Taxa de Câmbio Euro/Dólar - oportunidade de investimento?

Gostava de ouvir a opinião de quem está por dentro das áreas de Economia e Finanças:

Acham que o Euro vai valorizar ainda mais face ao Dólar nos próximos 365 dias? Na semana passada o Euro chegou a valer 1,60 Dólares, coisa brutal, mas agora voltou a estabilizar nos 1,55 e parece que esta semana houve umas reuniões importantes daquele pessoal que decide as oscilações nas taxas de juro, quer na Europa, quer nos States, das quais ainda não se sabem conclusões, tanto quanto sei. Qual a vossa previsão?

De repente a questão suscitou-me mais interesse pois ao visitar o site do meu banco deparei-me com a seguinte oportunidade de investimento, que reza assim:

[b]Com o depósito Eurodólar Maio 2009 receba uma remuneração indexada à apreciação do Euro face ao Dólar entre os 0% e os 18%.[/b]

Os juros serão pagos com o reembolso do capital no final do prazo, em 5 de Maio de 2009.

O capital investido não é mobilizável antecipadamente.

O mínimo de investimento é €1000 e não tem remuneração garantida, mas a não ser que ocorra uma catástrofe, dificilmente se perderá dinheiro, digo eu. Já agora, a fórmula de remuneração é a seguinte:

Opiniões precisam-se. :wink:

Não percebo nada de economia, mas os especialistas que se expliquem e ajudem… fiquei curioso!

Eu estou longe de ser especialista, mas deixo a minha ajuda.

Fazendo análise técnica, em termos de longo prazo, a tendência do par cambial EUR/USD (Euro/dólar americano) é de subida encontrando-se neste momento em zona de máximos históricos e está no topo de um canal ascendente que está desenhado no primeiro gráfico lá em baixo.
[Tive problemas com as imagens, por isso elas estão lá em baixo]

Em termos de análise de médio e também de curto prazo, vemos que o par cambial está no último mês e meio num movimento “lateralizador”. Por isso os próximos dias ou semanas serão importantes para verificarmos o desenlace dos próximos meses:

Cenário negativo: Por enquanto a cotação está descer, acabou de quebrar a média móvel dos últimos 50 dias e poderá estar a preparar uma visita à zona de suporte que assinalei no segundo gráfico. Se a cotação não se aguentar nessa zona de suporte, quebrando-a em baixa, então teremos mais descidas, e pelo menos uma visita à base do canal ascendente, podendo a cotação chegar à zona dos 1,43/1,44 dólares. Se este último cenário acontecer então haverá uma prova de fogo para ver se a cotação será capaz de continuar dentro do canal ascendente formado nos últimos anos. Se se aguentar então continuará a subir, mas a cotação poderá daqui a um ano ainda não ter atingido os valores em que actualmente se encontra. Se quebrar a base desse canal então haverão ainda mais descidas.

Cenário positivo: Se quando chegar a essa zona de suporte, a cotação do par se aguentar nessa zona, então poderemos ter novas subidas e uma visita ao topo do canal ascendente atingindo assim novos máximos com o Euro a poder valer entre 1,61 a 1,63 dólares. Se o par quebrar a linha do topo do canal que desenhei, então esperam-se ainda mais subidas e poderá iniciar um movimento brusco de subida com a desvalorização do dólar e nesse caso o próximo alvo serão os 1,70 dólares.

Desculpem a linguagem técnica usada, se houver dúvidas posso esclarecer alguma coisa desta minha análise e dos gráficos.

Em termos macroeconómicos (nesta parte não percebo nada para além do comum mortal), sabe-se que a economia americana está a entrar em ligeira recessão e que a União Europeia está a estagnar. A questão é saber qual das economias se deprecia mais, e os especialistas prevêm que a americana se fragilize um pouco mais do que a Europeia nos próximos tempos. Nesse caso a tendência favorecida será para a cotação do par Euro/dólar continuar na mesma margem de valores, estagnando, ou então subindo ainda mais um pouco.

Opinião pessoal: nesse produto em específico, eu esperaria mais umas semanas, porque o momento está indefinido e esta poderá não ser a melhor altura para tomar uma decisão. Um inconveniente desse produto parece-me ser o facto de uma pessoa não poder resgatar o capital antes do prazo. Não fiquei foi a perceber se existe a garantia de não haver perda de capital (se a remuneração mínima é de 0%, eu presumo que não, mas existem sempre as letras pequeninas e os astericos que não se lêem). Se não existe, então o risco que se corre até nem é muito, quando muito o pior que pode acontecer é uma pessoa e ficar com o dinheiro empatado durante um ano, por isso até parece ser um bom produto de investimento.

Os tempos neste momento não estão bons para investir muito (de um modo geral, porque existem boas excepções) em fundos de investimento, produtos estruturados e acções. No entanto existem sempre bons produtos, bons gestores de conta. Neste momento, as apostas mais óbvias são fundos (ou outros estruturados) sobre produtos petrolíferos e energéticos, de produtos agrícolas (alguns) e também metais preciosos (alguns), que são coisas que presivelmente vão continuar a subir de preço nos próximos anos, a não ser que descubram alguma coisa revolucionária que altere completamente o mundo dos combustíveis e energias fazendo as actuais desvalorizar. Aconselho no entanto que antes de investirem aí a informarem-se o máximo possível sobre o investimento em causa e a procurarem aconselhamento profissional de qualidade.

De resto existem sempre também bons gestores de carteiras em algumas corretoras e bancos (normalmente só trabalham com carteiras de valores no mínimo de 20/25 mil Euros), que independentemente do momento dos mercados, conseguem sempre boas taxas de ganhos.


eurusd longo prazo.PNG

Podemos dizer que esta é a altura histórica de saldos no ebay! ;D

Ricardo, obrigado pela tua explicação e pelo parecer. :great:

Em relação à tua dúvida da garantia de não haver perda de capital, é dito nas condições de subscrição que: “Risco de capital - A segurança do capital está garantida na data de vencimento através de coberturas adequadas nos mercados financeiros.”

Não vou poder esperar algumas semanas como sugeres, porque o prazo limite de subscrição é hoje.

Apenas me resta uma dúvida que queria confirmar. Neste momento o Euro está a valer 1,548 dólares. Quer dizer que só terei ganhos se dentro de um ano o Euro se tiver situado acima desse valor, ou bastará que o Euro valha mais do que o Dólar, para ter algum tipo de remuneração?

Não. Só terás remuneração se ao fim de um ano o Euro se valorizar face ao dólar, isto é, se a cotação do par cambial EUR/USD estiver acima do valor de hoje.

Eu apenas fiz uma análise técnica e tracei os vários cenários possíveis, mas não dei a minha opinião pessoal quanto ao que acho mais provável acontecer. Faço-o agora: acho que existe mais probabilidades de um dos cenários negativos que apontei ocorrer, ou seja, acho mais provável que daqui a um ano o Euro eu relação ao dólar não valha mais do que hoje.

Se o prazo fosse mais alargado, acho que sem dúvida alguma esse depósito seria um bom investimento, uma vez que daqui a uns anos o Euro ainda poderá valer mais face ao dólar. Mas como o período do depósito é só um ano, eu coloco muitas reservas, porque acho ser mais provável que nos próximos 12 meses o par cambial EUR/USD desça ou pelo menos estabilize/lateralize e só um pouco lá mais para a frente acredito que voltará a subir mais. Mas isto é apenas uma opinião baseada na análise ténica que fiz ao par cambial e no dia de hoje. Mas isto nunca se sabe o que pode acontecer. Se houver agravamento inesperado da recessão nos Estados Unidos, se houver uma crise súbita e local como a do subprime ou se houver por exemplo algum atentado terrorista ou outro cenário negativo e inesperado nos EUA, o par cambial pode perfeitamente voltar a subir e em grande força.

Mas eu não tenho estudos superiores na área económica (nem em nenhuma outra área), simplesmente tenho conhecimentos alargados de AT (análise técnica - “aquela coisa” dos gráficos) e pratico-a diariamente.

Ouvi dizer que ia fechar em Outubro…E verdade?

Pois, era o que me parecia.

Já agora, desde há uns tempos para cá que o Bush anda a falar numa injecção massiva de capital através de subsídios às famílias, de modo a revitalizar a economia Norte-americana. Se isto se concretizar suponho que o Euro desvalorize mais em relação ao dólar e nesse caso dificilmente se conseguiria uma remuneração significativa com este investimento. Além disso, acabei de ler agora nas condições de subscrição que a remuneração está sujeita a retenção na fonte à taxa de 20%, por isso torna-se ainda menos apelativo. :slight_smile: Em todo o caso de ora em diante vou estar mais atento a este tipo de investimentos.

Mais uma vez obrigado pelos esclarecimentos.

Devo de dizer que tambem nao percebo nada de economia!!
Mas em relacao ao subsidio as familias e de facto e uma realidade, ja algumas pessoas comecaram a receber!!
Todas as familias irao receber $1.200 dolares , mais $300 por cada menor, portanto no meu caso irei receber $1.800 !!

Quanto a remuneracao estar sujeita a taxa de retencao de 20% , e obvio que nao e verdade, quanto muito seria so de 14%!!
Mas eu e muitos ja receberam a informacao respeitante a quantia que irao receber, e e obvio que os politicos americanos , apesar de tudo nao sao tao aldraboes como os portugueses, portanto quem te deu essa informacao , nao sabe nada o que esta a dizer…

Eu estava a falar da eventual remuneração do fundo (?) de investimento que foi discutido nas mensagens anteriores, que, de acordo com as condições de subscrição do banco português de que sou cliente, fica sujeita à taxa de 20%. Não estava a falar dos subsídios que vão ser atribuídos pelo Estado Norte-Americano.

Desculpa entendi mal!!
Mas ja agora aproveitaria para rectificar que nao seriam os tais 14%, mas sim 6%!!