Hidemasa Morita

O melhor reforço da época até ao momento. Não é perfeito, mas é extremamente competente.

1 Curtiu

Honestamente, não acho. A maioria dos golos sofridos do Sporting é erros individuais em organização defensiva ou até ofensiva (Esgaio, Adan, Inácio, Coates) e bolas paradas (Spurs, Arouca, Boavista, Chaves, Eintracht, Varzim). Acho que a transição defensiva até tem sido aceitável. Permite-se uma ou outra por jogo, mas isso é normal quando se tem a abordagem ofensiva que uma equipa grande tem.

1 Curtiu

O Matheus também era capaz de sair de zonas de pressão com a sua técnica e velocidade, tinha mais dificuldades quando ficava de frente para o jogo contra blocos baixos. Eu já vi o Morita a jogar mais recuado e a ter dificuldade com a pressão, porque é um jogador que quer tomar sempre a melhor decisão, nem que seja de primeira, na minha opinião precisa de espaço para jogar, isso não quer dizer que ele em zonas mais avançadas não consiga entender onde estão os espaços vazios, e nisso acho que ele é muito bom, por isso o Amorim tem-no posto numa posição mais avançada.

É bom jogador , num sportjg campeão não

Tem golo o que é raro no plantel

Bolas paradas, transições, erros individuais tem sido um festival de golos sofridos.

Há um aspecto em que concordo com o @jmbb, nesta questão das transições.

É que perdemos velocidade, com a saída do Matheus. E a velocidade que ele tinha dava para disfarçar alguns erros, por conseguir galgar metros para trás mais rapidamente ou até para cair em cima do adversário e matar a saída.

Com o Morita, isso tem que ser conseguido de forma mais colectiva e obriga a que se cometam menos erros.

1 Curtiu

Isso potenciava a sua condição atlética. Onde acho que ele podia ainda ser trabalhado era nos momentos ofensivos (movimentos sem bola, que o Morita aparenta fazer bem, e o remate de média distância, que ele usava pouco).

Mas isso, lá está, entra no campo da complementaridade de quem tens em campo. Era muito melhor ter Morita e Matheus no plantel, bem como o Palhinha. Era todo um mundo de diferença, fossem quais fossem os jogos, em termos de soluções para o miolo, assim como para fazer rotação.

1 Curtiu

É a diferença entre termos um meio-campo com Palhinha,Ugarte, Matheus e Bragança para passarmos a ter um com Ugarte,Morita,Sotiris e Bragança (que se lesionou).
Acho que a grande diferença esta temporada reside aí, mais o facto de termos um jogador diferenciado na frente (Sarabia) que este ano não temos.

Por exemplo um meio-campo a 3 com Palhinha-Morita-Matheus Nunes era um luxo…

É um bom jogador, um bom reforço, mas é a principal diferença para o ano passado e a maior explicação para a queda de rendimento. Não se trata de ser pior que o Matheus. É simplesmente como comparar o olho do cu com a Feira de Castro. Se jogasse o Dani, iria dar praticamente igual. Chama-se incompetência. E explica a irritação do Rúben, notória em cada uma das Conferências de Imprensa.

Já aqui disse, o Morita é um craque. Tivesse chegado à Europa e a um grande mais cedo e seria caso sério até para outros patamares.

Agora é óbvio que não oferece o mesmo que o Matheus. São 2 jogadores que cá devíamos ter, ambos iam ter muitos minutos e acrescentar coisas diferentes à equipa.

Como disse o msadsc87, importa não esquecer que a 2ª metade da época passada do Matheus foi francamente pobre comparado com a 1ª metade.

O Morita foi uma contratação acertadíssima. Ficando com Matheus / Morita + Palhinha / Ugarte (e Bragança como joker) teríamos o melhor meio-campo dos últimos 15 anos. Ninguém se ia lembrar ou queixar de “jogarmos só com dois médios”.

7 Curtiram

O mais irritante nesta hipótese é pensar que isto era bem possível, bastava ter vendido o Inácio por 35M, que deveria ter sido a escolha de venda, quando estava carregado de hype, e não ter comprado o Trincão,Sotiris, Arthur…

Não sei se isso seria bem acolhido. A questão, na altura, dividia muita gente.

E também não estou seguro de que a proposta fosse real.

1 Curtiu

Não sei mas se até o Fábio Vieira foi por 35M vindo de ser banco para comer no Arsenal, duvido que não surgisse alguma proposta pelo Inácio de algum clube inglês.

Falo várias vezes noutro fórum com um inglês que está a viver há vários anos no Japão e ele diz que acha que esta seleção Japonesa é a melhor desde de 2010 sendo o Morita uma das principais razões.

Morita is the player I’m most excited for this WC. I think Japan has the best squad and coach they’ve had since 2010 when Honda, Endo, Nagatomo and Kagawa were all at their peaks.

They don’t score goals, but that’s fine because international games are typically 1-0s at most anyway. Tactically and physically, they’re the best they’ve been in a long time, and a lot of that is down to Morita’s presence.

1 Curtiu

A avaliação do Morita por parte da massa adepta vai estar sempre condicionada pela saída do Matheus. Faz lembrar o ano da saída do Bruno Fernandes, toda a gente queria á força toda um sósia dele,o mundo ia acabar com a sua saída porque não se vislumbrava alguém com as mesmas características…e depois acabamos por ser campeões.
Acredito que a equipa acabará por se adaptar a outra forma de jogar, o Morita será mais solução que problema, assim lhe dêem tempo.
Quando os avançados conseguirem ser mais agressivos e eficazes no momento da perda, vamos assistir a um crescimento brutal da eficácia da dupla ugarte-morita, tenho essa convicção. Isso e precisamos de um avançado com mais golo, mas isso são outros quinhentos

O Matheus criava muito desequilíbrio com a bola no pé em condução. Nós beneficiávamos muito disso e o Matheus destacava-se porque era comum em determinados momentos do jogo conseguirmos sair para o contra-ataque com base nessa capacidade do MN. Coisa que, aliás, já apareceram aí uns vídeos do rapaz a fazer o mesmo em Inglaterra e que por cá era uma constante. Este gajo é completamente diferente. Não é melhor, nem é pior. Adequa-se é mais a um tipo de jogo do que a outro. Colocando-os nos píncaros, o Morita enquadrava-se bem numa equipa do Guardiola. O Matheus enquadrava-se bem numa equipa do Klopp.

1 Curtiu

O Matheus e o Porro eram os nossos agitadores. Perdemos um e o outro lesiona-se com alguma frequência.

2 Curtiram

Apesar disso, acho que a principal diferença é que o estilo de jogo manteve-se e as características dos jogadores foram completamente alteradas. Não é o Morita não ter qualidade, é que o jogo estava pensado para ser feito com o Mateus

Para não recuramos muito qual a grande a diferenca deste e do Wendel ou do Adrian?

Nem vou falar dos elias e dos inúmeros flops tipo Eduardo ou Matheus (filho do bebeto)…

Tem nível, pode e tem espaco para ir lutando pela titularidade neste sporting e iria ser opção recorrente também em qualquer plantel dos grandes pois interpreta muito bem as ideias de qualquer treinador pois é intenso, disciplinado e inteligente a jogar á bola e trabalha sempre para melhorar.

Custou um saco de tremoços e mesmo assim lá estão os velhos do restelo a minimizar o que é nosso e a enfatizar o que é dos rivais…

Eustaquio ou Florentino são alguns mega craques do Fifa 2022 ???

Queriam um Argentino como o Peres e por causa disso este aqui não presta e não tem valor… enfim…

Tremoços, é o que é tremoços

2 Curtiram