O erro de Peseiro

Num momento em que já perdi todo o sentimento negativo face a Peseiro e tenho sobretudo pena li hoje no pasquim2 que Peseiro terá dito a DC que errou ao não apresentar a demissão no final da época passada.

Tem toda a razão, mas digo-o aqui sobretudo pelo plano pessoal e profissional e colocando de lado os interesses do Sporting (que também teriam saído benefíciados como o momento actual comprova). É que ao envolver-se na situação que se envolveu Peseiro acabou por cometer harakiri profissional em Portugal, no que diz respeito ao que interessa: os 3 grandes.

Dificilmente Peseiro poderá entrar nas Antas ou na Luz nos próximos anos sem que desde logo se crie um ambiente negativo em torno do mesmo. Além disso o clube mais provável para uma aposta arriscada, o Porto, tem cada vez menos margem de manobra e taxa de sucesso nesse tipo de opções que PdC tão bem dominava.

Peseiro tem agora noção do erro. Foi de facto um erro, um erro do Sporting e um erro do Peseiro, com prejuízos muito profundos para o futuro próximo dos dois.

É pena, não se pode dizer que fosse imprevisível, como até ontem um dos seus mais acérrimos defensores, Dias Ferreira, admitiu.

Salvo erro já se tinha discutido isso aqui, e a conclusão que chegamos foi que face ao que aconteceu no final da época passada a margem de manobra de Peseiro para errar era muito curta, se é que existia alguma margem / tolerância se um resultado negativo acontecesse.

Foi o que aconteceu. Ao primeiro resultado negativo, já se sentia a tensão no ar que foi-se agravando com as derrotas na Madeira, sendo a gota de agua a derrota em casa para a UEFA.

Outro dos grandes problemas foi ter-se dado a ideia de que a constituição deste plantel era da responsabilidade do Peseiro. A Sad demitiu-se da suas responsabilidades e tudo acabou por cair nas costas do Peseiro.
No forum não tenho visto ninguem a falar na questão do orçamento do Sporting, que é bem inferior ao dos seus concorrentes mais directos.
Embora já não existam condições para Peseiro continuar, ele é apenas uma das faces dos problemas que o Sporting tem.

Flyer, o que se discutiu era o interessa para o clube da sua saída nessa altura. Hoje postei pensando mais no lado profissional do peseiro.

No final da época passada, Peseiro deveria ter tido a noção que a margem de erro / paciencia dos sócios era pequena.

Quem nos diz a nós que colocou o lugar à disposição, e não foi aceite pelo Gágá. Ainda hoje o Gágá tentou aguentar o Peseiro, logo é normal que no final da época passada támbèm o tenha tentado demover de tal pretensão.

Apontar dedos agora é simples e facil.
Eu sinceramente nâo vi motivos pra Peseiro se ir embora no final da época passada.
Acreditei que fosse capaz de corrigir o que estava mal e pudesse dar seguimento ao que estava bem. Dizer AGORA que nâo foi capaz nem uma coisa nem outra é constatar o obvio, nada mais.

Qaunto à sua reputaçâo; teria sido mais poupada se tivesse saido logo a seguir ao jogo com o Halmstads(escrevi isso aqui no forum). Pros grandes em Portugal está realmente queimado por enquanto. Resta-lhe ir pro estrangeiro ou um clube mais pequeno em Portugal. Recuperar ou nâo a sua reputaçâo vai depender do que conseguir fazer daqui pra frente mas, mesmo se nâo conseguir grandes resultados, vai ter sempre onde treinar. Outros treinadores ha por ai que, clube apos clube, selecçâo após selecçâo, sempre fizeram merdum e eles ainda “andem ai”.

Eu penso que a continuidade de Peseiro era lógica, ele tinha os tais créditos de que falou e a experiencia duma temporada que lhe permitia tomar as medidas necessárias para corrigir que tinha funcionado mal.

Acho mesmo que ele fez um diagnóstico correcto dos três grandes problemas que afectaram a equipa na temporada passada, indisciplina, a ausência dum esquema alternativo ao 4x1x3x2, e a permeabilidade defensiva.

Onde ele errou foi nas soluções encontradas para resolver esses problemas, ao abdicar dum líder forte como Barbosa ficando nas mãos do grupo dos brasileiros, ao apostar no Wender como a sua solução para o lado esquerdo do ataque e não reforçando convenientemente a defesa.
Resultado a equipa perdeu aquilo que de melhor tinha e continuou com os mesmos defeitos

Concordo em parte com o que diz o To-mane.

Penso que a sua continuidade era lógica, mas diversos problemas agudizaram a crise:

Primeiro, a má constituição do plantel. Não adquirir jogadores para posições chave como DD e meio campo, antes da pré-época, depois de se saber que não contava com P.Barbosa e H.Viana. A venda de Rochemback, sem tempo útil para arranjar soluções à altura.

Entretanto, as diversas cisões dentro do plantel acabaram por criar um ambiente propício à queda do treinador. Não acredito no P.Barbosa como líder para conseguir resolver o problema, afinal de contas ele também estava no plantel quando aconteceram situações semelhantes, o que faltou foi pulso firme dos dirigentes para resolver questões como as de Liedson, Polga, Douala e eventualmente outras que nem se tenha conhecimento.
Apesar do seu estilo de liderança, muito contestado por aqui, provalvelmente com razão, continuo a dizer que tivesse o Peseiro outro apoio nas costas por parte do responsável da SAD e hoje a situação seria bem diferente.

Talvez um dia veremos o que fará Peseiro numa equipa como o Porto, que apesar de não ser o que era, mantém a sua estrutura dirigente à muitos anos e tem competência para lhe dar o apoio que ele necessitou aqui no SCP.

Enfim, especulações.

Neste ponto sou obrigado a concordar.

A Peseiro (pessoalmente e em termos de carreira) teria sido benéfico sair no fim da época passada!

Porque não saiu?

Coragem? Confiança? Solidariedade? “Lapismo”? Só ele e alguns o saberão!

Agora, parece-me que tem a cerreira mais próxima muito condicionada!

Ele deve ter apostado (consigo próprio) que esta época lhe corria bem melhor que a época passada e arriscou, porque é a 1ª vez que tem um Clube grande sob seu dominio e caiu na tentação.

Apostou numa boa época e perdeu, não conseguiu dar a volta aos acontecimentos, neste momento o “sentimento” que tenho em relação a ele é ambiguo, por um lado tenho a noção que não conseguirá dar a volta à situação por outro lado tenho pena dele, “todas” as pessoas o criticam (e eu não me excluo) e querem-no ver pelas costas e está isoldao, sozinho, só não está completamente porque ainda há um resistente - DC.

Mas mesmo DC está a ficar sozinho e acabará por cair, só não se sabe quando, se por eleições “em tempo normal” se por antecipadas, só o tempo o dirá.

O erro não foi só do Prof. mas também de uma larga maioria de sportinguistas, eu incluído, que entendeu ser acertada a sua continuidade.

Recordo que na altura optaria pela saída, caso houvesse a garantia de que a SAD traria um Hiddink ou equivalente. Para vir outro na mesma linha, que continuasse então o Prof.

Não havendo as mínimas condições de o Prof. continuar (penso que tal posição é unânime), e caso se confirme a sua saída, duvido que a SAD aposte em alguém que tenha mais a perder do que a ganhar em treinar o Sporting.

A questão é que é natural que alguns adeptos ainda hoje tenham considerado adequada a sua continuidade, estando na posse apenas do lado exterior do que se passou (mesmo esse nada brilhante).

Mas Peseiro certamente não terá a noção que o céu lhe caiu subitamente na cabeça. Os reais problemas que agora brotaram nesta desgraça têm raízes profundas, algumas delas na época passada e outras no pp projecto, anteriores à sua chegada.

É por isso que me parece que pessoalmente Peseiro foi pouco cauteloso, metendo a cabeça na areia.

Ele melhor do que ninguém sabia os terrenos que pisava, portanto se ficou foi porque acreditou que era capaz de levar o barco a bom porto, agora se avaliou mal a situação ou se simplesmente falhou isso já não posso discutir pois não disponho de todos os dados.

Num momento em que já perdi todo o sentimento negativo face a Peseiro e tenho sobretudo pena li hoje no pasquim2 que Peseiro terá dito a DC que errou ao não apresentar a demissão no final da época passada.

Agora que já é inrreversivel a saida do Treinador José Peseiro, quero reafirmar a minha estima pela sua pessoa.

Considero que este treiandor enquadrado num estrutura forte teria tido sucesso. É obvio que faltou experiencia a Peseiro para lidar com um balneário de equipa-grande e foi aqui que ele se tramou com aquela filosofia de dar liberdade aos jogadores para se expressarem, etc…

Borrou a pintura e nunca mais apanhou o barco. Os resultados camuflaram muita coisa, mas quando eles deixaram de aparecer, o baralho de cartas ruio por completo.

Acresce a isto uma SAD anedótica que um DC a anvegar à vista, que parece só agora ter acordado para os problemas que existem no seio da equipa de futebol.

Peseiro deixa o Sporting, traido pela sua inexperiencia e muita ingenuidade. Não é tão mau como pintam e ninguem merece passar pelo que ele passou nestas ultimas 3 semanas.

Mas o actual momento da equipa de futebol é tão grave, que mesmo aqueles como eu que deram muitas vezes aqui neste forum a cara por ele, hoje não encontram motivos para o continuar a apoiar.

Saí pela porta pequena.

Desejo-lhe sorte para a sua carreira.

Mas o actual momento da equipa de futebol é tão grave, que mesmo aqueles como eu que deram muitas vezes aqui neste forum a cara por ele, hoje não encontram motivos para o continuar a apoiar.
Falso quanto a mim. Continuarei a apoiar o José Peseiro até ao último instante, e os motivos que encontrava ainda estão bem presentes na minha mente.

O facto de o Peseiro reconhecer agora que devia ter saído no final da última época significa que percebeu, a posteriori, como eram frágeis as bases que construíra, e como era traiçoeira a armadilha que lhe montaram quando lhe alargaram as responsabilidades no âmbito da gestão do futebol.

Foi obviamente um erro de avaliação do Peseiro, mas não considero que seja particularmente censurável. No final da última época, o Peseiro era, na sua perspectiva, um treinador jovem, ao leme da equipa de um grande clube, que conseguira pôr a jogar, a espaços, um bom futebol, disputando o título e uma competição europeia até final. Para além disso, via ser-lhe afirmada uma confiança total por parte da direcção, que lhe reforçava poderes e dava carta branca para dispensar e adquirir quem quisesse. Perante este cenário, era natural que o Peseiro acreditasse ter condições para continuar. Não era dele, parte interessada, que se esperava objectividade e capacidade de análise nesta matéria.

Estas eram qualidades que se exigiriam aos dirigentes do Sporting, que, como é seu hábito, não as tiveram. E aqui há que dizer o seguinte:

No final da última época, ao contrário dos dirigentes, para aí uma dezena de membros deste fórum anteciparam com algum detalhe toda esta crise que actualmente vivemos. Fizeram-se diagnósticos, apontaram-se causas, e previu-se tudo aquilo que, com grande probabilidade, iria correr mal.

Não estamos a falar de cérebros geniais, ligados a super-computadores e passando 24 sobre 24 horas a compilar informações e a processar cenários sobre o Sporting. Tratam-se de pessoas normais, preocupadas com as suas vidas, as suas famílias, as suas profissões, e que nas horas vagas reflectem sobre o Sporting com base em informações publicadas nos jornais e no simples bom senso.

Que estas pessoas, nestas condições, tenham conseguido chegar a uma conclusão, e que a mesma tenha escapado aos supostos experts na matéria que orbitam na SAD, trabalhando em full time por salários principescos, diz muito sobre o grau de know how futebolístico do Projecto. Um grau abaixo de zero.

Continuarei a apoiar o José Peseiro até ao último instante
Aproveita bem, então. Só tens mais dez minutos... :wink:
Continuarei a apoiar o José Peseiro até ao último instante
Aproveita bem, então. Só tens mais dez minutos... :wink:
Com certeza. Força Peseiro ! :)

Miguel,
infelizmente o futebol é cruel para os treinadores. Quando chegamos ao ponto em que alguns jogadores fazem o que podem para que ele saia, o final acaba por ser sempre o mesmo, a saída do treinador. As coisa já estão num ponto que é insustentável manter a sua posição, por isso resta-nos, como sempre, apoiar o SCP e torcer que a solução que virá seja a melhor.

Também acho, como já referi antes, que ele numa estrutura forte e competente seria vencedor, infelizmente as coisa correram mal.

De qualquer forma desejo a melhor sorte para o Peseiro, e quem sabe, regresse um dia para provar que tem valor.

regresse um dia para provar que tem valor.

Mais não… por favor! :cry: