelo contrário até faz parte da sua ideologia e membros um anti-catolicismo comum a muitas sociedades protestantes na época.

Mais outra sessão de destilação de ódio. Incitatus pareces uma pessoa inteligente, mas porque razão teimas ter rasgos… destes?!

Associar a Al-Qeda (seja o que ela for) com o Islão e árabes (há árabes ateus, cristãos, mulçumanos, judeus, indus…) é uma prova da mais refinada ignorância. Ou profunda má-fé. Al-Qeda é dogma dos tempos: o que não se consegue ou não se pretende explicar, é Al-Qeda.

Curioso é que que teima nessa simplista associação passa por SEMPRE cima das origens da sua criação (?) e dos seus mentores.

Os fanáticos islâmicos são iguais aos fanáticos de qualquer religião. O discurso segue a mesma linha, alimentado pelo ódio, medo e repressão. Violentos como os nazis russos que recentemente decapitaram duas pessoas por serem de um grupo étnico diferente

E abraçará o Corão quem acreditar na sua fé. Tal como a Bíblia ou a Tota.

Nada como citar excepções. No Iraque pré-invasão, as mulheres andavam como desejavam: jeans ou mini-saia, de cara destapada, e bem decotadas.

A excisão é um crime, que é punido na generalidade dos países (a excepção julgo ser a Eritreia).

Quanto a mulheres que são impedidas de estudar ou mortas por adultério, não é preciso ires muito longe… Mas outro exemplo de puro sectarismo.

Por casua do sistema de casta que (infelizmente ninguém questiona), quantas mulheres na Índia são queimadas junto dos seus maridos? Mas isso não te lembraste, não foi?

Em relação à falta de fé, não há muito pessoas foram ostracizadas e perseguidas por simplesmente questionar o padre da aldeia. Falamos de algumas décadas apenas. E as fogueiras não foram apagadas há muito… Há que não esquecer o que foi a Santa Inquisição, sendo Portugal o último país a abandonar essa deligente prática. Provavelmente vem desses tempos a nossa tendência para a total subjugação, mesquinhez, bufaria e intriga, que se refinou com o salvador de Santa Comba.

Falas de fanáticos, loucos que assassinam pessoas inocentes, que por sinal são seus irmãos. Não é preciso enviar para lá mais mártires, pois há quem se encarregou de enviar milhares para salvar as suas almas… que resultam apenas numa voragem de destruição e morte.

Já estive várias vezes na Mesquita de Lisboa. E falando com vários muçulmanos, não tenho a mínima dúvida que são pacíficos.

Se soubesses há quantos anos foi extinta em Portugal, decerto não teria colocado essa pergunta…

Nada com simplificar questões complexas. Em quanto quantificas esse “muito apoio popular”, e qual a informação em que te baseaste? Há algo que me provoca uma imensa confusão: não são o Egipto, a Arábia Saudita e o Paquistão (em especial os dois últimos) largamente apoiados pelos EUA e declarados pelos seus autocratas como o modelo “democrático” a seguir? Pena que se tenha fechado os olhos em Marrocos quando anularam eleições livres e democráticas porque o resultado… não era conveniente. Isso de Democracia é complicado…

Presumo que tenhas já passeado pelos seus largos e longos corredores. Sinceramente, não percebo onde vislumbrates luxos dos seus estudantes. Sendo feita essa constatação simplista, então o Reino Unido e os EUA são o ninho de terroristas. Basta ver as escolas dos participantes do 11 de Setembro, de Oklahoma e por andou Bin Laden. Então, é assim tão simples?

O Paquistão é o maior exemplo de luta contra o terrorismo. De facto, ninguém se lembraria disso. Bin Laden estará no Pasquistão. Os talibães refugiaram-se no Pasquistão. Isto sem falar no regime de pujante democracia garantido por uma ditadura militar, onde os dissidentes são presos (como Benazir Bhutto). Mas isso devem meros detalhes…

Antes da invasão do Iraque, existia no Irão um crescente movimento nas universidades que exigia uma maior abertura do regime. Depois, perderam espaço e voz. Deve ser a tal da “Democracia” à medida…

Fundamentalistas tens aqui bem perto: Polónia, Vaticano. Sobre guerras e massacres por causa da religião, basta recuar cerca de 10 anos nos balcães. Não ficamos bem na foto, pois não?

Qual a tua sugestão? Deverião seguir o Corão pela interpretação de quem? Slobodan Milosevic? Karl Roove? Cristo? São João? São Pedro?

Exportação de problemas… De facto invadir um país soberano, alimentando o ódio de fanáticos, em nada contribuiu para a violência. Se se bombardeia uma aldeia porque se suspeita que há terroristas (sejam eles velhos pastores ou cabras), será importar ou exportar terrorismo?

De facto é muito militante. As romarias a Fátima e a Santiago, por exemplo, são demonstrações de quê? E que dizer de um estado que apelou esta semana ao boicote da AI por esta promover a utilização de preservativos, pílula e defender que sejam oferecidas condições de salubridade quando se efctue uma IVG?

Quando há atentados, as explosões libertam banderinhas com a nacionalidade do assassino? Será que as pessoas que mostram caras de sofrimento, dor e horror o fazem com prazer? Porque é aquela gente que morre e que não tem espaço para sonhar com futuro.

Talvez se lesses com atenção antes de começares a malhar…

Ainda assim podem espernear à vontade e berrar à vontade, os americanos so foram lá dar-lhes na tromba pq tiveram pretexto para isso, o resto é conversa da treta.

A inquisição acabou com o Marquês de Pombal se não estou em erro, já lá vão 200 seculos, a mim o que me interessa é o tempo em que eu vivo, não vou andar com a culpa dos outros às costas, tal como não tenho qualquer sentimento de pena pelos Judeus hoje em dia, devido aos seus pais e avós terem sido assassinados no holocausto.

Não sou católico, não tenho religião, estou-me a borrifar para isso, o que me interessa é que o monstro vai crescendo, mas continua tudo a fazer-lhe festas, estou farto de aqui dizer, só quando levarmos um pau também e um familiar vosso ou mesmo um de vocês (salvo seja) fôr desta para melhor é que vão perceber o que estamos a enfrentar, vocês não têm noção daquilo que defendem, mas não têm mesmo…

Escreveste fanáticos, mas isso não te impediu de na frase seguinte generalizar.

E consegues tu avançar com a justificação? Pretextos houve vários, desde as ADM à peseudo ligação entre Saddam e a Al-Qeda. Passados 4 anos quem invadiu não foi ainda capaz de mostrar tais provas. Será que és quem as possui? Tu e o Durão, que garantiu ver provas irrefutáveis. :arrow:

Ainda nem foi há 200 anos, muito menos há 200 séculos ;). A História é um referencial. É curioso ver quem tem essa opinião, ser a mesma pessoa que defende o retorno de cruzadas. Enfim…

Se esse “monstro” existe, quem o criou e o ensinou a matar!? O monstro é uma excelente metáfora para fomentar o terror e medo generalizado por toda a população. Quando se está apertado (politicamente), nada como acenar com o papão do monstro e tornar as pessoas mais dóceis e submissas. Assim aceitamos pacificamente ser totalmente controlados e vigiados, como isso fosse normal e natural. Somos todos vigiados, e considerados como suspeitos. Vivemos uma era quase totalitária e vigilância total.

Aviso já que desta vez não iremos editar conteudos neste topico. Assim que a conversa passar para o outro lado, o tópico é bloqueado!

As civilizações com forte componente teológica regrediram quando se fecharam sobre si próprias, muitas vezes porque estavam convencidas da sua superioridade e que em nada tinham de prestar contas aos “infiéis”.

Obviamente que a via da repressão e da punição criminal tem de ser adoptada para com fundamentalistas que, aproveitando-se da liberdade que não têm nos seus países, querem destruir vidas e alicerces das civilizações que tanto odeiam. Generalizações de terroristas para pessoas que professam determinada religião são absurdas, e de uma tacanhez muito similar à que induz as acções dos terroristas.

Mais uma vez um uma seita que segundo se consta, estao ligados ao catolicismo desviaram um aviao…
E claro que isto nada tem a ver com organizacoes terroristas…foi apenas mais um incidente porque segundo as mais variadas informacoes este grupo pouco conhecido apenas se quer dar a conhecer mundialmente, porque na realidade pretendem mostrar ao mundo que nao e so a Al Qaeda que conseguem cometer crimes e despertar a atencao …
Ate porque estes fanaticos religiosos sao identicos ao Al Qaeda, nao vejo nenhuma diferenca…
Este massacre agora ocorrido no Iraque , onde resultaram mais 500 mortos , segundo o Papa tambem ja foi reivindicado pela a igreja catolica, alias , foi o grande chefe da igreja catolica que ordenou tipo Bin Laden para O MC VEIGH matasse aquele gente toda em em Oklahoma,
E o Waco texas foi apenas mais uma demostracao do que o Bin laden faz, ele mandou juntar as pessoas , para que se matassem a eles proprios, ao contrario das outras seitas religiosas que andam por ai a matar a causar o medo o panico em tudo o que mundo, isto e uma injustica, esta organizacao de nome Al Qaeda, estao a ser muito injusticados pelos media…

Foram eles que em 1983 , mais uma vez contra os americanos mataram cerca de 241 marines em beirute, entre ele 3 portugueses e um deles meu conhecido, alias este (pequeno incidente) veio a ser reivindicado por esta organizacao…
Ate porque o Hesbolah, (nao sei se esta bem escrito) , tambem sao mais uma organizacao de cristaos…

Tem sido tantos os casos, que comparar as seitas que ha neste mundo com a AL QAEDA,e islamicos e na verdade a maior injustica deste mundo , eles em nada sao fanaticos, eles e que tem o poder do ALA , or whatever, nos os que somos cristaos nao temos o poder de visao que eles tem, alias se nao fossem a eles, o mundo ainda hoje viveria como no tempo da escravidao!!
Para terminar so gostaria de dizer que ainda bem , que em todos estes ataques, e todas estas coisas que nos fazem assustar dia a dia cada vez mais, cada dia que passa agradeco a Deus por nao ser ninguem da minha familia, porque se algum dia espero que nao, acontecer , eu acho que a nossa vida e a nossa maneira de pensar ira mudar radicalmente!!
Porque nao pensar nisto!!
Mas nao liguem que eu sou ignorante e tudo o que escrevi nao faz sentido ninguem compreende, muitos erros, e pior que isso tudo , e uma autentica barbaridade…achar que todas as seitas religiosas sao menos perigosas que o Al Qaeda , e fazer comparacoes, nao faz o sentido, os exemplos sao tantos …nao se pode generalizar pelo menos nestes casos…
Santo Deus ao que chegamos!!