Saiba qual a marionete preferida de LFV (pasquim)

Benfica

«Não é altura para falar em recandidatura» (LF Vieira)

Luís Filipe Vieira considera que ainda é cedo para falar sobre a sua eventual recandidatura à presidência do Benfica. O líder dos encarnados destaca que há coisas a fazer até Outubro, quando decorrerão as eleições, com o objectivo de proporcionar ao clube «um futuro bastante risonho».

«Quando me propus candidatar à presidência do Benfica, disse que o fazia numa perspectiva de missão e não para assumir protagonismo. O meu objectivo passava por apresentar um projecto aos sócios e rodear-me de pessoas que teriam qualidade para colocar em prática as ideias que iam aparecendo. Cumprimos tudo o que propusemos e é dentro dessa perspectiva que continuamos a trabalhar», afirma Luís Filipe Vieira, esclarecendo: «Nesta altura não se deve falar em recandidaturas. O Benfica tem um presidente, que está muito feliz, considera que cumpriu com tudo mas defende também que há outras coisas que poderemos fazer até ao fim do nosso mandato».

«Tenho ideias minhas e acho que não as devo divulgar. Digo apenas que estou no Benfica para trabalhar, com o objectivo de proporcionar um futuro bastante risonho. É isso que vou fazer até final do meu mandato», afiança.

Apito Dourado… cai no esquecimento

Luís Filipe Vieira, que hoje apresentou uma parceria com uma agência de viagens, aproveitou ainda para abordar o polémico tema do “Apito Dourado”, considerando que o mesmo «está a cair em esquecimento».

«Quem anda no futebol sabe que há coisas que têm de ser clarificadas. Ainda temos o “Apito Dourado”, que parece estar a ir numa onda de esquecimento, e fica a ideia de que quem andou a investigar cometeu algum crime. Compete aos clubes tomar uma posição e todos em conjunto devem dizer o que pretendem, mas tem faltado a coragem para, nos locais próprios, dizer o que deve ser dito», acusa.

Quanto ao futuro presidente da Liga, e tendo em conta a saída de Valentim Loureiro, Filipe Vieira vê «com bons olhos» uma candidatura de Dias da Cunha, homem que apelida de «sério, honesto e frontal».

http://bnrb.blogspot.com/2006/04/porra-este-gajo-no-aprende.html#c114545824142716446

Terá o gajo coragem para cometer essa traição? como é possível que não se tenha apercebido do carácter do camionista?