Juniores: Sporting 1 - Real 0 (Crónica)

O Sporting recebeu o Real Massamá e venceu por 1-0, com golo de João Gonçalves.


André Pires, Yannick Pupo, Marco Matias e André Cacito no aquecimento.

Destaque para a presença de alguns ex-leões no Real Sport Clube: Flávio Pina, Helmut Calvete e Suncar Mané. O primeiro foi titular e os dois últimos entraram no segundo tempo. Na assistência, esteve também Lourenço, presentemente no Vitória de Setúbal.

A nossa equipa apresentou-se no 4-3-3 habitual com Rui Patrício na baliza, Vasco Campos a defesa direito, Daniel Carriço e Marco Lança como dupla de centrais e Tiago Pinto a defesa esquerdo; João Martins jogou a trinco, Adrien Silva descaído sobre o lado esquerdo e João Gonçalves sobre a direita (hoje com a braçadeira de capitão); Alison jogou na ala esquerda, Vivaldo Arrais na ala direita e Ricardo Nogueira no meio. No banco de suplentes estiveram o guarda-redes Tiago Jorge, o defesa Jorge Abreu, os médios André Pires e Yannick Pupo e os avançados Marco Matias e André Cacito. O trio de arbitragem veio de Portalegre.


Da esquerda para a direita: João Gonçalves (capitão), Rui Patrício, Vasco Campos, Daniel Carriço, Tiago Pinto, Marco Lança, Vivaldo Arrais, Adrien Silva, Ricardo Nogueira, Alison e João Martins.


João Gonçalves durante a escolha de campo e bola.

Resumo da 1ª parte:
Os primeiros dez minutos de jogo mostraram ambas as equipas em estudo mútuo, procurando ocupar os espaços da melhor maneira. O primeiro sinal de perigo veio de Alison com um remate ao lado aos 10 minutos. O jogo foi muito morno ao longo de todo o primeiro tempo, dado que o Massamá preocupou-se quase exclusivamente em defender, jogando em contenção, com quase todos os seus elementos atrás da linha da bola. Por outro lado, o Sporting apresentou, mais uma vez, debilidades na construção de oportunidades claras de golo. Tiago Pinto foi das melhores unidades, destacando-se por uma jogada no flanco esquerdo, subindo desde o meio campo até à grande área, tendo provocado perigo que a defesa contrária aliviou. Aos 21 minutos, foi Adrien Silva que rematou de fora da área mas a bola saiu por cima. O Sporting dominava claramente o jogo, jogando-se apenas em meio campo. Aos 33 minutos, novo cruzamento de Tiago Pinto do lado esquerdo e Vivaldo a rematar por cima. Em cima do intervalo, João Martins cobrou um livre directo mas não causou perigo.

Resumo da 2ª parte:
O segundo tempo começou praticamente com o golo leonino, aos 49 minutos. Uma jogada de combinação entre Adrien Silva e Tiago Pinto, que o lateral esquerdo desenvolveu muito bem pelo seu flanco, driblando um adversário e cruzando a bola para a área. João Gonçalves, livre de marcação, cabeceou certeiro para o fundo da baliza, fazendo o 1-0.


Comemoração do golo de João Gonçalves.

O Sporting continuou a mandar no jogo e aí estiveram em destaque novamente Tiago Pinto, Adrien Silva e Ricardo Nogueira com remates à baliza. Em relação às substituições, saíram Adrien Silva, Alison e Vivaldo e entraram para os seus lugares, respectivamente, André Pires, Yannick Pupo e André Cacito (63, 73 e 80 minutos). O primeiro remate do Real à nossa baliza ocorreu apenas aos 67 minutos por Helmut Calvete a que Rui Patrício correspondeu sem dificuldades. André Cacito provocou perigo na área adversária pouco depois da sua entrada em campo, numa altura em que o Massamá tentava atacar timidamente mas sem sucesso. Os quatro minutos de desconto foram acompanhados por chuva miúda e de realçar uma última oportunidade protagonizada por André Cacito.

Vitória justa e difícil do Sporting por 1-0.

Trio de arbitragem – Exibição regular. Não cometeu falhas graves do ponto de vista técnico, aceitando-se o critério disciplinar aplicado.

Real Massamá – Vieram nitidamente atrás do empate, nunca demonstrando capacidade para reagir ao golo sofrido.

Sporting – Exibição morna do conjunto leonino. A equipa apresenta-se organizada mas com pouca garra no último terço do terreno. É necessário melhorar urgentemente a capacidade de finalização.

Rui Patrício – Não podia ter tido uma tarde mais tranquila. Uma defesa, um par de saídas a cruzamentos e o resto foi assistir aos acontecimentos.

Vasco Campos – Um jogo sossegado, dado o fraco caudal atacante do adversário. Limitou-se a controlar o opositor directo, quase sempre bem e sem problemas de maior.

Daniel Carriço – Exibição praticamente sem erros do ponto de vista defensivo. Subiu no terreno várias vezes na tentativa de “picar o ponto”. :slight_smile:

Marco Lança – Igualmente em bom plano, controlando as investidas do adversário, nunca lhes deixando pôr o pé em ramo verde.

Tiago Pinto – O MVP!! =D> =D> Foi a unidade mais regular ao longo de todo o encontro. Fez todo o seu flanco, defendendo e atacando com igual eficácia e rematando sempre que teve hipótese. Fez a assistência para o golo do Sporting.

João Martins – Fez uma boa exibição. Mostrou a disponibilidade habitual na filtragem e construção de jogo, fazendo bom uso da sua técnica individual. :slight_smile:

João Gonçalves – Começou muito bem a partida mas caiu de rendimento no segundo tempo. Importante na manobra ofensiva do jogo verde e branco, foi o autor do golo da vitória. :slight_smile:

Adrien Silva – Uma exibição com altos e baixos. Foi dos que mais rematou e tentou jogadas de combinação com os companheiros mas nem sempre da melhor forma, falhando alguns passes. Foi substituído com naturalidade. Rende muito mais na sua posição de raíz, a trinco.

Alison – Foi das melhores unidades no 1º tempo. Não complicou como de costume, sendo mais lesto a cruzar e a rematar à baliza. No segundo tempo, caiu um pouco de rendimento, tendo sido substituído.

Vivaldo – Irrequieto com a bola nos pés, procurou dinamizar o jogo ofensivo pelos dois flancos, alternando várias vezes com Alison. No entanto, as suas jogadas foram muitas vezes inconsequentes.

Ricardo Nogueira – Teve dificuldades para jogar dentro da grande área adversária, dada a forte marcação de que foi alvo. Por esse motivo, foi frequente vê-lo a combinar com os companheiros em zonas mais recuadas do terreno. Revelou alguma displicência na finalização.

André Pires – Foi o melhor dos elementos que saíram do banco, integrando-se bem no meio campo leonino. Solicitou Ricardo Nogueira, por diversas vezes, com passes de boa qualidade. :slight_smile:

Yannick Pupo – Entrou e fez logo um remate à baliza. De resto, mostrou um par de bons pormenores e pouco mais.

André Cacito – Entrou com a garra e genica habituais, dando-se imediatamente pela sua presença em campo. Teve um par de oportunidades de golo em que mostrou o seu sentido de baliza. Merecia jogar mais tempo do que os habituais 10 minutos.

O trio ex-sporting do massamá está em definitivo ou emprestados?Há uns anos eu gostava imenso de ver o Suncar Mané…tinha pinta de matador

Suponho que estão todos emprestados mas não tenho a certeza absoluta.

não deixa de ser uma boa noticia ver o Real massamá só levar 1 e os lamps levarem coças atrás de coças… :lol:

Coração de Leão podias ter citado o site de onde tiraste esse texto:
http://leoezinhosemaccao.blogspot.com/

Coração de Leão podias ter citado o site de onde tiraste esse texto: http://leoezinhosemaccao.blogspot.com/
Esse blog é dele.
Coração de Leão podias ter citado o site de onde tiraste esse texto: http://leoezinhosemaccao.blogspot.com/
Esse blog é dele.

Roca, essa foi uma entrada de pé em riste, merecias um amarelo :lol:

A parecença fisica do Tiago Pinto com o pai (ver a foto da equipa perfilada no início do jogo) começa a ser surpreendente!

Coração de Leão podias ter citado o site de onde tiraste esse texto: http://leoezinhosemaccao.blogspot.com/
Esse blog é dele.

Roca, essa foi uma entrada de pé em riste, merecias um amarelo :lol:

Suspeitei que fosse isso,mas pelo sim pelo não achei melhor dar o devido crédito ao site,porque sou novo aqui e não ia adivinhar isso.
Desculpa e Parabens pelo excelente blog,do qual sou frequentador assiduo

rochemback26 Colocada: Sáb Out 21, 2006 10:45 pm Assunto:

Coração de Leão podias ter citado o site de onde tiraste esse texto:
http://leoezinhosemaccao.blogspot.com/

De vez em quando aparece por aqui cada um… :roll:

ps. nada de pessoal rochemback26, mas colocares em causa o grande trabalho que o “Coração de Leão” faz, ofende qualquer um de nós, que sabe muito da realidade das escolas do nosso Grande Clube através dele!
Não sabias, não ofendias, não achas?

SPORTING SEMPRE!!!

Suspeitei que fosse isso,mas pelo sim pelo não achei melhor dar o devido crédito ao site,porque sou novo aqui e não ia adivinhar isso.

Não era preciso adivinhar, bastava perguntares… :roll:

SPORTING SEMPRE!!!

rochemback26 Colocada: Sáb Out 21, 2006 10:45 pm Assunto:

Coração de Leão podias ter citado o site de onde tiraste esse texto:
http://leoezinhosemaccao.blogspot.com/

De vez em quando aparece por aqui cada um… :roll:

ps. nada de pessoal rochemback26, mas colocares em causa o grande trabalho que o “Coração de Leão” faz, ofende qualquer um de nós, que sabe muito da realidade das escolas do nosso Grande Clube através dele!
Não sabias, não ofendias, não achas?

SPORTING SEMPRE!!!

Tens toda a razão e mais uma vez peço desculpa ao grandioso Coração de Leão,pois é através do blog dele e do blog duma persona-non-grata aqui no forum que me costumo informar sobre os escalões mais jovens.
Espero que não tenhas ficado chateado com o meu reparo falhado.
Continua o bom trabalho,alias,o excelente trabalho!

É sempre bom vencer. A equipa é algo diferente da época passada e creio não ter a mesma qualidade da equipa anterior mas… continua a somar e a vencer e isso é o que mais interessa.

O obrigado de sempre ao amigo Ricardo e sua querida irmã.

Mais uma vitória, numa maravilhosa tarde com gente extraordinária num local que não me poderia dar maior orgulho.

Ah e claro mais um excelente crónica, R és como o Carriço, estás lá sempre :wink:

André Pires – Foi o melhor dos elementos que saíram do banco, integrando-se bem no meio campo leonino. Solicitou Ricardo Nogueira, por diversas vezes, com passes de boa qualidade. :)

Para que saibas, este pequeno extracto deixou um lampião mais ou menos feliz. :smiley:

Obrigado Coração de Leão. Mais uma vez, como sempre, grandes crónicas…

continua assim 8)

Rochemback26, compreendo que és novo aqui e que não sabias mas em vez de sugerires implicitamente que eu estava a cometer um deselegante plágio, podias ter perguntado primeiro (até por MP). Mas tudo bem, não é grave. Fica bem.

Coração de Leão e Felina, Parabéns mais uma vez.
Já agora … sabem a razão do Daniel Carriço não ter sido o capitão neste jogo? Já há muito tempo que não via o Daniel sem a braçadeira. Houve alguma razão especifica? Acho estranho de um momento para o outro a braçadeira mudar de dono quando não é nada normal esse tipo de mudanças.

O Daniel não “perdeu” a braçadeira para o João Gonçalves. A hierarquia é: Daniel Carriço, João Gonçalves e Marco Lança. Neste jogo em particular, devido a uma questão do grupo relacionada com o regulamento interno que o rege, a braçadeira foi envergada pelo J. Gonçalves. No próximo jogo, a braçadeira será novamente do Carriço. Nada de preocupante, portanto. :wink: