Nélson Pereira

Nelson Alexandre Gomes Pereira, nasceu a 20 de Outubro de 1975 em Torres Vedras - Portugal, Posição: Futebolista (guarda-redes) e Treinador (guarda redes, adjunto).
Aos 10 anos ingressou na equipa da sua cidade, o Torreense, e segundo o próprio “gostava de marcar golos, mas na escola jogava sempre na baliza”. Um dia faltou um guarda-redes, experimentou a posição e nunca mais saiu, permanecendo 11 anos no clube de Torres Vedras, antes de ingressar no Sporting em 1997.
Chegou a Alvalade para ser o terceiro guarda-redes, e na primeira época nem jogou, mas começou a temporada seguinte como suplente de Tiago que seria de resto o seu grande rival no Sporting, e a quem “roubaria” o lugar na ponta final da época.
Com a contratação de Schmeichel voltou para o banco, mas teve a oportunidade de participar na histórica campanha que levou o Sporting ao titulo de Campeão Nacional, depois de 18 anos de jejum.
Após a saída do grande dinamarquês, voltou a ombrear com Tiago na luta pela baliza leonina, alternando a titularidade com o banco, e conquistando a histórica “dobradinha” da temporada de 2001/02 sob o comando de Lazlo Boloni, naquela que terá sido o seu melhor ano ao serviço do Sporting que o levou à Selecção Nacional, que representou em 3 ocasiões, integrando o grupo dos convocados para o Mundial de 2002.
A partir de 2003 com a contratação de Ricardo, passou novamente à condição de suplente, embora tenha chegado a recuperar o lugar no inicio da temporada de 2005/06, mas após a chegada de Paulo Bento ao comando da equipa, voltou a ser preterido, não renovando o seu contrato no final da temporada, terminando assim a sua ligação ao Sporting com 90 jogos realizados de Leão ao peito.
Na trajectória da sua carreira, Vítor Damas e Silvano di Lucia foram treinadores fundamentais:
“O Vítor Damas era um ídolo para mim e tive a felicidade dele ser o meu primeiro treinador específico, já o Silvano di Lucia chegou no ano em que fomos campeões e todos diziam que ele era meu pai. Construímos uma ligação afectiva muito grande, que se mantém até hoje.”
Ao fim de 9 anos de contrato com o Sporting, foi-lhe proposto que ingressasse a equipa técnica do Clube, mas Nelson considerou que era muito cedo para acabar a sua carreira que prosseguiu então jogando no Vitória de Setúbal, Estrela da Amadora e Belenenses, onde encerrou a sua carreira na época de 2009/10.
Nelson abriu uma academia ligada ao Sporting e também uma escola de guarda-redes, onde ele próprio que ministrava os treinos.
Na época de 2011/12 regressou ao Sporting para integrar a equipa técnica dos Juniores comandada por Ricardo Sá Pinto, numa altura em que a nova Direcção levava a cabo uma profunda remodelação na Academia.
Em Fevereiro de 2012 transitou para os seniores juntamente com Tiago Moutinho, acompanhando Sá Pinto que fora o escolhido para substituir Domingos Paciência no comando da equipa principal.
Desde essa altura manteve-se nas funções de técnico de guarda redes do Sporting, trabalhando com vários treinadores que passaram pelo Clube até 2018.

link: https://www.forumscp.com/wiki/index.php?title=Nelson_Pereira

https://www.youtube.com/watch?v=NHL0qgTMAco

Ainda bem que estás de volta!!

"AS 1001 DECISÕES DE GUARDA-REDES DE FUTEBOL”

Por Sporting CP
16 Nov, 2019

FUTEBOL

Nélson Pereira apresentou o livro este sábado em Alvalade

Nélson Pereira apresentou, neste sábado, o livro “As 1001 decisões de guarda-redes de futebol”, trabalho que reúne a experiência do coordenador-técnico do departamento de guarda-redes do Sporting Clube de Portugal e de vários outros técnicos do Clube.

Com a ajuda de um vasto grupo de treinadores Leoninos, Nélson Pereira escreveu o livro com Miguel Miranda - treinador e coordenador de guarda-redes do futebol de formação do Sporting CP - e Rui Vieira - treinador e coordenador de guarda-redes do FC Barreirense.

A apresentação do livro decorreu no Auditório Artur Agostinho, no Estádio José Alvalade, ao início da tarde já depois de Tomaz Morais ter debatido ‘A liderança no guarda-redes de futebol’, de Rodolfo Correia ter falado sobre o ‘Guarda-redes no modelo de jogo da equipa’ e de Rui Vieira ter apresentado também o ‘Modelo teórico da decisão’.

Depois da apresentação, com a participação de vários treinadores e jogadores de futebol, sobretudo do Sporting CP, houve ainda espaço para outros debates centrados no conteúdo do livro.

Leia toda a reportagem na próxima edição do Jornal Sporting (21 de Novembro).