Relatório e Contas Sporting SAD - Época 2021-2022 - lucro de 25M

Concordo , não olho com maus olhos o Sporting comprar jogadores partilhados desde que seja temporário e no futuro o Sporting já não precise de comprar jogadores a 50% porque eu acho comprar entulho é mais lesivo para clube .

O problema é daqui uns anos o Sporting precisar de comprar jogadores a 50% significa que algo não foi bem feito.

1 Curtiu

Já consegui olhar um bocado para os nossos resultados. Aqui vao as minhas ideias sobre os mesmos (focando só na demonstracao de resultados):

  1. Estava a contar com um resultado na ordem dos 30 milhoes, portanto etes resultados ficam um bocado abaixo daquilo que eu contava.

  2. As melhores noticias continuam a ser, quanto a mim, as receitas operacionais de quase 123 milhoes de euros, o que é brutal. Dentro destas receitas:

  • Os direitos televisivos sao quase 26,3 milhoes de euros e é uma rubrica bastante estável (nas duas ultimas epocas teve comportamento atipico por causa das mudanças relacionadas com o covid)
  • Bilheiteira de 17,2 milhoes acho que é record na nossa historia. E isto num ano em que os primeiros jogos da epoca ainda tivemos restriçoes. Financeiramente sao otimas noticias. Por outro lado, é o reflexo dos preços elevados…
  • Patrocinios tb 17,2 milhoes. Outra rubrica que é record na nossa historia. Excelentes noticias.
  • Competiçoes Europeias 45,9 milhoes. Outra record. Aqui beneficiamos e muito dos atuais premios da Liga dos Campeoes, que antes eram muito mais baixos. Com este novo contexto, ir à Champions tornou se ainda mais decisivo!!
  • Vendas (loja verde e retalho): 7,7 milhoes… outro record.
  • Outros: 8,1 milhoes.

… ou seja, receitas operacionais era dificil melhor. quase todas as rubricas estao valores maximos. Se pensarmos naquilo que será esta epoca, as competiçoes europeias, para ja, estaremos nos 30 milhoes… é continuar a ganhar jogo. Quanto ás outras rubricas, nao têm especial motivo para baixar esta epoca.

Nos custos operacionais o cenário, embora positivo (pq está abaixo das receitas operacionais), já tem alguns pontos de atençao:

  • Fornecimentos externo de 29,9 milhoes tb é record… desta vez, negativo. E muito acima dos valores pré covid. portanto o regresso à normalidade e viagens europeias nao pode justificar tudo
  • Gastos com pessoal puramente ditos, estao ok e em linha com anos anteriores. Aqui a questao é que estamos a pagar uma batulada de premios. Mais inclusive do que na epoca que fomos campeoes. Deduzo que os jogadores e equipa tecnica tivessem premios associados à performance da champions. Sou a favor de premios por performance, mas é algo a ter em atençao. Outra rubrica “menos bonita” é a das indeminizacoes. Gastámos mais 3,7 milhoes para mandar embora entulho que vamos acumulando.

Com isto, chegamos a resultados operacionais de 12 milhoes de euros, o que é excelente. Mas nao nos enganemos… sem champions vamos diretos para o vermelho.

  1. Amortizacoes continuam com tendencia de subida…algo normal enquanto andarmos a gastar cada vez mais 10 milhoes a comprar jogadores. temos de ter muito cuidado em nao criar aqui uma bola de neve, que gere amortizacoes demasiado altas, em cima de jogadores que so temos 50% do passe. Este é provavelmente o maior ponto de atençao dos resultados.

  2. Vendas de jogadores foi aquilo que ja se sabia. Ja la está contabilizado o Nuno Mendes, e falta o MN e o Palhinha.

  3. Resultados financieros estabilizaram. veremos proximos resultados

… com isto chegamos a um resultado de 25 milhoes que, sendo bom, esperava que fosse melhor, e tem alguns pntos de atencao

2 Curtiram

O SCP tem um buraco anual que tem que tapar com mais-valias de vendas de jogadores e receitas UEFA a rondar os 71ME. Na atual champions, é de esperar que o SCP realize por ano um valor a rondar os 40ME. Ou seja, faltam sempre aqui 30ME que o SCP poderia resolver de várias formas.

Podia tentar diminuir o buraco investindo ainda menos na qualidade do plantel.
Podia aumentar as suas receitas ou diminuir os seus seus custos nesse montante.

Acho qualquer uma destas soluções pouco realistas.

Agora atenção…
As receitas champions dentro de 2 anos vão aumentar muito e podem mesmo, para um clube como o SCP, atingir os 70ME por ano.
Isto significa que, teoricamente, se o SCP conseguisse estar sempre presente, não precisava de vender jogadores para estar financeiramente equilibrado.

Mas isto é só teoria.
A realidade é muito mais complicada.
Certamente que os nossos rivais, quando também passarem a usufruir destas receitas aumentadas, vão tentar aumentar ainda mais o seu investimento e melhorar ainda mais a qualidade dos seus plantéis. E o SCP se quiser da luta, não poderá deixar de acompanhar esse investimento voltando a aumentar o seu buraco anual.
Isto para não falar da inviabilidade de ter um plantel contrariado e sem perspectivas de liberdade a não ser nos finais de contratos. Enfim, seria um autêntico barril de pólvora ingerível.

É por isto que considero que o SCP nunca deve ter como objectivo tentar manter indefinidamente os seus melhores jogadores. Isso é completamente irrealista.

Aliás, não é mau e nem é errado fazer uma grande venda porque é isso que permite reinvestir em novos grandes jogadores (tendo bom scouting - a chave do sucesso de qualquer clube).

Aquilo que é errado é fazer uma gestão desequilibrada em que se vende tudo o que mexe de qualquer maneira sem repor ou mesmo aumentar de ano para ano a qualidade do plantel.

Por exemplo, se o SCP tivesse vendido o Matheus Nunes por 50ME e tivesse ido comprar o Enzo Fernandez e um PL craque por 30/35ME, isto teria sido excelente tanto do ponto de vista desportivo como do ponto de vista financeiro.

O problema é quando se vende um Palhinha esteio do meio-campo por apenas 20ME.
Pior, quando se vende ao mesmo tempo o Matheus Nunes da mesma zona do terreno no mesmo mercado sem nenhuma noção de equilíbrio desportivo.
Isto é que é grave e contraproducente.

A política certa é aquela que balanceia harmoniosamente a vertente desportiva com a vertente financeira.
Um clube grande não pode estar NUNCA sem um grande plantel e sem ser real candidato a tudo.
Cada ano que o fizer, é um ano perdido na sua história tanto do ponto de vista desportivo, como do ponto de vista financeiro, dado que a sua capacidade de geração de receitas fica também inapelavelmente afetada.

Este ano, esta direcção, com a sua gestão totalmente pelo lado financeiro, pode ter condenado o clube a, pelo menos, um ano perdido.

6 Curtiram

Mas basta falhar uma temporada de Champions e isto fica quase uma tragédia, é o q consigo deduzir tudo espremido…

1 Curtiu

Ainda não vi o relatório nem me interessa ver já tinha previsto este valor ou próximo disso.

O que me chateia e a merda da sustentabilidade financeira dita por esta pseudo direção.

Um clube que tem 25M de lucro num ano faz 20M de receitas com palhinha e mais 10 a 15M com excedentarios. 30 milhões da liga dos campeões.

Tem que me vender um jogador contrariando o treinador com a desculpa da sustentabilidade financeira.

Então mas o que é sustentabilidade financeira quando fecha um relatório com 25M de lucro e um trimestre de quase 40M de lucro precisa vender o motor da equipa em ano de mundial.

E que é tudo muito bonito e a sustentabilidade financeira mas esquece se que se não formos a liga dos campeões para o ano a sustentabilidade financeira cai que nem um castelo de cartas para não falar na desportiva.

Primeiro a ambição desportiva e depois sim a financeira neste clube as ideias estão ao contrário.

2 Curtiram

Esta mensagem foi sinalizada pela comunidade e está temporariamente oculta.

Epá, se não queres ser Camelo Lourenço 2.0, explica ai ao pessoal o que está mal. :rofl::rofl::rofl:

1 Curtiu

Sim senhor belos aumentos de ordenado do fivelas,servir o SCP ta quieto…

Isso depende da perspectiva.

Porque é que os prémios por objectivos financeiros não ficam dependentes de cumular com um objectivo desportivo da época seguinte?

Isso geraria, pelo menos, a ideia de que é essencial o equilíbrio financeiro com vista ao sucesso desportivo.

De outra forma, perante épocas de pouca valia desportiva, bastará vender jogadores para se receber o prémio por performance financeira.

Não podemos perseguir, meramente, o lucro negocial em detrimento dos objectivos desportivos, assim como não podemos investir na vertente desportiva, depauperando os recursos do clube.

Agora, se é falta de ambição…não sei, porque me parece que há alguém a encher os bolsos, quer faça chuva ou faça sol.

O porto por exemplo até pode acabar em terceiro nessa época e ter hipótese de ir a Champions através da vaga extra de melhor coeficiente da uefa

[quote=“Strikerr, post:104, topic:66976”]
O SCP tem um buraco anual que tem que tapar com mais-valias de vendas de jogadores e receitas UEFA a rondar os 71ME. Na atual champions, é de esperar que o SCP realize por ano um valor a rondar os 40ME. Ou seja, faltam sempre aqui 30ME que o SCP poderia resolver de várias formas.
[/quote]

Vou dar algumas ideias que podem ajudar a encurtar os 30 Milhões.

Merchandising

Isto eu oiço todos anos é que temos que internacionallizar a marca Sporting (já olho para isto como um chavão irritante)

A marca Sporting só vende em mercados óbvios que é em Portugal , PALOP e comunidades de emigrantes .

Vou dar o exemplo do Ajax em que nós temos muitos pontos em comum .

Why Ajax’s Bob Marley Jersey ‘Ban’ Is A Massive Win

Sep 15, 2021,09:51am EDT

Ajax’s Bob Marley-inspired away shirt had already had an oversized impact before it was ‘banned.’

Away kits from the Amsterdam club rarely have an impact outside the Netherlands, but this one was different.

960x0

Many fans across the world, embraced the effort to do something interesting in a soccer jersey.

In a world where most shirts fall victim to templated repetition, this was a jersey that stood out.

Link: Why Ajax’s Bob Marley Jersey ‘Ban’ Is A Massive Win

Repara o que meti a negrito.

Honestamente te digo gostava de ver uma coisa destas a acontecer no Sporting , gostava que nós e a Nike fizéssemos uma camisola fora da caixa que fosse um sucesso fora de Portugal como foi com Ajax ou vamos estar à espera da marca CR7 ?

Receitas da Champions League

Fase de Grupos: € 15.64 milhões por clube
Oitavos de final: € 9.6 milhões por clube
Quartos de final: € 10.6 milhões por clube
Semifinais: € 12.5 milhões por clube
Finalistas: € 15.5 milhões por clube
Campeão: € 4.5 milhões

Bem o caminho mais directo e prático era sermos campeões todos os anos e ficávamos sempre no Pote 1 e aqui o coeficiente de resultados não conta para nada.

Agora como estamos num campeonato corrupto , viu-se no ano passado

1 Sporting faz 85 pontos tal como o ano do Título

2 Sporting fez 2 jogos por semana e só fazia 1 jogo no ano do Título

3 Evanilson pisa o pé do Coates e posteriormente é expulso com um resultado de 2-0 em pleno dragão

4 Pépe dá um soco no queixo do Coates na grande área penalty por assinalar num jogo que ficou 1-1

Pote 2 Champions League

Por estes motivos que enumerei , o Sporting tem que traçar uma estratégia para ficar no Pote 2 , o que é muito difícil , isto é importante no futuro para aqueles anos em que somos impedidos de ser campeões pelas forças corruptas instaladas no nosso campeonato.

Para se manter no Pote 2 o coeficiente de resultados é importante mas pelo pesquisei não sei se Sporting ganha mais dinheiro por estar neste Pote e consequentemente ajudar a encurtar os 30 Milhões que falas.

A única coisa que coisa que conseguí encontrar foi a classificação dos Potes por pontos , como podes ver na Imagem abaixo ,a última equipa que entrou no ano passado no Pote 2 foi o Borussia de Dortmund com 78 pontos o Sporting tem 55,5 pontos no Pote 3.

Nota: Os cálculos dos pontos nos Potes estava no site da UEFA mas o link do PDF a explicar como funciona está off-line , gostava de saber mais sobre isto.no sentido de perceber quantos anos o Sporting precisa de boas performances na Champions League e Europe League para entrar no Pote 2 e se manter

Acelerómetro de Jogadores

O que o Sporting precisa como pão para boca, é de um clube que funcione como um “acelerómetro de jogadores”, como foi o Braga com Palhinha e Esgaio .

Claro que aqui tinhamos que escolher um país onde se fale inglês ou Italiano para facilitar adaptação dos nossos jovens embora a parceria com Cercle Brugge (onde se fala francês) correu bem veio para cá o William.

Sobre a parceria que fizémos com New England Patriots não tenho informação de nada sobre o que ganhámos com isso .

Venda dos “Chicos Geraldes” da Academia

Isso sempre me fez confusão o Sporting só preocupa em vender os jogadores que valem dezenas de milhões da sua formação .

Não se preocupa a vender o “Chicos Geraldes” de 10 milhõrs para baixo que são aqueles jogadores bons para primeira liga mas não tem nível para jogar no Sporting .

Este Tipo jogadores eram bem vendidos em ligas em que existe dinheiro , Turquia , Ucrânia e Russia ( antes da Guerra ) , Arábias , USA etc

O “Chicos Geraldes” são bons para descontar em bons jogdores do nosso campeonato como foi com Nuno Santos.

O Sporting já formou tantos “Chicos Geraldes” defesas , médios e avançados.

Dando um exemplo positivo como Sporting deve vender estes activos , foi no caso do Tobias Figueredo .

Este jogador difícilmente jogava na equipa A mas o Sporting fez uma boa venda ao Nottingham Forest por 2,3 milhões€ , lá está uma venda a um clube com dinheiro por jogar no Championship.

Se o Sporting vendesse bem os seus “Chicos Geraldes” se calhar o orçamentos para contratações eram um pouco mais folgados .

Academias na Ásia

Penso que seria muito bom o Sporting investir na Coreia do Sul e no Japão no caso na China já temos algumas mas é um país enorme não só em termos de território como em termos populacionais.

Como podemos ver com no caso do nosso Samurai que foi o primeiro e agora o Morita, como outros como o Fujimoto e do Nakajima (excepto no COVID) são jogadores altamente profissionais e sérios e com talento e já terem este mind set altamente positivo culturamente já vem de berco no País onde nascem.

E uma venda destes jogadores pode funcionar como “receita improvavel” , que pode ajudar a cobrir esses 30 milhões em alguns anos porque não acredito se tivéssemos essas academias prontas conseguissemos meter um “chinoca” na primeira equipa todos anos.

Receitas de TV direccionado ao Mercado Asiático

O principal motivo da Premier League ter muito dinheiro para destribuir pelas suas equipas, é na forma como capta a atenção dos países asiáticos .

O Sporting devia ser “Premier League” do nosso campeonato à escala do clube porque não pode contar com rivais e restantes clubes nem com a Liga nem com a F.P.F.

1- Fazendo estágios em paises asiáticos

2- Abrindo Academias com marca Sporting e CR7 na Ásia

3- Trazer os melhores jogadores asiáticos para cá e isto é que traz audiência televisiva, porque lá eles seguem o jogador não a equipa que ele pertence , estágios e academias também ajuda mas tem menos impacto.

Nisto o Futre tinha toda a razão.

Ok aceito alterar sobre o que eu disse que era importante o Sporting manter as suas estrelas entre 3 a 5 anos e isto possa virar um barril de pólvora como referes, devido aos seguintes factores.

1- Desgaste entre treinador e jogadores , Jorge Jesus desgasta tanto psicologicamente os jogadores , que ao fim de um ano já estão pedir para sair , não é à toa que segundos anos no Sporting e nos rabolhos correu sempre mal ao JJ , dai vendermos as estrelas e contratarmos novas estrelas para evitar o desgaste natural ao fim de alguns anos.

2- Péssimas influências do empresários , estão mais interessados no bolso deles, como se viu com o Jovane .

3- Pressões familiares que vai desde mulher (Wanda/Icardi) Pais (Pai do Neymar) irmãos ( Irmão do Cavani) para fazerem o contrato da vida deles mesmo fiquem prejudicados ao saltarem etapas importantes para o seu crescimento como jogadores/atletas

4- Gestão de egos num balneário , um dos trabalhos mais difíceis para um treinador, que é um trabalho invisível (que pouco se fala) , dai o Amorim dar preferência a planteis curtos evitar dores de cabeça desnecessárias como foi com Slimani mas pode ter outras lesões castigos.

5- Presidente/Director Desportivo tem gerir a balança entre direitos e deveres da carreira de um jogador .

Ponto A

Se jogador apresenta grande rendimento e é um profissional exemplar começa a ganhar direitos e a perder deveres ( que cai po lado da direcção)

Ponto B

Se jogador apresenta grande rendimento e é um péssimo profissional , os direitos deveres mantem-se, nem ganha nem perde, porque um Tubarao não quer encher o cofre do Sporting com um mau profissional, sendo o clube lesado por isso , embora tenha rendimento desportivo , exemplo Mário Jardel , não foi para Real Madrid por ter uma vida nocturna agitada demais e o Sporting podia ter feito uma grande venda depois de ele ter marcado 42 golos.

Ponto C

Se jogador apresenta fraco rendimento e é um péssimo profissional começa a perder direitos e a ganhar deveres.

Posto isto , pelo o tu disseste no teu post vou reformular número de anos que as estrelas tem de ficar no Sporting para 3 anos em vez 5.

Aqui 3 anos significa vender os melhores jogadores na terceira época no clube conjugando a venda com ano de Europeu ou Mundial

Mantendo a referência de 3 anos , pergunto-te, aguentar um onze que aparece na Imagem abaixo que eu considero a melhor equipa do Sporting desde 2019 até 2022.

Onze

Ou seja se Sporting daqui a uns tempos quiser manter as estrelas todas , manter Mathieus , Coates , Potes , Brunos Fernandes , Matheus Nunes e Raphinhas do futuro durante 3 anos em que ponto deve estar o activo e passivo para que essa operacão seja feita com sucesso?

Um economista disse na TV se os grandes em Portugal quiserem manter os melhores jogadores durante alguns anos o passivo deve rondar entre 160 a 180 milhões .

Existe fundo de verdade nisto ?

Nota: O Bruno Fernandes , Raphinha e Matheus Pereira e Matheus Nunes estes craques não jogaram juntos no Sporting por um ano de diferença , se calhar mais algumas entradas na Champions League na última década a História seria outra, isto dá que pensar .

Sei que que tua resposta não é fácil, não se trata de uma resposta SIM/NÃO ou isto é Preto ou Branco, porque há aqui uma grande camada cinzenta com muitas variáveis por o futebol latino ser um barril de pólvora e acrescentar a passagem da teoria à pratica nunca é linear no Futebol.

A ideia que queria perceber era o Sporting está a caminho do activo/passivo X,Y,Z estamos no caminho para manter as estrelas , o ponto é ter uma referência mesmo não seja exacta como a do economista disse 160 a 180 milhões€ de Passivo.

Daqui 2 anos a receitas da Champions League vão cobrir o buraco de 70 milhões do Sporting como destacaste como sendo a chave disto tudo e os rabolhos e tripeiros estão a jogar um jogo suicida por ter um buraco de 150 milhões€ para cima.

Mas acho que concordas comigo que o Sporting não deve dormir à sombra da bananeira por a Champions League cobrir os 70 milhões e o clube tem que arranjar novas alternativas para obter mais rendimentos.

2 Curtiram

Esse é frito!!!

Também fala o Zé Ribeiro.
Normalmente nem tenho paciência para ouvir estes podcasts sobre o Sporting. Metem muita palha para encher o tempo. Este só ouvi um bocado, mas acho que dizem que o Sporting fez factoring sobre os 10M a receber do fcp, da troca de jogadores que foi feita no ano passado.
Foi uma novidade para mim, sendo que o Sporting usa e abusa do factoring, pelo que não será propriamente novidade.

Bom post @Claudinovsky sobre os cálculos de coeficientes deixo-te isto: UEFA Coefficients calculation method

1 Curtiu

Obrigado pelo elogio @TugaBee

Se vitória vale 2 pontos e empate 1 ponto na Champions League

Pote 3

Sporting 55,5 Pontos

Pote 2

Tottenham 83 Pontos (último classificado)

Nota: Esta imagem é de Maio está um pouco desactualizada porque já ocorreram duas jornadas da Champions League.

Significa que Sporting tem que recuperar 28 pontos para chegar Pote 2 ?

Se Sporting nos próximos anos fizer 9 pontos na fase de grupos, tanto dá para passar como ir para Europe League

Época 2022/2023

2V Para já = 4 Pontos

Época 2023/2024

2 V + 3E = 7 Pontos + 5 Pontos Extra (dos Oitavos) no total 12 pontos

Época 2024/2025

3V = 7 Pontos + 5 Pontos Extra(dos Oitavos) no total 12 Pontos
Época

O Sporting faz 28 pontos só de entrar na casa dos 80 pontos o Sporting entra automáticamente no Pote 2?

Se Sporting chega ao Pote 2 quer dizer que melhorou o seu histórico logo não recebe mais dinheiro ?

Chegando aos Oitavos de forma regular asseguramos o Pote 2 ?

Contam sempre as últimas 5 épocas. Ou seja pra próxima fase de grupos (se entrarmos claro) apagaremos a melhor época que contou para os 55 que vês aí. O que faz com que esta época é fundamental para não perdermos pote 3. Pote 2 vejo praticamente impossível.

2 Curtiram

No ano passado fizemos 16 pontos.

3V + 1 empate + passagem aos oitavos.
Quanto vale cada vitoria e cada empate?

Há os pontos de bónus por alcançar as distintas fases.

3 vitórias - 6 pts
1 empate - 1 pt
Chegar à fase de grupos CL - 4 pts
Chegar aos oitavos CL - 5 pts

Total de 16pts

1 Curtiu