Sá Pinto - Treinador para a época 2012/2013 - Sim ou Não

:arrow:

O que eu penso, tal e qual.

Já cá tinha vindo duas vezes e começado a escrever, mas não estava com paciência para estar a explicar isto tudo para justificar o “Nim”. Obrigado por me poupares trabalho. :mrgreen: :great:

Vai começar a época como derrotado, após a perdida escandalosa da taça. Tecnicamente tem opções discutíveis. Se soubesse que iam buscar um treinador estrangeiro de real qualidade, optaria por dizer não à sua permanência. Sendo assim, que continue e que me surpreenda para o ano. Mas não deixo de dizer que o título para o ano vai ser uma miragem. Nunca tive com tão pouca esperança…

Seria importante que os foristas votassem em função de competências, e não em função de “pieguisses” como diz o nosso Primeiro :mrgreen: como amor ao clube and so on.
Fosse esse o critério, até o palhaço da pastilha elástica seria a primeira escolha (não duvidem que o homem é mesmo doente pelo Sporting, e creio mesmo que um dos cães que possui tem o nome de …Sporting ;D)
Ah…também o Leonardo Jardim é sofredor pelo nosso clube, caso ainda não saibam

Obviamente que sim.

E um sintoma de que o Sá Pinto é uma escolha certa e que causa comichão a muitos, foi o artigo que saiu ontem no jogo.

"Sistema nervoso de Sá Pinto cedeu

Com o aumento da pressão, o técnico vacilou na compostura dos jogos mais recentes. Ontem protestou com o árbitro, jogadores adversários e elementos do “staff” rival. O quarto árbitro teve de o segurar
A calma que Ricardo Sá Pinto vinha exibindo no comando técnico da equipa do Sporting, quando posicionado na sua área técnica… ou perto dela, desvaneceu-se nos últimos encontros. Ontem, no decurso da final da Taça de Portugal, o treinador teve dificuldade em conter os nervos, reclamando ora com árbitro e jogadores, ora com os elementos do “staff” técnico da Académica, isto sem esquecer o quarto árbitro, Hugo Miguel. "

:offtopic:
O mesmo jornal dedicou-se hoje a alimentar o suposto mau estar Sporting/Sá Pinto vs. Adrien

Certamente prefeririam que o Domingos Paciência ainda tivesse em funções…

Com tantos Nim’s não sei se será aconselhável alargar a votação com mais essa opção. Fica à apreciação da caríssima Administração do Forúm.

Acho que não é possível separar uma coisa da outra.

Se, por um lado, a competência e o perfil de liderança, devem ser sempre o critério nº1, por outro lado sentir o peso da camisola poderá trazer ao treinador uma mística de paixão que também é muito importante para os aspetos motivacionais da equipa.

Hehe, sempre às ordens ! ;D

Não deixo de achar caricato ao ver muito gente em votar (sim ou não) sem fazer qualquer ressalva perante a estrutura e quadro dirigente.

Mais uma vez, pelo andar da carruagem, será queimado o Sá e os verdadeiros culpados passarão entre os pingos da chuva. Pensei que isso seria só com o DP, que era, segundo muitos, um espião ou toupeira do papa do norte…

Na altura da saida do DP não achei que o principal problema estivesse no treinador, que até era rosto de uma campanha…nesta fase, muito menos acho que a culpa esteja nos ombros do Sá Pinto. Deixo aqui o que disse na altura:

Por acaso até se mostrou muito calmo. Demasiado até. A unica situação mais descontrolada foi a CI antes do jogo da taça, em que se atirou ao Adrien.

De resto, mantenho a opinião.
Não vejo porque raio se há-de despedir o Sá, quando ele, está longe de ser o problema. O engraçado (mas que não me dá qualquer vontade de rir) é de 6 em 6 meses andarmos nisto…

Respeito quem teve a ideia de colocar a votação, mas parece-me até anedótica, mas esperem lá, sabem ao menos o que querem é que não estou a entender, basta uma derrota na taça para começar os “filmes”, perdemos em Bilbao e? Perdemos roubados no ladrão e?

A sério que não entendo isto.

Parece-me que as pessoas se esquecem rapidamente de tudo o que é bom onde está o Sportinguismo, só aparece quando vence?

Chegada do Sporting a Lisboa depois de eliminar o Manchester City

Será que algum de nós sofreu verdadeiramente mais ou menos que ele, desculpem, mas não me acredito!

Sá Pinto é um enorme LEÃO!

FORÇA SÁ PINTO!

Há falta de opções credíveis a curto prazo para cargo para mim é o treinador para a próxima época.

Agora como já expliquei no tópico do mesmo,o jogo com a Académica deixou completamente a nu todas as debilidades que possui como técnico.E se outrora tinha certezas quanto a sua capacidade para o cargo hoje essas certezas transformaram se em muitas dúvidas.

Tenho uma réstia pequena de esperança,mas não consigo dizer com certeza absoluta neste momento que este é o técnico que vai voltar a ganhar títulos pelo Sporting.Acreditava piamente nisso antes deste último jogo,mas depois do que assisti ao vivo no Jamor já não sei.

Contudo correndo risco de porem cá um Domingos ou um Paulo Sérgio de novo,é sempre melhor termo cá o Sá.

Alguém que consiga realizar uma época inteira aos comandos do Sporting. Seria agradável…

É curioso verificar como uma figura com a dimensão de Sá Pinto, mesmo ele, não gera total unanimidade entre os Sportinguistas. Somos, realmente, um Clube assolado por fragmentações e grupelhos sectários, inclusive no seio da massa adpeta e sobre um tema que, à partida, deveria ser gerador de consensos

Sem querer retirar a tua razão, remeto a minha memória para tempos longinquos, quando Manuel Fernandes orientou a nossa equipa. Recordo-me perfeitamente o que a paixão, o que a mística nos facultou… Para já não falar que nenhum outro treinador fez renascer a dita paixão e mística clubistica nos encornados como um treinador assumidamente…sportinguista.
Garra, determinação, focalização em objectivos, sim, fundamental. A mística vem por acréscimo, pela união do grupo, pela concretização de metas, pelo um-por-todos-e-todos-por-um. Mas tudo bem, aceito o teu argumento.

Não.
Depois de perder a final da Taça de Portugal, contra uma equipa de 3º mundo, não lhe perdoo.
Ainda tem muito que aprender.

Vou dar o beneficio da dúvida e ver o trabalho que fará com uma pré época e um bom planeamento, se até dezembro não resultar por mim troca-se de treinador como é claro, adoro o Sá mas se não der não dá…

São falsos argumentos Rui, para esses serem validos, então teriamos todos que admitir que o José Peseiro tinha sido injustamente despedido do Sporting.
Perdeu na final da Uefa, e? Levou-nos até onde ninguém nos tinha conseguido levar.
Perdeu na taça de Portugal,e?
Perdeu na Luz roubado, e? Levou com se perdesse o título.
Bem vistas as coisas pelo teu prisma, cometeu-se uma injustiça com o Peseiro.

Sobre o Sá Pinto já dei a minha opinião, é Nim.

Respondi sim. Não me parece que o nosso problema seja, neste momento, o treinador. Comete alguns erros? Sim, mas não foram assim tantos neste tempo que leva como treinador da equipa A. Ele deu uma identidade à equipa com a qual os adeptos se identificam. Fizemos bons jogos e outros que nem tanto. Mas mesmo nesses, viu-se em quase todos um querer que não existia antes. Não sou hipócrita. Se soubesse o nome do treinador que o pudesse substituir, podia hesitar na votação, mas mesmo assim creio que estaria a ser injusto. A próxima época é que vai mostrar se o Sá consegue ou não fazer um trabalho consistente que nos leve a bom porto. Mas neste momento, pelo que já fez, merece manter-se como o treinador da próxima época. E reafirmo que me parece mesmo injusto ser o Sá que esteja a ser posto em causa. Tantos outros antes dele (e mais acima na hierarquia) deviam ser postos em causa… :wall:

Companheiro, a discussão é saudável, mesmo quando está em causa um símbolo do nosso clube. Não me parece, de acordo com a votação actual, que exista grande fragmentação. Por outro lado, fica-te mal falares em grupelhos sectários. É que ninguém aqui deseja correr com o Sá Pinto, se é que estás a fazer uma apreciação correcta dos comentários dos foristas. Trata-se de um dos nossos, e deve ser tratado com o respeito de que é merecedor.
Finalizando, se leres o último parágrafo do tópico que criei, este serve para agregar opiniões, e caso estas sejam favoráveis, é para que todos, sim, todos, passem a apoiar incondicionalmente RSP no comando técnico da equipa.

S.L.

Desculpa Pereira, mas não concordo nada contigo. O Peseiro não tinha o plantel na mão, nem de perto nem de longe. Na altura dele tinha algumas inside-infos e ele não mandava nada no balneário. Aliás, nem era preciso ter inside-infos, isso era bem visível. Apesar do futebol praticado, cometia inúmeros erros, montando uma equipa desequilibrada defensivamente e com substituições que todos já sabiam antes de acontecerem, tal era a variedade de soluções. Peseiro não tinha qualidades de liderança que eu consigo ver no Sá. E isso faz uma grande diferença. Com o Peseiro sabíamos que tudo era possível, para o bom, mas também para o mal. Podíamos estar a ganhar 3-0, mas se faltasse meia hora de jogo, ninguém conseguia garantir que o jogo estivesse ganho. O Sá não chegou onde queria, mas levantou muito nesta equipa, ao ponto de nos por a acreditar que éramos capazes de ganhar a qualquer um. E isso também quer dizer muito…

@Pereira, mas no caso do Peseiro ele até ficou mesmo mais uma época. Deu-se-lhe essa oportunidade e só depois, perante o desastroso início de época seguinte, com o afastamento da fase de grupos da Champions (contra a Udinese), a ridícula eliminação da Taça Uefa (contra o Halmstads), e mais umas derrotas no campeonato, e ainda com o multiplicar dos problemas de balneário, é que ele foi finalmente despedido.

@Descartes, acho que ninguém (ou vá a maioria) dos que votam Sim (ou pelo menos Nim) o estão a fazer exclusivamente pelo sportinguismo, pela raça, etc. Estarão também por ver algumas qualidades no Sá Pinto. Eu sei que seguramente não visse nada disso nele, não iria querer que ficasse só por causa da ligação com o clube. Esta votação terá algo a ver com um certo merecimento pelo trabalho que em alguns momentos mostrou, e isto apesar de ter falhado noutros. Mas também admito que no meu caso não posso dizer que estou absolutamente confiante, porque não estou, mas também não sei até que ponto poderia estar confiante com um outro treinador. Basta ver os corruptos, que foram campeões com um Vitor Pereira, um gajo que provavelmente em qualquer outro lugar não durava meia época…

Assim como eu aceito o teu! :mrgreen:

Mas para ser um pouco mais explícito. A mística é um “plus”. E, neste momento com Sá Pinto, é uma arma que tem para usar no campo motivacional… mas sozinha, é um facto, também não serve de grande coisa.

(Ao fim e ao cabo se calhar estamos mais alinhados do que parece)