Auditoria ao Grupo Sporting

É nestas alturas que gostava de ler os Dr. Verdes desta vida atacar o BDC por crer fazer uma auditoria CREDÍVEL sem problemas de tramar " os amiguinhos" porque não tem passado no clube. Este clube já deve ter sido roubado até ao tutano e a verdade não pode vir ao de cima porque o SCP está cheio de interesses e amiguinhos. Por isso quem vier para lutar contra este corja terá o mesmo tratamento que teve BDC. Caluniado, insultado e ameaçado. Não entendo como é possível alguém saber o que são estas pessoas e o que têm feito ao SCP e continuar apoia-los, é porque são iguais, não encontro outra razão. Agradeço ao Chirola por a cada dia que passa nos elucidar ainda mais sobre esta corja, este fórum fez-me abrir ainda mais os olhos sobre o que se passa no SCP. Acho que esta informação faz falta a muita gente no SCP que não sabe nem metade do que se passa, eu acredito que há adeptos que estão apoiar esta corja mas não sabem o que são de facto.

É pah, cancelem é essa auditoria, sempre poupam uns milhões para comprar jogadores da Colombia e do Peru, porque o resultado de fazer ou não a fazer vai ser exactamente o mesmo. Zero.

Só faz sentido gastar-se dinheiro a fazer uma auditoria, se for para fazer algo a sério.

A verdade é que esta coisa a que eles chamam Auditoria é só mais uma oportunidade que vão ter de afinar umas quantas coisas e eliminar pontas soltas, nada mais!

Só um cego, burro, parvo ou simplesmente lampião é que consegue ler aquele .pdf e achar que é assim que as coisas se fazem e que está tudo bem!

Dias Ferreira, Abrantes Mendes… Defensores do Sporting ?! Eu dava-lhes a defesa dava… cobardes.
E se eles já sabiam que nada podiam fazer, então que não se metessem nesta fantochada, tal como o Bruno não se meteu, mas é o que a casa gasta, é tudo “senhores de bem”. E do Baltazar já nem falo, porque esse gajo nem sequer respeitável é.

E deixo aqui o que disse hoje de manhã no tópico do GL:

Isto só vai servir para ajustar poucas coisas e pontas soltas… e para no final virem aqui, na CS e em Alvalade certas personagens dizer: “Como podem ver, tudo bate certo com os relatórios da SAD, até se confirma que as coisas estão melhores do que se pensava, sendo assim, Godinho cumpriu o que prometeu… bom trabalho”… mas vocês pensam que enganam quem pah?! Vai mesmo ter que ser à força!

Auditoria falsa e sem qualquer sentido. Siga para a próxima mentira.

Uma vez que me pediram opinião sobre o assunto, acho que é positivo haver auditiria, acho que seria preferível começar em 1995 (se bem que pode haver situações em estudo nesse período), e acho mal que o Dr Bruno de Carvalho se tenha posto de parte desta situação.

Uma coisa é uma Auditoria Financeira, que é o que pretendem fazer de 1999 em diante, ou melhor, Auditoria de Afinamento, assim é que está correcto.

Uma Auditoria a sério seria uma Auditoria de Gestão desde 2/5/95. Aí sim. Era vê-los a cair.
E o Bruno de Carvalho já afirmou que se for feito o que disse na frase acima, que podiam contar com ele a 100%.

Já agora, romero, qual a tua opinião sobre o post do chirola? O que tens a dizer às palavras esclarecedoras de Castro Guedes?

As palavras de Castro Guedes espero que não tenham sido assim. Não as ouvi…

Segundo percebi o tipo de auditoria foi escolhido na fase em que foram convidados os candidatos, se alguém queria outro tipo de auditiria poderia ter dito, se não fosse atendido aí sim teria uma uma razão de se vir queixar (é a minha opiniã sobre a forma de fazer as coisas).

Mais do que estar a acusar a direcção, ou os outros candidatos, deve-se penso eu (já que é vontade de muitos), tentar perceber porque não se faz a auditiria nesses moldes e tentar fazer com que seja diferente se a direcção não tem razão.

Aggora como é possível fazer isso não sei. Mas penso que a preocupação deveria ser essa.

Não há ninguém a defender a auditoria?

Cadê eles?

Vergonha na cara?

A Candidatura Independente ao Conselho Fiscal e Disciplinar foi a única que colocou no seu programa eleitoral o tema Auditoria, bem com os indicadores que deviam seguir.
Nem Godinho Lopes, nem Bruno de Carvalho, nem Dias Ferreira, nem Baltazar, nem Abrantes Mendes o fizeram.

Questionei pessoalmente o Bruno de Carvalho no dia da apresentação da sua candidatura, o qual respondeu com um nim.
Questionei pessoalmente o Dias Ferreira na sessão da AAS, questionando se ele sempre era o pai da auditoria ou se era contra. Ao que ele foi evasivo na resposta.
Godinho Lopes nunca se mostrou a favor de uma auditoria, até que estranhamente um dia resolveu dizer que também a faria. Na tentativa de ir buscar alguns votos. Os resultados estão à vista…

No dia 14 de Maio a Candidatura Independente quando percebeu a auditoria fantoche que se estava a preparar, emitiu um comunicado sobre o que devia ser uma auditoria verdadeira e de gestão.

Infelizmente prepara-se uma auditoria embuste, uma fantochada, areia para os olhos dos sócios.

Elementos da candidatura disseram pessoalmente a Godinho Lopes, que ele estava a preparar uma auditoria fantoche. Não foi em conversa de circunstância, mas numa reunião de 2h30…

A tua opinião e forma de ver as coisas, sublinhada a bold, é desatenta, tendo em conta o teor do presente tópico.

Ou seja, mais do mesmo, areia para os olhos…

Segundo me pareceu vários candidatos falaram na auditoria em público. Godinho Lopes incluído. Não estou certo quanto ao tipo de auditoria de cada um…

Se alguém achar inaceitável dentro ou fora do Sporting que se faça esta auditoria, deve dizê-lo e pressionar para mudar os seus moldes. QUanto ao bold referia-me a BdC a propósito de uma conferência de imprensa que deu faz pouco tempo a qual eu achei inapropriada, e se por acaso está contra este tipo de auditoria deveria não se ter posto de parte do processo e agora sim poderia reclamar. Tinha ideia que a auditoria que BdC defendia era identica àquela que esse grupo independente do CS defende.

Já agora, existe alguma versão do porquê desses candidatos preferirem este tipo de auditoria a outra?

[center][size=18pt][b]"Falta auditoria de gestão" [/b][/size][/center]

A comissão criada por Godinho Lopes para efectuar uma auditoria às finanças do Sporting não tem contado com a presença de Bruno de Carvalho, nem qualquer representante, tudo porque este defende também uma auditoria de gestão. “Se a auditoria for de 1995 para a frente, externa, financeira e de gestão, podem contar comigo”, afiançou.

Cada um, agora, julgará por si.

Da minha parte, continuarei a defender uma Auditoria de Gestão, a partir de 1995 até ao presente, realizada por uma entidade externa e independente.

Independentemente do que resultar desta auditoria que tencionam levar a cabo.

Que é que queres mais que isto romero, para saber porque é que o BdC se mete de fora desta auditoria que o Godinho Lopes está a fazer?

Eu não quero saber nada… eu sei que ele se colocou de fora. Se queres que te diga pareceu-me que por azia do resultado eleitoral, mas cada um terá a sua interpretação tão ou mais própria.

E parece-me que ficou de fora sem grande condição de falar grande coisa sobre o tema.

Quando alguém nao concorda com algo que está a ser feito mete-se de fora. Nao sei qual é a tua dúvida. Tu metes-te a participar em algo que nao concordas?

oh romero com essas palavras, cada vez me parece mais que o único que estás a querer convencer é a ti mesmo, mas se acreditas mesmo nisso à que respeitar a tua opinião.

só que às custas desta auditoria a mandar areia para os olhos dos adepto, que já foi uma Academia catapultada para a SAD…
é assim que se mata o Sporting em “silêncio”!

QUando vou negociar algo com alguém e tenho interesse em fazê-lo, percebo que nem sempre tudo pode ser como eu quero, mas nem tudo é como os outros querem, e tento ganhar o máximo possível sabendo que um dia mais tarde posso precisar de quem está do outro lado e por isso não convém esticar muito a corda.

BdC colocou-se na posição mais fácil, “não quero”. POrque o fez eu não sei. Sei que cotribuiu muito pouco para que a auditoria seja do jeito que ele aparentemente queria.

Poderia estar envolvido até no fim, fazer um acordo ou não, mas ter contribuido. Poderia até dizer que não concordava em absoluto, ou que não concordava mas era o possível…
Mas fez o mais fácil e menos produtivo, o “não quero”.

BdC não compareceu às reuniões? Podemos especular…

1 Não querer pactuar com quem o atacou vilmente durante as eleições.

2 Mau perder.

3 Desacordo com os moldes da auditoria.

Talvez nenhuma destas, mais provável que seja um pouco das 3…

O que se sabe e isto passa para lá de BdC ou outro qualquer, é que esta auditoria, que é bem vinda ( mesmo nestes moldes ), mas claramente insuficiente, não esclarece os Sportinguistas, pelo menos aqueles que querem ser esclarecidos, das razões do estado actual do clube, através dos actos de gestão praticados de há muitos anos para cá.

Não a acho uma auditoria fantoche, porque acredito que a análise financeira e resultados da mesma serão fidedignos com a realidade, mas não era, obviamente, isto que se pretendia.

Ou seja podia ter dado a sua aprovação, criando uma razão para que nunca se viesse a fazer uma auditoria a sério.

Sim, porque se ele tivesse dado a sua aprovação, dizendo no entanto que não concordava em absoluto com os moldes da auditoria, caía-lhe toda a gente em cima um dia quando viesse pedir uma auditoria a sério.

E acredito que não haja dúvidas que mesmo que o BdC estivesse envolvido no processo desta auditoria, ela ou nunca seria de gestão, ou nunca incluiria os anos de 1995 a 1999 ou então seria levada a cabo por afinadores de confiança dos coveiros.