nacional - SPORTING

Ainda ontem tinha dito noutro thread algures que so o Peseiro não inventasse tinhamos mais era de ganhar… não dá mesmo para arranjar um reforço para a nossa posição mais carenciada, o banco?

...e dependentes de um individuo que marcou 75% dos golos da equipa e se dá ao luxo de tirar mais uma semana de ferias que os colegas devido a isso.

Deves ter visto, tal como eu, essa dos 75% nas estatisticas de rodapé durante a transmissão do jogo.

Ora se o Sporting já marcou 35 golos e desses o Liedson marcou 15, onde é que foram desencantar os 75%? :shock:

Essa matemática… :roll:

É como passarem metade do jogo a dizer que o aproveitamento dos remates do Nacional era de 100%, quando o 1º que fizeram deu canto… :roll:

Isso dos 75% é verdade?
Eu não me lembro de ver nada disso :shock:

Em relação às lesões, penso que é próprio do tuga opinar do que não sabe. Se o médico diz que não estão aptos a jogar é porque não estão.
Se fossem jogador infiltrados, depois em vez de 15 dias sem jogar, se calhar ficavam 1 mes de fora. E duvido muito que mundialmente jogadores antes dos 30 anos se sujeitem a jogar infiltrados a não ser em casos extremos, e o jogo do Nacional não era nunca um jogo para tal situação.

Pois, ao primeiro percalço o Peseiro já é outra vez o alvo a abater, enfim… :?

Quanto ao jogo, 2 jogadores em claro sub-rendimento, Viana e Polga, acabam por ter culpas nesta derrota do Sporting!

O 1º golo do Nacional é ilegal, o Adriano mete a bola na baliza com a mão, mesmo sendo um ressalto com a mão não vale, é portanto um golo ilegal!

Paíto é mal expulso, o primeiro amarelo é ridículo e ainda por cima só acentuou a clara dualidade de critérios do sr. benquerença, passou o jogo a ver faltas ao contrário e esteve muito mal no aspecto disciplinar, o Kleber fez, sem exagero, mais de 10 faltas e 3 ou 4 para amarelo mas nem isso viu, uma palhaçada! :x

Gostei da atitude da equipa a perder por 2-0 no começo da 2ª parte, conseguiu chegar à igualdade com mérito mas depois o árbitro tratou de nos encostar contra as cordas, mesmo assim tivemos oportunidades para fazer o 3-2 mas não tivemos sorte, a defesa, globalmente mal acabou por comprometer no último lance, infelizmente, mas o lance também acaba por ser ilegal porque acontece 20 segundos depois do tempo de descontos acabar!

Resumindo, foi um mau jogo do Sporting mas com um resultado injusto, venha rapidamente o Gil Vicente e o glórias para dar a volta por cima, aliás, para continuar a dar a volta por cima! :arrow:

MVP - Carlos Martins

Este era um jogo que iria colocar à prova o Sporting e testar se a liderança com que iniciava a partida era ou não acidental. Pelos vistos era.

Até porque haveria uma motivação extra dada pelos pontos perdidos pelo FCP um dia antes.

O Sporting até entrou em campo disposto a mandar na partida, ainda que sem criar reais oportunidades de perigo. Coube no entanto ao Nacional agarrar a sorte da partida e aproveitar as falhas do adversário para se colocar em vantagem.

Custa a acreditar que uma equipa que tem uma quantidade tão grande de golos sofridos por culpa própria possa ser candidata ao título. Esta noite será difícil escolher o mais absurdo. Reportando-me apenas aos golos sofridos na primeira parte, se no primeiro Polga teve mais uma travadinha (literal), no segundo Ricardo voltou a voar baixinho num cruzamento. Infelizmente, ambos os casos repetem-se com alguma frequência.

Mas o problema não era apenas a defesa. No capítulo da construção de jogo o Sporting praticamente não produziu nada na primeira parte. E aqui falhou sobretudo o meio-campo. Rogério voltou a provar que, sem ser no lado direito da defesa, não tem lugar no onze inicial. Quase todas as bolas que lhe saiam dos pés iam parar ao adversário, não compensando sequer com bolas recuperadas. Custa admitir – até porque este resultado irá contribuir para que o seu ego aumente ainda mais – mas, na falta de outras opções, Rochemback faz falta a esta equipa.

Regressada da segunda parte, a equipa não parecia melhor, tendo ainda assim conseguido o mais difícil… empatar a partida. O jogo estava relançado e os jogadores do Sporting pareciam melhorar a sua atitude em campo.

Só que os problemas da primeira parte mantinham-se. Cada bola que chegava à área do Sporting fazia tremer o mais sereno dos adeptos sportinguistas, permanecendo também a dificuldade do meio-campo em segurar a bola.

Falando do meio-campo, para além do equívoco Rogério, há que falar também da já habitual miséria Hugo Viana. Na sua enésima exibição desastrosa, Viana foi na segunda parte o primeiro defesa do Nacional. Cada bola que lhe passava nos pés era gentilmente devolvida ao adversário. Incompreensível como não foi substituído. Aliás, num jogo onde as coisas não corriam bem à equipa, fazer apenas uma substituição para fazer entrar o inconsequente Pinilla, é algo que me ultrapassa por completo. Maior prova de falta de confiança nos jogadores suplentes não haverá.

E se as coisas já estavam a correr mal, Paíto encarregou-se de as fazer piorar. Infelizmente, parece que o futuro defesa-esquerdo do Sporting não irá ser o moçambicano. Ainda que tenha algumas incursões positivas no ataque, a defender é um autêntico desastre. Será ainda um jovem, mas exibições como as de hoje deixam pouco espaço para dúvidas.

A certa altura na partida e pela forma como o Sporting estava a jogar, confesso que até ficava satisfeito com o empate. Mas, de uma forma extremamente cruel, nem isso conseguimos.

De positivo neste jogo, talvez os suspeitos do costume, Liedson, Carlos Martins e Custódio.

E lá se foi a liderança e lá regressarão as dúvidas sobre o real valor desta equipa e do seu treinador. Como a prosa já vai longa, deixo essa apreciação para um outro tópico.

Será que … estes jogadores do SPORTING não querem ser campeões ?

Será que … se conveceram que o primeiro lugar ganha jogos ?

Será que … pensaram que por o fcp ter empatado, este jogo estava garantido ?

Será que … se ilusionaram com a vitória sobre o slb ?

Será que … haverá alguma falta de responsabilidade no meio disto tudo ?

Será que … não iremos mesmo ganhar a liga ?

Será que …

Pois, ao primeiro percalço o Peseiro já é outra vez o alvo a abater, enfim.... :?

Tal como depois de ganhar ao Benfica não reconheço que o Peseiro seja um herói também não acho que por perder seja um vilão, agora acho que toda a gente vê que o homem é ou demasiado ingénuo ou demasiado casmurro, porque quando é necessário substituir A ou B porque se lesiona, essa substituição normalmente é mal feita, a ainda por cima tendo experiências anteriores que deram mal resultado. O caso gritante foi o do Rogério no lugar do Rochemback (mesmo sabendo que o plantel é curto e desiquilibrado, mas, é curto e desiquilibrado por culpa de quem?).

E para aqueles que acham que estamos a fazer um grande campeonato por estarmos em 1º, convém lembrar que já perdemos só na 1ª volta 20 Pontos !!!

Também eu tinha muita vontade de que Peseiro atinasse e estivesse a evoluir como treinador. Porque assim como um jogador jovem tem algum espaço para errar, um treinador jovem também o terá.

O que eu não percebo é como é que num jogo destes, onde o que não faltavam era jogadores em campo para substituir, o homem apenas faz uma substituição. Como é possível que o Hugo Viana tenha terminado o jogo?! Não é preciso perceber muito de futebol para perceber que o homem estava a enterrar a equipa jogada após jogada.

Como é que qualquer jogador que estivesse no banco se sentiria? É com decisões (ou falta delas) como esta que um treinador perde o respeito da equipa. É pura e simplesmente incompreensível esta falta de capacidade de agir no momento certo. E é em momentos como este que se define um treinador.

Também eu tinha muita vontade de que Peseiro atinasse e estivesse a evoluir como treinador. Porque assim como um jogador jovem tem algum espaço para errar, um treinador jovem também o terá.

O que eu não percebo é como é que num jogo destes, onde o que não faltavam era jogadores em campo para substituir, o homem apenas faz uma substituição. Como é possível que o Hugo Viana tenha terminado o jogo?! Não é preciso perceber muito de futebol para perceber que o homem estava a enterrar a equipa jogada após jogada.

Como é que qualquer jogador que estivesse no banco se sentiria? É com decisões (ou falta delas) como esta que um treinador perde o respeito da equipa. É pura e simplesmente incompreensível esta falta de capacidade de agir no momento certo. E é em momentos como este que se define um treinador.

Também eu…

A equipa até luta. Classe é que não tem, a começar pelo treinador.
Ninguém vê um corno de futebol desde os directores técnicos até ao treinador, que foi, aliás, por eles contratado.
Querem reforços para o ataque mas a defesa é patética. Vejam a vergonhosa média de golos sofridos, ao nível de uma equipa que luta para não descer.
Hoje vai curto e grosso para a bancada. Correndo o risco de melindrar os foristas que acham que o Ricardo é um grande gr eu só tenho a dizer que a minha paciência para com este cromo acabou. Casas atrás de casas há meses que tenho que chupar com toda a espécie de desculpas para as azelhices deste “over rated”. Se é tão bom, que o vendam por bom preço, e depressa.

Uma palavra final para aqueles que querem incinerar o Paíto. Olhem mas é para os Polgas, Ricardos, Betos e outras vacas sagradas que o medroso/merdoso do treinador não tem coragem de tirar, a ponto de deixar o central que está em melhor forma de fora num jogo que em tudo estava talhado para a sua medida, e deixem o miúdo em paz, que enquanto ele jogou foi a unica altura em que o Sporting teve flanco (a defender e a atacar) e qd saíu foi a merda que se viu. Aliás, conforme diz o Rui Sampaio o 1º cartão do fdp do Olegário ao miúdo é daquelas decisões que justificam a razão da arbitragem portuguesa não ir ao Mundial 2006.

E, ou foi da minha vista ou o jogo do Liedson, embora com a atenuante de poucas bolas lhe chegarem, foi dos piorzinhos que lhe vi ao serviço do Sporting. Não gostei muito dos ares de estrela da companhia que ostentou…
Ddepois de ver o jogo com os lamps, ando cá com um mau pressentimento que ainda vamos ter de aturar uns campeões da treta. Fónix!!! :twisted:

MVP: Carlos Martins

Desculpa lá, jubaverde, mas o Paíto estava a pedir um amarelo há muito tempo. O homem fazia faltas atrás de faltas, criando livres uns atrás dos outros contra o Sporting. Ainda por cima quando se sabe que bolas cruzadas para a área do Sporting são quase grandes-penalidades, havia que evitar cometer faltas em certas zonas. O segundo amarelo foi apenas mais um lance em que se deixou ultrapassar.

Em relação ao Ricardo, concordo na totalidade com o que disseste. Ricardo continua a não mostrar ser uma mais-valia.

O 2º golo tem mais haver com a falta de um jogador no 2º poste que com o ricardo. Teve boas intervençoes durante o jogo. Não penso que seja culpado.

Qual dos grandes conseguiu ganhar lá na Madeira? Não estarão a fazer uma tempestade num copo de água?

O que me incomoda são as arbitragens. Quantas faltas ficaram por assinalar aos jogadores do Nacional? Será que têm de expulsar um jogador do Sporting em todas as jornadas? Porque é que o árbitro não acabou o jogo assim que o 3º minuto surgiu? Será que é preciso abrir os olhos aos telespectadores de vez em quando para os árbitros se lembrarem de assinalar um penalti a favor do Sporting? Sim, porque foi a única coisa positiva que eu vi neste jogo no que diz respeito à arbitragem. FOI O PRIMEIRO PENALTI, ALELUIA! :lol: :lol:

MVP:A ARBITRAGEM!

Quanto à colocação do Pinilla em campo, ele até podia marcar um golito, mas pronto…é o Pinigol! :roll: Não há pachorra!

Qual dos grandes conseguiu ganhar lá na Madeira?

Este é o 4º jogo de um grande esta época na Madeira e nenhum ganhou.
No ano passado, nenhum ganhou nos 6 jogos aqui.

Com o mal dos outros posso eu bem.
O SCP perdeu por incompetencia do seu treinador e pela falta de qualidade do seu plantel.
O resto são estorias para embalar meninos…

Um jogo fraquinho do Sporting e que vem na senda daquilo a que já nos habitou em anos anteriores na Madeira e com esta equipa do Nacional. Se mesmo com a moralização da vitória sobre os caloteiros não se conseguem galvanizar e encarar os jogos seguintes com vontade, determinação e empenho, então, não vale a pena pensarem em títulos.

Como já referi, o jogo foi fraco, mas mesmo assim, já deu para perceber por diversas vezes que não somos um clube com sorte. Das duas, uma: ou fazemos grandes jogos e marcamos golos memoráveis, ou então, tudo de mal nos acontece. Começámos a tentar ganhar o domínio do jogo e eis que em 2 jogadas de chouriço, sofremos outros tantos golos. Muito dificilmente temos um jogo em que as coisas nos correm mal do princípio ao fim e em que somos bafejados pela sorte. Depois, conseguimos com algum sacrifício recuperar a desvantagem, mas eis que sofremos o 3º golo na última jogada de todo desafio… Parece que é Deus que anda a brincar connosco…

Já aqui se falou nas opções de Peseiro para o meio-campo. Eu sou insuspeito para falar, uma vez que já por diversas vezes tenho criticado quer o onze que Peseiro escala, quer as substituições que faz durante os jogos, mas a realidade é que nesta partida, Peseiro só tinha 2 hipóteses: ou mantinha o Rogério a defesa-direito e colocava Moutinho no meio-campo a substituir Rochemback, ou então - e partindo do princípio que Moutinho é um jovem com falta de experiência - jogava mais pelo seguro e fazia deslocar Rogério para o centro do terreno (posição que não lhe é estranha) e fazia entrar um lateral-direito para a posição de onde havia saído Rogério. A escolha recaíu nesta última opção que era à partida aquela que dava mais garantias ao treinador. Até aqui, aceita-se.

Continuam jogadores em sub-rendimento na equipa e isto é que já não é aceitável. Eu não sei se é o Polga que está melhor que o Beto, ou o Beto melhor que o Enakharire. O que eu sei, é que aqueles 2 centrais mais parecem 2 amélias a desentenderem-se constantemente e a deixarem passar bolas inacreditáveis e assim não pode ser.

Já deu também para ver que somos uma equipa de 2 ou 3 jogadores ultra-fundamentais. Se eles falham, “adeus campaínha”.

A arbitragem foi igualmente habilidosa. O campo estava sempre a descaír para a nossa baliza. Ele era dualidade nas faltas, ele era dualidade na amostragem dos cartões… enfim! :?

PS: Não me digam que o acordo com o Newcastle para o empréstimo do Hugo Viana, obriga a que o jogador jogue sempre, mesmo que esteja a jogar mal e a enterrar a equipa!!?

O Sporting não esteve à altura da sua condição de líder e nunca conseguiu impor o seu jogo baseado na troca e posse de bola, revelando uma enorme dificuldade de adaptação a um terreno que Peseiro está farto de conhecer.

A equipa não entrou bem no jogo e quando este estava equilibrado sofreu dois golos algo fortuitos de rajada.

A perder por 2-0 o Sporting foi a imagem do seu treinador, incapaz de reagir, mas quando este se preparava para finalmente mudar alguma coisa chegou ao empate também de rajada, embora com um penalti muito forçado a abrir um caminho que parecia desbravado.

Mas eis que uma expulsão a pedido, equilibra as operações, e na última jogada da partida o Nacional chega à vitória que o Sporting não soube merecer.

Algumas notas para situações que me parecem mais do que evidentes.

Primeiro, Enakarhire é o nosso melhor central não vejo outra razão para que ele fique de fora que não seja o peso dos nomes dos seus concorrentes.

Segundo, como foi possível que o Viana tenha ficado em campo até ao fim num jogo em que não acertou uma .

Terceiro, já na temporada passada o tinha dito e mantenho, Ricardo está a defraudar as expectativas se houver mercado vendam-no e vão Buscar o Helton que é muito melhor e mais barato.

Finalmente parece-me que para um jogo destes não haviam muitas opções para além das tomadas por Peseiro em relação à substituição dos lesionados no onze incial, o que faltou foi capacidade para mexer durante o jogo

[i]Apesar de estar triste com este resultado nao vou cair no sindrome do 8 ou 80. Assim preferi opiniar, so hoje, para evitar sangue quente e cabeca desnortiada.

A exibicao no seu tudo foi mediocre, digna duma divisao de honra. E incrivel o numero de bolas que saia pelas laterais. Sera que o terreno nao tem as dimensoes legais para a pratica do futebol?

Entramos razoavelmente neste jogo que, e nao se pode ocultar, jogou-se contra um adversario dificil mas tamben contra condicoes climatericas extremas. Era quase impossivel meter uma bola para frante sem que o vento a acelarasse.

Quanto ao jogo em si ainda estou para perceber como e que um Hugo Viana fica no campo durante 93 min. Foi duma nulidade sem precedentes e ate entregou a bola duas vezes para tras, isolando um jogador do nacional. Nao devia ter entrado no segundo tempo. Ja digo isto desde que voltou para o Sporting, nao tem futebol para mais, e lento e nao tem garra nenhuma. Quando se tem um Moutinho no banco…enfim!

Paito, outra nodoa que se anda a arrastar nesta equipa. E nao me venham com essa da idade e margem de progresso, porque se a idade e pouca a margem de progresso tamben visto que tem muito a haver com a inteligencia do jogador e neste caso duvido que o Paito tenha muita.

Para nao falar em casos individuais, a nossa defesa foi o inverso dum hino ao futebol. O primeiro golo ainda da para desculpar visto que o Adriano teve a sorte do ressalto e impurrou a bola com as maos para o fundo das nossas redes. Mas no segundo…NAO ESTA NINGUEM NO SEGUNDO POSTE, mas que raio de tactica defensiva e esta? Quando todos sabem as dificuldades que o Ricardo tem em bolas aerias dao-se ao luxo de nao ter ninguem a guardar o segundo poste. E de facto alarmante e digno dum estudo aprofundado realizado por uma universidade. Quanto ao terceiro golo, simplesmente incrivel a falta de concentracao da nossa defesa que se aparenta cada vez mais a um queijo holandes cheio de buracos…

O nosso amigo Rogerio so da mesmo para lateral, quem ainda nao percebeu e porque pouco percebe de bola…por amor de deus.

Acho que o maior apagao cerebral veio do Peseiro que esteve mal nas substituicoes. Trocar o Sa pelo Pinilla e no minimo hilariante. Sobretudo que a equipa tinha acabado de recuperar da desvantagem. Sabe-se la o que passou pela cabeca do homem? Talvez o barulho das sirenes interferiram com os dois neuronios que andam a passear dentro da cabecinha dele.[/i]

Votei Carlos Martins como e obvio…

Um jogo muito atipico. O Sporting sem estar a ser brilhante até estava a controlar o jogo, até à paragem cerebal da nossa defesa, que permitiu 2 golos em 3 minutos. :oops:
A partir daí até ao intervalo o Sporting actuo mais com o coração do que com a cabeça.

Na segunda parte voltarama entrar melhor e chegaram ao empate. Depois não tiveram cabeça. E com a expulsão do Paito, tudo se complicou. Apesar de a exibição ter sido globalmente má, a derrota é injusta.

Polga e Hugo Viana, estão a precisar de banco. Rochemback mesmo a meio gás continua ser importante e sem ele o meio-campo perde clareze e força.