11 Mortos - Queda de Árvore (Festa do Monte, Funchal)

Alguém mais está a seguir? Já se fala em 11 mortos e 35 feridos, alguns dos quais em estado grave.

Vi um relato de uma pessoa que garante que o Governo da Madeira e a Câmara do Funchal estavam informados sobre o risco de queda daquelas árvores, tendo até havido notificações oficiais. Mais mortes por incúria do poder político.

Pessoal da Madeira, espero que esteja tudo bem convosco e com os vossos.

Só digo vão lá votar nestes anormais destes políticos , principalmente os das câmaras que não são responsabilizados por nada. :cartao:

Pena das pessoas e das famílias que são apanhados nestas situações.

???

Incêndios, Avionetas na praia, quedas de árvores em plena cidade… está a ser um Verão terrível.

Os meus sentimentos às famílias das vítimas.

A minha tia é guia turística na madeira e disse-nos que ja tinha havido quedas de ramos ha pouco tempo no mesmo sitio e que as autoridades foram notificadas do perigo e nd fizeram

Ag resta o pesar das vitimas

Políticos negligentes… que novidade.

Maior novidade só quando for noticiado que nenhum foi responsabilizado.

Afinal de contas há sempre uma trovoada seca para safar das responsabilidades.

Os nossos líderes autarquicos gastam todas as energias em :

Eleições - construção de casas - arruamentos - obras em estradas de acesso - levantar passeios e colocar passeios - eleições.

Não dá para mais.

  • Limpar mato ao pé de casas e estradas para evitar incêndios , não.

  • Limpar sarjetas para evitar inundações , não.

  • Cortar arvores que sejam um perigo para a via pública , não.

Já anda aí um vídeo no site do público da queda… que brutalidade! :’( >:D

:arrow:

E incrível que hoje quando saímos de casa nunca sabemos se voltamos.

É que para além da incúria dos nossos governantes cada vez assistimos a uma maior falta de civismo das pessoas.

Já para não falar do crime, terrorismo, etc…

Mais uma tragédia abater-se sobre esta terra e sobretudo naquela freguesia. :menos:

É cedo para apurar-se responsabilidades, nomeadamente é preciso entender como aquilo aconteceu e quais as razões para tal acontecimento. É verdade que a vereação da Câmara Municipal do Funchal sabia daquilo, tal como a vereação anterior também sabia. Esta vereação decidiu que havia ausência de perigo e desconheço se estavam a tratar da árvore. Ora, a vereação toma decisões com base em pareceres, em informações internas, prestadas pelos responsáveis do serviços. Veremos quem são os responsáveis. Sei que a vereadora do Ambiente devia demitir-se do cargo que ocupa.

Segundo relatos que ouvi, havia cabos de aço amarrados a várias árvores e isso pode ter sido a consequência da queda da dita árvore. É como disse, primeiro apurar-se as razões e depois deixar que seja a justiça a julgar. A queda de ramos estava identificado e era necessário limpar as árvores, no mínimo estavam obrigados a isso.

Enfim. Faleceram onze pessoas e mais uma vez são os cidadãos que pagam com a vida as más políticas que os nossos políticos tomam. Quando é que se vai perceber que ocupar um cargo político é algo importante e que a sua acção diária gere consequências positiva e negativas na vida dos cidadãos? As pessoas olham para a política como tachos e depois como estão pouco ou nada preparados para assumir esses cargos, estes acontecimentos trágicos acontecem. Há muita negligência e há que apurar responsabilidades.

Pelos vistos a câmara já tinha sido notificada para remover o platano por estar todo “furado” e rachado de alto a baixo. Se fosse familiar das vítimas metia processo crime por homicídio por negligência em cima de quem não se despachou a tratar da árvore.

Para acontecer no máximo o que aconteceu aos vereadores de… Imagina só?! Da Câmara do Porto Santo, quando caiu a palmeira em pleno comício do PSD. Foram condenados a três anos de pena suspensa.

Que ilações foram retiradas? O que se aprendeu com aquilo? Nada, está visto.

Para morremos basta estarmos vivos.

A diferença de hoje para há poucas décadas é que hoje as notícias são globais e, além de globais, são instantâneas.

Há um maluco assassino que mata uma criança numa escola dos states, no minuto seguinte estamos a ouvir sobre essa morte e possibilidade de terrorismo.

Há um comboio que descarrila na Índia, no minuto seguinte estamos a ver as centenas de mortos a serem desencarcerados.

Há um assassínio numa discoteca de Jacarta, poucos minutos a seguir estamos a ouvir falar do atentado.

Depois há outra coisa ‘engraçada’ que é identificação com as vítimas:
Ao serem de sociedade ‘ocidental’/ sociedade com a qual haja uma certa proximidade de cultura/semelhança, meia dúzia de mortos é uma tragédia monumental.
Se for lá para o ‘fim do mundo’ pode ser as centenas de mortos que é como se não fosse nada.

Isto não é crítica a ninguém, é como funciona a mente da maioria perante a ‘explosão’ da quantidade e rapidez da informação de hoje em dia.

Na prática, a população vive cada vez mais. E se há redução de população é por a natalidade ser baixa.

O que quer dizer que antigamente as pessoas morriam mais.
Só que quando alguém morria, um gajo qualquer no outro lado no mundo não sabia, mesmo que fosse no maior atentado/terrorismo ou acidente natural.

Essa informação está incorrecta. A Câmara Municipal do Funchal foi notificada para o estado débil da árvore, primeiramente a antiga vereação e posteriormente a vereação actual. A vereação actual informou que a árvore estava segura (para se avançar com esta informação, significa que houve informações internas nesse sentido, em princípio) e desconhece-se se estava previsto algum tratamento ou se o mesmo estava em curso. Perante uma recorrente queda de galhos, o último caiu em Março, era obrigação da Câmara Municipal do Funchal proceder a uma limpeza da zona, tanto daquela árvore fatídica, como das restantes à volta.

Havia e ainda lá estão os cabos de aço que serviam para segurar árvores, desconheço se estavam a suportar alguma estrutura por causa do Arraial. Desconheço também se esses cabos de aço forçaram a queda da árvore. A verdade é que ali estavam e é preciso perceber a influência, a razão de lá estarem e quem foi o responsável daquilo.

Vamos ver como isto vai evoluir. No passado, no Porto Santo, houve um político condenado. Acredito que aqui acontecerá o mesmo e as pessoas devem, no mínimo, exigir que a justiça investigue. Como disse, para começar, a Vereadora com o pelouro do Ambiente devia demitir-se e devia deixar de ser candidata.

[member=17033]Chown, tem estado a passar uma entrevista com alguém que mora ali perto e que relata todos os passos que deu para alertar para a perigosidade daquela situação, afirmando que tem documentação escrita que comprova aquilo que diz.

(apagar)

Estamos numa secção chamada “Conversas de Café”, onde aliás tu passas muito tempo a conversar sobre Carros (algo que também não tem nada a ver com este fórum).

Para mim, esta é uma secção que também deve servir para discutirmos temas sensíveis e sobretudo para elevarmos o nível de exigência cívica. Permites que tente fazer isso, por favor?

[member=21029]Southwest, sim. É o António Mendonça. O que ele diz é que avisou imensas vezes a antiga vereação e actual, sendo que a anterior considerou normal cair ramos e a actual aferiu que a árvore estava em boas condições. O que eu digo é que a actual vereação para afirmar que está boa a árvore, alguém informou disso, eles tomam decisões com base em informações internas e pareceres. Logo, há que justificar aquilo que se defendeu. Podiam e deviam era ter limpado os ramos, como fizeram no passado algumas vezes, ao que percebo agora, os cabos de aço serviam para segurar as árvores, pode indicar que estavam a tratar das mesmas. Se assim o é - há algum ruído e deviam nos próximos dias explicar tudo isto - é uma decisão que se tomou e haverá consequências sobre a mesma, parece-me.

Aparentemente há aqui negligências e irresponsabilidades. Tanto da vereação anterior, como da vereação actual. Tem que existir obrigatoriamente consequências sobre tudo isto. A actual vereação candidatou-se a novo mandato e creio que perante este trágico acontecimento vão perder as eleições. Ganhando o PSD, cuja candidata fazia parte da vereação anterior, por ter uma base de votos mais fiel. O problema mantém-se e manter-se-á, as pessoas que assumem os cargos políticos têm pouca consciência do cargo que ocupam e que as suas decisões geram consequência na vida das pessoas, perante isto tem que existir alguma justiça, caso contrário vão continuar assumir cargos como meros tachos e vidas humanas a sofrer consequências. Isto revolta-me imenso porque sei como funciona a política e sei que isto vai continuar acontecer. A política é feita por energúmenos mais preocupados em ganhar dinheiro, ter poder e dar de ganhar a um círculo de amigos (empresários) muito próximos. Nojo.

Está a ser um Verão para esquecer.

Uma vez que podes ignorar o assunto e nem frequentar o tópico, dado que discordas do mesmo e nem pretendes contribuir para a discussão, sugiro que termines a participação no mesmo. É que este assunto merece ser debatido, como qualquer outro, numa zona do Fórum que foi criado exactamente para este tipo de debate.

[member=17033]Chown, então na essência (e conhecendo tu muito melhor a situação que eu), confirmas aquilo que me transpareceu desde logo. Mais parecer, menos parecer, tudo isto podia ter sido evitado. Mais uma vez, a população portuguesa é vítima dos políticos que elege. Não aprendemos mesmo.