Regresso ao trabalho

[i]REGRESSO AO TRABALHO SEM CINCO SUL-AMERICANOS
A mata ou multa

Miguel Barreira

Plantel leonino correu na mata

Liedson resolve, dizem os adeptos leoninos. Mas, para já, o avançado brasileiro resolveu não comparecer no regresso aos trabalhos. Assim como os compatriotas Rogério e Polga e os chilenos Pinilla e Tello, estes devido ao atraso do avião que os trouxe de Santiago do Chile, com escala em Madrid.

Dos brasileiros, só Rochemback marcou presença na única sessão de treino marcada para ontem, às 15.30 horas, na Academia.

Os restantes três falharam a data do regresso, para já sem justificação, visto que tinham de estar ontem em Portugal, não tendo sido autorizados pelo clube a alargarem o período de férias. À partida, chegam todos hoje pela manhã, não se sabendo se estarão presentes no treino matinal (10 horas) ou da tarde (16.30 horas). Caso não haja justificação plausível para o atraso, os três serão multados pela falta. “Roca”, esse, mostrou-se mais atinado com os horários.

Quanto aos chilenos, o atraso na sua chegada, prevista para as 16 horas no aeroporto de Lisboa, já era do conhecimento dos responsáveis leoninos, que acalentaram a esperança de ter o par disponível para se juntar aos companheiros na recta final do treino. Como o avião aterrou na Portela perto das 17 horas, já não teve lógica a deslocação dos jogadores para a Academia.

Com apenas 15 elementos disponíveis, José Peseiro orientou o primeiro treino pós férias de Natal, terminando com uma corrida pela mata, onde o verde é de esperança. Uma boa forma de descomprimir, porque ontem foi dia de queimar calorias, não de preparar os embates com o Pampilhosa e o Benfica. Sem Liedson para marcar golos nas peladinhas, lá estiveram os presentes, como que dizendo: “A malta resolve.”

O Sporting vai continuar a preparar os importantes jogos da próxima semana até sexta-feira, dia 31, altura em que os jogadores se treinão pela manhã antes de entrarem de folga, regressando ao trabalho dia 2, pela manhã. Ao contrário do que aconteceu ano passado, com Fernando Santos, os leões poderão descansar no primeiro dia do ano.[/i]

in Pasquim II

O costume :roll:

Já só falta Liedson.

Será que estes Sul-Americanos também se atrasam para ir buscar o ordenado

Já sabia que isto ia acontecer. :roll:

Afinal o Liedson ainda não veio porque, segundo ouvi, vai ser pai e a SAD autorizou a sua estadia no Brasil até 2ªfeira :smiley:

Já andavam a pensar mal do homem. :smiley:

Eu pelo menos estava :oops:

Está mais do que visto que o cartão amarelo em Guimarães foi tudo menos um acaso, o rapaz estava a pensar em prolongar as suas férias porque realmente 15 dias é muito pouco :cry: , se juntarmos a isto o facto de estar para ser pai então está tudo compreendido :oops:

Mas há mais ele já avisou que está à espera que o deixem ir outra vez ao Brasil ver o menino porque vem aí outro Natal :frowning:

Isto que vou dizer é grave, por isso se mais alguém se apercebeu da anormalidade agradecia que a confirmassem aqui:

Por volta das 2 da manhã de hoje, 5ª feira 30, o site do jornal A Bola tinha uma “notícia na hora” que dava conta de uma autorização da SAD do Sporting ao Liedson, para que este se apresentasse em Alcochete apenas na próxima 2ª feira 3, em virtude de o jogador aguardar a todo o momento o nascimento do seu primeiro filho.

Agora, às 9, o mesmo site disponibiliza, como normal, os destaques da edição do dia, entre os quais “Liedson não chegou e não deu explicações”, cujo corpo de notícia é o seguinte:

De Liedson... só as botas

O avançado Liedson voltou a faltar aos treinos do Sporting e, sem explicações para o efeito, somou a terceira ausência nas sessões de trabalho dos leões neste período que se segue à interrupção natalícia. O franzino brasileiro, em cujos golos os adeptos leoninos costumam depositar confiança na resolução dos problemas da equipa, deverá começar a treinar-se hoje sob as instruções de José Peseiro.

Os atrasos têm o condão de alimentar expectativas e, sobre o regresso de Liedson aos treinos do Sporting, elas estão a crescer. Não esteve no primeiro, nem no segundo, nem no terceiro, mas deverá marcar presença numa das sessões de hoje, em Alcochete.
Liedson é a grande estrela da companhia do Sporting, é certo, mas os atrasos do jogador deverão ser traduzidos em contributos para a caixa das multas, mesmo tendo em atenção que os responsáveis leoninos não querem dar grande importância ao caso, evidenciando até alguma tranquilidade apesar do atraso… Primeiro, porque estão — como estão os outros clubes — habituados às diferentes interpretações de horários e datas dos jogadores sul-americanos neste tipo de circunstâncias…; segundo, porque Liedson viu o quinto cartão amarelo no jogo frente ao Vitória de Guimarães e consequentemente não vai defrontar o Pampilhosa, no dia 4 de Janeiro, no Estádio José Alvalade, partida referente à quinta eliminatória da Taça de Portugal.
O argumento corriqueiro dos atrasos nos voos e dos assuntos de última hora para tratar é sempre válido e inscreve-se inevitavelmente numa espécie de tolerância que as regras dos clubes não explicitam, mas que o bom senso, por outro lado, acolhe, para mais numa altura em que a esposa do futebolista estás prestes a ser mãe…
A multa que Liedson poderá pagar vai basear-se numa percentagem do vencimento, contudo trata-se de uma importância suportável a um futebolista. Quase simbólica…


O teor desta peça está em contradição com a notícia que li ontem. Mas o mais grave de tudo é que a tal notícia na hora que dava conta da autorização da SAD foi pura e simplesmente apagada do site.

Ou seja, o jornal A Bola tem conhecimento de uma autorização da SAD que permite ao Liedson chegar na próxima 2ª feira, com certeza suficiente para a divulgar, mas depois opta por retirar essa informação, para assim dar mais impacto a uma manchete sensacionalista.

E note-se como a notícia publicada tem o requinte de referir a paternidade iminente do jogador como simples atenuante para o atraso (quando ainda há algumas horas divulgava uma autorização expressa nesse sentido), e como, sabendo perfeitamente que o jogador só chegará na 2ª feira (tendo permissão para tal), sugere que ele já se treinará hoje, o que não é mais que o preparar do terreno para amanhã poder dizer que o jogador faltou a mais um treino.

PS- Quero deixar claro que o que acabo de escrever não me impede de perceber o essencial: o Liedson é um mau profissional, viu um cartão amarelo de propósito para armar este “filme”, marimbando-se no interesse do Clube que lhe paga, ficou incomodado com a solução arranjada com o Pampilhosa, e qualquer autorização da SAD, a existir de facto, foi dada a posteriori como forma de atenuar um facto consumado. O jogador entrou num braço de ferro intolerável e deve ser punido de forma severamente exemplar, inclusive com a ausência do jogo com os lamps.

Não é isso o que a pasquinada hoje anda a vender, mas sim uma “ganda” balda.
O site do Sporting neste momento está com problemas, espero que quando voltar a funcionar contemple o necessário esclarecimento sobre uma eventual autorização especial.

Caso não o faça, tudo levará a crer que estamos perante uma balda, o que deve ser encarado como uma manifesta falta de respeito e consideração do Sr. Liedson perante a entidade empregadora e, principalmente, perante os milhares de adeptos e sócios dessa mesma entidade. Nesta situação o Liedson deve deixar já o SCP.

Em tempo: A RR noticia a existência de uma autorização, mas o que eu quero mesmo é ver isso escrito no nosso site.

http://www.rr.pt/noticia.asp?idnoticia=123592

Fantástico, continuem a fazer fé nos pasquins e continuem com essas ideias ridículas para com o nosso ganha pão.

Segundo ouvi hoje o nascimento do filho do Liedson estava programado para meados/fins de Janeiro, mas os médicos alertaram que este poderia ocorrer já, eu pergunto como é que o Liedson sabia no jogo em Guimarães que o filho ia nascer já ???

Ganhem juízo e deixem lá os lamps a vangloriarem-se pela supostas balda em que o nosso clube anda metido.

NAM: acho que ninguém aqui está a fazer fé na pasquinada, mas masoquista ninguém gosta de ser. Isso poderia/pode ser evitado com um comunicado no site ou com um dirigente nosso vir a campo confirmar tal autorização. Será que custa assim tanto?

Eu acredito que o Sporting deu uma autorização especial, e que os jornais apenas querem vender.

Se assim não tiver sido mais uma vez surge a questão disciplinar, e mais uma hipótese de mostrar se somos meninos ou um clube de gente com eles no sítio.

Quanto a isso do filho apenas fiquei bastante preocupado com umas conversas do liedson numa entrevista o outro dia em que esperava que a meio de janeiro o sporting o deixasse passar uns dias no brasil no nascimento do filho…

Isto já acho aberrante. Não que um homem não tenha direito a isso é claro, para mim é aberrante não surgir sensibilidade de um lado ou de outro para se perceber que a mulher do Liedson, como todas as outras, devia estar a ter o filho cá, e que não é razoável um jogador pedir para faltar a jogos quando tem forma de ter a família perto e evitar este problema.

Eu vou esperar que a SAD se pronuncie, há aqui algo que não bate certo, se realmente há autorização então não vejo onde está o problema, se não há então espero mão pesada da SAD, agora não vou é entrar em juizos antes de saber o que realmente se passa e como não acredito em pasquins espero a posição oficial da SAD e a chegada do jogador!

Argux, já todos sabemos que o sporting tarda sempre, no ponto de vista de alguns, a esclarecer estas e outras situações.

Referia-me à precipitação com que se abordam aqui alguns assuntos, depois sai um comunicado do sporting e a malta diz ha, afinal havia um motivo e ele tinha avisado e tal…

Chateiam-me as especulações de má fé sobre jogadores do sporting feitas por adeptos, tudo com base na pasquinada.

O Pasquim I só está a fazer o seu trabalho: ajudar a casa mãe, o clube que serve e idolatra. Se tiver oportunidade de lançar uma bombinha ao Sporting não duvida.

EU, que só controlo o Sporting do Football Manager :oops: , já tinha cortado relações com o jornal há muito tempo (desde a célebre banda desenhada)… mas eu só sou um adepto e nada mais.

Se Liedson está autorizado a ficar mais uns dias no Brasil PONTO FINAL.

[i]29-12-2004
Liedson ausente

Na manhã de quarta-feira, na Academia Sporting, o plantel “leonino” continuou a preparar o jogo para a Taça de Portugal. Liedson foi a principal ausência, enquanto que Tello e Pinilla se juntaram ao grupo de trabalho. Polga e Rogério trabalharam à parte, por terem chegado atrasados ao treino.

Nelson, Danny, Douala e Niculae também não se juntaram ao grupo, por estarem a recuperar das respectivas lesões.

O plantel verde e branco regressa ao trabalho na tarde de quarta-feira, às 16 horas, numa sessão que vai decorrer à porta fechada.[/i]

Site do SCP

O resto do site não fala de autorização.

Fantástico, continuem a fazer fé nos pasquins e continuem com essas ideias ridículas para com o nosso ganha pão.

Segundo ouvi hoje o nascimento do filho do Liedson estava programado para meados/fins de Janeiro, mas os médicos alertaram que este poderia ocorrer já, eu pergunto como é que o Liedson sabia no jogo em Guimarães que o filho ia nascer já ???

Ganhem juízo e deixem lá os lamps a vangloriarem-se pela supostas balda em que o nosso clube anda metido.

Eu quando escrevi a minha mensagem desta manhã ainda não tinha lido os pasquins, mas parece-me evidente que não houve autorização nenhuma senão ela teria sido anunciada atempadamente de forma a evitar-se toda esta especulação.

Está-se mesmo a ver o que se passou na cabecinha levinha do rapaz, ficava impedido de jogar com os lamps podia regressar a meio da outra semana pois só jogava lá para o dia 16 o que certamente lhe iria permitir estar presente no nascimento do seu filho, só que a antecipação do jogo da Taça lhe cortou as vasas. Agora vai aparecer com a desculpa de que a mulher passou mal ou coisa do género.

Esta história das férias do Natal é todos os anos a mesma treta com estes brasileiros

Fantástico, continuem a fazer fé nos pasquins e continuem com essas ideias ridículas para com o nosso ganha pão.

Segundo ouvi hoje o nascimento do filho do Liedson estava programado para meados/fins de Janeiro, mas os médicos alertaram que este poderia ocorrer já, eu pergunto como é que o Liedson sabia no jogo em Guimarães que o filho ia nascer já ???

Ganhem juízo e deixem lá os lamps a vangloriarem-se pela supostas balda em que o nosso clube anda metido.

Eu quando escrevi a minha mensagem desta manhã ainda não tinha lido os pasquins, mas parece-me evidente que não houve autorização nenhuma senão ela teria sido anunciada atempadamente de forma a evitar-se toda esta especulação.

Está-se mesmo a ver o que se passou na cabecinha levinha do rapaz, ficava impedido de jogar com os lamps podia regressar a meio da outra semana pois só jogava lá para o dia 16 o que certamente lhe iria permitir estar presente no nascimento do seu filho, só que a antecipação do jogo da Taça lhe cortou as vasas. Agora vai aparecer com a desculpa de que a mulher passou mal ou coisa do género.

Esta história das férias do Natal é todos os anos a mesma treta com estes brasileiros

[i]AAh pois e, eu (e tu com certeza) conheco algums portugueses que passaram o natal a jogar 4 jornadas em 9 dias…porque sera que o campeonato ingles e competitivo e RESPEITADO?

A nota que ganham, que oferecam ums bilhetes de aviao as respectivas familias para passarem o natal no pais em que tem responsabilidades para cumprir.

Nao me admira que venha, mais tarde, no site do Sporting a explicacao que mais uma vez vai desculpar o que merece castigo, e pesado por favor![/i]

Esta história das férias do Natal é todos os anos a mesma treta com estes brasileiros
é aberrante não surgir sensibilidade de um lado ou de outro para se perceber que a mulher do Liedson, como todas as outras, devia estar a ter o filho cá, e que não é razoável um jogador pedir para faltar a jogos quando tem forma de ter a família perto e evitar este problema.

Não é assim tão fácil, Mauras.

Ponto 1, por mais dificil que nos pareça a nós portugueses “europeus”, o Brasil tem excelentes médicos e hospitais (mais avançados que os nossos) e é natural que um brasileiro(a) escolha que o filho nasça no Brasil

Ponto 2, nesta altura a mulher quer a companhia da familia

Ponto 3, não autorizam mulheres grávidas com mais de 7 meses (?) a viajar de avião

Acho que se reunem os vários ingredientes para “obrigar” ao nascimento do filho do Liedson no Brasil.

Quando vejo a ventilar-se a ideia que devia haver “sensibilidade” para a mulher do Liedson ter o filho em Portugal, longe da família, só para o marido estar atreinar uns dias mais cedo, acho que o futebol chegou a um grau de importância que manifestamente não devia ter e para mim não tem, se for o caso concordo com as prioridades do jogador! :arrow: