RIP Vangelis

Morreu um GÉNIO. :cry:

Descanse em Paz.

3 Curtiram
4 Curtiram

RIP

5 Curtiram

Inacreditável…

Mais uma lenda.

Descanse em paz.

2 Curtiram

Melhor música de créditos de sempre… e um hino à sci-fi noir.

2 Curtiram

adoro o som Conquest of paradise bom som… RIP

2 Curtiram

Aqui vão duas das minhas preferidas (dentro das menos conhecidas do grande público):

4 Curtiram

RIP Vangelis.

1 Curtiu

RIP a bs do Blade Runner é das coisas mais fabulosas que foram feitas (apagamos o facto de ter feito parte dos “afrodite sons” do Demis Roussos… grande compositor

1 Curtiu

Engraçado como uma das bandas sonoras mais bem sucedidas foi para um flop como 1492. Um dos grandes, descanse em paz!

2 Curtiram

RIP. :sob: :sob: :sob:

2 Curtiram

:ok_hand: O Que me vi e desejei para encontrar esta, uma vez que não me lembrava do nome dela. No meu top das preferidas (menos conhecidas) também.

E já que ninguém ainda meteu esta:

God-like level…

2 Curtiram
1 Curtiu

E agora quem é que vai compor os hinos do PS?

Vangelis faz parte da história musical de muita gente e vai muito pelo facto de ter criado peças épicas quer para os amantes do classicismo quer para os amantes do Sci-Fi… as suas composições adaptam-se a toda a história humana. Passada, Presente e Futura.
Um génio!

Pessoalmente, o tema Conquest of Paradise do filme 1492, bate as minhas preferências, não só pela qualidade do som, mas também porque surgiu num momento da minha vida em que eu andava “vidrado” no tema “Descobrimentos” e a mesma era o acompanhamento sonoro perfeito para me fazer “recuar” 500 anos.
Ainda devo ter por ai os CD’s, bem usados, que não paravam de tocar quer estivesse a estudar (épicos da Natureza), quer estivesse a fazer desporto (épicos do Sci-Fi) ou simplesmente a jogar (white noise).

3 Curtiram

Perde-se um dos grandes… tão grande que meio mundo achava que Vangelis era uma orquestra.

Sendo teclista, não tendo jeito nenhum (sobretudo paciência) para edição/produção áudio, invejo a capacidade que pessoas como Vangelis tinham na produção musical. Sempre fui mais do palco do que de estúdio, mas tinha ganho muitas horas de vida se me tivesse dedicado um pouco mais a essa vertente, perdendo muito menos tempo do que perco nas minhas edições.

Fica marcado na história a vários níveis.

RIP

4 Curtiram

Não tenho palavras para exprimir o que sinto. Partiu um dos maiores músicos contemporâneos.

Tenho praticamente todos os seus álbuns, desde os tempos “Afrodite”, primeiro no vinil, depois em CD. Estes, a maior parte em primeiras edições, muitos dos anos de 1983 e 1984, quando as faces dos CDs da Polygram eram totalmente em vermelho.

Fica aqui o vídeo daquela que para mim é a sua maior obra prima, Mythodea, onde participam duas grandes sopranos, a canadiana Kathleen Battle (que nos seus primeiros anos se tornou uma das sopranos preferidas de Karajan) e a norte americana Jessye Norman (infelizmente também já partiu).

Vejam e ouçam, com o mesmo respeito que veriam o Parsifal de Wagner ou a Tosca de Puccini.

2 Curtiram

Fico muito feliz por alguém conhecer “La petite fille de la mer”.

2 Curtiram

grande verdade… não sei quantas discussões tive acerca dessa confusão.

Também é verdade que o tema com o vídeo mais visto (Conquest of Paradise) possui muitas imagens de um grupo coral e penso que isso tenha contribuído muito para a “confusão”. Esse vídeo cá por Portugal foi transmitido durante dezenas de semanas no “Top+”, já que esteve no top de vendas durante muito tempo.
O álbum, cujo CD era composto por apenas 4 musicas obteve grandes vendas por todo o mundo e o Single (com apenas 2 musicas) chegou a estar em nº1 em países como a Alemanha onde ainda ao dia de hoje está entre os 15 singles mais vendidos de sempre.

E como um dos grandes deve ser celebrado com alegria, aqui deixo um divertido vídeo ao som de Vangelis

3 Curtiram

Mais esta: Rosetta, o seu último álbum

2 Curtiram