Ciclismo 2016

[center]Sporting Clube de Portugal - Tavira
[/center]

[center]PALMARÉS NACIONAIS SPORTING
[/center]

[table]
[tr]
[td]
[/td]
[td]
[/td]
[/tr]
[tr]
[td]13 Voltas a Portugal (Títulos por Equipas) [/td]
[td]9 Voltas a Portugal (Títulos Individuais) [/td]
[td]1 Volta ao Algarve [/td]
[td]1 Volta ao Alentejo [/td]
[td]2 Troféu Joaquim Agostinho [/td]
[td]12 Porto–Lisboa [/td]
[/tr]
[tr]
[td]

[left]

  • 1933 1940 1941 1961 1962 1967 1968 1970 1971 1972 1973 1984 1985

[/left][/td]
[td]

[left]

  • 1933 1940 1941 1963 1970 1971 1972 1985 1986

[/left][/td]
[td]

[left]

  • 1985

[/left][/td]
[td]

[left]

  • 1984

[/left][/td]
[td]

[left]

  • 1987 2016

[/left][/td]
[td]

[left]

  • 1912 1913 1936 1938 1939 1941 1954 1960 1963 1969 1974 1987

[/left][/td]
[/tr]
[/table]

[center]PALMARÉS NACIONAIS TAVIRA
[/center]

[table]
[tr]
[td]
[/td]
[td]
[/td]
[/tr]
[tr]
[td]2 Voltas a Portugal (Títulos por Equipas) [/td]
[td]4 Voltas a Portugal (Títulos Individuais) [/td]
[td]1 Volta ao Alentejo [/td]
[td]5 Troféu Joaquim Agostinho [/td]
[td]1 Porto–Lisboa [/td]
[td]2 GP Internacional Paredes Rota dos Móveis [/td]
[/tr]
[tr]
[td]

[left]

  • 2009 2011

[/left][/td]
[td]

[left]

  • 2008 2009 2010 2011

[/left][/td]
[td]

[left]

  • 2010

[/left][/td]
[td]

[left]

  • 1989 1999 2011 2012 2016

[/left][/td]
[td]

[left]

  • 1998

[/left][/td]
[td]

[left]

  • 2007 2009

[/left][/td]
[/tr]
[/table]

Plantel Ciclismo 2016

Corredores:
David de la Fuente (Ex- EFAPEL)
David Livramento
Hugo Sabido (Ex- Louletano-Ray Just Energy)
Jesus Ezquerra (Ex- Active Jet (POL))
Júlio Gonçalves (Ex- Anicolor - Mortágua)
Luís Fernandes (Ex- W52-Quinta da Lixa-JetClass)
Mário González (Ex- Active Jet (POL))
Óscar González Brea (Ex- EFAPEL)
Rafael Lourenço
Rinaldo Nocentini (Ex- AG2R La Mondiale) [Chefe de Fila]
Shaun-Nick Bester (Ex- Bonitas Pro Cycling)
Valter Pereira

Staff: (Não Confirmado)
Vidal Fitas Director Desportivo
Nentcho Dimitrov Director Desportivo Adjunto
Nelson Vitorino Treinador
Jaime Milheiro Médico
Benjamim Carvalho Massagista
Miguel Monchique Mecânico

Contactos:
Clube de Ciclismo de Tavira
Morada: Rua Comunidade Lusíada, 17 A, 8800-397 Tavira
Tel/Fax: +351 281 324 498
Email: info@ciclismodetavira.pt
Facebook: https://www.facebook.com/clubeciclismotavira
Site: http://www.ciclismodetavira.pt/

[center][Versão Provisória][/center]

[center]Calendário da Época 2016:

Fevereiro

– Inicio do estágio em Tavira [10] –

– Fim do estágio em Tavira [13] –

[17-23] Volta ao Algarve – Portugal (2.1)

Março

[06] Clássica da Primavera – Portugal (1.12)

[12-13] 9º G.P. Liberty Seguros/Alpendre – Portugal (2.2)

[16-20] 30º Volta ao Alentejo – Portugal (2.2)

Abril

[02] Clássica Miguel Indurian – Espanha (1.1)

[03] Vuelta a Rioja – Espanha (1.1)

[10] Klassica da Primavera – Espanha (1.1)

[15-17] Castilla y Leon – Espanha (2.1)

[23-24] Volta à Bairrada – Portugal (2.12)

Maio

[04-08] Tour d’Azerbaidjan – Azerbaijão (2.1)

[06-08] GP do Dão – Portugal (2.1)

[13-15] Internacional Cova da Beira – Portugal (2.12)

[20-22] Volta ao Alto Tâmega – Portugal (2.12)

[29] 1ª Taça de Portugal/Volta a Albergaria – Portugal (1.12)

Junho

[02-05] 26º GP JN – Portugal (2.12)

[10-12] 36º GP Abimota – Portugal (2.12)

[18] 2ª Taça de Portugal/Troféu Concelho de Oliveira de Azeméis – Portugal (1.12)

[19] 3ª Taça de Portugal/Memorial Bruno Neves – Portugal (1.12)

[24] Campeonato Nacional CRI Sub-23 – Portugal

[24] Campeonato Nacional CRI Elites – Portugal

[26] Campeonatos Nacional Estrada Elites e Sub-23 – Portugal

Julho

[01-03] Volta ao Minho – Portugal (2.12)

[07-10] GP Joaquim Agostinho – Portugal (2.2)

[27/07-07/08] Volta a Portugal em Bicicleta – Portugal (2.1)

Agosto

[13] 4º Taça de Portugal/16º GP Mortágua – Portugal (1.12)

[14] 5º Taça de Portugal – GP Anicolor – Portugal (1.12)

[20] Circuito de Alcobaça – Portugal (1.12)

[21] Circuito Malveira – Portugal (1.12)

[22] Circuito da Moita – Portugal (1.12)

[22] Circuito de Nafarros – Portugal (1.12)

Setembro

[28/08-3/9] Volta à Bulgária – Bulgária (2.2)

[05-07]Tour do Mar Negro – Bulgária (2.2)

Outubro

[05] Festival de Pista – Portugal (1.12)

[8-11] Tour Abu Dhabi – EAU (2.1)

Novembro

[31/10-8/11] Tour de Taihu Lake – China (2.1)

[10] Tour Yancheng – China (2.1)

O que é que os conhecedores acham da valia da nossa equipa ?

Hoje que se fica a conhecer todo o plantel certo? Penso que o De La Fuente também tá.

k1,

Convém ter uma equipa pronta para várias provas e não apenas para a Volta a Portugal, daí ser necessário ter mais que 3 ciclistas experientes, até para precaver eventuais lesões.

David de La Fuente tb é reforço.

Quanto à regra dos 28 anos, não há problema nenhum. 60% tem que ter menos de 28 anos. Se temos Nocentini, De la Fuente, Sabido, Livramento e Luis Fernandes, precisamos de 8 com menos de 28. Já temos 5 e faltam mais 3.

Depois na Volta não há questões da idade. Podem ir os 5 mais velhos e outros 3.

Atenção ao Gonzalez… Foi campeão sub23 em Espanha em 2013… Atenção ao tipo :wink:

Pequeno detalhe, ele e o Jesús Ezquerra começaram a carreira neo profissional na El Cueva El Soplao, equipa que deu nomes como Alberto Contador, Luis León Sánchez, Carlos Barredo, José Joaquín Rojas , Dani Navarro, Juan Manuel Gárate, José Iván Gutiérrez e Joaquín Rodríguez . Ou seja, são dois ciclistas formados numa das melhores “escolas” espanholas.

O Nocentini está pendurado entre a Caja Rural e o Tavira. Apesar das noticias em Espanha darem como fechado o plantel da CJR . A Androni tb é um nome em cima da mesa.

[member=16700]jvmartins Consegues confirmar o Staff ?

[b][size=12pt]Sporting e Tavira já correm nas estradas de Portugal[/size][/b]

O Sporting está de volta ao ciclismo em parceria com o Tavira.

Depois de quase duas décadas de ausência os “leões” juntaram-se ao Tavira, a equipa mais antiga do pelotão internacional.

Esta segunda-feira, no salão nobre dos paços do concelho da Câmara Municipal de Tavira, decorreu a cerimónia de assinatura de protocolos entre a autarquia, o Sporting e o Clube de Ciclismo de Tavira, representados pelos respetivos presidentes, tendo em vista a formação da sua equipa de ciclismo.

Em nota elaborada pelo Sporting, o clube realça que a parceria com a formação algarvia sublinha a importância dada pelo clube à sua “inquestionável referência como maior potência desportiva nacional, através da descentralização e ligação a uma região como o Algarve”, que há muito merece “uma atenção que as instituições ligadas ao fenómeno desportivo tantas vezes negligenciam, por se focarem apenas em cidades ou regiões”.

A associação ao Tavira, “uma instituição que se destaca não só por ser a equipa de ciclismo profissional mais antiga do mundo, em atividade ininterrupta, mas também por ser um autêntico viveiro dos maiores talentos da modalidade”, sustenta ainda a aposta dos “leões” na formação de atletas e de homens.

Ler mais (com audio): http://www.rtp.pt/noticias/ciclismo/sporting-e-tavira-ja-correm-nas-estradas-de-portugal_d884217

O Vidal e o Nelson sim. Já o tinha referido que são a “alma” do projecto.
O Dr Benjamim é que não sei. Do que vejo vai continuar a mandar ‘bitaites’ e a prescrever treinos. Pelo menos continua com o Filipe. Mas é das pessoas que em Portugal mais percebe da componente médica do ciclismo. O homem é brilhante.

Quem ?

Continua a prescrever treinos ao Filipe Cardoso da Efapel e a mais malta conhecida. No norte 50% têm no dr alguém de muita confiança mesmo.

É OFICIAL: NASCEU O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL/TAVIRA
Por Jornal Sporting
28 Dez, 2015
OUTRAS MODALIDADES
Cerimónia de apresentação decorreu esta manhã no Algarve

Sporting Clube de Portugal/Tavira. É este o fruto da união entre o Sporting e o Clube de Ciclismo de Tavira, consumada hoje, na Câmara Municipal de Tavira, com a assinatura do protocolo que irá juntar ‘leões’ a algarvios até 31 de Dezembro de 2019.A tradição do ciclismo do Sporting alia-se assim ao Clube de Ciclismo mais antigo do Mundo, em actividade ininterrupta, contando com quatro vitórias nas últimas oito Voltas a Portugal em bicicleta, um número que ambas as instituições esperam ver aumentado nos próximos anos, com o objectivo assumido de vencer todas as provas em que o Sporting Clube de Portugal/Tavira participe.

“Não só queremos vencer as competições em que participamos, como estamos empenhados em criar o melhor projecto de ciclismo português. Temos um conceito de ciclismo que não envolve apenas contratar sete ou oito atletas, juntá-los numa equipa e metê-los na estrada. Há toda uma estrutura que tem de ser montada e reforçada para fazermos bem a nossa missão e darmos apoio a esses atletas”, explicou Vidal Fitas, director desportivo do Sporting Clube de Portugal/Tavira, salientando as características que fazem do Clube de Ciclismo de Tavira um parceiro único no panorama mundial: “Somos uma estrutura com 37 anos de actividade ininterrupta, sendo a equipa mais antiga do Mundo, que ganhou quatro Voltas a Portugal nos últimos oito anos e que tem um modelo de ciclismo que em Portugal não existe. Basta perceber que, em 2011, ganhámos a Volta a Portugal com 95% dos atletas formados no nosso Clube e nenhuma outra equipa o fez”.

Se ser director desportivo de uma histórica e distinta equipa como a formação algarvia já acarreta grandes responsabilidades, a junção do Sporting aumenta o grau de exigência. “Estamos a falar do Sporting, não de uma instituição qualquer. O Sporting merece todo o nosso respeito e, como toda a gente sabe, é uma marca internacional e uma referência no ciclismo nacional porque teve aquele que é o maior símbolo português na modalidade, Joaquim Agostinho. Isso traz um acréscimo de responsabilidade, mas existe uma sinergia entre os dois clubes que tornar o casamento perfeito”, confessa Vidal Fitas, corroborado por Marcelino Teixeira, presidente do Clube de Ciclismo de Tavira: “A responsabilidade aumenta, mas os benefícios também. E as parcerias são para que todas as partes saiam beneficiadas, que é o que vai acontecer certamente connosco, já que o Sporting tem uma grande tradição na modalidade e o Tavira tem toda uma estrutura, ‘know-how’ e conhecimento que pode levar em frente aquilo com que nos comprometemos, vencer todas as provas em que participemos”.

Também o Presidente ‘leonino’ se mostrou visivelmente satisfeito com a oficialização do protocolo entre os dois clubes, não esquecendo o que antecedeu esta parceria, mas mostrando-se confiante num futuro a dois, reflectido numa só equipa: Sporting Clube de Portugal/Tavira. “Foi um processo que não começou bem. Tínhamos um acordo com outra equipa, mas, muitas vezes, há males que vêm por bem e acabámos por não concretizar esse acordo e escolhemos o Clube de Ciclismo de Tavira. É a partilha de uma ambição com a equipa mais antiga de todas, com um historial vencedor e muito cumpridora de regras e valores, o que é muito importante para o Sporting, já que faz parte do nosso ADN. A aposta na formação também faz parte do ADN de ambos os clubes e, por isso teremos escalões mais novos. O Tavira representa um município, a região do Algarve e, no fundo, o Sporting é isto: um Clube de Portugal e do Mundo. Juntar ambição, tradição, regras e valores é absolutamente fundamental para se estar no desporto”, afirmou Bruno de Carvalho, completando: “Temos trabalhado em conjunto para criar uma equipa que possa honrar a ambição de ambos, que é ganhar todas as provas em que entrarmos, sobretudo a prova rainha, a Volta a Portugal. Sabemos que já começámos o primeiro ano tarde, mas mesmo assim estamos a conseguir montar uma equipa que nos acalenta estas ambições. O protocolo é de quatro anos automaticamente renovável e queremos voltar ao tempo em que o Sporting ganhava Voltas a Portugal e o Clube de Ciclismo de Tavira também”. Para tal, o Sporting Clube de Portugal/Tavira anunciou já os nomes de oito atletas que irão fazer parte da sua equipa: David Livramento, Valter Pereira, Luís Fernandes, Hugo Sabido, Jesus Ezquerra, Mario Gonzalez, Oscar Gonzalez e Júlio Gonçalves.

Em paralelo, o Sporting assinou também um protocolo com a Câmara Municipal de Tavira, tendo em vista a promoção e colaboração em actividades desportivas não só relacionadas com o ciclismo, modalidade de tradição histórica na região, como também em futuras actividades que se venham a proporcionar.

“Estar associado a marcas de grande visibilidade é fundamental para nós. Tavira já tem um grande nome como actividade turística, cultural e património da humanidade e uma grande tradição no ciclismo, que é desporto rei na nossa região e promove a formação de jovens. Tudo isto dá visibilidade e notoriedade quer ao Sporting quer ao nosso município. São duas marcas fortíssimas que apoiam o ciclismo e irão promover-se e aumentar o seu valor. Há um padrão de qualidade onde fazemos as coisas bem. Esta é uma associação sem riscos, com parceiros de bom nível e honestidade, onde ganham as duas partes”, conta Jorge Botelho, presidente da Câmara Municipal de Tavira, continuando: “O regresso do Sporting ao ciclismo é um orgulho e vai fazer com que o nível da modalidade em Portugal aumente. O interesse, a visibilidade e os adeptos vão crescer, o que será importante para Tavira e contará com a contribuição de todo o município. Viu-se pela enchente de hoje no Salão Nobre da Câmara. Sentiu-se o calor humano, como irá acontecer nas estradas, porque os algarvios revêem-se nesta equipa”.

“Fizemos questão de assinar o protocolo em Tavira, demonstrando orgulho e vontade em poder colaborar com o município e com a região do Algarve na expansão do seu nome, que tanto nos orgulha. O ciclismo movimenta paixões e o Sporting tem uma dimensão inigualável, conseguindo despertar interesse e paixão em muita gente, como se viu hoje. Voltar a pintar a estrada de ‘verde e branco’ é o grande sonho e vontade desta Direcção e não tenho dúvidas de que vai ser bonito ver as camisolas do Sporting no pelotão e os Sportinguistas orgulhosos a espalharem as nossas cores pelas estradas de Portugal”, concluiu Bruno de Carvalho.

http://www.sporting.pt/pt/noticias/modalidades/outras-modalidades/2015-12-28/e-oficial-nasceu-o-sporting-clube-de-portugal

Mais uma modalidade para irmos bater palmas aos rivais. É o que eu retiro desta apresentação. Uma vergonha o que andam a fazer neste segmento. Temos orçamentos inferiores aos rivais em quase todas as modalidades colectivas e como é normal perdemos mais do que ganhamos na maioria delas e ao invés de concentrarmos investimento para vencermos mais, andamos abrir modalidades e a dividir o mal pelas aldeias. Falta estratégia.

Ena, tantas certezas. Conta lá então quem são os dois ciclistas que faltam para compor o plantel.

É que após o feedback bastante positivo do [member=16700]jvmartins sobre os miúdos espanhóis só me parece faltar um chefe de fila para atacar a volta a Portugal.

Ou é só mais um caso de dizer mal só porque sim?

Ele foi o primeiro a dizer que não teremos os meios do Porto. Para mim é suficiente para não ficar satisfeito com esta aposta, já que eu estou me a marimbar para o ciclismo quero é troféus. Logo preferia que este dinheiro fosse usado para reforçar modalidades em que o dinheiro faz falta para VENCER, ou então que se abra os cordões à bolsa e se invista numa equipa para vencer. Agora para fazer figura é desnecessário.

Não ter os meios do Porto é diferente de não lutar para ganhar. Para mim, arranjando um chefe de fila para as provas por etapas ficamos com um plantel muito interessante.

Plantel interessante, por outras palavras não somos favoritos.

Isso nunca seriamos a partir do momento em que o Porto absorveu a melhor equipa do pelotão nacional.