Sporting Olympics - Gabinete Olímpico do Sporting Clube de Portugal

[facebook]https://www.facebook.com/sportingolympics1/photos/a.1546544172305921.1073741826.1546508418976163/1749504215343248/?type=1&theater[/facebook]

Missão e Visão Promover a Excelência e garantir o acesso às melhores condições de treino e de acompanhamento médico aos atletas seleccionados das Modalidades Olímpicas do Sporting Clube de Portugal e Manter o Sporting Clube de Portugal como a Maior Potência Desportiva Nacional.

O SPORTING OLYMPICS – Gabinete Olímpico do Sporting Clube de Portugal surge na prossecução dos objectivos de excelência no clube que tem o Ecletismo no seu ADN, sendo o clube em Portugal com maior número de atletas e medalhas conquistadas nos Jogos Olímpicos. Como Maior Potência Desportiva Nacional, o Sporting Clube de Portugal criou o Gabinete Olímpico com vista a melhorar a preparação dos seus atletas, garantindo desta forma as melhores condições que o clube tem para oferecer.

É indissociável da nossa história a ligação aos Jogos Olímpicos, com um dos sócios fundadores, António Stromp, a ser o primeiro atleta do Sporting CP a representar Portugal nos Jogos de Estocolmo 1912. Desde então, realizaram-se 24 edições, com a participação do Sporting Clube de Portugal em 20 edições e com um total de 146 atletas em 18 modalidades distintas, tendo Carlos Lopes contribuído para a História do desporto ao ser o primeiro atleta a trazer para Portugal a Medalha de Ouro nos Jogos Olímpicos, em Los Angeles 1984. O Sporting CP é o clube nacional com o maior número de medalhas – num total de 9 Medalhas em Jogos Olímpicos (2 de Ouro, 6 de Prata, 1 de Bronze) – e ainda o 2º clube da Europa com o maior número de participações de atletas desde a formação do Movimento Olímpico.

Através da selecção e criação de uma equipa guiada pelos valores Olímpicos (excelência, amizade e respeito) e do Sporting Clube de Portugal, o Gabinete Olímpico irá garantir aos seus atletas um apoio contínuo e estruturado com vista aos Jogos Olímpicos, enaltecendo assim o lema Sportinguista ‘Esforço, Dedicação, Devoção e Glória’.

http://www.sporting.pt/pt/modalidades/sporting-olympics/rio-2016-toquio-2020/missao

REUNIÃO DE MODALIDADES PARA O II SEMINÁRIO DE OPTIMIZAÇÃO DO RENDIMENTO DESPORTIVO Por Jornal Sporting 21 Set, 2017 NOTÍCIAS

Bruno de Carvalho marcou presença no evento e Sílvia Saiote comentou a importância do mesmo
O II Seminário de Optimização do Rendimento Desportivo reuniu 13 modalidades e seis entidades no Auditório Artur Agostinho.

Andebol, atletismo, boxe, futebol, futebol de praia, futsal, ginástica, hóquei em patins, judo, natação, pesca desportiva, taekwondo e tiro com arco não faltaram à chamada de um evento que procurou informar atletas, dirigentes e treinadores de componentes fundamentais ao rendimento desportivo: nutrição, fisioterapia, psicologia, motivação, treino de força e recuperação.

A coordenadora do Gabinete Olímpico, Sílvia Saiote, reforçou a importância deste momento de partilha de conhecimento: “É o segundo Seminário. O primeiro já tinha sido um sucesso. Foi um bom momento, juntar o Sporting CP. Em vez de serem várias ilhas, esta é efectivamente uma grande família que teve, no mesmo espaço, a possibilidade de aprender e fazer perguntas. É uma boa maneira de iniciar a época 2017/2018. Faço um balanço muito positivo. O feedback dos atletas é muito importante. Apesar de o Gabinete Olímpico se focar nos atletas de elite [58 distribuídos por 10 modalidades], queremos chegar à formação e trabalhar estes temas com os nossos jovens. Foram muitas modalidades aqui representadas, além das entidades. Estes Seminários pretendem aumentar a qualidade da preparação dos atletas. Em termos técnicos somos muito fortes. Mas, na vertente complementar, entra ao serviço a acção do Gabinete Olímpico, desde a preparação física, à nutrição, fisioterapia e motivação. Tivemos aqui a equipa do Gabinete Olímpico e mostrámos, ao detalhe, o que estamos a fazer”.

A atleta do judo Sportinguista, Taciana Lima, representou os atletas na hora de avaliar o relevo do evento: “É muito importante porque junta a parte multidisciplinar do dia-a-dia. Temos feedback das respostas às perguntas dos outros e temos de querer sempre mais conhecimento, tal e qual o Presidete disse. Levamos os ensinamentos para o treino e para a vida pessoal. Quem quer uma carreira de excelência, tem de usar estas componentes multidisciplinares. Dentro de um Clube como o Sporting CP ter estas áreas é muito importante. Quem queira chegar a uma medalha, sente que tem muitas hipóteses para crescer e melhorar”.

Bruno de Carvalho compareceu à iniciativa e elogiou-a, não deixando de relevar o esforço e a superação dos atletas: “É um prazer estar aqui mais um ano. Quando vou? Olha, vou à fisioterapia para entregar um adversário [diz, em jeito de brincadeira com a judoca Taciana Lima]. Temos falado do compromisso e atitude de cada um. Os fundadores do Sporting CP tiveram um lema . O Esforço, Dedicação e Devoção são atitudes e a Glória é o compromisso. Temos de saber para onde queremos ir, empenhar-nos naqueles que são os nossos valores. Estes encontros deviam começar a tentar puxar pelas pessoas, para perceberem como se atingem os sonhos, como se pode trabalhar para atingir os nossos objectivos. Fazemos uma sociedade cada vez mais mecânica e reactiva. Devemos pensar no tipo de sociedade que queremos. O atleta tem de crescer na base da motivação. Não é só o chefe, o treinador a ter de motivar a sua equipa. Deve existir o inverso. É importante não estarmos à espera que os outros façam todo o trabalho. Convido o Sporting CP a fazer um Seminário do antes de ser atleta e treinador, para se perceber o caminho que há a percorrer”.

Rui Caeiro, membro do Conselho Directivo, vincou o desejo de que as modalidades do Clube continuem em trajecto ascendente: “Quero agradecer à organização. Ouvimos um conjunto de ideias e ensinamentos que ajudarão à concretização dos objectivos, por parte de atletas, treinadores e dirigentes. É um trabalho do Gabinete Olímpico que tem sido estimulado e agraciado e são indesmentíveis os resultados que temos atingido. Temos o compromisso de dotar as nossas modalidades das melhores condições para que estas possam continuar a ter a possibilidade de alcançar os resultados que todos queremos. Desejo a todos os dirigentes, atletas e técnicos uma época de 2017/2018 com muito sucesso e que, com a sorte que precisamos, acreditamos que possa cumprir os objectivos propostos”.

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/noticias/2017-09-21/reuniao-de-modalidades-para-o-ii-seminario-de-optimizacao-do

CONHEÇA AS FRASES-CHAVE DO II SEMINÁRIO DE OPTIMIZAÇÃO DE RENDIMENTO DESPORTIVO Por Jornal Sporting 21 Set, 2017 NOTÍCIAS Psicologia, liderança, nutrição, fisioterapia e recuperação física no centro da palestra no Auditório Artur Agostinho O II Seminário de Optimização de Rendimento Desportivo, organizado pelo Gabinete Olímpico do Sporting CP, diversificou a análise por vários parâmetros do desporto, contando com a presença de várias modalidades do Clube e do Presidente do Sporting CP, Bruno de Carvalho.

Fique a conhecer alguns dados sobre os prelectores e algumas declarações dos mesmos, desde áreas tão diversas como a nutrição, psicologia ou recuperação física.

Psicologia - Liderança, emoções e rendimento: pilares para o sucesso

Paulo Sousa - Pós-Doutorado em Ciências do Desporto, Psicólogo de Desporto no Gabinete Olímpico do Sporting Clube de Portugal

“Queremos perceber quais os papéis da psicologia e da motivação para o alto rendimento”

“O sucesso consiste em ser melhor hoje do que ontem”

“Modelo de liderança tem de ser ajustado ao contexto onde estamos”

“Os que se comparam consigo mesmo são os que mais evoluem”

Dora Ferreira - Mestre em psicologia do Desporto e Exercício - colaboradora do Gabinete Olímpico do Sporting Clube de Portugal

“Só trabalhando e buscando a perfeição, que nunca atingirei, posso melhorar e atingir a perfeição”

“Se não trabalhamos as condições genéticas que temos, não evoluímos”

Nutrição: Erros comuns na alimentação e suplementação

Leonor Loureiro – Licenciada em Dietética e Nutrição e nutricionista do Gabinete Olímpico

“Não há necessidade de tanta limitação dos hidratos de carbono”

“Há consumo excessivo de sal na população, mas nos atletas essa questão é diferente. O sal é parte integrante do sódio, fundamental aos músculos. Não pode haver uma restrição total”

“Se não jantam bem, não dormem bem nem obtém rendimento no dia seguinte. E assim se processa um ciclo vicioso”

“No pós-treino podemos comer fruta, mas esta deve ser acompanhada por um hidrato de carbono”

João Lopes – Nutricionista e dietista da equipa principal de futebol

“Suplemento só deve existir para suprir uma carência”

“A vitamina D provém da luz solar, mas só isso não é suficiente para a população. Quanto mais para os atletas…”

“Se optarem pela creatina, é fundamental dedicarem um litro de água por cinco gramas desta”

“A cafeína é muito vantajosa no pré-treino”

Fisioterapia e Recuperação: Linguagem Corporal, Definição do Caminho Terapêutico

Luís Ribeiro – Licenciado em fisioterapia e coordenador do Gabinete Médico do Multidesportivo do Sporting Clube de Portugal e fisioterapeuta do Gabinete Olímpico

“O treino inclui o trabalho técnico e táctico. Mas há um programa de treino ao nível físico. E não é só durante e depois, envolvendo o relaxamento e a prevenção”

“Queremos que a fisioterapia faça parte do vosso processo de treino e não apenas quando existem lesões”

“Trabalhar ou transformar um atleta provoca lesões. O nosso processo é o de combater este facto”

“Não sonhem com a vitória. Trabalhem para isso”

Elisa Arnould – Licenciada em Fisioterapia. Fisioterapeuta do Gabinete Olímpico do Sporting Clube de Portugal:

“Há que prevenir a lesão. Isso originará uma melhoria da performance e aumento de rendimento”

“Em caso de lesão instalada, fazemos o tratamento, protegemos as estruturas para evitar uma recaída antes do regresso à competição”

“Geralmente, quando o atleta não regressa após estar reabilitado, acaba por voltar mais tarde com a mesma lesão”

Preparação física: Estratégias de optimização do treino de força

Rui Pires – Licenciado em Ciências do Desporto, membro da equipa de apoio ao alto rendimento desportivo dos atletas do Gabinete Olímpico do Sporting CP

“Os treinos estão virados para o mais comum. Só os atletas mais hábeis evitam lesões em movimentos que não são treinados”

“Nenhum treinador consegue prever todas as acções do jogo”

“Há muitos atletas que têm já uso um maior de articulações do que pessoas idosas”

“Seria triste que todos os atletas do Gabinete acabassem carreira em 2019. Há um caminho. Queremos que façam provas boas, mas temos de perceber os seus limites físicos”

“Não podemos eliminar o gesto desportivo. Temos de arranjar maneira que o atleta lide bem com o rendimento sustentável”

“Uma das coisas que é mais interessante no Sporting CP é aprendermos tanto com treinadores e atletas de tantas modalidades”

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/noticias/2017-09-21/conheca-frases-chave-do-ii-seminario-de-optimizacao-de-rendimento

Parabéns por este tópico!
:beer:
O departamento olímpico foi para mim pessoalmente uma das coisas mais importantes da direção do nosso presidente Bruno Carvalho!

Alguém podem dizer quem são todos os atletas que pertencem ao Sporting Olímpico?

Tens aqui a informação:

http://www.sporting.pt/pt/modalidades/sporting-olympics/rio-2016-toquio-2020/atletas

Obrigado!

Este ano ainda deve entrar mais alguns com o Diogo Carvalho do ténis de mesa?

[facebook]https://www.facebook.com/sportingolympics1/videos/1750485485245121/[/facebook]

II Seminário de Optimização do Rendimento Desportivo ✅

[facebook]https://www.facebook.com/sportingolympics1/photos/a.1556406874652984.1073741828.1546508418976163/1775896259370710/?type=3&theater[/facebook]

[facebook]https://www.facebook.com/sportingolympics1/photos/a.1556406874652984.1073741828.1546508418976163/1784925031801166/?type=3&theater[/facebook]

[facebook]https://www.facebook.com/sportingolympics1/posts/1795325207427815[/facebook]

GABINETE OLÍMPICO EM FESTA Por Jornal Sporting 22 Fev, 2018 NOTÍCIAS Segundo aniversário celebrado em Alvalade, no jogo com o Astana, e contou com a presença de atletas, treinadores, dirigentes das várias modalidades servidas pelo projecto e parceiros associados

O jogo da Liga Europa desta quinta-feira foi palco de festa para o Gabinete Olímpico do Sporting Clube de Portugal, que comemorou o seu segundo aniversário num camarote com vista para o relvado do Estádio José Alvalade. Foram mais de três dezenas de convidados, entre atletas, treinadores, dirigentes e parceiros que fizeram questão de assinalar a data como devia ser, num ambiente de autêntico caminho para a glória ou não estivesse a eliminatória europeia da equipa de futebol praticamente assegurada. Rui Caeiro, elemento do Conselho Directivo e responsável pela pasta das modalidades, fez as honras das celebrações.

Um dos atletas olímpicos presentes, Alexis Santos, nadador dos leões, ressaltou de que forma é essencial todo o apoio dado nas diversas áreas do Gabinete ao longo destes dois anos: “Tem sido uma peça fundamental para as modalidades que podem usufruir disso, e tem bastantes resultados e espero que seja para continuar da mesma forma”.

Também pronto para festejar estava Francis Obikwelu, recordista nacional dos 100 e 200 metros e medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Atenas, que evidenciou ainda a relevância do Gabinete para aqueles que competem de verde e branco: “Há várias coisas que fizeram que são muito importantes, coisas que em tempos não tivemos mas esta Direção está a ter em conta aquilo que os atletas realmente precisam. É um momento muito bom, estão a fazer um grande papel junto dos atletas, pois estão sempre lá a apoiar”, explicou.

Em representação da Clínica Salutare – um dos parceiros dos leões neste projecto –, Ana Paula Castro juntou-se para apagar as velas e aproveitou para demonstrar o apreço por trabalhar com o Clube de Alvalade. “É sempre bom termos um parceiro como o Sporting CP, bem como participar nesta área fantástica que é o desporto. Dá-nos um orgulho imenso”, concluiu.

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/noticias/2018-02-22/gabinete-olimpico-em-festa

KRYO CLINICS ASSOCIA-SE AOS LEÕES Por Jornal Sporting 12 Abr, 2018 MODALIDADES Foi estabelecida uma nova parceria com o projecto Sporting Olympics com vista a melhorar o processo de recuperação de todos os atletas verdes e brancos

O Sporting CP, mais precisamente através do projecto Sporting Olympics, fechou acordo com um novo parceiro, a Kryo Clinics, com vista a melhorar o processo de recuperação dos atletas leoninos após treino e competição. Em questão está uma nova metodologia que permite recuperar de forma mais eficaz, como explica a co-fundadora da clínica, Alexandra Guimarães.

“A nosso clínica trouxe um tratamento para Portugal que é altamente inovador, a crioterapia, que trabalha com o frio, e o objectivo é a recuperação dos atletas. Sendo o Sporting CP um Clube onde há imensas modalidades, o benefício pode ser grande. É uma responsabilidade, mas ao mesmo tempo uma satisfação para nós associarmo-nos a este Clube. O que existe são os tanques de gelo, e nós trazemos uma maneira mais fácil e aprazível para os atletas”, disse, à medida que Sílvia Saiote, coordenadora do Sporting Olympics, apresentou o lado do Clube na ligação entre as duas partes.

“Esta parceria surge no sentido de procurarmos sempre produtos e serviços que possam aumentar a performance e os resultados dos atletas do Sporting CP. Não ajuda só o gabinete olímpico, mas promove também descontos para todos os atletas das modalidades do Clube. A crioterapia serve para uma melhor recuperação pós-treino quando o exercício é intenso, que é o que acontece no Sporting CP”, finalizou Sílvia Saiote.

http://www.sporting.pt/pt/noticias/modalidades/2018-04-12/kryo-clinics-associa-se-aos-leoes

SPORTING CP FECHA PARCERIA COM CUSTOMFEET Por Jornal Sporting 18 Abr, 2018 NOTÍCIAS Ligação ao Gabinete Olímpico leonino é extensível até Tóquio 2020 e abrange os atletas de todas as modalidades do Clube

O Sporting Clube de Portugal, por intermédio do Gabinete Olímpico, liderado por Sílvia Saiote, fechou mais uma parceria a pensar nos atletas leoninos. A empresa CustomFeet, dedicada à confecção de ortóteses plantares personalizadas, ou seja, palmilhas feitas à medida do pé, oficializou uma ligação com os leões até aos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 e que é extensível aos atletas de todas as modalidades do Clube.

Daniel Martins, director de produto e serviços, mostrou-se orgulhoso pela ligação ao emblema que mais atletas leva ao maior evento desportivo mundial. “Ficámos muito satisfeitos e honrados por estarmos associados a um Clube histórico, particularmente no que toca à representação nacional nos Jogos Olímpicos. A nossa ligação ao Sporting CP coincidiu, praticamente, com o início da empresa, em 2016, depois de tomarmos a iniciativa de apresentar o nosso produto. Na altura, abriu-se a possibilidade com o futsal. Fizemos o teste, correu bem, estendemos a outras modalidades e o interesse culminou com este processo com o Gabinete Olímpico”, começou por dizer, explicando depois, de forma mais aprofundada, a actividade da CustomFeet.

“Confeccionamos ortóteses criadas de raiz mediante as necessidades das pessoas. Neste caso, dos atletas. São personalizadas ao tipo de problemas, ao tipo de calçado e ao tipo de modalidade desportiva. Somos a primeira empresa em Portugal a inovar neste método, que não é manual, mas permite a customização mediante um software próprio”, clarificou.

http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/noticias/2018-04-18/sporting-cp-fecha-parceria-com-costum-feet

III SEMINÁRIO DE OPTIMIZAÇÃO DO RENDIMENTO DESPORTIVO Por Jornal Sporting 12 Out, 2018 CLUBE Entre os dias 16 e 18 de Outubro, o Auditório Artur Agostinho recebe mais uma edição do programa que pretende reforçar a boa saúde desportiva leonina

O Seminário de optimização do rendimento desportivo está de volta pelo terceiro ano consecutivo. Realizado no Auditório Artur Agostinho, no Estádio José de Alvalade, o evento tem como objectivo reunir o máximo de atletas, treinadores e dirigentes do Universo Sporting a médicos e entidades ligadas à saúde do Clube para renovar as boas práticas relativas à temática. Sílvia Saiote, coordenadora do Gabinete Sporting Olympics, departamento responsável pela organização, referiu a importância do evento. “Este é um programa que acontece há três anos e tem sido muito positivo. Não é somente uma palestra, mas um fórum de discussão para que se possa dar o pontapé de saída da melhor forma”, declarou.

Para tirar o máximo proveito, os dias encontram-se divididos por temáticas que são apresentadas por nomes de peso do Mundo Sporting. Psicologia, nutrição e preparação física e medicina e fisioterapia vão preencher os três dias do III Seminário, com nomes como Naide Gomes, Ricardo Figueira ou Luís Ribeiro, por exemplo. “Este programa é fundamental. Isto juntamente com a parte técnica fazem o atleta mais completo”, finalizou Sílvia Saiote.

https://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/2018-10-12/iii-seminario-de-optimizacao-do-rendimento-desportivo

NUTRIÇÃO E PREPARAÇÃO FÍSICA DISCUTIDAS EM ALVALADE Por Jornal Sporting 17 Out, 2018 NOTÍCIAS Com a presença do Presidente Frederico Varandas, o segundo dia do III Seminário de Optimização do Rendimento Desportivo ficou marcado pela troca de ideias ligadas à nutrição e à preparação física

Para assinalar o segundo dia do III Seminário de Optimização do Rendimento Desportivo, organizado pelo Gabinete Olímpico do Sporting CP, dedicado à nutrição e preparação física, o Presidente Frederico Varandas, antigo Director Clínico do Clube, fez questão de marcar presença para analisar a importância da medicina desportiva na alta competição.

“Fui uma das várias pessoas que contribuiu na génese deste Gabinete Olímpico. É preciso estudar muito, ser competente e estar sempre actualizado. Se disser que era o mesmo médico de há quatro anos atrás, é mentira. Estar, procurar e melhorar, foi o que eu, enquanto Director Clínico, sempre tentei passar para os outros médicos, fisioterapeutas, enfermeiros, fisiologistas e nutricionistas. Hoje em dia, trabalhar com um atleta de alta competição exige isto: estar bem muito informado”, começou por dizer.

No terceiro ano consecutivo de seminário, Frederico Varandas assumiu procurar, cada vez mais, uma união entre todas as modalidades. “Havia um Sporting CP do futebol e outro das modalidades. Hoje, enquanto Presidente, tenho ainda mais responsabilidade e quero, com a realidade do Clube, criar cada vez mais condições para que haja um maior rendimento desportivo. Fui atleta desta casa e de uma modalidade. Fico contente de hoje existir um departamento médico transversal, capaz de actuar em todas as modalidades”, afirmou, prometendo: “Eu e a minha equipa vamos fazer o máximo para terem cada vez mais condições”.

Subdividido em duas grandes temáticas, dentro do tema nutrição e preparação física coube a Leonor Loureiro, nutricionista do Sporting Olympics e do plantel sénior das modalidades, e a João Lopes, nutricionista do Sporting CP e coordenador do departamento de nutrição do Clube, aprofundarem a alimentação: o pré, o pós e o durante a performance.

Tomando a palavra, João Lopes ficou encarregue de explicar, a todos os atletas e técnicos presentes das várias modalidades, o significado e o porquê de existir uma diferenciação de alimentação para cada parte do dia e quais os objectivos subjacentes. “Muitos dos atletas começam o treino desidratados. Não prejudica apenas a velocidade, mas também a capacidade de coordenar e o défice no desempenho motor”, revelou.

Descrevendo o que se pretende evitar com estas decisões, Leonor Loureiro referiu que o principal objectivo passa por retardar a fadiga, evitar a desidratação, maximizar o rendimento desportivo e diminuir a destruição muscular. Fazendo uma abordagem à alta competição, aproveitou para aconselhar o tipo de cuidados a ter ao longo de seis dias, entre cinco a três dias e dois dias antes da competição, variando na quantidade de proteína.

No segundo grande tema da monitorização da carga de treino – indicadores de apoio ao controlo de qualidade/quantidade -, Rui Pires, elemento da equipa de apoio ao alto rendimento desportivo dos atletas enquadrados pelo Gabinete Olímpico, aproveitou, com o apoio presencial de Carlos Cruchinho e Alexis Santos, treinador e atleta de natação, respectivamente, para exemplificar esta área.

“Como é que conseguimos quantificar o treino que fazemos ao treino específico da modalidade?”, começou por lançar Rui Pires. “Desde o dia 11 de Janeiro para cá que se fez um trabalho de treino de força para responder a uma qualidade especifica. Fizemos cerca de 60 sessões com o Alexis, para termos uma previsão a cada duas semanas para aquilo que ia acontecendo”, revelou.

Para fundamentar, Carlos Cruchinho descreveu um pouco esta cooperação, com vista a evitar o máximo de lesões dentro do plantel de natação. “A possibilidade de trabalharmos em conjunto surgiu de várias necessidades e devido a uma recuperação que o Alexis tinha de fazer. Fazemos entre nove e 10 treinos por semana, todos os treinos da tarde são de duas horas de água e uma de ginásio. Aquilo que procuramos não é a repetição ou a busca de mais capacidade fora de água, mas de um equilíbrio. Essa hora que utilizamos fora de água, serve para tentar compensar o desgaste que a modalidade provoca. Desde que começámos a fazer isso, o número de lesões diminuiu muito”, relatou o treinador leonino.

Por fim, também Alexis Santos transmitiu a sua opinião relativamente a esta monitorização especializada. “Isto começou porque sentimos que, ao fim de tantos anos de trabalho juntos, e com muitas coisas a correr bem, começámos a pensar que havia um campo que não estava a correr como queríamos, que podia ser melhor. Era algo que me faltava. Quando ia competir lá fora, comparando com os outros atletas, apercebia-me dessas discrepâncias. O ano passado foi positivo, mas queremos mais”, terminou.

https://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/noticias/2018-10-17/nutricao-e-preparacao-fisica-discutidas-em-alvalade

MEDICINA E FISIOTERAPIA FECHAM DISCUSSÃO SOBRE RENDIMENTO DESPORTIVO Por Jornal Sporting 18 Out, 2018 MODALIDADES Sporting Olympics organizou debate de ideias pelo terceiro ano consecutivo No terceiro e último dia do III Seminário de Optimização do Rendimento Desportivo, que se realizou no Auditório Artur Agostinho, o tema da medicina e fisioterapia juntou alguns dos principais especialistas do Sporting CP. Em primeiro lugar, Manuel Sousa, responsável médico das modalidades desde 2012, e Ricardo Figueira, médico e antigo jogador de hóquei em patins, discutiram as vantagens e desvantagens de treinar descalço ou calçado, com o contributo de Madjer – falando do menor número de lesões musculares dos futebolistas de praia em comparação com os companheiros do futsal e do futebol - e de Carlos Silva, treinador de atletismo.

De seguida, abordou-se a gestão da dor pelo atleta, desde a percepção até à actuação para ultrapassar o problema. A campeã Naide Gomes - antiga atleta de salto em comprimento e actual fisioterapeuta no Sporting CP - foi uma das oradoras, bem como Luís Ribeiro, coordenador e fisioterapeuta do Gabinete Olímpico.

Sílvia Saiote, responsável pelo departamento, garantiu que o balanço do seminário não podia ser mais positivo. “O Gabinete Olímpico pretende permitir que os atletas de alta competição possam optimizar o seu rendimento, seja no trabalho complementar ou no trabalho técnico dos treinadores, mas acima de tudo nestas várias valências, como a fisioterapia ou a nutrição. O objectivo foi proporcionar ao Universo Sporting uma oportunidade de tirar dúvidas e ouvir os especialistas”, explicou.

A caminho de Tóquio’2020, Sílvia Saiote prometeu que o Gabinete Olímpico será um aliado inseparável dos atletas. “Esta equipa tornou-se fundamental, na minha perspectiva, para o alto rendimento no Sporting CP. É um Clube que vive de grandes resultados e vamos continuar a trabalhar para ajudar estes atletas”, afirmou.

Naide Gomes participou em Jogos Olímpicos, sendo uma voz importante dentro do mundo leonino. “Enquanto atleta, aproveitei e tive bons resultados. Agora estou deste lado a apoiar os atletas e é uma área de que gosto muito, com a minha experiência de lesões e como fisioterapeuta”, assumiu.

Também Ricardo Figueira reconheceu a mais-valia de ter feito carreira como hoquista. “Fui atleta, sei as exigências, conheço os mecanismos de lesão. É fantástico trabalhar com atletas e apurar o mínimo detalhe, que pode fazer diferença no resultado final. Temos uma exigência altíssima, como podem comprovar os resultados das modalidades. Para nós, é um orgulho saber que fazemos parte deste projecto”, confessou.

https://www.sporting.pt/pt/noticias/modalidades/2018-10-18/medicina-e-fisioterapia-fecham-discussao-sobre-rendimento-desportivo

https://www.facebook.com/sportingolympics1/posts/1945321395761528?xts