FSF vai deixar Alvalade?

Fiz 3 leituras para outros tantos temas:

  • Resolução da questão patrimonial

O Sporting (mal ou bem) acordou com a MDC intervir directamente na resolução da aprovação do projecto que aquela tem para os terrenos que eram do clube. Creio mesmo que essa é uma condição para receber a parte final das verbas.

Acho bem que se pressione a Câmara e restantes organismos que por laxismo, tão ao jeito nacional, entravam a resolução deste assunto.

  • Estratégia de capitalização da SAD

Para mim este é o ponto fundamental no plano de FSF, que ele aliás defendeu muito antes de se lançar na campanha para a presidência. Pessoalmente acho um erro terrível que se ponha sequer em discussão uma hipótese que passe pela venda de mais de 50% do capital da SAD, o que no fundo se traduziria na venda de mais de metade do clube.

  • Discurso utilizado

Ridículo. Sobretudo porque, é a minha opinião, o alvo desta “ameaça” são os sócios, na óptica de levar a cabo o objectivo mais ambicioso de lhes retirar todo o poder de decisão.

Segundo explicou Soares Franco, mais do que promessa, estes acordos já foram definidos em protocolo, mas estão presos em processos administrativos. "E enquanto as coisas não se resolvem, o Sporting paga pela dívida que tem dez mil euros por dia", contabiliza o presidente do clube, referindo que a resolução desses problemas têm de estar próximos. "A paciência e a responsabilidade social do Sporting de aguentar estes projectos tem um limite e uma fasquia", afirmou Soares Franco, admitindo que o clube está "à beira desse limite", e que poderá ter de "responsabilizar as entidades oficiais e governamentais, empresas e autoridades políticas que estão envolvidas neste processo". "Não se pode escrever coisas num papel, escrever protocolos, deixar que o Sporting faça um conjunto de investimento, assumir compromissos...", argumentou.

Nuno,

Os responsáveis pela situação financeira não são os tipos do Metro ou da Câmara. Quem colocou o Sporting nesta situação foi a gestão dos seus dirigentes.

Tem piada que, pessoas que agiram da forma que conhecemos no passado, venham agora exigir responsabilidades a outrém!

O objectivo de FSF é claro… sacudir a água do capote. E pelos vistos em relação a ti a estratégia funcionou, a menos que tenha entendido mal o intuito do teu post.

Esqueci-me há pouco: a ameaça de FSF se demitir é completamente vã. Ele está lá enquanto o BES precisar dele, e é dispensável quando arranjarem outro testa de ferro (poderia até ser antes de Junho).

E depois, quem é que dos “stakeholders” do Sporting se importaria muito que aquele “brilhante gestor” deixasse de ser Presidente do Clube? Alguém consegue ver grandes consequências negativas, admitindo que não se geraria um vazio de poder caso a Direcção se demitisse em bloco?

Fiz 3 leituras para outros tantos temas:
  • Estratégia de capitalização da SAD

Para mim este é o ponto fundamental no plano de FSF, que ele aliás defendeu muito antes de se lançar na campanha para a presidência. Pessoalmente acho um erro terrível que se ponha sequer em discussão uma hipótese que passe pela venda de mais de 50% do capital da SAD, o que no fundo se traduziria na venda de mais de metade do clube.

Relativamente à perda da maioria da SAD, confesso que não tenho a minha opinião totalmente formada. Isto porque é um risco perder a maioria absoluta - veja-se o caso dos clubes ingleses. Não digo que seja bom nem mau (no Chelsea o presente não parece ser cinzento) - mas é um risco. Pessoalmente, não gosto muito de ver a estratégia do “dinheiro compra tudo” à la Chelsea vencer…

Por outro lado, creio que o aumento de capital de que se fala terá mais interesse para os investidores se o Sporting perder a maioria absoluta. Caso contrário está-se a pedir que invistam numa empresa cujo dono vai ser sempre o Sporting.

Afinal o FSF fez bem ou mal ao pressionar a CML ??

É que pelo post fico sem perceber a tua opinião.

O que eu digo é o mesmo que tu no inicio da tua resposta, a pressão tem de ser feita porque é assim que as coisas funcionam neste pais. E repito é assim que os Lamps se governam e pelos vistos dão se bem.

Não conheço os contornos do negocio da venda dos terrenos do antigo estádio, mas parece-me que o Sporting ficou responsavel por conseguir junto da CML as devidas autorizações de construcção. E parece-me tb que na CML as coisas andam de gabinete em gabinete e não são resolvidas, e com as cagadas que se passam na CML parece-me que o Sporting deve ser a ultima das prioridades deles.

Aliás eu lembro-me que a saga do patrimonio do Sporting começou no tempo de Sousa Cintra com o Engº Tomas Aires, junto da CML para se saber ao certo o que pertencia ao clube, já que ninguem se entendia e foi só no mandato do Roquette com o Jorge Sampaio na Cámara é que se chegou a uma conclusão, com o celebre livro branco. Ve la os anos que foram precisos para se terminar este processo.

Se quiser ir ainda mais atrás regresso ao tempo do João Rocha e à forma como a CML à epoca liderada por Abecassis expropriou terrenos ao nosso clube para construir o metro do Campo Grande.

Isto tudo para te dizer que é quase historico, a forma como a CML prejudica o Sporting, ao mesmo tempo que abre o cú ao SLB. E acho que nem é preciso falar sobre a forma como eles conseguiram arrancar a estado as verbas para construir o estadio.

Sobre o passivo, acho tb que não é preciso ser cientista para perceber que o projecto no meio de muita coisa positiva, fez-se tb muita merda.

Hoje vive-se no Sporting a cultura do “Damage Control” à espera de melhores dias !!

Afinal o FSF fez bem ou mal ao pressionar a CML ?? É que pelo post fico sem perceber a tua opinião.

Fez bem, claro. A parte em que me dirigi a ti tem a ver com o trecho a que fiz quote, porque me pareceu, como também já ouvi e li a outras pessoas hoje, que existe um “desvio” no sentido das criticas relativamente ao estado financeiro actual.

A critica em relação a atraso na resolução do projecto especifico da MDC pode e deve ser feita, agora tomar isso como responsável pelo caos financeiro do Sporting é que está errado, mas interessa naturalmente à direcção do Sporting que assim seja.

Ele vai lançando a escada, foi a entrevista ao Jogo, agora esta, a pergunta é:

A venda de grande parte do capital da SAD para a mão de 3ºs passava numa Assembleia Geral?

Eu nem quero imaginar esse cenário.

A venda de grande parte do capital da SAD para a mão de 3ºs passava numa Assembleia Geral?

Se houver histórias do apocalipse, sim.

Fiz 3 leituras para outros tantos temas:
  • Estratégia de capitalização da SAD

Para mim este é o ponto fundamental no plano de FSF, que ele aliás defendeu muito antes de se lançar na campanha para a presidência. Pessoalmente acho um erro terrível que se ponha sequer em discussão uma hipótese que passe pela venda de mais de 50% do capital da SAD, o que no fundo se traduziria na venda de mais de metade do clube.

Relativamente à perda da maioria da SAD, confesso que não tenho a minha opinião totalmente formada. Isto porque é um risco perder a maioria absoluta - veja-se o caso dos clubes ingleses. Não digo que seja bom nem mau (no Chelsea o presente não parece ser cinzento) - mas é um risco. Pessoalmente, não gosto muito de ver a estratégia do “dinheiro compra tudo” à la Chelsea vencer…

Por outro lado, creio que o aumento de capital de que se fala terá mais interesse para os investidores se o Sporting perder a maioria absoluta. Caso contrário está-se a pedir que invistam numa empresa cujo dono vai ser sempre o Sporting.

Vamos ver uma coisa.

O interesse de um investidor “externo” relativamente ao Sporting só se coloca em relação ao património imobiliário e esse já se foi quase na totalidade. Os negócios que havia que fazer já foram feitos.

Existe uma alternativa a quem quiser ganhar dinheiro com o Sporting, que é utilizar a implementação do Clube e a influência daí decorrente para alcançar outro tipo de objectivos, mas se calhar o investimento será grande demais para o beneficio.

Depois existe sempre a possibilidade de “lavagem”, utilizando o clube para tal fim. Essa será uma operação interessante para quem necessitar.

Em termos de lucro acho consensual que o Sporting não produz, nem produzirá nunca, receitas que justifiquem o investimento de muitos milhões de euros. Numa óptica puramente comercial a área do futebol não compensa a quem quer investir, e só compensará com um modelo de gestão que fere mortalmente tudo o que o Sporting representa para os sportinguistas.

Ora a “visão” dos arautos de uma solução dessas é mudar o modelo mas manter a “ligação” emocional para com os sócios, porque só assim conseguirão obter resultados positivos.

Mas eu pergunto, sem a tal “ligação”, que é o motor que dá vida a um projecto chamado Sporting, que tipo de beneficio receberá um adepto pelo investimento pesado a que está sujeito?

E se os resultados que interessam (que nesse tipo de relação mais comercial com o clube são fundamentais) não aparecerem, quem evita o futuro adepto sportinguista a ir à empresa do outro lado da 2ª circular, se aquela oferecer conteúdos mais interessantes?

Para mim o aparecimento da SAD já foi um golpe negativo importante para o Sporting, uma passagem a sócio minoritário seria o fim!

"Património vendido, objectivo cumprido". Quem vier atrás que feche a porta. Mamar, mamamos todos, não só os 75%.

Exacto. :arrow:

Ora aí está o ultimo acto em perspectiva…

Amantes da Oligarquia, pensai um pouco, o homem tinha dito ke nunca seria candidato, foi ameaçado pelo BES que no caso de não se candidatar perdia o lugar na OPCA, foi votado com 75%, passou a alienação para o C.Leonino, vendeu abaixo do preço, cumpriu a sua missão, agora é lógico que ser quer ir embora e quem vier atrás que apague a luz, pq akilo ja nao tem ponta por onde pegar…

Parabens a todos os que votaram nesta merda, parabens ao vosso reduzido QI, parabens por transformarem o SCP na miseria que se vê…

Esta é um discussão antiga.

O exemplo dos clubes ingleses não é bom, porque as receitas que eles geram são de tal forma elevadas que de facto são interessantes para potenciais investidores. Já para não falar na visibilidade que se ganha. Alguem verdadeiramente conhecia o Abramovich antes de ser dono do Chelsea ? Ou já tinha ouvido falar do Grazier que comprou o MU ?

Mas os adeptos do MU ou agora do Liverpool encontra-se a discutir exactamente o mesmo que nós ! E onde fica o papel do adepto ? Em Liverpool desde que se soube da compra do clube por dois magnatas Americanos, a contestação é mais que muita, porque eles acham que o espirito do clube se vai perder em favor da vertente financeira. Inclusive apareceram cartazes no Estadio de Anfield a dizer " RIP 06-02-2007" ou seja para muitos deles o clube que conheciam morreu no dia em que foi comprado pela quantia astronomica de 650 Milhões de Euros.

O Sporting, nem nunhum clube do Futebol Portugues, como diz e bem o Rui, realizará receitas que justifiquem a um qualquer maganta vir daqui deixar o seu dinheiro, porque as perspectivas de retorno são muito baixas. Por isso será sempre de desconfiar quando aparecer por cá um milionario interessado em ficar com a SAD.

Dá-lhes Kunhy! :twisted:

Dias da Cunha «despreza» as pessoas que dirigem o Sporting

O ex-presidente do Sporting, Dias da Cunha, atacou hoje de forma dura a actual direcção do clube de Alvalade ao afirmar que os «despreza», que não têm «palavra» e que são «oportunistas».

«Antes do futebol gosto do Sporting. Quero estar calado para não prejudicar o Sporting em coisa nenhuma», começou por dizer Dias da Cunha, à Renascença, tendo depois revelado um pouco daquilo que pensa sobre a actual direcção da equipa de Alvalade.

«Sou complemente indiferente às pessoas que estão no Sporting. Não tenho o mínimo de consideração por elas. O Sporting preocupa-me, com as pessoas que estão a dirigir o clube tenho o maior desprezo. São pessoas que não têm palavra, que entram confundidos e não sabem para onde vão. Oportunistas como o presidente do conselho fiscal.»

Dias da Cunha revelou ainda que também já foi ouvido sobre o caso em torno de João Pinto e que os adeptos «leoninos» podem estar descansados: «O dinheiro que saiu do Sporting foi para o João Pinto e para quem ele mandatou e não existe a mínima dúvida. O Sporting tem todas as razões para estar tranquilíssimo.»

Quem é o presidente do Conselho Fiscal?

Agostinho Abade.

Obrigado.

Do Google:

http://www.sporting.pt/pdf/investor_relations/curriculum_agostinhoabade.pdf

Do Site da RR:

«Dias da Cunha, numa entrevista à RR, quebra o silêncio para dizer que não tem o mínimo de consideração pelos actuais dirigentes do Sporting.

Luis Filipe Vieira almoçou com Dias da Cunha(ex presidente do Sporting) e com Sequeira Nunes (ex presidente do belenenses).

Já vamos aos temas deste almoço. Antes, Dias da Cunha sobre o Sporting, no dia em que o presidente do clube Filipe Soares Franco, anunciou numa entrevista ao “Público” que admite deixar o Sporting em Junho caso não consiga baixar o passivo para os prometidos 100 milhões de euros.

Dias da Cunha quebra o silêncio, para dizer que não tem o mínimo de consideração pelos actuais dirigentes do Sporting. Dias da Cunha chega mesmo a acusar e com nomes, alguns dirigentes de não terem palavra.

Dias da Cunha aponta o dedo a Soares Franco, Rogério Alves e a Agostinho Abade.

Do caso João Pinto, Dias da Cunha revela que já foi ouvido na Polícia Judiciária e que os sportinguistas podem ficar descansados. O dinheiro foi pago a João Pinto ou a quem João Pinto indicou.

Do “Apito Dourado”, Dias da Cunha deposita total confiança em Maria José Morgado e acrescenta que, do tempo em que foi presidente do Sporting, os sócios leoninos podem ficar descansados.

Finalmente, o almoço com Luis Filipe Vieira, presidente do Benfica e com Sequeira Nunes, antigo presidente do Belenenses. O futebol foi tema inevitável do encontro.

O antigo presidente do Sporting diz que Luis Filipe Vieira e Sequeira Nunes, são dos poucos amigos que fez no futebol.»

Bola Branca

Preocupado e não é de agora.
Fazendo fé nos comentários que aqui são feitos, acho incrível a alienação de património não desportivo com entrada de dinheiro a longo prazo.
Acho incrível que o Sporting, ou Sporting SAD, assuma o pagamento das receitas geradas com as rendas das infraestruturas não desportivas vendidas.
Cheira-me a um verdadeiro negócio da china para o comprador.

Mas o mais incrível, desculpem lá alguma ingenuidade de minha parte, é não ver ninguém, notável ou não, fazer algumas perguntas singelas, diria até básicas.

Como por exemplo:

Sendo o Sporting um clube desportivo, e sempre o foi, porque raio se endividou com património não desportivo?

Como se pode reduzir um passivo a curto prazo, se a quantia proveniente da venda do património é, segundo o que consta por aqui, para ser recebida aos “bochechos” e a longo prazo?

Só mais uma questão: 130 metros quadrados? Isso, praticamente, é o mesmo que nada. Não serão antes 130 mil?

Eu não consigo dizer nada. Só isto: andei iludido.
Obrigado FSF por me tirares as duvidas. CABRÃO.

Dá-lhes Kunhy! :twisted:
Dias da Cunha «despreza» as pessoas que dirigem o Sporting

O ex-presidente do Sporting, Dias da Cunha, atacou hoje de forma dura a actual direcção do clube de Alvalade ao afirmar que os «despreza», que não têm «palavra» e que são «oportunistas».

«Antes do futebol gosto do Sporting. Quero estar calado para não prejudicar o Sporting em coisa nenhuma», começou por dizer Dias da Cunha, à Renascença, tendo depois revelado um pouco daquilo que pensa sobre a actual direcção da equipa de Alvalade.

«Sou complemente indiferente às pessoas que estão no Sporting. Não tenho o mínimo de consideração por elas. O Sporting preocupa-me, com as pessoas que estão a dirigir o clube tenho o maior desprezo. São pessoas que não têm palavra, que entram confundidos e não sabem para onde vão. Oportunistas como o presidente do conselho fiscal.»

Dias da Cunha revelou ainda que também já foi ouvido sobre o caso em torno de João Pinto e que os adeptos «leoninos» podem estar descansados: «O dinheiro que saiu do Sporting foi para o João Pinto e para quem ele mandatou e não existe a mínima dúvida. O Sporting tem todas as razões para estar tranquilíssimo.»

É o principal, senão o único, responsável pela situação de o sr. FSF estar onde está.

Ora aí está o ultimo acto em perspectiva...

Amantes da Oligarquia, pensai um pouco, o homem tinha dito ke nunca seria candidato, foi ameaçado pelo BES que no caso de não se candidatar perdia o lugar na OPCA, foi votado com 75%, passou a alienação para o C.Leonino, vendeu abaixo do preço, cumpriu a sua missão, agora é lógico que ser quer ir embora e quem vier atrás que apague a luz, pq akilo ja nao tem ponta por onde pegar…

Parabens a todos os que votaram nesta merda, parabens ao vosso reduzido QI, parabens por transformarem o SCP na miseria que se vê…

Eu acho que ainda falta o ultimo acto, que passa pela alienação da parte de Leão da SAD, dai a jogada de passar a Academia e o Estádio para o capital da SAD (atractivos)

Depois existe sempre a possibilidade de "lavagem", utilizando o clube para tal fim. Essa será uma operação interessante para quem necessitar.

Esse é um grande receio, mas penso que por lei não seja possível alguém ter o controlo da SAD, tem sempre que ser o Clube (corrigiam se estiver enganado).