Plantel Equipa B 20/21

Já que para o ano vamos, ao que tudo indica, ter equipa B faz sentido pensar qual seria o plantel sesta equipa e já agora quem ficaria nos u23 e nos u19.

Para mim seria na B:
GR - Diogo Sousa
LD - João Oliveira + Hevertton
DC - Inácio + Quaresma + João Silva + João Goulart + Ricciuli
LE - Nuno Mendes + Gonçalo Costa
6 - Rodrigo Fernandes + Bruno Paz
8 - Matheus Nunes + Tomás Silva
ED - Bruno Tavares + Geny
EE - Joelson + Tiago Ferreira
AV - Mitrovski
PL - Tiago Tomás + Tiago Rodrigues
Ficariam a faltar algumas contratações, até porque alguns destes jogadores poderiam ser emprestados ou colocados nos u23 para jogarem mais minutos ou até promovidos aos A. Contudo tendo em conta que o mais provável é disputarmos CPP parece me suficiente.

Acredito quando os ver jogar.

Sempre vai existir equipa B (espero que não)?

E vão competir em que escalão?

A direção assegurou que sim, vale o que vale, já que nem se sabe se eles duram até ao fim da época…
O escalão não se sabe mas deve ser o CPP

Não compreendo a necessidade de ter B e Sub-23. É preferível ter apenas uma equipa e colocar os melhores a rodar.

Por exemplo na próxima época João Oliveira, Joao Silva, Tomás Silva, Matheus Nunes devem ser emprestados a equipas da primeira divisão (não ganham nada em andar nos Sub 23 ou no campeonato de Portugal).
Quaresma, Mendes, Rodrigo e Pedro Mendes ou ficam nos A ou vão rodar.
Aceito que Joelson e Tavares ainda fiquem nos Sub 23.

Compreendo que não queiras 2 equipas e até tendo a concordar mas se é para acabar com uma que se acabe com a u23 e se reabra a B, sempre é mais competitiva.

Sinceramente não sei qual a mais competitiva, se o campeonato de Portugal ou os sub 23.
Mas aceito o fim dos sub 23 em prol da equipa b. As duas é que me parece gastar recursos de forma desnecessária.

Digo que é o CPP por mero exercício de raciocínio. É ver as prestações recentes de equipas do CPP na taça de Portugal, muito sinceramente não acredito que nenhuma equipa do campeonato u23 fizesse sequer parecido. E depois há sempre a possibilidade de subir à 2° liga por isso parece me que faria sentido ter a B no lugar dos u23.

Pois a ideia de disputar a liga de honra é vque eu não gosto. Equipas b misturadas com equipas que na época seguinte podem estar a jogar com as AA, dá azo a jogadas de bastidores.
Mais a nossa equipa b o que tem feito na liga de honra é jogar para nao descer e isso acaba por não permitir um tipo de jogo idêntico ao da equipa principal.

Faço já os planteis da B e formação:

B (CNS)

GR - Cont, G. Filipe
DL - Hevertton S., Loide A., N. Mendes, E. Carpintier
DC - Eduardo Q. ©, J. Ricciulli, G. Inácio, (R. Rêgo)
M - Rodrigo F., Cont, B. Paz, Edmilson S.
10 - D. Mitrovski (B. Sousa)
EX - B. Tavares, N. Moreira, Joelson F.
PL - T. Tomás, T. Rodrigues

Emp 1ª Liga -> J. Oliveira?, J. Silva, M. Nunes?, M. Luís, T. Silva, Jovane C.?
Emp 2ª Liga -> Elves B.
Cont -> GR (João Monteiro?), Médio (Samuel Costa, David Veiga, Pedro Pelágio, Eduardo Soares, Afonso Valente?)

U23

GR - D. Almeida, H. Cunha
DL - C. Silva, A. Lami, G. Costa, B. Fati
DC - J. Goulart ©, Rafael F., R. Rego (C. Lamba)
MD - J. Daniel, Edson S.
MO - B. Sousa, S. Lobato, G. Batalha (D. Rodrigues)
EX - Geny C., T. Ferreira, D. Brás (A. Gonçalves)
PL - Cont, Rodrigo P., P. Agostinho?

Cont -> PL (Rúben Fonseca, Dani Costa, Eduardo Ribeiro, André Ramalho?)

U19

GR - V. Gaspar, D. Callai
DL - D. Monteiro, R. Lopes, Adriano A.
DC - C. Lamba, A. Frobenius, Emanuel F., J. Carvalho
M - D. Rodrigues ©, Gilberto B., M. Menino, R. Veiga
MO - L. Dias, Tristan H.
EX - F. Nazinho, R. Marquês, D. Cabral, André G., L. Anjos
PL - N. Skoglund, Y. Chermiti

U17

GR - D. Pinto, F. Silva
DL - J. Silva, F. Silva, Martim M., D. Moreira
DC - J. Piedade, R. Piedade, Marlon J. (C. Santos/B. Carapinha)
M - D. Essugo, S. Justo, T. Otávio, T. Sousa
MO - G. Santos, Mateus F.
EX - Isnaba M., G. Carvalho, L. Gomes, D. Travassos?
PL - Rodrigo R., P. Sanca

Primeiro tem de haver equipa B. Depois, temos de ver em que escalão vai competir (recordo que o Belenenses teve de começar do zero). Se existirem jogadas de entrada directa no Campeonato de Portugal, como ficam os azuis do Restelo? Ou vai-se criar um regime de excepção para todos os que queiram criar equipas B?

Sem saber tudo isto, andar em exercícios é um bocado inútil. E se for para começar no Campeonato de Portugal ou nos Distritais, não é apenas com miúdos que serão promovidos. E também não é com mudanças de equipa todas as semanas.

O caso do Sporting apesar de tudo tem uma particularidade, que foi terem extinguido a equipa B quando esta ia competir no CNS. Não ia ser criada do nada. No basket entrámos directamente na Primeira Liga, aqui o ideal era entrarmos na II mas seria injusto porque descemos. CNS seria uma solução equilibrada para todas as partes, com o argumento de que assumíamos que a sua extinção na altura tinha sido um erro.

Não vejo porque não… Depois alguém teria a brilhante ideia de criar uma equipa B do Belenenses, a competir acima dos A :sweat_smile:

Gosto de todos! Esqueceste-te do Diogo Sousa ou simplesmente não contas com ele? E não pus o Diogo Brás porque não lhe reconheço capacidade para dar o salto prefiro apostar no Tiago Ferreira que está a fazer uma época fantástica nos u19. De resto a grande diferença foi que eu mantive a maioria dos u23 para dar um pouco mais experiência à equipa.

Sim, e a sua vaga foi ocupada, porque o Sporting extinguiu a sua equipa B. Ela deixou de existir. A ser criada uma nova, ela é criada do zero.

Agora, diz o regulamento, no Artigo 3.º, alínea 1 que “Cada clube participante na Liga NOS poderá inscrever uma equipa B, com vista à participação na LigaPro.”. Refere o mesmo regulamento, alínea 3 que “A inscrição de uma equipa B por qualquer clube participante na Liga NOS encontra-se dependente do número de vagas existentes, tal como definido no artigo 7.º do presente regulamento.”.

Ou seja, todos podem inscrever uma equipa B na Ledman, desde que existam vagas. Essas vagas, desde 2012/13 que se mantém nas seis e nunca a dita Liga poderá ter mais que 22 equipas.

Tudo isto é bastante fácil e simples.

Agora, vêm as dúvidas. O Varzim e o Aves criaram equipas B, certo? À luz do regulamento, como? É que isto é muito bonito, mas diz o regulamento que após cada ciclo de 2 anos, se não estiverem preenchidas as vagas de equipas B na Ledman, tem prioridade quem teve uma equipa B em competição noutro escalão.

Já agora, existe alguma penalização para equipas que deixem de ter equipas B quanto à inscrição de novas equipas B no futuro?

Pelo que soube o Sporting alegou que a decisão foi tomada pelo BdC quando já estava em processo de destituição e por isso quer não criar uma nova B mas anular a decisão de extinguir a que existia (na prática é o mesmo mas pronto). Com base na mesma informação, a receptividade da liga para este cenário é muita falta tratar as burocracias e convencer os outros clubes do CNS a aceitar esta situação o que se crê que não será um problema já que é recorrente clubes da distrital desistirem da sua vaga no CNS por falta de capital para participar numa competição não amadora.

Vou esperar pelo novo presidente para ver o que vai fazer.

Isso nunca seria um problema e o ponto não era esse. Aliás, basta conhecer um pouco das equipas B para saber que o Regulamento diz expressamente que nenhuma equipa B pode competir num escalão igual ou acima da equipa A.

A questão é que não foi permitida nenhuma inscrição a titulo excepcional do belenenses num escalão acima do que é suposto na criação de equipas. O Belenenses criou uma equipa e teve de a inscrever no patamar mais baixo. Que lógica teria agora um Sporting B ir para o Campeonato de Portugal a título excepcional? Nenhuma, zero. Essa entrada, à luz dos regulamentos, seria uma excepção. Algo tão estranho como equipas da Ledman terem equipas B, como foi o caso daqueles dois clubes.

Para mim, é bastante simples, mesmo que discorde por completo disto (e do mapa de competições no geral): qualquer equipa da Liga NOS pode criar uma equipa B que compita na Ledman. Existem prazos, até porque a criação de equipas B altera o número de equipas nessa competição. Logo, terá de ser claro quantos descem e quantas sobem. A meu ver, isto não pode ser dito agora, é um absurdo. Mas não será propriamente novidade em Portugal e nessa competição em especifico. Aliás, já é normal as regras de descida mudarem na 2ª metade do torneio. Pode, se existirem vagas. E pode, seguindo um escalonamento de prioridades (a meu ver, quem desistiu de ter equipa B num prazo de 5 épocas, deveria estar no fundo da lista).

O número de equipas B não é um problema, mesmo que scbraga B e vit. Guimarães B subam. Não pode ser, com certeza, seis o número total de equipas B, já que se estou a somar correctamente, chegámos a ter mais que seis em diferentes escalões (no caso, nove, sendo cinco na 2ª liga, uma no Campeonato Portugal e três na AF Porto Divisão de Elite).


Isso é um bocado parvo. O contrato de equipa B do Sporting foi à vida. Não interessa quem fez ou não fez, é indiferente. Diz a alínea 3 do Artigo 9º “Para efeitos do número anterior, se um clube comunicar a sua intenção de não renovar a inscrição da sua equipa B, ou não efetuar qualquer resposta no prazo referido no número anterior, considerar-se-á extinta a participação da sua equipa B na respetiva competição, abrindo-se consequentemente uma vaga.” Qual é a dúvida deles?

Até ser destituído, está em funções. Ainda antes de ser destituído, já tinha dito que não iriam continuar. Logo depois de ser destituído, entra em funções uma CG, que tem plenos poderes para actos de natureza corrente, como a inscrição das equipas. Se essa coisa for aceite, é mais uma prova que neste país não interessa a lógica por detrás das competições.

As equipas B, como existem e dentro das regras que têm, já dão cabo das competições em que se inserem. Uma coisa dessas… Aliás, se eu fosse Presidente do Sporting jamais aceitaria uma coisa dessas. É que mais cedo ou mais tarde, abrindo agora essa porta, no futuro teríamos de calar em coisas que temos razão e engolir muitos sapos.

Eu já dei aqui uma ideia e reforço. Se tivermos de começar do zero, registem a equipa B na AF Coimbra. Assim só têm de subir uma vez para estarem no CNS e duas vezes para estar na Ledman. O que não faltam são instalações com condições para nos receber. Figueira, Tocha, Cantanhede, Ançã…