Noticias sobre o Cosmos/Espaço/Universo

Mas a questão é essa , eles não se querem mostrar , mas compartilham o espaço aéreo connosco.

Andam aqui há milhares de anos pelo menos e têm bases no fundo do oceano e debaixo de terra.

Agora , quem são e o que andam cá a fazer , isso é outra história.

Gostava de acreditar, mas há tanta vontade de fazer as coisas reais, tantos vídeos fake, que fica difícil. Pensem lá. Um avião no céu com a tecnologia de camaras atuais é facilmente fotografado, até com alguma qualidade de imagem. Um avião, comparado com o que poderá ser uma nave espacial, será sempre de dimensões muito reduzidas em comparação. No entanto os vídeos são sempre iguais. Desfocados, longe, e no caso do exército em night vision ( o verde p.e.). Já agora, a velocidade alegada dos objectos desses dois vídeos não é nada parecido ao que foi especulado quando foram divulgados, no video “verde” é evidente porque temos um poste de um dos navios no caminho, nos outros já foi mais que debunked pela distância relativa dos sensores da camara aos objectos. De qualquer forma, este é sem dúvida o mais intrigante:

“São drones aliens”. Maybe, onde está a base que os manda? Ou a nave mãe? Estão escondidos atrás de Marte ou assim? Não necessitam de energia para funcionar? Nunca foram detetadas techno signatures dentro do nosso sistema solar, sem ser radiação/ondas de rádio que saltam da nossa atmosfera e reflectem de volta para nós.

Temos dezenas de milhares de olhos no espaço, em forma de satélites e nunca viram nada a pairar. O ultimo avistamento perto da estação interespacial eram só restos de um satélite, por exemplo.

É preciso também não ignorar a exploração militar que várias nações fazem, incluindo empresas privadas nos EUA. Os aviões que voam hoje em dia em cenários de guerra são relativamente antigos. O que há de novo é mais na área dos drones. Não sabemos até que ponto a tecnologia já avançou, porque este tipo de coisas demora dezenas de anos a ser testada.

Vou dar um exemplo, a primeira vez que vi os starlink da SpaceX borrei a calcinha toda, não fazia ideia o que aquelas luzes todas eram.

Não vou entrar nisso. O desperdício de energia/lixo causado pela tecnologia seria facilmente detectado. Milhares de ano é demasiado tempo para não causar qualquer modificação num planeta e não deixar rasto. Até agora não apareceu nada nos estratos de terra que não seja previsível já do nosso planeta, ou algum tipo de radiação em degradação que só possa ser atribuído a tecnologia que já cá esteja há milhares de anos. Mas repito, este aqui nem vou discutir muito.

Acredito mais, por exemplo, na possibilidade do Oumuomua ser uma nave espacial. Ou nas investigações que aconteceram por causa do caso Roswell, a quantidade de pessoas envolvidas neste último são demasiadas para ignorar. Algo ali aconteceu de certeza, e não foi nenhum weather baloon.

1 Like
1 Like

A comparação peca por defeito.
Acredito que o Universo está pejado de vida alienigena, seria uma improbabilidade estatística que assim não fosse. Havendo space faring civilizations, cenário altamente provável, o desnível tecnológico seria o equivalente a uma invasão do actual exército dos EUA aos homens das cavernas.

Se existem naves extraterrestres a entrar na atmosfera terrestre, isso significa que estes alienígenas há muito resolveram o problema da energia e da velocidade da luz.

Acredito que existam. Se não existirem então somos um caso de resiliência e improbabilidade que nos aproxima mais dos mitos da criação divina. Ou da simulação. Também pode ser isso.

The Milky Way has around 100 billion (1011) star systems that could conceivably host intelligent life under our current assumptions. An estimate of 100,000 (105) active civilizations in the galaxy would mean one per million star systems. At the exponential rate of growth in signal processing, researchers will have examined one million candidates by around 2034, bringing the odds of a discovery into the probable. Adding or removing a zero from the estimate of the number of civilizations out there merely adds or subtracts six years from the estimate, respectively, since that’s how long it takes to expand our search proportionally. See you in 2040, aliens.

1 Like

Acredito que existam civilizações alienígenas na Via Láctea bem avançadas, aliás a probabilidade dos Humanos serem a única espécie inteligente nesta galáxia são muito baixas tendo em conta a quantidade gigantesca de estrelas com planetas à sua volta que existem na mesma, no entanto, será altamente improvável que algumas delas estejam a ver o desenvolvimento da Humanidade por perto, e estou altamente cético que haja naves especiais criadas por espécies de Extraterrestres que andem no espaço aéreo terrestre neste momento.
Se alguma espécie alienígena se quiser dar a conhecer à Humanidade, simplesmente aterra no planeta no meio de uma grande cidade e está feito.
Seria, no entanto, um sonho total ver a Humanidade a estabelecer relações amigáveis com espécies alienígenas e que isso possibilitasse à Humanidade ter acesso a tecnologia umas 100 vezes mais avançada que à que temos actualmente.

Entretanto… 3° vôo

1 Like

Eram os Deuses Astronautas?

1507-1

image

Há quem diga que sim…

2 Likes

Fdx!.. :joy: :joy: :joy:

Posso confirmar que há naves a voar na nossa atmosfera! Acabei de filmar uma!

1 Like

Relatos veridicos de raptos :smiley:

1 Like

:joy::joy::joy:

Muito bom!

4° vôo da ingenuity

1 Like

Verdade. As teorias sobre a génese são 3 (talvez haja mais…):

  • “No princípio Deus criou o céu e a terra…”
  • Big Bang
  • ET’s. Os engenheiros, como lhes chama Ridley Scott em “Prometheus”
1 Like

Gosto muito deste canal.
Uploads regulares, informação concisa e (aparentemente) factual, perceptível aos mais e menos leigos nas variadas matérias que ele aborda.