Ricardo Oliveira é candidato à presidência do Sporting

RICARDO OLIVEIRA É O TERCEIRO CANDIDATO ÀS ELEIÇÕES

SPORTING 13:11

Ricardo Oliveira, gestor de 51 anos, vai ser candidato às eleições para a presidência do Sporting, sabe A BOLA. A apresentação oficial da candidatura está marcada para a próxima terça-feira, às 17 horas.

Na corrida para a presidência do clube (as eleições estão marcadas para 5 de março), Ricardo Oliveira junta-se, assim, a Nuno Sousa e a Frederico Varandas, atual presidente que também já anunciou a recandidatura a novo mandato.

Ricardo Oliveira apresenta candidatura à presidência do Sporting na próxima semana

Sócio e acionista da SAD leonina vai a votos no dia 5 de março

Ricardo Oliveira, sócio e acionista da SAD do Sporting, vai apresentar candidatura à presidência do clube leonino na próxima terça-feira, apurou Record . A apresentação da candidatura será feita no Hotel Tivoli, na Avenida da Liberdade, e terá início às 17 horas.

Ricardo da Silva Oliveira fez parte da lista de Dias Ferreira nas eleições de 2018 e foi co-organizador, com Agostinho Abade, das conferências Sporting Com Rumo, realizadas no Tagus Park, em junho de 2020. É presidente da Federação Portuguesa de Padel desde 2012 e, além de praticante, já chegou a ser comentador de golfe.

O ato eleitoral está marcado para dia 5 de março.

Adiado o anúncio da candidatura de Ricardo Oliveira à presidência do Sporting

Ricardo Oliveira ia anunciar a candidatura à presidência do Sporting esta terça-feira, mas está infetado e adiou o evento.

Ricardo Oliveira tinha marcado para as 17h00 desta terça-feira o anúncio da candidatura à presidência do Sporting, mas teve de adiar o evento por estar infetado com covid-19.

O acionista da SAD leonina é o terceiro candidato conhecido à presidência do emblema verde e branco. Frederico Varandas, atual líder do clube, e Nuno Sousa são os outros.

As eleições, recorde-se, estão marcadas para 5 de março.

RICARDO OLIVEIRA FORÇADO A ADIAR APRESENTAÇÃO DA CANDIDATURA

SPORTING 24-01-2022 17:54

Ricardo Oliveira, que está na corrida às eleições do Sporting, acusou positivo a Covid-19 e foi forçado a adiar a apresentação da candidatura, que iria decorrer terça-feira no Hotel Tivoli, em Lisboa.

A apresentação irá agora decorrer no decorrer no dia 1 de fevereiro.

Ricardo Oliveira, Nuno Sousa e Frederico Varandas são, para já, os candidatos conhecidos para o ato eleitoral que está marcado para 5 de março.

@Livramento é este o Ricardo Gonçalves?

Oops. Enganei-me no nome. Sorry. É Ricardo Oliveira. Sim.

SL

La Palisse.

«NÃO ME CANDIDATO CONTRA NINGUÉM»

Ricardo Oliveira, gestor de 51 anos, apresentou esta terça-feira a sua candidatura à presidência do Sporting, cujas eleições estão marcadas para 5 de março.

«Não me candidato contra ninguém, mas entendi que deveria dar este passo porque os sportinguistas precisam de refletir sobre a realidade do clube e ter consciência das dificuldades que nos esperam se continuarmos neste caminho», disse Ricardo Oliveira, salientando:

«Quero ser o próximo presidente, não por desejar protagonismo, que sempre evitei, mas por estar convicto que só com uma gestão raciona, ambiciosa e profissional em todos os setores do clube poderemos eliminar o fosso que nos separa dos nossos rivais.»

Para este gestor, «é imperativo iniciar de imediato uma restruturação financeira através de um financiamento entre 150 a 200 milhões de euros a longo prazo e com juro baixo, que permita ao clube e à SAD fazerem face aos desafios iminentes: a recompra das vmocs; o pagamento da dívida a curto prazo, que tem um juro altíssimo; o pagamento de toda a dívida em incumprimento; o pagamento das emissões e obrigações dentro do prazo; e dinheiro em caixa para fazer face ao funcionamento regular».

Admitindo que «a equipa de futebol está bem», Ricardo Oliveira não escondeu também como sua preocupação aquilo que o clube irá fazer após a saída de Rúben Amorim. «Ninguém poderá estar mais satisfeito do que eu com o sucesso de Ruben Amorim, mas o Sporting não pode estar dependente de um treinador e das suas relações pessoais para a gestão do core business do clube. Por mais que a Direção atual não queira preparar-se para um pós-Rúben Amorim a verdade é que um treinador com as suas qualidades mais tarde ou mais cedo de seguir o seu percurso em ligas mais competitivas. A verdade é que basta uma rápida análise às opções da estrutura do futebol antes do Rúben Amorim para perceber que não existe um critério definido para a construção de um Sporting de futuro. Dos jogadores contratados nas três janelas de mercado entre 20119 e 2020 nenhum tem papel ativo no atual plantel», lembrou.

Uma candidatura a acompanhar, por mim.

Pela pessoa em si e, sobretudo, pelo que representa enquanto oposição à situação vigente.

Não passo cheques em branco mas estou interessado em saber mais sobre esta lista.

1 Curtiu

Muito mal a falar das “relações pessoais” do Amorim

:upside_down_face:

"Mário Patrício, Carlos Anjos, Sérgio Cintra ou Miguel Frasquilho, entre outros, também marcaram presença."

Portanto…
Mário Patrício, o director das modalidades de Bettencour e Godinho Lopes.
Carlos Anjos - Comentador CMTV
Sérgio Cintra - Foi administrador da Santa Casa e conseguiu meter aquilo a dar prejuízo.
Miguel Frasquilho - “Chairman” da TAP… nem preciso dizer mais nada

Está mais que apresentado.
Nunca pensei que conseguisse existir um candidato que fizesse o Varandas uma opção 1000x melhor. Estou sem palavras.

1 Curtiu

Ataques pessoais, nomes duvidosos e a cheirar a mofo. Espero que leve um banho de realidade igual ao do seu subscritor número 1 em 2018.

1 Curtiu

Vendo quem o acompanha, e conhecendo o seu passado na federação, por mim… Riscado!!!

Vou ver a outra candidatura anti varandas…

Parece que esta candidatura reúne unanimidade…

1 Curtiu

Conseguio a Santa Casa dar prejuízo? Foda-se cum crlho é preciso ser extremamente incompetente fdx…

Para mim basta ver Dias Ferreira subscritor número 1 dispenso. E nem vou dar bitaites sobre as eleições.

Q discutam projetos sem enlamear o nome do clube, para isso já basta as toupeiras e fruteiros ressabiados.

Porra e depois de ver o Frasquilho lembrei logo do BES, Salgado, Ricciardi, Catroga, TAP.

Fdx isto n pode ser o melhor q arranjaram pois n?

Fogeeeee :rofl:

Sim, o frasquilho era o gajo que acalmava o tio, quando discutia com o Bruno.

1 Curtiu

Como é que em 2022 ainda alguém “pede” apoio ao Dias Ferreira ou como nome para estar numa lista de apoiantes?

É mesmo preciso não conhecer bola daquilo que é o Sporting. Um nome que praticamente não agrada a ninguém e completamente esgotado.

Mas é normal estes candidatos não fazerem puto daquilo que é o Sporting. Na altura das eleições lembram-se que até existem estádios por este país e lá se dignam a ir ver um joguito fora para passear o seu “sportinguismo” de curta duração.

Vão para o caralhinho.

2 Curtiram

A não ser que Ricardo Oliveira apresente uma equipe fortíssima e agregadora, a única coisa que vai conseguir é retirar alguns votos a Nuno Sousa e, com isso, facilitar a reeleição de Frederico Varandas.

SL

Que venha o Inácio.