Monopólio da Imprensa e Sporting

Qual a vossa opiniao acerca da influencia da comunicaçao social na maneira como se ve o futebol dando demasiada importancia a dirigentes, graves faltas de isençao e profissionalismo e na forma como prejudica o Sporting como estes ultimos de bradar aos ceus em que vendem metade da nossa equipa, pondo os jogadores a pensar noutras paragens

Ate que ponto entrar em blackout seria boa opçao?será que o ataque nao seria maior?

Depois a abusada publicidade que fazem aos orks, levando-os as costas, escondendo os podres enaltecendo feitos vulgares

luta-mos ou juntamo-nos a eles?

Axo que, até ser possível a renegociação dos direitos televisivos dos jogos do nosso clube, devia haver alguém a rebater as inverdades, e são muitas, que se dizem a nosso respeito, se possivel ao abrigo da lei da imprensa e concominantemente, processos judiciais crimes e cíveis contra o jornalista e respectiva entidade patronal… ia-mos ter, decerto, mais receio
por parte de alguns artistas da contra-informação (os que chamo “comentadores do sistema” -RSamtps, querid manha, entre outros mais disfarçados)
Quanto ao Black Out, por vezes seria útil, sobretudo nas flash interv. em que alguns “pé de microfone” bombrdeiam Liedons, Velosos e Moutinhos com questões como “e o alegado interesse do clube tal?” ou “a falta de golos não o preocupa” que parecendo que não, de tanto repetidas, ficam como “verdades” para os já referenciados comentadores de sistema…
Saudações Leoninas

Andam tanto com os orcs ao colo que transmitiram na RTPI o jogo particular do Nacional
com eles e agora estao a repeti-lo
Os orcs ganharam 1-0 num jogo que nao valeu nada,mas ganharam,se tivessem perdido
nao o repetiam tenho a certeza.
E uma propaganda aos orcs que ate da nauseas.

Não interessa para o caso em concreto, mas o Sporting tem problemas em potenciar e rentabilizar o seu nome, a sua marca, logo um black out seria de todo desaconselhável para não perdermos os patrocinadores bandeira que temos na actualidade. Refiro-me a TMN, EDP, BES.

Existe um problema com o monopólio da imprensa. Joaquim Oliveira tem DN, JN, O Jogo, TSF e 24 Horas, só para citar os mais relevantes. O Sporting tem uma parceria com o universo Joaquim Oliveira na exploração e manutenção do seu site e agora, mais recentemente, com a criação de uma agência de viagens. Logo o Sporting não se considera desrespeitado pelo títulos acima mencionados, caso contrário, penso eu, não tinha ido para a frente com essas parcerias e isto para já não falarmos do problema mais grave do Sporting.

Segundo já li, inclusivamente num relatório e contas, o Sporting já recebeu antecipadamente as verbas referentes aos direitos de transmissão, directamente negociados com a Olivedesportos de Joaquim Oliveira, até 2018/2019. Ou seja, faltam onze anos e meio, mais de uma década, até que possamos negociar novamente esses direitos ou, então, transferi-los para um provável canal Sporting, que or sua vez rentabilizava esses direitos em receitas publicitárias. Terá o Sporting mercado para isso? Penso que sim, principalmente fora de Portugal.

Há dois grupos que não interessam referir por não terem grande vocação para o desporto (Impresa e Media Capital). Resta a Cofina, proprietária de Record, CM, TV Guia, Sábado, entre outros. Este parece-me ser o grupo mais agressivo, talvez por isso o orelhas tenha cortado relações com todo o grupo.

Entre outros o JR fez-lhe uma guerra intensa, mas nem por isso deixou de receber o dinheiro da Olive, que durante muitos anos foi uma das principais fontes de receita.

Quando o dinheiro vem todo das mesmas fontes, torna-se complicado ser autonomo… até por isso era importante que o Sporting não tivesse abandonado o seu património, mas eles lá sabem.

Já a questão dos jornaleiros é diferente, eu defendo um corte radical com essa gente, sem excepção, mantendo apenas o estritamente legal à luz das obrigações da Liga.

um dos grandes problemas do Scp a nivel financeiro é mesmo esse contrato de direitos televisivos ate 2018, fomos gamados á força toda, o que vale é que nao fomos só nos, mas na altura a Olivedesportos aproveitou-se da situaçao financeira dos clubes portugueses >:D

recebemos cerca de 7Milhoes de euros por ano em transmissoes televisivas tanto quanto qualquer clube de primeira divisao espanhola senao receberem mais…

anda por ai uma lista no forum

A Cofina (proprietária do Record, CM, Sábado entre outros) é do Paulo Fernandes gaylinha fanático (falou-se que se iria candidatar a presidente dos rosinhas). Estes títulos fazem propaganda vergonhosa as gaylinhas e ataque constantes ao Sporting e Porto.
Diga-se em abono da verdade que os ataques ao Porto ainda são piores. Embora isso seja mais por táctica comercial.

Em relação à Media Capital ela detêm a TVI. É ai que se transmitem os jogos e se fazem as análises em sinal aberto. A estação é ferozmente gaylinha. Sendo o seu director é filhos presença habitual no cagadoiro de pombos (tambem conhecido por galinheiro).

Paulo Fernandes é, essencialmente, um homem que gosta de ganhar dinheiro e aqui entramos no domínio da figura “profissional” que tante tem sido aqui debatida.

Isso de ser galinha, porco ou um dos nossos interessa tanto como zero. Por alguma razão, o clube em frente ao Colombo cortou relações institucionais com a Cofina, ou seja, como já disse anteriormente, Record, CM e restantes publicações do grupo. Foi o orelhas quem o anunciou numa entrevista à TSF e ao DN, ambos propriedade de… Joaquim Oliveira.

A Media Capital é uma empresa cuja maioria do capital é detido pela Prisa que, no meu entender, deve-se estar a borrifar para quem é Sporting ou outro clube qualquer. Eles querem é ter lucro.

No meio disto tudo está o Sporting e as suas debilidades e, potenciar a sua marca e o seu nome. Mas o homem que tem revelado essas mesmas debilidades continua em Alvalade, tendo, inclusivamente, sido promovido - Pedro Afra.

Para quem passa na Padre Cruz já reparou, por certo, no contador de game box’s vendidas. Está estacionado nas 32 071 há um ror de semanas. Isto é apenas um indicador, mas que também quer dizer alguma coisa

Quer dizer que quem queria comprar já comprou não é agora com um terço dos jogos disputados que ia comprar. Provavelmente no Natal lançam a Boxe 2 e vendem mais umas quantas :arrow:

Já fizeram isso no ano anterior! :arrow:

O Paulo Fernandes gosta de ganhar dinheiro obviamente mas também gosta (e muito) das gaylinhas. Têm juntado o útil ao agradável.

A campanha que o CM tem feito a favor de uma das partes do apito dourado é no mínimo vergonhosa. Têm feito campanha quase todos os dias a favor das posições das galinhas e não noticiando quando as galinhas têm também directamente a ver.
Fizeram (e continuam a fazer) publicidade descarada ao filme Corrupção em todas as edições do Correio da Manha.

Tem tido a ajuda discreta (obviamente para não matar a galinha de ovos de ouro) do Record. Este até para Sportinguista ver joga cá para fora uns jogos em que o Sporting foi prejudicado (e o Porto beneficiado), para dar uma noção de isenção.

A revista Sábado publicitou e voltou a publicitar vezes sem conta o filme Corrupção. Em relação ao dossier Apito Dourado a mesma coisa. Podia fazer numa perspectiva isenta,mas não, sempre a tomar partido descarado por uma das partes. Basta ver a tratamento equilibrados que as outras revistas (Visão e Focus ) deram ao acaso e a publicidade vergonha da Sábado as posições das gaylinhas.

As galinhas devem a câmara do Seixal 500 000 euros em água, notícia indicada para o CM publicar. Nem uma palavra. Das noticias do Apito que envolvem as galinhas nem uma palavra.
Despois, o Orelhas vem dizer que cortaram relações com a Cofina :lol:. As declarações do Orelhas e a sua credibilidade a mim só. :rotfl:
Pois e eu acredito no Pai Natal.

É impressionante!

Eu não me vou pronunciar, porque já trabalhei para o Record (sobre a égide da Edisport) e de certeza que vocês já leram coisas minhas e, se calhar, ainda me cascaram… Pensando que eu era um benfiquista qualquer…

Vocês não imaginam o quanto se enganam e se eu dissesse os clubes do pessoal, jornalistas e directores que lá trabalham, mais impressionados ficariam e até engoliam em seco, portanto…

Acho que Cristo disse:
“Perdoa-lhes Pai porque não sabem o que fazem…”

Assim eu digo: “Perdoa-lhes Record e Sporting porque não sabem o que dizem…”

Cumprimentos,

… e não podes dizer?
;D

Achas??? ;D

Não me ficaria bem, certamente… :-X

Mas repito que ficariam embasbacados em saber qual o clube dominante nas simpatias daqueles que fazem o Record.

Não sejam injustos s.f.f.

Topico interessante.
O impacto da imprensa sobre os resultados do sporting é muito mais importante do que o pode parecer a primeira vista.

Muita gente pensara que uma e outra coisa sao completamente independentes. Eu nao acho.

Desculpem la os jornalistas que por aqui passam, mas acho que muitas vezes os jornalistas dos jornais desportivos comportam-se com uns bichos da selva. Parece que so querem destroir… Porque tanto odio ao sporting?
Porque é que o sporting é sempre rebaixado?
Porque é que dia apos dia se transmite para o imaginario colectivo uma imagem de impotencia?

O Sporting sempre foi desfavorecido em relaçao ao Benfica principalmente nos artigos dos jornais. Isso vê-se em coisinhas que podem parecer despercebidas, em tons, em pequenas palavras que fazem toda a diferença.

Porque é que em vez de massacrar os sportinguistas ralatando todos os dias as futuras saidas dos nossos melhores jogadores, transmitindo a ideia de nao haver futuro para o Sporting, porque é que nao têm uma atitude mais construtiva?

Parecem bichis que se comem uns aos outros, um pouco a imagem do futebol português.
Ha concorrencia é boa, mas nao se devem passar alguns limites e usar todos os meios.
A colaboraçao, a atitude construtiva podem ser muito melhores.

O Sporting e o futebol português estao num estado lamentavel, o futebol português ainda pior porque ha corrupçao que nao se castiga e que até se admite. Faz me nojo este nivel de brutidade em que esta a ficar o meio jornalistico portugês. Talvez quando o futebol português bater là no fundo, deixem de massacrar.

Deveriam ficar orgulhosos dos nossos clubes, apoia-los, incentiva-los a desenvolverem-se. Deveriam ficar satisfeitos com sucessos alem fronteiras dos nossos clubes. Isso seria bom até para o turnover desses jornais. Mas nao, a brutidade é muito mais acessivel…

Mas pronto, ja fiz o meu luto do jornalismo desportivo em Portugal.
Agora, o que mais me revolta é a passividade com que os dirigentes do scp deixam o nome do clube ser maltratado dia apos dia, como deixam aos pocos cair o nome “Sporting” na vulgaridade do jornalismo português.

Posso nao gostar nada do Pinto da Costa, mas ele nunca ficaria passivo perante um tal tratamento.

O clube dominante no Record é o Sporting, sempre foi e toda a gente sabe isso. Não é tão alinhado com o Sporting como é a Bola com o Benfica e a edição norte do Jogo com o Porto, porque eles sabem que o público sportinguista não é como o benfiquista, por isso seria tolo fazer o mesmo tipo de “jornalismo” que faz a Bola.

Outro caso. Não há semana que o DN não ponha um jogador do Sporting no estrangeiro, e no entanto, o seu director é um sportinguista assumido. O Marcelino haveria de vetá-las só porque podem desestabilizar o Sporting? Ele quer é vender. Quem tem de defender o Sporting é a direcção, e o mais grave é que quase que aposto que muitas dessas “notícias” têm origem dentro do clube. É assim ou não é, Hidden? :wink:

O facto de haver uma coluna, chamada “Tribuna Presidencial” do FSF no Record, por si só, já diz muito.

Acima de tudo, a imprensa está interessada em proveitos económicos, não interessando se é clube x, y ou z. Esta é a eterna discussão de não gostarmos o que jornal x ou z escreve quando diz mal.

Não será por aí.

eu acho que se os jornais e TV dissesem que o Paredes era o melhor jogador da 1 Liga e quiça da Europa…mais de 50% afinaria pelo mesmo diapasão…

Meia palavra para bom entendedor chega…

Tu sabes… :shifty:

cof… cof… cof… (maldita tosse) :whistle:

Humm… :think:

Não confirmo nem desminto… :wink: Mas lá que sabes como funciona, lá isso sabes…

Como todos os dias, a imprensa noticia hoje o interesse dos tubaroes europeus em Miguel Veloso…
No entanto, hoje inovaram um pouco, ja que tb falam do interesse em Adrien…

O Sporting continua a ser desvalorizado nos media, estas noticias sao boas para os nossos rivais, que se vao habituando, como nos, ao desaparecimento do futebol senior em Alvalade.

Nao sei se os jornalistas têm a conciencia que apesar de isto das saidas dos nossos jogadores lhes dar gozo, representa a medio prazo o desaparecimento do sporting a nivel de futebol de alta competiçao, e portanto, a medio/longo prazo, uma baixa importante nas receitas dos media desportivos em Portugal (- 20/30%).

Enquanto sportinguista, nao vou esperar pelo fim do scp para deixar de comprar jornais desportivos…