Hóquei em Patins Feminino - Época 2021/2022

RITA BATISTA É LEOA

Por Sporting CP
22 Ago, 2021

HÓQUEI EM PATINS

Defesa/médio tem 25 anos e chega para a equipa feminina de hóquei em patins

Rita Baptista é reforço da equipa feminina de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal. A defesa/médio chega da UD Vilafranquense, onde jogou na temporada passada, depois de ter estado vários anos no HC Carvalhos.

“Chegar ao Sporting CP é incrível. É um mundo à parte daquilo que se vive nos outros clubes, mas também sei que se exige maior rigor e profissionalismo às atletas", começou por dizer a hoquista, acrescentando: “É o atingir de algo pelo qual tanto lutei. Quando recebi o convite fiquei surpresa, mas desde o primeiro dia em que comecei a jogar hóquei que o objectivo era chegar ao topo, por isso, chegar a este patamar é muito bom. Estou a desfrutar agora, mas aproxima-se o tempo de trabalhar”.

Pronta para o desafio, Rita Batista diz que “o objectivo máximo é ganhar”. “Foi aquilo a que me propus e é também isso que o Sporting CP almeja em todas as épocas, independentemente das equipas", justificou.

Para quem não a conhece, a atleta de 25 anos, apresentou-se dizendo que a sua “característica mais relevante é a garra”: “Dou tudo dentro de campo até ao último segundo e é essa capacidade que posso dar à equipa para a ajudar em tudo o que for necessário, seja a defender ou a marcar golos".

Ansiosa por começar a trabalhar e a jogar, Rita Batista está também entusiasmada por contar com o apoio dos Sportinguistas: “Vai ser muito bom poder jogar no Pavilhão João Rocha com a força dos adeptos. Com o apoio deles tudo se torna mais fácil”.

Bem-vinda Rita, mais uma Rita para a equipa. Boa jogadora.
Com esta contratação, ou me engano muito ou o plantel fechou.
Fica no entanto, a meu ver, uma posição por reforçar, a de interior. Parece-me que apenas a R. Lopes é um bocadinho pouco.

À partida vamos poder contar mais com o banco, mas a falta de uma goleadora/artista deverá continuar a desequilibrar a balança…

1 Curtiu

Foto César Lomba

NOVA ÉPOCA JÁ ROLA

Por Sporting CP
24 Ago, 2021

HÓQUEI EM PATINS

Hóquei em patins feminino voltou aos treinos

A equipa feminina de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal iniciou, esta semana, a preparação da época 2021/2022. Nos primeiros treinos realizados no Pavilhão João Rocha, o técnico Nuno Pinto já teve às ordens as quatro novas jogadoras Leoninas: Alice Vicente, Inês Vieira, Rita Batista e Inês Açoreira.

A liderar as Leoas do hóquei em patins pela segunda temporada, Nuno Pinto quer elevar a fasquia em 2021/2022 e dar um passo em frente na evolução da equipa. “É uma época que se espera melhor do que anterior, embora também tenha sido boa, temos esse objectivo. Chegámos aos momentos de decisão, mas infelizmente não conseguimos os títulos. Agora, estamos com muita vontade de começar”, garantiu o treinador à Sporting TV , antes de falar sobre as jogadoras que reforçaram o plantel.

“Introduzimos duas jogadoras internacionais, a Alice [Vicente] na baliza e a Inês Vieira e trouxemos a Rita Batista que nos dá alguma potência e meia-distância. Apostámos também numa atleta jovem, a Inês Açoreira, que fez bastantes golos na época passada”, detalhou, acrescentando: “Conseguimos tudo aquilo que queríamos e nos era possível, acho que temos um plantel mais equilibrado do que no ano passado e pronto para a luta”.

Ana Catarina Ferreira, jogador a e capitã das Leoas, também lançou a nova época, admitindo que “é bom regressar a casa”.

“Temos algumas caras novas, mas que já conhecíamos e temos uma base muito sólida. Assim, a integração torna-se mais fácil e a qualidade que elas também trazem vem ajudar, sem dúvida alguma”, elogiou a hoquista verde e branca, que assegurou que a equipa está recuperada depois de “uma época muito longa e desgastante” e pronta “para dar tudo” em 2021/2022.

CRÓNICA | Remontada e excelente imaxe (5-4)

O Liceo Feminino supera ó Sporting CP tras un gran exercicio de personalidade.

ADN Liceo de manual. Así se pode calificar o partido de presentación das recén ascendidas a OK Liga, superiores a un serio e perigoso Sporting de Portugal.

Todo iso despois de que, ó principio, se fixera valer a gran categoría do rival. O Sporting amosou calidade e apenas tardou dous minutos en colocar o 0-1, obra de Margarida tras unha boa xogada colectiva. Resultado enganoso tendo en contra a posta en escea do Liceo de Carlos Loureiro, que estreaba galas e incorporacións.

A pesar da resposta local, o conxunto luso logrou aumentar a vantaxe (minuto 7) desde o punto de castigo. Catarina superou a Katy e deixou un marcador duro, pero as verdibrancas asumiron o reto. Melloraron o seu rendemento e puxeron en problemas ó Sporting ata que Naiara , en menos dun minuto, igualou o duelo (2-2).

O 3-2 puido chegar en múltiples ocasións, pero foron as portuguesas as que se adiantaron de novo mediante Rita Batista e Ana Catarina (2-4). Con esta situación naceu o descanso.

Perseverancia

Lonxe de rendirse, o Liceo regresou á pista coa mesma actitude do 2-2 parcial. Amosouse ambicioso e con oportunidades a pesar do gol anulado que anotou o Sporting (logrado co patín tras un rexeite de Viki Caretta, que tomou o lugar de Katy). Nunca amedrentou.

Instantes despois, Alba Garrote marcou o 3-4 cunha definición potente. A falta de doce minutos, ela mesma logrou o 4-4. Viki foi chave para conservalo tras salvar tres oportunidades claras do rival, finalmente superado polo hat trick de Naiara Vaamonde. O seu gol, vital para a remontada, chegou a dous minutos da clausura.

FICHA TÉCNICA

DEPORTIVO LICEO: Katy Guscin; Ale Martín, Luchy, María Sanjurjo, Alba Garrote (quinteto inicial), Andrea Ojeda, Naiara Vaamonde, Lara Yáñez, Lucía Yáñez, Cris Diz, Isa Barros e Viki Caretta.

SPORTING PORTUGAL: Claudia Vicente; Inês Arrais, Rute Lopes, Margarida Florêncio, Ana Catarina (quinteto inicial), Inês Açoreira, Inês Vieira, Rita Batista e Alice Vicente.

ÁRBITROS: Nicolás Morandeira e Diego Garrido. Sen cartóns azuis.

GOLES: 0-1 (Margarida Florêncio, min. 2). 0-2 (Ana Catarina, min. 7). 1-2 (Naiara Vaamonde, min. 14). 2-2 (Naiara Vaamonde, min. 15). 2-3 (Rita Batista, min. 22). 2-4 (Ana Catarina, min. 25). 3-4 (Alba Garrote, min. 27). 4-4 (Alba Garrote, min. 38). 5-4 (Naiara Vaamonde, min. 48).

INCIDENCIAS: Partido de presentación do Deportivo Liceo 21/22 (edición feminina). Pazo dos Deportes de Riazor.


Gilberto Dias Borges
@GilbertoDiasBo1

·

1 h

Na apresentação do Liceo, o Sporting CP venceu ontem em Masculinos o Histórico Liceo por concludentes 5-2 e em Femininos cedemos a acabar o jg por 5-4. 1100 assistiram às 2 partidas com entusiasmo. No próximo sábado a reedição destes jogos para o Troféu Stromp. Força Sporting!

Qual é o nível do Liceo?

Estão a começar a investir na modalidade

Têm uma dupla de ataque muito forte, Alba Garrote que sugeri aqui em tempos e a Maria Sanjurjo ex Gijon

Penso que devem ter equipa para fazer top 6/8 na OK Liga, o que é muito bom, tendo em conta a competitivade da liga
Em Portugal, lutavam pelo título

VITÓRIA E DERROTA NA CORUNHA

Por Sporting CP
29 Ago, 2021

HÓQUEI EM PATINS

Equipas de hóquei em patins defrontaram HC Liceo

As equipas masculina e feminina de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal defrontaram, este sábado, o HC Liceo nos respetivos jogos de apresentação dos galegos no Pazo dos Deportes de Riazor, na Corunha.

Começaram as Leoas de Nuno Pinto, que perderam por 5-4 num jogo disputado até ao fim. Começou melhor o Sporting CP, que conseguiu chegar ao 0-2 por intermédio de Margarida Florêncio e Ana Catarina Ferreira. Naiara Vaamonde, com um ‘bis’, empatou para o HC Liceo, mas o emblema de Alvalade conseguiu mesmo repor a diferença de dois golos ao intervalo (2-4) graças aos tentos de Rita Batista e Ana Catarina Ferreira.

O HC Liceo voltou melhor dos balneários e dominou, em termos de resultado, o segundo tempo. Alba Garrote (duas vezes) e Naiara Vaamonde, esta última a fazer o 5-4 a dois minutos do fim, consumaram a reviravolta para as visitadas.

A seguir, nos homens, o resultado foi outro e favorável ao Sporting CP: 2-5. Apesar dos sete golos no desafio, o resultado ao intervalo era de apenas 0-1, com Ferran Font a facturar.

Aos 28 minutos, Gonzalo Romero apontou o 0-2 e Alessandro Verona, aos 37, o 0-3. Marc Grau reduziu para 1-3, mas Gonzalo Romero e Ferran Font chegaram, ambos, ao ‘bis’ e o Sporting CP vencia por 1-5 a sete minutos do fim. Houve ainda tempo para César Carballeira estabelecer o resultado final em 2-5 para os Leões.

Alguém sabe porque a Rita Lopes não esteve na Corunha?

Motivos profissionais segundo a Sporting Tv

Obrigado.

1 Curtiu

1 Curtiu

4 de setembro às 20h00 - SPORTING TV
Hóquei em Patins / Seniores Femininos - Sporting CP vs. HC Liceo
Troféu Stromp

RUTE LOPES: “QUEREMOS DEIXAR UMA BOA IMAGEM”

Por Sporting CP
03 Set, 2021

BASQUETEBOL

​Hóquei feminino enfrenta HC Liceo no Troféu Stromp este sábado

A equipa feminina de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal vai disputar o Troféu Stromp este sábado, no Pavilhão João Rocha, diante das espanholas do HC Liceo (20h00).

Depois do desaire por 5-4 no último fim-de-semana, frente ao mesmo adversário, a Leoa Rute Lopes espera “um jogo diferente, até porque este vai ser em casa e com adeptos”.

“Já temos saudades dos Sportinguistas e a presença deles motiva-nos ainda mais, queremos deixar uma boa imagem. Esta semana foi um pouco atípica pois tivemos treinos da selecção e na terça-feira fizemos apenas ginásio, não calçámos os patins. A integração dos reforços ainda não está a 100 por cento, temos várias caras novas que ainda não estão dentro dos processos da equipa, o que é normal pois estamos na segunda semana de treinos”, disse à Sporting TV.

“Nesta partida vamos querer trabalhar mais as dinâmicas e outras situações, queremos dar alegrias aos adeptos e mostrar-lhes que estamos na luta. Contamos com o apoio deles”, frisou a atleta de Alvalade, antes de analisar a partida disputada entre as duas equipas na Corunha.

“Apesar de termos entrado na quadra com apenas uma semana de trabalho, foi bom para criar espírito de equipa. Isso é importante porque um grupo forte pode fazer com que jogos difíceis se tornem mais fáceis. Houve três jogadoras que não estiveram presentes e isso dificultou o nosso jogo pois rodámos menos a equipa do que era suposto. No segundo tempo chegámos a um momento em que a fadiga falou mais alto e as coisas não saíram tão bem”, assumiu.

Já depois de considerar que “a equipa está mais forte e equilibrada esta temporada”, Rute Lopes mostrou-se satisfeita com o facto de a irmã Rita Lopes e Sofia Moncóvio já estarem disponíveis para dar o seu contributo, ficando ainda em aberto a participação de Inês Açoreira.

“São duas peças que conhecem a dinâmica da equipa e sabem o que o treinador pretende, o que faz toda a diferença. Fizeram falta para ajudar a equipa a ser mais equilibrada. Com a presença das duas, temos tudo para dar melhor resposta do que no último jogo”, referiu.

A fechar, a jogadora verde e branca apontou três razões para os Sportinguistas comparecerem no Pavilhão João Rocha (50 por cento da lotação permitida) e apoiarem a equipa.

“Primeiro, é o jogo de apresentação e há muitas caras novas para os adeptos conhecerem e receberem, de forma a demonstrar o grande Clube que o Sporting CP é. Em segundo lugar, venham apoiar a equipa pois já temos saudades da comunhão com os adeptos e do carinho que eles nos dão durante o jogo. Por último, isto só faz sentido se remarmos todos para o mesmo lado e, se assim for, vamos dar as alegrias que os Sportinguistas merecem”, concluiu.

1 Curtiu