Futebol Modesto

Além de ser o dono da Piriquita, o Grande Fernando é o presidente da junta e o presidente do 1º Dezembro. E grande Sportinguista! Costuma acompanhar o clube no estrangeiro e tudo.

Foi ele o grande impulsionador do S.U. 1º Dezembro.

E não, não sou empregado da Piriquita. ;D

Mas és menino para ires lá e oferecerem-te um travesseiro e… uma Ucal.

É mau? É o mínimo que podem fazer. Ainda conhecem o concelho mais bonito do País, com guia, e nem um lanche pagavam…?

Por influência do meu avô materno (também ele sportinguista fanático) o meu 2º clube é o Casa Pia. Mas é uma paixão à distância, ainda não tive oportunidade de ir ver um jogo a Pina Manique e limito-me a ter um galhardete dos “gansos” pendurado na porta do frigorífico.

Mas durante dois anos cheguei a ser o motorista “oficioso” da equipa de juniores da Associação Desportiva de Oeiras, a terra onde cresci. Nessa altura um dos meus irmãos fazia parte do plantel e como tínhamos uma carrinha com 9 lugares e o clube nem um carocha tinha, acabei por ser recrutado para transportar uma boa parte dos jogadores sempre que a equipa jogava fora. Graças a isso pude conhecer vários campos da região de Lisboa (Talaíde, Trajouce, Manique, Algés, Alcoitão, Abóboda, Fontainhas, Cascais, Porto Salvo - para o grande “derby” - e por aí fora), campos todos eles saídos de um episódio da “Liga dos Últimos”, a começar pelo do Oeiras (foi antes da construção do estádio novo, o campo era pelado e não havia bancadas, só uma colina onde os espectadores se podiam empoleirar para ver melhor o jogo).

Acabou por se tornar uma experiência inesquecível, conheci todo o tipo de pessoas, fui a sítios que de outra maneira nunca teria visitado e ainda me pagaram uns quantos petiscos. No campo do Fontainhas (em Cascais) chegaram a atirar com copos e garrafas a mim e aos restantes “tiffosi” da ADO, mas de resto tudo correu pacificamente, num espírito de desportivismo e camaradagem. Daí que ainda hoje procure os resultados do Oeiras.

:offtopic: Por falar em momentos complicados:

Eu cheguei a jogar futsal oficial pelo GD Ramiro José e lembro-me que uma vez fui jogar ao Castelo. Além de termos sido claramente prejudicados pela arbitragem, os gajos jogavam bastante duro e o ambiente nas bancadas estava de tal maneira quente que no final do encontro tivemos que sair meio a correr porque para sair era daquele campo é preciso passar ao lado de uns prédios onde estavam umas velhas a assistir ao jogo e que se lembraram de se despedir de nós à cuspidela. As velhotas eram mesmo as piores!! Ao passo que os homens limitavam-se a ofender e a ameaçar (verbalmente) porrada, elas cuspiram-nos literalmente em cima.

Lembro-me também de ter ido jogar a outro campo (não me recordo onde) em que o campo tinha grades à volta, só chungaria a assistir ao jogo e de haver algumas armas brancas escondidas no meio do público e haverem miúdos que por entre as grades tentavam roubar-nos os casacos de fato de treino que estavam no chão.

:arrow: :arrow: :arrow:
O Fernando Cunha é uma excelente pessoa, e até vai ver jogos do Sintrense! :wink:

A D. Augusta dos Judas? :rotfl:

em area de projecto o meu grupo está a fazer um tragalho de grupo sobre o futebol amador. Queremos ver como eles sobrevivem, de onde vem a maioria das receitas? Deixem sugestões para dinamizarmos o nosso trabalho. Em principio como somos da zona de sintra vamos fazers obre o Sintrense, Lourel, Hockey de Sintra e se calhar mais alguns.

Já joguei nesse grande clube. :lol: Em que o meu mister era o marido da mulher que tratava dos equipamentos, e viviam lá no estádio.
Penso que demonstra um bocado das minhas qualidades futebolísticas :shifty:

E tu não tens piada nenhuma, e metes todos no mesmo saco!
Se queres falar sobre os clubes como o Sintrense, informa-te, pois no caso deste são 1500 sócios e nem todos são assim como dizes, nem a Câmara de Sintra tem ajudado tanto como queres fazer entender. E tenho a certeza que o mesmo se passa com outros clubes.

Ele disse que ia fazer sobre os clubes da zona de Sintra, logo deverias ter lido melhor antes o que disseste inicialmente. Não te vou mentir ao dizer que há adeptos que vão muitas vezes ao bar, no entanto, os mesmos não saem bêbedos do estádio, muito menos à noite. E se queres saber, o Sintrense esteve pelo menos uns 3 anos sem receber um euro da C.M.Sintra, por dívidas e penhoras…

No Sintrense, temos um complexo com uma bancada para 2800 pessoas e um relvado, além de ter sido o 1º campo de futebol no qual foi transmitido um jogo em directo (nos tempos em que ainda era pelado e tinha uma orientação diferente), e todas as equipas têm bons complexos com campos sintéticos ou relvados. Lá que na “Lesboua profunda” esteja tudo degradado, não quer dizer que estejamos todos no mesmo saco.

O meu “segundo” Clube é o Almada Atlético Clube. Foi fundado a 20 de Julho de 1944. Actualmente disputa a 2ª Divisão da AF Setúbal.

Era aí que deveria ser o jogo com o Pescadores! :wall:

Dois grandes clubes, em especial a grande ADCEO, o melhor clube de bairro do mundo, infelizmente não acompanho muito nenhum dos dois, dedico-me exclusivamente ao Sporting, apesar de me alegrar sempre com as vitórias de qualquer um deles.
Como a vitória moral num amigável que o Olivais e Moscavide jogou contra os lampiões, no ano em que eles jogavam na Liga de Honra, e que empataram, apenas porque o o palhaço do árbitro, nem num jogo amigável resistiu a dar uma ajudinha aos palhaços.

Em relação ao Olivais e Moscavide, joga agora na 3ª Divisão Série E (a mesma do Sintrense), onde é penúltimo. Segundo o que me disseram lá quando o Sintrense lá jogo há 2 semanas (venceu por 0-3), é uma equipa que não recebe nenhum tipo de salário fixo, e é completamente amadora, além de me ter parecido ter muito pouca qualidade. Acontece que esta equipa está bastante próxima de acabar, pois acumula dívidas a jogadores e instituições dos tempos da Liga Vitalis e 2ªB (onde falhou a 2ª subida nos penalties do play-off após ter tido uma só derrota em 36 jogos, mais a da 1ª mão :o), e segundo alguns sócios as mesmas são quase impossíveis de pagar. Inclusive, já mais de uma vez se comentou que não iam aparecer a alguns jogos, embora me pareça que isso nunca vai acontecer.
Claramente, mais um exemplo de uma equipa que tão rápido subiu, e ainda mais rápido caiu. Já vão umas quantas no nosso futebol…

Grande ADCEO! Comecei a jogar andebol lá! E também andei no futebol, mas por pouco tempo. 8)

Tou a ver que a ADCEO e os Olivais estão bem representados aqui no fórum. A Encarnação é um verdadeiro bastião de Sportinguismo! :victory:

Sport Clube Sanjoanense

Sport Clube Sanjoanense do Passado ao Presente
O Sport Clube Sanjoanense fundado a 7 de Agosto de 1949 pelos sócios fundadores: António da Silva Rodrigues, António Rodrigues R. da Rocha, Arsénio Alves da Mata, Joaquim Carreira, Joaquim Marques Soares, José Alves da Mata, Leopoldino dos Santos e Manuel Alves da Mata.
A ideia de fundar o Clube partiu destes sócios que pensaram em fundá-lo, uma vez que várias localidades perto já tinham o seu próprio clube. Assim surgiu a ideia, e das ideias à prática foi uma passo. Os fundadores conseguiram um espaço cedido por Sr Alfredo Costa e o Sr Conde Mendim, este espaço serviu para construção do campo de futebol.
Pode dizer se que o clube enfrentou algumas dificuldades nomeadamente no que diz respeito à construção do campo e da sua primeira sede no mesmo local. Mas apesar de todas adversidades o campo teve ajuda de muitos da freguesias e não só, porque ajudaram também várias pessoas da Bobadela, Sacavém, Santa iria entre outras.
O primeiro Presidente do Clube foi António Rodrigues. Sendo que o primeiro executivo esteve na direcção do clube durante nove anos consecutivos.
O emblema do Sport Clube Sanjoanense, foi elaborado por um dos fundadores, Arsénio Alves da Mata.
Relativamente aos Balneários, primeiramente, os balneários funcionavam no antigo chafariz de São João, mas o primeiro balneário a ser construido no campo foi em 1952, tendo honras de inauguração por parte do Presidente da Junta, na altura, Sr João Coelho e pelo Regedor da Bobadela Sr António Pipa.
Actualmente Sanjoanense possui 9 Equipas de Futebol (4 de escolas (MINis e Competição), Infantis, Iniciados, Juvenis, Juniores e Seniores), tendo também as modalidades, de Ginástica e Ginástica de Manuntenção, Patinagem, Karaté, Capoeira e Voleibol, tendo estas modalidades como ´casa´ o Pavilhão José Gouveia.
Actualmente o Clube 7 equipas de Futebol federadas, realiza dois saraus anuais onde as outras modalidades demonstram o seu valor, realiza anualmente uma Gala, afim de Premiar todos os atletas, sócios, dirigentes, que se tenham destacado na época desportiva, e ainda Conta com uma revista trimestral Gratuita, dando a conhecer a todos a sua actividade .
O número de Sócios ronda os 1000 e o numero de atletas os 300.

P.S.-Não sei ate que ponto o texto está actualizado.
Digamos que sou um privilegiado, para ver os jogos basta ir à varanda. :mrgreen:

Já agora: :whistle: