Wesley Ferreira (Oeiras) - O Jogo

Tem 18 anos e pode ser o primeiro reforço para a equipa B do Sporting

Wesley, avançado do Oeiras, esteve a ser observado na Academia no final do ano e agradou aos técnicos leoninos.

Wesley Ferreira, jovem avançado do Oeiras, sabe O JOGO, poderá ser o primeiro reforço leonino para a equipa B, que deverá integrar o Campeonato de Portugal na próxima temporada.

O brasileiro de 18 anos, que também atua pelos flancos, tem vindo a ser seguido com particular atenção pelos responsáveis pela formação leonina desde o final do ano, altura em que Wesley esteve mesmo a treinar-se à experiência na Academia, em Alcochete.

As indicações foram positivas, mas a decisão de avançar para a sua contratação ficou pendente, algo que conheceu avanços recentemente quando a planificação do regresso da equipa secundária começou a ganhar forma. Graças aos 9 golos apontados em 15 jogos pelos juniores do Oeiras, uma equipa que na formação tem vindo nos últimos anos a absorver vários atletas dispensados por Benfica e Sporting, Wesley entrou nas contas para a equipa B dos leões, a qual terá como principio base o aproveitamento dos atletas provenientes da formação, mas também haverá espaço para aquisições pontuais a baixo custo. Os sub-23 são outro dos espaços competitivos em aberto.

O Jogo

alguém conhece o miúdo? potencial?

Pessoalmente gosto mais do Jorge Câmera de 2003 mas para o contexto de equipa B, no imeadiato o Wesley faz mais sentido. Tenho dúvidas que chegue à equipa principal, mas nunca se sabe! Uma contratação de baixo risco, e com um clube que faz sentido ter proximidade.

Se tens dúvidas que chegue à equipa principal, com 18 anos, não faz sentido. Uma coisa é um Chaby. Vem, é titular absoluto, capitão e a experiência irá ser útil e ajudar os putos a crescer. Este, se não vem para ser titular absoluto, não tem perspectivas de chegar à primeira equipa, não traz qualidade ou experiência ao jogo… Vem para melhorar as relações com o… Oeiras? Bem, se fosse para melhorar as relações com o Bayern ou o Barcelona… Agora o Oeiras? Qual a vantagem? Para além de que, com esses clubes, tanto melhoras as relações contratando jogadores que não precisas como oferecendo um saco de bolas e 20 fatos de treino. A segunda opção faz mais sentido.

1 Like

Foi meu adversário.

Nem era o melhor jogador da equipa…Na 1ª Divisão de Juniores há dezenas de jogadores superiores…e até na 2ª

Ok, percebo o ponto do Chaby. Agora a minha pergunta é a seguinte: Quantos jogadores que existem nos mais diversos escalões que estão prontos para um contexto competitivo tão exigente como o CP e até mesmo a liga revelação? Atenção, eu sou um defensor de que os jogadores devem jogar e evoluir num contexto tão díficil quanto possível, mas que haja possibilidades de ter sucesso. Vai ser necessário reforçar a equipa, pois não temos quantidade/qualidade para alimentar mais uma equipa. Se é com o Wesley? Esperar para ver! O processo de formação é imprevisível.
Relativamente ao segundo ponto, estou em desacordo. Estamos a falar de um clube que para o ano vai ter todos os escalões em campeonato nacional, não é nenhum Olivais Sul desta vida (com todo o respeito ao clube), tanto que não compreendo bem o teu ponto acerca do Bayern ou do Barca. Estamos a falar de um clube que atrai no mercado distrital, conseguindo jogadores que passaram por clubes como o nosso e o benfica. Na minha opinião é importante ter uma espécie de controlo e boas relações com clubes como este, principalmente com interesse nos escalões mais novos. Relativamente à parte do material que foi mencionado, só conheço o clube por terceiros, mas as infraestruturas têm condições! O estádio Mário Wilson recebeu jogos da Taça de Portugal, não sei até que ponto é que um clube de campeonato nacional, e que consegue ter outras modalidades como natação e o hóquei (onde conseguiu comprar fora) se vai pela conversa das bolas!

E eu compreendo que seja bom ter contactos com o Oeiras. Não entendo é que seja necessário entulhar as nossas equipas com gajos de lá para termos esses contactos. Não temos quantidade para as equipas todas? Melhor. Mais minutos sobram para todos! Com boa gestão, 20 jogadores de qualidade na primeira equipa, 25 para andarem a tempo inteiro entre equipa B e sub 23, mais 15 no limbo entre formação e estas duas últimas últimas equipas, chegam perfeitamente. Não temos quantidade para isso? Sinceramente duvido…

Ok, percebo o teu ponto, e concordo quando dizes que não é preciso entulhar com malta de fora por contactos. 100% de acordo. A minha questão é mais acerca da qualidade do jogador em si, pessoalmente desconhecendo por ter a amostra de apenas de um jogo, mas a ser contratado, terá de ser sempre para acrescentar qualidade ao grupo, mesmo não sendo um jogador que vá ser titular. Aliás a ser contratado parto do princípio que ou já treinou com a equipa anteriormente ou que os responsáveis pelo recrutamento saibam o que estão a pegar (mas isto do recrutamento e dos scouts é conversa para outro dia :sweat_smile:). Em relação aos minutos, concordo também que é importante os jogadores terem mais minutos nestes novos contextos, mas acho importante a equipa ser um pouco mais extensa! Sobretudo nestas transições entre escalões/equipas, onde a carga física vai aumentar tremendamente e com ela também o número de lesões… para além das óbvias questões de gestão e competitividade no plantel (que pareces, defender através da rotatividade entre equipas/escalões?, o que faz algum sentido). Mas atenção! Não defendo a contratação massiva de jogadores! Penso apenas que faz sentido contratar alguns jogadores de forma a maximizar a gestão das cargas físicas e emocionais do plantel, bem como o acréscimo de competitividade ao grupo.