RIP - Busby Babes

Faz hoje, dia 6 de Fevereiro de 2008, 50 anos que se deu o terrível acidente aéreo em Munique com a famosa equipa do Manchester United, os Busby Babes.

Penso que a grande maioria dos foristas, que utilizam este fórum, ainda não eram nascidos na altura em que ocorreu este terrível acidente que consternou todo o mundo do futebol.

No entanto, penso que um clube como o Sporting, com a sua tradição, a sua história e com o respeito e cortesia que sempre demonstrou, desde o seu primeiro dia (01.07.1906), para com os adversários, deveria ter num dos seus fóruns um tópico em sinal de respeito e tributo para com o clube Manchester United Football Club e, especialmente, para com os que morreram nesse dia 6 de Fev de 1958.

Os Busby Babes foram a primeira grande equipa que o legendário Sir Matt Busby construiu.
Após chegar a manager do Man Utd, em 1946, Matt Busby deixou imediatamente a sua marca ao conseguir o 2º lugar no campeonato Inglês atrás do Liverpool. Nos anos seguintes levou, de novo, o United ao 2º lugar, nomeadamente em 1947, 48, 49 e 1951 o que na altura foram considerados excelentes posições para um clube que raramente vencia.
O título desejado haveria de chegar em 1952, no entanto a equipa começava a ter alguma idade e era necessário um novo conjunto de jogadores.
Apesar da sua pouca experiência como treinador e de ter conquistado grande sucesso em pouco tempo, era esperado que Matt Busby gastasse grandes somas de dinheiro com jogadores de grande qualidade. No entanto decidiu, gradualmente, substituir jogadores mais velhos por jovens jogadores de 16 e 17 anos, como por exemplo o ‘interior-direito’ Bill Foulkes, os ‘médio-centro’ Mark Jones e Jackie Blanchflower, os ‘extremos’ Albert Scanlon e David Pegg e o avançado Bill Whelan.
Entres estes jogadores estava também Duncan Edwards, por muitos considerado o melhor jogador Britânico de todos os tempos, sendo escolhido para jogar pela Inglaterra aos 18 anos (completamente inédito nesses tempos) e estabelecendo assim o record para o jogador mais jovem que alguma vez jogou pela Inglaterra. Esse record permaneceu imbatível por mais de 40 anos.

Durante este período, a equipa recebeu a alcunha the Busby Babes, devido à juventude da maioria dos seus jogadores.
Com uma média de idades de 20 e 21 anos, ganharam os campeonatos de 1956 e 1957, tendo também chegado à final da Taça de Inglaterra. Essa equipa de jovens jogadores teve tanto sucesso, que levou a que apenas se fizessem duas contratações em 4 anos, o avançado Tommy Taylor e o guarda redes Harry Gregg.

Em 1957-58, os Busby Babes ambicionavam ganhar tudo, o campeonato, a taça e a Taça dos Campeões. No entanto, quando regressavam a Manchester após eliminarem o Estrela Vermelha de Belgrado (uma das grandes equipas desses tempos) nos quartos de final da Taça dos Campeões, no dia 6 de Fevereiro de 1958, o avião que os transportava, e após reabastecer em Munique, despenhou-se na terceira tentativa de descolagem.
Morreram 7 jogadores e 3 dirigentes do clube entre as 21 vítimas do acidentes, que incluía vários jornalistas que tinham ido fazer a reportagem do jogo. Duncan Edwards morreu passado 15 dias vitima de ferimentos gravíssimos e Matt Busby, que sofreu múltiplos ferimentos e a quem foram dados duas vezes os últimos sacramentos, consegiu recuperar ao final de 2 meses.
Matt Busby consegiu, ainda nesse ano, comandar a equipa na Taça de Inglaterra, competição na qual chegou à final apesar de ter perdido 8 dos seus titulares.

Depois do acidente, Matt Busby consegiu construir uma nova equipa com base em alguns sobreviventes do acidente de Munique incluindo Harry Gregg, Bobby Charlton e Bill Foulkes. Ele também trouxe jogadores de outros clubes, como David Herd, Albert Quixhall e Denis Law. Em 1964, Busby descobriu um grande talento na forma de um avançado Norte Irlandês, de seu nome George Best, já considerado como o melhor jogador da década.

Esta equipa, foi a equipa do Manchester United que o Sporting derrotou na Taça das Taças a 18 de Março de 1964. Nesse dia o Sporting remontou uma derrota em Manchester por 4-1 ganhando em Alvalade por 5-0, com o grande Osvaldo Silva a fazer uma exibição de sonho. Como já disse no tópico das melhores vitórias de sempre do Sporting, essa foi no meu entender a maior de todas, porque foi contra uma das melhores equipas de sempre e onde jogavam o Bobby Charlton, o George Best e o Dennis Law considerados, em anos diferentes, como os melhores jogadores Europeus. Esta 2ª equipa do Manchester viria a ganhar, pela primeira vez para o clube, a Taça dos Campeões Europeus em 1968, 10 anos após o trágico acidente.

A equipa que faleceu em 1958 não era apenas mais uma equipa, era já considerada, senão a melhor, uma melhores do mundo. No entanto não havia dúvidas que os anos seguintes lhe pertenceriam.
Para se ter uma ideia do que era essa equipa, entenda-se que ela foi a equipa Inglesa pioneira em competições Europeias.
Nesse tempo a Federação Inglesa achava que os clubes Ingleses como inventores do futebol não tinham que medir forças contra equipas do resto da Europa. No entanto, Matt Busby, depressa percebeu que o futebol do United só poderia evoluir se competisse contra equipas estrangeiras e não quis deixar fugir a possibilidade de por à prova os seus meninos contra os tubarões da Europa.
Desta forma, e contra a federação Inglesa que não lhe deu mais dias de descanso entre os jogos, o United decidiu aceitar o convite para integrar o Taça dos Campeões Europeus que reunia os campeões dos vários países.
Assim, no 1º ano que foram à Taça dos Campeões em 1956-57, os Busby Babes com uma média de idades de 20 a 21 anos, só foram eliminados nas meias finais contra o Real Madrid dos grandes, Di Stefano, Gento, Puskas, Kopa a SantaMaria perdendo 3-1 fora e empatando 2-2 em casa.
No ano seguinte os Busby Babes pretendiam ganhar tudo, no entanto, nesse dia 6 de Fevereiro, faleceram quando regressavam a casa após se apurarem para as meias finais da Taça dos Campeões.

Muitos dizem, se não fosse essa tragédia, os 5 títulos consecutivos do Real Madrid na Taça dos Campeões (56 a 60) nunca teriam acontecido porque os Babes não deixariam que tal acontecesse. Talvez, ninguém melhor que os jogadores do Real Madrid saberiam isso, e por isso disseram que a Taça dos Campeões de 1958 deveria ir para Manchester porque essa era a casa da melhor equipa Europeia desse ano. Uma equipa de meninos de 21 anos.

Achei, que um fórum de um clubes que se preze, deve não só saber prestar tributo aos momentos marcantes do clube, como também a momentos especiais de outros.
Neste caso, trata-se do 50º aniversário da tragédia que se abateu sobre uma das melhores equipas de sempre. O facto dessa equipa ser constituída por jogadores jovens (algo que nos é muito caro no Sporting) deve, no meu entender, ser ainda mais uma razão para os Sportinguistas mostrarem o seu respeito e solidariedade.

Deixo, por fim, o nome e a idade dos jovens jogadores que morreram vítimas desse acidente, no trágico dia de 6 de Fevereiro de 1958:

Duncan Edwards - 21 anos (morreu 15 dias após o acidente, vítima de graves ferimentos)
Eddie Colman - 21 anos
David Pegg - 22 anos
Liam Whelan - 22 anos
Mark Jones - 24 anos
Geoff Bent - 25 anos
Tommy Taylor - 26 anos
Roger Byrne - 28 anos

Descansem em paz…

Em boa hora lembraste essa grande equipa e esse trágico acidente.

Complemento a tua homenagem com os dois vitrais dedicados ao grande Duncan Edwards na Igreja de St Francis, em Dudley, sua terra natal.

Descansem em paz todos os que morreram nesse dia.