Tinga fica no Brasil

Eu só espero que outro jogador não fique por lá, tou a detestar estas férias de Natal! :evil: Raio dos brasucas!

Nao, mas nem que tenham sido 300 mil euros, foi um grande trabalho a mesma, livraram-se dele!

Nao conseguem dizer bem da SAD uma vez que seja? :shock:

A questao aqui nao é dizer bem nem mal da SAD. A questao é que tu disses-te que tinham ganho dinheiro, eu limitei-me a perguntar se tu sabias na realidade quanto foi gasto na contratacao do Tinga para saber se realmente sabias se foi ganho dinheiro como tu dizias, tu respondes-te que nao sabias. Onde é que alguem disse mal da SAD? :lol:

Pensei que tavas a dizer que sabias quanto era ( que fazia com que nao houvesse lucro), e aproveitavas isso para dizer que a SAD nao faz nada de bom :smiley:

De Tinga só posso dizer que foi um bom profissional e ao qual nunca vi regatear esforços dentro de campo. Se mais não fez foi pq mais não era capaz.
Aliás, não sendo muito talentoso com a bola considerava-o, no entanto, minimamente útil na luta do meio campo onde a sua combatividade, por vezes atabalhoada, fazia um pouco de contrapeso à sonolência pastosa dos ditos criativos.

Tendo, ainda por cima, rendido alguns euros aos estafados cofres do clube só lhe posso desejar as maiores venturas nesta nova etapa da sua vida profissional.

Vai Tinga!Que sejas feliz e que sempre trates o Sporting com o mesmo respeito com que ele te tratou a ti.

Eu só espero que outro jogador não fique por lá, tou a detestar estas férias de Natal! :evil: Raio dos brasucas!

Percebes sequer que o jogador já foi vendido e não é isso que se discute?

Era melhor leres o threads com atenção antes de botares faladura…

Ja dizia o meu avô, “Se não tens algo de jeito para dizer mantem-te em silencio”… :roll:

Boa Sorte Tinga.

Como professional sempre lutou para dignificar a camisola do Sporting. Não era um virtuoso , porém nunca desistia.

Apesar de achar que não é jogador para o Sporting, penso que há lá outros e da mesma nacionalidade que se enquadram muito menos no colectivo. Refiro-me, como é óbvio, ao veloz Rogério.

O plantel poderá ficar com problemas caso Rocka ou Custódio não possam jogar, porque Beto não tem rotina no lugar.

Eu só espero que outro jogador não fique por lá, tou a detestar estas férias de Natal! :evil: Raio dos brasucas!

Percebes sequer que o jogador já foi vendido e não é isso que se discute?

Era melhor leres o threads com atenção antes de botares faladura…

Ja dizia o meu avô, “Se não tens algo de jeito para dizer mantem-te em silencio”… :roll:

E tu percebeste que eu li a thread? Pelos vistos, não.
Mas deixemo-nos de guerrinhas tolas. :roll: SE NÃO GOSTAS DO QUE POSTO, IGNORA! Já dizia o teu avô:“Se não tens algo de jeito para dizer, mantem-te em silêncio”.
Era só o que me faltava! :roll:

[i]EXPLICA A RAZÃO QUE O FEZ REGRESSAR A PORTO ALEGRE
Tinga: «Eu não queria ir para Lisboa»

Tinga foi ontem anunciado oficialmente jogador do Internacional de Porto Alegre. O médio ex-Sporting assinou contrato por quatro anos com o emblema brasileiro, vestindo pela primeira vez a camisola do emblema Colorado, em conferência de imprensa realizada ontem à tarde, no Estádio Beira-Rio.

O Internacional de Porto Alegre aproveitou a cerimónia de oficialização da contratação de Tinga para revelar pormenores sobre a negociação que colocou, também, Marcelo Labarthe na rota de Alvalade.

Além dos 300 mil euros parcelados em três vezes, o Sporting ficou com a totalidade do “passe” do jovem médio Marcelo Labarthe, que chega na segunda-feira a Lisboa, podendo ser integrado de imediato no plantel leonino, caso essa seja a vontade do treinador José Peseiro. Em relação a Cleiton Xavier, o emblema leonino ficou na posse de 30 por cento do vínculo do atleta. Para tê-lo à sua disposição, o Sporting necessitaria de adquirir uma maior percentagem do “passe”. Daí ele ter ficado no Internacional.

Tinga, esse, esclareceu a comunicação social brasileira sobre a razão que o levou a querer regressar ao seu país. “Eu já fui para Lisboa com o pensamento no regresso. Eu não queria ir”, comentou o médio brasileiro, que se transfere agora para o antigo clube de Rochemback.

A opção pelo Inter atendeu à vontade do pai, adepto ferrenho do Colorado. “Estou a fazer um bem a ele. O Sporting foi um clube muito importante na minha vida, mas era chegado o momento de regressar a casa”, disse.[/i]

Pasquim II

Nós aqui a falar do Rochemback e afinal era este gajo que queria sair.

Em relação a Cleiton Xavier, o emblema leonino ficou na posse de 30 por cento do vínculo do atleta. Para tê-lo à sua disposição, o Sporting necessitaria de adquirir uma maior percentagem do “passe”. .

Hmmm… isto nao é la muito interessante, meias sao boas para os pes…