Ténis

DJOKOVIC REÚNE ‘ESTRELAS’ NOS BALCÃS

TÉNIS 25-05-2020 19:18

Por
Redação

Várias estrelas do ténis internacional vão jogar entre junho e julho na Sérvia, Croácia, Montenegro e Bósnia-Herzegovina, a convite de Novak Djokovic, que deseja poder contar com público no torneio de cariz humanitário nos Balcãs.

«Espero que, respeitando as regras em vigor, possamos acolher público», disse o líder do ranking mundial, revelando que as receitas reverterão a favor de várias instituições de caridade.

«Somos profissionais do desporto e queremos jogar», justificou Djokovic.

O austríaco Dominic Thiem, o alemão Alexander Zverev e o búlgaro Grigor Dimitrov confirmaram já a sua disponibilidade para o torneio promovido pelo sérvio.

A Bola

ROLAND GARROS VAI TER PÚBLICO NAS BANCADAS; COURT CENTRAL JÁ TEM TECTO AMOVÍVEL

TÉNIS 27-05-2020 22:56

Por
Redação

A edição de 2020 do torneio de Roland Garros, adiada devido à pandemia de Covid-19, irá decorrer com público nas bancadas dos recintos, garantiu esta quarta-feira Bernard Giudicelli, presidente da federação francesa de ténis.

O Grand Slam de Paris irá decorrer entre 20 de setembro e 4 de outubro e o complexo está a ser alvo de diversas obras nas infraestruturas de forma a cumprir com as normas das autoridades sanitárias e será permitida a entrada de adeptos mas em número menor do que o habitual.

A organização está a implementar luz artificial em 12 courts de forma a permitir que mais jogos sejam disputados para lá do pôr do sol e o tecto amovível do court Phillipe Chatrier está já também instalado. Fecha-se totalmente em apenas 15 minutos e poderá ser utilizado quando a chuva não der tréguas

A Bola

Organização do US Open não desiste e prepara mega plano

Norte-americanos querem disputar o seu Grand Slam: muitos testes e menos gente em court

O ténis está parado desde meados de março por causa do coronavírus e é cada vez mais improvável que recomece antes do US Open (para já os circuitos estão suspensos até 31 de julho). Com a situação em Nova Iorque ainda longe de estar controlada, colocam-se muitas dúvidas quanto à possibilidade de o evento se realizar (começa a 24 de agosto), mas a Federação norte-americana (USTA) não está disposta a desistir e tem preparadas uma série de medidas especiais para fazer acontecer: encontros masculinos à melhor de três sets (em vez de cinco), testes antes e depois de chegar a Nova Iorque, voos charter para levar os tenistas desde fora dos Estados Unidos e ainda uma redução nas equipas técnicas, de arbitragem e apanha-bolas.

“Ainda não tomámos quaisquer decisões, mas temos uma série de ideias que serão amadurecidas nos próximos dias”, revelou Stacey Allaster, antiga presidente do WTA e atual diretora executiva da USTA, em entrevista à AP: “Continuamos com a missão e o foco de realizar o torneio na data e local habituais. Há a hipótese de outra data e/ou local, mas essa não é a nossa prioridade. A decisão será tomada entre meados e finais de junho.”

Allaster está confiante de que todos chegarão a um acordo. “Todos estaremos de acordo em três princípios fundamentais: defender a segurança dos atletas, evitar a propagação e seguir as leis e recomendações locais. O objetivo principal das medidas que vamos tomar é de reduzir os riscos”, explicou.

A medida que é mais polémica é a alteração do formato competitivo do quadro masculino (para três sets), que só acontecerá se os jogadores aprovarem: “Não é algo que façamos questão de fazer.”

Record

É tão anormal este Djokovic…

Apesar de não ter sido propositado, regras são regras e como tal a desqualificação do Djokovic era inevitável.

Prognósticos para os jogos das meias finais? Aposto em Zverev e Thiem para passarem à final. O austríaco está em grande forma, ainda assim cuidado com o Medveded.

E o Zverev ontem lá conseguiu perder a final com o Thiem depois de ter estado 2-0. É a coisinha mais inconstante do mundo. E depois do o Thiem ter recuperado ainda esteve a ganhar 5-3 no 5º set e a servir mas foi perder.

Nas meias tinha sido ao contrário, atropelado pelo Carreno-Busta nos dois primeiros sets, mas depois lá virou. Mas era suposto ter ganho aquilo mais ou menos tranquilamente.

O rapaz tem ali uma falha qualquer.

Ninguém aqui liga a ténis? Djokovic em grandes dificuldades contra o Taylor Fritz

Esta chavala Swiatek, de 19 anos, que ganhou Roland Garros no ano passado (apesar das ausências), lá continua a fazer boa figura. Hoje vi que foi à final em Roma e espetou 6-0 e 6-0 à Pliskova…

Porra quem é que vai a uma final e consegue levar um duplo 6-0? Podia ter ido lá eu jogar que era impossível fazer pior. :rofl:

Isto hoje vai meter serão entre Nadal e Djoko… mais um jogo para a historia entre dois da melhor geração de sempre…

A new generation ainda vai ter que espera para atingir este nível estratosférico

Que jogaço em Roland Garros

Dois atletas a gladiarem-se…

Que jogão! Mas acho que o Novak vai limpar isto desta vez

A frescura do Djokovic com 4h de jogo nas pernas…

Queria que a vitória fosse para o Nadal mas não deu.

1 Curtiu

Épico… só o 3º set durou mais que um jogo de futebol!

Que jogo brutal!

1 Curtiu

O Novak não é humano! Que máquina!! Queria a vitória do Nadal, mas quando se joga contra um Djokovic neste nível é quase impossível. O Tsitsipas ou faz o jogo da vida dele ou é atropelado!

Ninguém a acompanhar o US Open? Tem estado com uns jogos muito interessantes e extremamente emocionais. Aliás, o que os tem tornado mais emocionantes é exactamente o serem extremamente emocionais. Tive a sorte de apanhar o A. Murray contra o Tsisipas com o público a ficar fodido com o Tsisipas, só para o vermos cair contra um puto espanhol que é a nova coqueluche do ténis espanhol.

Gosto bastante de ver o Alcaraz, falta-lhe ter uma esquerda a uma mão :grin: (o meu guilty pleasure do ténis), mas de resto gosto muito do estilo do puto. Vou acompanhar com interresse a sua evolução.

Amanhã final entre Djokovic e Medvedev.

Hoje a surpreendente final feminina entre a Raducanu (18 anos) e a Leylah Fernandez (19). A Raducanu entrou na primeira ronda do qualifying e já vai com 9 jogos (!!) nas pernas, a final será o 10º, e ganhou tudo por 2-0. Ainda não cedeu um único set.

Mas apesar de tudo teve um percurso muito mais simpático que o da Fernandez que pelo meio despachou Osaka (nº 3), Svitolina (nº 5) e Sabalenka (nº 2) e ainda a Kerber que ainda é uma excelente jogadora. Jogos lixados.

A Raducanu a mais difícil com quem jogou foi provavelmente a Bencic.

3 Curtiram

A Raducanu lá ganhou, mais um 2-0. Limpou o US Open desde o Qualifying (primeira na história) fazendo 10 jogos e sem ceder um set. Porra… :muscle:

Na final dos homens não estou a ver mas o Medvedev está a ganhar 2-0, com duplo 6-4. Será que consegue?

O Medvedev vai vencer e o lampião fica a chuchar no dedo,