Tempo perdido

Agora q se sabe que o peseiro vai embora, pergunto:

  • Não teria sido melhor o despedimento logo após o jogo com o Paços de Ferreira?

Com um intervalo de 15 dias para os jogos da selecção, o novo treinador teria mais tempo para preparar o jogo seguinte, para tomar o pulso aos jogadores e para se inteirar do estado de espirito da equipa.

O novo treinador terá grandes dificuldades no jogo com o Gil Vicente e com o Boavista, antevendo-se a perda de mais 6 pontitos…
Esta situação não deveria ter sido ponderada?

Continuo a achar que os grandes responsáveis disto tudo se chamam Dias da Cunha e Paulo Andrade.

COMO MODERADOR:

E que tal usar um dos tópicos com este assunto?? :roll:
Era tempo que eu não perdia a bloqueá-lo! :wink: