RACISMO EM PORTUGAL E NO MUNDO

As imagens do assassinato de George Floyd foram das coisas mais cruéis e sádicas que vi na minha vida. Alguém indefeso, algemado, deitado de barriga para baixo no chão, sem resistir à detenção, com o joelho do polícia assassino sobre o pescoço, na zona cervical da coluna de George, a fazer força intermitentemente para aumentar o seu peso sobre o cidadão afro-americano e este a proferir várias vezes a mesma frase “não consigo respirar” , com uma voz progressivamente mais fraca, cada vez que a pressão do joelho sobre o seu pescoço era intensificada e lhe cortava o fluxo de oxigénio no sangue para o cérebro. George Floyd, sufocado até à morte durante longos minutos por alguém que devia ter no mínimo o mesmo destino.

Costumo pensar no Kobe Bryant e que reação ele teria, perante tal ato bárbaro de um agente da polícia de Minneapolis. Certamente, estaria na linha da frente no combate ao racismo, ao lado de Michael Jordan, criticando também quem se aproveitou desta desgraça para roubar e pilhar lojas por todos os estados americanos.

1 Like

Tópico absolutamente ridículo.

Porquê?

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, disse esta sexta-feira que a queda inesperada do desemprego marca “um ótimo dia” para George Floyd, o afro-americano cuja morte às mãos da polícia desencadeou protestos em todo o país.

Pela simples razão que estão a fazer um assunto sério como é o racismo um assunto completamente banal.
Escreve aí um caso comprovadamente de racismo no nosso país.

1 Like

Pela minha experiência de vida posso falar num, de uma forma genérica. Os percursos curriculares alternativos que são feitos de forma a enquadrar determinada etnia na comunidade escolar, por exemplo.

Vivemos num país manifestamente racista, um racismo escondido e encapotado. Um país que nunca foi verdadeiramente democrático, com um neo fascismo requintado e escondido atrás da cortina da democracia.

Embora tenha deixado cair a acusação de tortura e racismo, a juíza deu como provadas as injúrias proferidas por Arlindo Silva a Rui Moniz descritas na acusação: “Então não morreste? Agora vai-te dar um que vais morrer”, “ainda por cima és pretoguês!”, “preto”; bem como pelo agente Hugo Gaspar aos ofendidos “pretos do ■■■■■■■, vão para a vossa terra!”

A verdade é esta:

A partir do momento em que deixamos cidadãos de outros países formar família no nosso país, temos que os integrar e nunca houve um projeto bem estruturado que visasse integrar quem chega. É a tão conhecida imagem de marca portuguesa, que vem do tempo dos descobrimentos, designada por navegação à vista.

E isso quer dizer o quê ao certo.
Ciganos??
Sem querer concordar com o ventura que diz muitas coisas acertadas em relação a eles como diz bosta da grande.
Os ciganos são um problema sim.
Não faço ideia de quantos ciganos há em Portugal mas tenho a certeza absoluta que se formos comparar a percentagem de ciganos que constituem a população reclusa com a percentagem de ciganos no país inteiro todos os estudos dirão que as diferenças notam-se a milhas.
A percentagem de ciganos presos é manifestamente muito superior á percentagem de ciganos na sociedade.
Não seria difícil de ver que é uma etnia com queda para a delinquência.
Não me venham com as tretas da inclusão.
Já lhes dão casas à borla, (nunca perto dos políticos, sabe-se lá porquê.) Entre algumas “regalias” mais.
Tivemos até uma juíza a afirmar em pleno tribunal que não deixar uma miúda cigana de 14 anos frequentar a escola era aceitável por uma questão cultural.
Simplesmente não é possível integrar quem não quer ser integrado.
Eu não sou hipócrita, não tenho amigos ciganos. E lido com eles o mínimo que puder.
Sabes porquê??? Quando era puto a minha avó sempre me disse para me manter afastado dos ciganos que só traziam problemas.
Eu pensava que ela exagerava.
Agora com quase 44 anos dou o mesmo conselho ás minhas filhas, porquê a minha avó estava coberta de razão.
E não admito que me chamem racista por isso!
Pago os meus impostos e cumpro religiosamente as minhas obrigações com o estado.
Não aceito nem nunca aceitarei que não seja eu e apenas eu a escolher os meus amigos.
Da mesmíssima forma que não obrigo ninguém a ser amigo meu.

Continuo é á espera do tal caso manifestamente racista em Portugal nos últimos anos.

Isso está a dar excelentes resultados na França por exemplo.
Portugal é um país de emigrantes, eu próprio tenho muita família emigrada.
A generalidade do tuga que emigra vai e adapta-se á sociedade que o acolheu.
É assim que as coisas têm que funcionar.
Considero que toda a gente deve poder vir para cá se quiser vir fazer vida de forma honesta.
Mas tem que se adaptar á sociedade tuga, não é aceitável que seja o tuga a ter que se adaptar a quem para cá vem.

2 Likes

Epá não brinques com coisas sérias.
Eu digo-te o que é um caso de racismo a sério.
Lembraste quando a besta do Mario Machado e a sua cambada de skins mataram um cidadão negro de seu nome Alcides qualquer coisa?
Isso foi racismo. Foi julgado, condenado, já cumpriu pena e foi libertado.
Aquilo sim foi racismo.
Não foi há muitos anos mas é o sistema penal que temos.
Liberta besta como o Mário Machado.

1 Like

Amigo, parece-te que estou a brincar?

Conheço bem esse caso dos hammer skins, em que entoaram uma música dos black company, enquanto o atiraram para a água. Participas como queres, se quiseres, no tópico, e a administração do fórum scp está à vontade para fazer o que quiser com aquilo que eu coloco aqui, inclusive, apagar, pois eu nunca reclamei sobre nada.
O fórum scp sempre foi um espaço de liberdade, onde nunca me senti condicionado por nada, a não ser por culpa própria, quando me excedi e não respeitei normas elementares de civismo, pois, não sou nenhum Santo. De resto, os tópicos têm a visibilidade que os foristas lhe querem dar com as suas participações.

1 Like

Tu vives num país que tem o primeiro ministro de origem indiana e com tom de pele que é tudo menos branco.
Foi democraticamente eleito.
Tens a ministra da justiça que é negra.
Tens uma deputada que foi escorraçada pelo próprio partido que a elegeu que só foi eleita por ser negra.
Isto não é possível num país racista.
Podes dizer que há racistas em Portugal.
Eu não o poderei negar. Claro que há.
Como há assassinos, violadores, pedófilos e muitos outros que não valem o ar que respiram.
Nunca ninguém vai conseguir erradicar o racismo a 100%.
Da mesma forma que há muitos outros tipos de crimes e criminosos que vão sempre existir.
Não é por estarem sempre com a palavra racismo na boca que o vão resolver.
Muito pelo contrário só o agravam.

1 Like

Eu sou completamente a favor da igualdade mas absolutamente contra cotas seja por que razão for.
Se fosse a favor de cotas teria que dizer às minhas filhas que não vale a pena estudar e esforçar para ser alguém na vida.
Pois com cotas correm o risco de ver outro que tem a pele de cor diferente das delas mas com menos capacidades a ficar com a vaga de emprego ou no acesso à universidade porque alguém legislou que tinha que ser assim.
Oportunidades sim mas conquistadas com esforço, dedicação e trabalho e não apenas porque sim.

Edit: A Isabel Moreira veio está semana dar uma entrevista a dizer que sempre teve noção que era uma previligiada por ser branca.
Absolutamente errado. Que ela é privilegiada não tenho a mínima dúvida.
Mas não é por ser branca. É porque entrou no mundinho podre e imundo que é a política portuguêsa.
Neste país o que não falta é mulheres e homens brancos que previlégios tem muito poucos para não dizer nenhum.

2 Likes

https://apav.pt/uavmd/index.php/pt/intervencao/discriminacao