Novo Cartão de sócio

Não deverá ser uma grande novidade para ninguém.
A direcção no seu esforço de conseguir os tão desejados 120.000 sócios, vai entregar ao BES a parceria relativa ao novo cartão de sócio, ficando um misto entre produto financeiro e cartão de associado.

Se não me oponho por princípio a parcerias que envolvam instituições financeiras, o facto de ser o BES, a ganhar este importante negócio com o Clube, dá que pensar…
A começar na própria permanência do actual presidente, começo a ver a BES a mais e Sporting a menos.
Mas sobretudo nas condições contratadas com o «nosso» BES. Sim porque esta direcção prima por se esmerar nos grande negócios do Clube.

Acabo com uma preocupante informação que neste momento o número de sócios pagantes cai a bom ritmo e o timing desta acção prevista para breve - creio que para inicio da próxima época - seja absolutamente desastroso, a julgar pelos resultados do futebol.

Este será obviamente um ponto a ver esclarecido por esta direcção que ou muito me engano ou não ficará por muito tempo e que ao se aperceber disso a cada dia que passa vai tratando de vender os anéis futuros, pois dos que se podem ver a sentir já não sobra um único…

Toca a reunir pessoal!!!

http://manifesto.no.comunidades.net

Nota da Moderação: título do tópico modificado a pedido dos foristas.

É fácil perceber porque é tão apetecível aos bancos ter um pé dentro dos clubes. Os sócios dos clubes são potenciais clientes dos bancos, por via destas “parcerias”. Só que sou cliente de um banco que não o BES, e não quero ter nada a ver com esse banco, porque não quero e não preciso. Como é? Sou sócio do Sporting e não do BES, mais nada. Então mas agora tenho que gramar com um produto financeiro do BES em proveito do BES por ser sócio do Sporting? Isto não pode ser! :hand:

Tb não sou do BES e não quero ter nada haver com essa maralha.
No meu trabalho tb existe um protocolo com o BES para os funcionários.
Entre 55 funcionários só 3 aderiram ;D

Tem que haver uma revisão dos nºs de sócios de 5 em 5 anos, é dos estatutos.

Agora fazer uma parceria com um Banco para o efeito não me parece correcto, mas nós não temos regalias também na Açoreana Seguros? É que no outro dia joguei no campo de treinos da equipa de futsal e tinham lá o patrocinio.

O BES até é verde e tal…

Só uma pergunta pertinente , isto vai ser só para os sócios que aderirem , ou a lista de sócios integral do Sporting vai ser entregue com os respectivos dados ao BES ?

O clube caminha directamente para o desaparecimento como clube que nós todos conhecemos um dia. :cartao:

Viva o BES/Sporting o novo clube. :twisted:

Quem for socio do Sporting , terá que ter conta no BES?

E quem não quizer ter conta no BES , não poderá ser sócio ou terá de sair de sócio ?

Acho que uma medida destas só pode ír para a frente se for aprovada em Assembleia Geral , ou tambem vão acabar estas , passando-se tudo a ser resolvido nas reuniões de administração do BES ?

Nao e, nem vai ser obviamente, assim.

Isto poderea ser como um daqueles cartoes que as faculdades tambem davam que se tiveres conta em determinado banco te oferece determinadas coisas (practicamente nada geralmente, e tudo fogo de vista, como quase tudo com os bancos.) se pelo contrario nao tiveres cont, entao e um vulgar cartao de socio.

Nao tem nem nenhum misterio nem nada de mais. Nao e nenhuma cabala.

Teoricamente não é.

Mas será que foram feitas consultas a outros bancos?
Terá o BES oferecido a melhor proposta?

Estas são as perguntas pertinentes, especialmente depois de negócios como a venda do património não desportivo, em que houve muita coisa inexplicável…

E que tal aguardar para ver como é, e que vantagens oferece o novo cartão ? :wink:

Eu recordo que o FCP fez algo de semelhante mas com o BPI e a TMN como parceiros entre outros.

Como é obvio ninguem vai ser obrigado a ter conta no BES, isso não faria sentido nenhum, o que pode acontecer é para quem quiser benefeciar de emprestimos por exemplo para comprar casa e for socio do SCP, pode ter vantagens.

Retirei isto do site da concorrencia ;D

« FC Porto concebeu para os seus associados um novo conceito que lhes oferece um conjunto de vantagens diárias traduzidas em valores a creditar na nova conta corrente FC Porto. Vários consumos do quotidiano – tarifário Dragão TMN, Visa BPI FC Porto e Repsol – passam a render valores acumulados que os sócios podem posteriormente utilizar para regularizar as suas quotas mensais (prioritariamente), adquirir o seu Lugar Anual ou comprar ingressos para o Estádio do Dragão»

Acredito que a solução que esteja a ser estudada em Alvalade seja um aproveitamento desta ideia e do Kit-Sócio do SLB, mas adaptado à nossa realidade.

Aonde isto chegou…

Só espero que o meu próximo cartão de sócio ainda seja do Sporting e não uma espécie de cartão multibanco modificado… E espero que não tenha logotipos ou emblemas de nenhuma entidade que não o Sporting.

Quanto ao resto, podem (e devem?) fazer as negociações que quiserem, desde que elas resultem em benefícios reais para o Sporting e não em mais endividamento ou favores a terceiros.

mto gostava de ser presidente do scp

Está prestes a chegar!
Talvez esta derrota adie por mais umas semanas, ou não, o lançamento do novo cartão de sócio em parceria com o BES.

Existirá um perdão de quotas para os sócios com situação por regularizar…

As únicas perguntas que levanto, não tendo nada a opor-me quanto ao principio da iniciativa, são:

  1. Será que as vantagens para os sócios serão significativas?

  2. Terão sido consultadas outras instituições financeiras com vista à comparação de condições?

O Senhor Soares Franco não descansa enquanto o Sporting não for do BES. Talvez fosse interessante investigar umas coisinhas…

Este gajo é um chupista, que mete lá os amiguinhos dele para mamarem todos.

Se querem começar a limpar a casa, comecem pelo top e por este senhor, que anda há anos a mamar do Sporting.

Direcção fraca, clube fraco!

Perdão de quotas? Comovente!

Um desgraçado que tenha as quotas em dia é ressarcido?

Puta que os pariu, aos senhores desta direcção! Como sócio sempre me senti tratado abaixo de merda e agora… o gozo final! Paguei quotas? Azar o meu…

Muito bom!!!

Não é bem assim.

Enquanto pagaste quotas, usufruíste dos benefícios de ser sócio. O “perdão” que eles oferecem - que já não é a primeira vez - até tem algum sentido, nesse ponto de vista. Imagina uma pessoa que não paga quotas há uns anos. Agora para voltar a ser sócio tem que pagar as quotas em atraso, o que em certa medida é injusto, pois durante esses anos a pessoa não teve nenhum benefício enquanto sócio, porque deveria então pagar as quotas referentes a esse tempo? Ainda assim, compreendo o teu sentimento.

Independentemente disso, a questão de fundo que se deveria levantar em relação a isto é, até que ponto é vantajoso para uma pessoa ser sócio do Sporting hoje em dia. Qual é o ganho? É que se estes senhores quisessem mesmo manter e atrair novos sócios, tratariam da questão de fundo e não de “perdões”. Esta é mais uma das medidas do senhor Filipe Soares Franco para atirar areia para cara das pessoas.

Passo a explicar. Tomando medidas pontuais - como o “perdão” - vai fazer com que ex-sócios voltem a sê-lo. Isto ajudará a chegar rapidamente à dita fasquia dos 120.000. Contudo, a taxa de retenção de sócios será mínima, pois o sócio que alinha no “perdão”, passados uns meses volta a deixar de pagar quotas, pois os motivos que o fizeram deixar de pagar a primeira vez ainda lá estão, em alguns casos em pior estado. Qualquer pessoa com 2 dedos de testa vê isto, e se estes senhores se dizem gestores e economistas profissionais, concerteza também vêm isto. Como tal, só posso deduzir que a “operação 120 mil” é apenas para o povo ver, e este senhor está mais preocupado em fazer o povo ver, do que em fazer bem. Em suma, mais um castelo de cartas.
Se calhar daqui a uns anos quando o número de sócios cair abruptamente, este senhor ainda vem à comunicação social dizer-se um grande presidente, pois conseguiu um dia que o Sporting tivesse 120 mil associados. E às tantas, vai haver quem acredite na eficácia dele.

Ov3R,

Compreendo o teu raciocínio e concordo! Estava a ver a coisa toldado pelo resultado de Belém.

Mas tocas na ferida: o que é que se ganha hoje em ser-se sócio do Sporting? Gamebox mais barata? Isso não é, porque o que se paga em quotas mais a Gamebox, como se sabe, não é proveitoso!

Tudo aquilo com que sempre gozei nos lampiões está a passar para o lado de cá!
Não é isto uma “operação kit 300 mil”, versão verde e branca?
O que é que vem a seguir? “Operação Coração de Leão”?

É típico dos ditadores partir para políticas de terra queimada, para calar as maiorias e mostrar trabalho… agora, resolver problemas estruturais, de fundo… dá muito trabalho!

Venham então os 120 mil sócios, porque já tenho saudades do discurso: “ou fazem o que nós estamos a propor ou o Sporting não tem viabilidade”!

Primeiro foram os jogadores… depois os terrenos… agora os 120 mil sócios… e mais cedo ou mais tarde “que modalidade acham que deve deixar de existir”?

Tudo isto, devagar, devagarinho… Para doer mais no rabinho e para os senhores se rirem mais tempo…

Foi lançado hoje o novo cartão S3G.

http://www.sporting.pt/S3g/s3g.asp

Destaco:

  1. A declaração inicial de FSF sobre a campanha de angariação de novos sócios.

E já agora porque não lembrar uma pérola:
“Quero um clube só de futebol, sem sócios mas com adeptos que não se intrometam na gestão nem tenham voto nas eleições dos corpos sociais”. Porque o futebol “é um negócio que precisa de investidores e porque para se ser bom há que ser especialista”.
FSF em entrevista ao CM 12 Jul 05

Pior mesmo, apenas as declarações que acabo de ver na tv em que faz alusões directas aos lamps e da sua campanha de angariação de sócios… O complexo de inferioridade à flor da pele, pelo actual nº1 do Clube. Já não bastam as derrotas para nos sentirmos humilhados.

  1. O timing escolhido para o lançamento - após uma derrota - e a consequente (des)crença desta direcção em que consigamos fazer melhor esta época que ocupar o 4ºlugar actual. Sim, eles já não acreditam que a equipa consiga melhor resultado.

  2. A não inclusão do nome do BES no cartão - começa a dar muito nas vistas -, embora a parceria bancária esteja associada ao BES.

  3. A pouca explicação dada relativamente ao funcionamento do cartão e consequentes vantagens.

  4. Fica mais uma vez a questão: consultaram outras entidades bancárias?

Acho que para os actuais sócios é vantajoso. Mas o que se pretendia era aumentar o número. Tendo em conta a prestação do futebol e o descrédito da direcção, é duvidoso que haja um impulso para tal. Aliás, o destaque da comunicação social não está a ir para o lançamento da campanha, mas sim para o facto de Soares Franco ter dado mais um voto de confiança a Paulo Bento. Do ponto de vista de relações públicas, o lançamento está a ser um desastre, como se esperava face ao resultado de ontem. Mas já que a campanha foi lançada, é preciso insistir MUITO na promoção deste produto, porque esta iniciativa não pode falhar. Mais do que a direcção, é o nome e a grandeza do Sporting que está em causa.

A propósito da marca Sporting e seu potencial, nomeadamente os seus adeptos, saiu um artigo no Diário Económico na sexta-feira que dizia que o Sporting é dos três grandes o clube que mais retorno dá aos patrocinadores. Portanto, há muito potencial nesta casa para explorar em prol do SPORTING.

Esta iniciativa só peca por “algum” (leia-se 4 anos) atraso!

O timing não é o melhor (por razões óbvias). Já que se esperou tanto, porque não optar pelo lançamento no defeso? Será que a descrença no “segundo objectivo” é assim tanta?

Para além do BES não vir escarrapachado no cartão, há a hipótese de se optar por cartão não bancário ou de escolhermos outra entidade bancária.