SAD, R&C semestral 2009/10: Sporting agrava prejuízos

[b]Sporting agrava prejuízos para 7,8 milhões de euros[/b]

A Sporting SAD anunciou hoje que obteve um resultado líquido negativo de 7,8 milhões de euros no primeiro semestre fiscal, um valor três vezes superior aos prejuízos atingidos no período homólogo.

A Sporting SAD anunciou hoje que obteve um resultado líquido negativo de 7,8 milhões de euros no primeiro semestre fiscal, um valor três vezes superior aos prejuízos atingidos no período homólogo.

Em comunicado, a cotada adianta que as receitas baixaram 34,4% para 19,59 milhões de euros, uma queda explicada pelos resultados desportivos e não apuramento para a Liga dos Campeões, o que foi compensado “pela continuação de uma política rigorosa de contenção de custos”.

Os custos operacionais baixaram 15,4% para 20,1 milhões de euros e os resultados com a transferência de passes de jogadores foi negativo em 525 mil euros, o que compara com o saldo positivo de 6,1 milhões de euros no período homólogo.

O que originou um agravamento nos resultados operacionais, que foram negativos em 5,76 milhões de euros, contra um valor positivo no período homólogo de 454 mil euros. Pela positiva, os custos financeiros desceram 46% para 1,24 milhões de euros.

A empresa continua em incumprimento do art. 35 do Código das Sociedades Comerciais, já que o capital próprio acentuou a tendência de deterioração e está agora num valor negativo de 23,8 milhões de euros, o que representa um agravamento de 49%. O passivo total está agora nos 142 milhões de euros.

A este propósito, a SAD do Sporting lembra que foi aprovada em Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal a transferência da Sporting Comércio e Serviços, SA para a Sporting SAD”, uma “medida essencial para se implementar o plano de reestruturação financeira em curso e formalizada em Janeiro deste ano e que visa, entre outros objectivos, repor os capitais próprios da Sociedade para os níveis exigidos nos termos do art. 35º do Código das Sociedades Comerciais”.


http://www.jornaldenegocios.pt/index.php?template=SHOWNEWS&id=412353
[b]Prejuízo do Sporting agrava-se em 5,5 milhões[/b]

A SAD leonina informou hoje o mercado que fechou o primeiro semestre da época 2009/2010 com um prejuízo de 7,83 milhões de euros.

O resultado obtido entre Julho e Dezembro de 2009 traduz um agravamento de 5,49 milhões face aos 2,33 milhões registados no mesmo período do ano anterior, revela o Sporting, em comunicado enviado à CMVM.

A quebra é explicada pelos “resultados desportivos inferiores aos que seriam normalmente expectáveis” e, sobretudo, pelo facto de o clube não ter obtido a qualificação para a Liga dos Campeões, o que levou a uma diminuição de 34,4% dos proveitos do clube (excluindo transacções de passes de jogadores), para 19,6 milhões de euros.

Neste período, a SAD leonina agravou a sua situação de falência técnica, segundo o artigo 35º do Código das Sociedades Comerciais, já que os capitais próprios fecharam negativos em 23,8 milhões de euros, o que representa um agravamento de 49%.

Já o passivo ficou praticamente estável nos 142,8 milhões de euros.

O Sporting recorda ainda que “no âmbito da reestruturação financeira, a emissão de Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC), servirá para repor os capitais próprios da sociedade, e, consequentemente, fazer com que deixe de estar abrangida pelo art. 35º do Código das Sociedades Comerciais”.


http://economico.sapo.pt/noticias/prejuizo-do-sporting-agravase-em-55-milhoes_82778.html

Na CMVM:
http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/FR27129.pdf

Isto não anda fácil!

Brilhantes gestores…

SL

Com esta época desportiva não seria de esperar outra coisa.

Estas notícias é que me deixam mesmo preocupado e sinceramente não condigo ter uma opinião qual o rumo a seguir.

Por mim faço o seguinte:

  • Pago as cotas e vou ver os jogos que posso.

E isso sim é que muitas pessoas deviam fazer. O Sporting mede-e pelos socios que tem.
Para essa campanha contem comigo.

Precisamente, com a ausência da CL era um facto anunciado! :arrow:

Portanto no final da época é certinho que vai haver venda de jogadores…

Isso é outro facto anunciado! :wink:

Moutinho e Veloso vão ser vendidos, isso podes ter a certeza. Depois, veremos.
Eu julgo perceber bem de futebol, portanto, o jovem André Santos em nada fica atrás do Moutinho. O jovem é um espectáculo! Não fiquemos assustados com a saída do Moutinho.

Os custos operacionais e financeiros baixaram substancialmente (sobretudo os últimos) o que me parece muito positivo.

Somemos a esse facto, os decréscimos nos proveitos de bilheteira e quotização mercê da época desportiva miserável que vinhamos fazendo até à semana passada e não são nada de admirar esses resultados.

Eu acho q o Sporting desespera para vender o Moutinho e o Velozo. Por isso é que se juntou ao Jorge Mendes. E eu desespero tb pela venda do Moutinho.

está aqui tudo para analizarem


PCS27130.pdf (591 KB)

Apesar de eu achar que é a este nível que devem estar e ainda assim podermos competir para vencer, cortar nos custos (e vamos lá ver como acaba o ano) é o mais “fácil”.

Complicado tem sido aumentar as receitas sem depender exclusivamente da Champions ou da venda de jogadores, e nessa área continuamos a não conseguir traduzir o nosso potencial.

Ainda assim, e com as vendas que, dizem, estão planeadas, para evoluir para outro patamar de competitividade torna-se necessário grande capacidade na altura das compras, algo em que mantenho muito desconfiança.

Realmente. Nao eramos que nao ia-mos estar dependentes da ‘bola na rede’?.. Olah, parece que o Roquette se enganou… quem diria… :twisted:

Exacto! :arrow:

Sem Liga dos Campeões e com assistencias a rondar as 15 mil pessoas, já seria de esperar. Na próxima época tb nao haverá Liga dos Campeões… Ou seja, para investir na equipa há que vender. E, verdade seja dita, os únicos com mercado sao Carriço, Veloso, Moutinho e Izmailov. Podemos ainda tentar ganhar uns trocos com o refugo mas isso nao resolverá nada. A coisa está difícil.

Costumo dizer nestas ocasioes…á vida para alem dos balancos. Resultado esperado e nas condicoes actuais é dificil reverter o rumo. Nos ultimos 5 anos esquecemo-nos de um ponto essencial…o futebol portugues sobrevive á base das vendas , e no Sporting isso é especialmente importante. O periodo de seca a esse nivel tem sido bem longo.

E para o ano as assistências ainda vão ser menores até chegar ao nível de um Braga ou Guimarães, é a realidade que nos foi impingida por muita gente que tem direito a 20 votos, aguentem-se.

…ou de jogadores ou do que resta do patrimonio.