Carta a Frank - ou a certeza de que se exige ganhar

Todos eles são exímios executantes. Se cumprem ou não as suas tarefas já é outra conversa - a conversa que devemos ter com o Frank. Eu já a tive.

:question:
Pelo contrário. Para achar neste plantel a quantidade de virtudes que lhe vês, é que é preciso ter os níveis de exigência em baixo.

:arrow:

Fiz uma comparação simples. O resto são efabulações.

Esqueceste-te de catalogar os ‘superiores’, ou estás esquecido que o sucesso também depende deles? Se quiseres ajuda, cá vai - presidente: mentiroso compulsivo, corrupto, sem legitimidade para o cargo que ocupa, incoerente, um homem que alastra e espalha incompetência por todo o clube. A descrição do nosso presidente é igual à da esmagadora maioria dos nossos dirigentes.

A questão que te coloco é - estando os nossos órgãos directivos podres e efémeros há muito tempo, como queres ganhar o que quer que seja? Como pretendes que os nossos jogadores de futebol (?) mostrem as suas qualidades e cumpram os seus deveres, se há sempre alguém que após as derrotas os felicita e trata como se de ‘autênticos heróis’ se tratassem…?

A crítica que faço é para quem redigiu este texto, e para todos aqueles que acreditam que algo vai mudar só porque - passo a citar - ‘mudámos de treinador’…!

Mas tu achas que eu me contento com este 10º lugar?
Esta equipa tem obrigação de lutar pelo título, claramente.
Mas, da maneira como descreveste os nossos jogadores, em comparação com os outros, parece que temos obrigação de acabar com 30 pontos de avanço do 2º, tal a superioridade do nosso plantel perante os outros.
Ah, e, tirando na parte da formação, estamos muito longe de ser o Barcelona de Portugal.

Falo do que sei. E de futebol sei.

Editado.

Finalmente alguém que se assume…

Pensei que tivessem todos escondidos, a queimar a face de vergonha pela cruz que lá tinham colocado.
Ainda os há quem saia do casulo e venha defender o indefensável.

Esta equipa tem a obrigação de ganhar. Abdicar disso seria abdicar do Sporting.

Quanto ao resto, mil por cento de acordo: tirando a formação, estamos muito longe de ser o Barcelona de Portugal. Mas o Barcelona - basta olhar para o plantel blaugrana - é a formação. E - reitero - dentro do nosso paralelepípedo somos nós o Barcelona.

Assumo o que penso. Ainda sou desses, sim. Haja alguns.

Se as coisas não correrem bem estás cá tu para exigir a saída do treinador… mas o “rambo da fita verde” continuará, imune a todas as críticas, após o 3º treinador despedido…? Fenomenal.

Convém ler o texto. Se o fizer, percebe que, no final, afirmo que o técnico irá acompanhado de quem o trouxe.

Totalmente o que pensei.

Eu li o texto. Todo. O que havia concluído dessa última parte era que quem o trouxe iria também pedir (nesse caso concretizar) a demissão do treinador, caso os resultados fossem negativos.

Ainda assim, porquê só à terceira e não logo após a saída de Domingos ou de Sá Pinto?

só peca por falares nos outros e quando dizes que o avançado holandês é veloz…é lentíssimo.

:great: mas está ai um bom texto

Um dos motivos para estarmos como estamos é o nível de exigência que se tem verificado neste clube, um nível de exigência que considera que o plantel que temos é um plantel de sonho.

Depois de ler aquele texto e de ver tantas comparações absurdas, esta frase está brilhante e merece o meu aplauso.

Esta é uma forma de ver as coisas. A outra forma é avaliar os jogadores pelo que fazem em campo, e aí a conversa muda completamente!

Vemos coisas diferentes. Simples.

Sem dúvida!

nao concordo nada com este texto, os nossos rivais tem muita mais qualidade