Quais Objectivos?

Com o aproximar de uma nova temporada com:

[ul][li]cinco provas oficiais para dois clubes;[/li]
[li]quatro para os restantes europeus e[/li]
[li]três para todos os clubes que jogam futebol profissional[/li][/ul]

colocam-se as seguintes questões:

[ul][li]Os três grandes querem ganhar tudo?[/li]
[li]Podem fazê-lo?[/li]
[li]Se não, quais as prioridades a defenir?[/li][/ul]

A resposta à primiera questão tem uma resposta unívoca - Sim. Mesmo que perspectivem uma época com tudo o que seja mau dirão que sempre que sim. Só quando procurarem estruturar uma equipa de longo prazo, partindo do nada eventualmente dirão que não. Como fez Roquete quando tinha Jovic como treinador. Mesmo assim um gerande é sempre tido em atenção.

Quanto à segunda questão a resposta é não. Eventualmente o Porto com um plantel mais extenso poderá fazer o pleno intermo mas pouco provável. A nível externo parece-me pouco plausível uma vitória na Champions League. O Sporting tem o plantel que tem e o Benfica idem aspas. Fácil seria ter jogadores extra a dispensar em Janeiro, depois da fase de grupo da Taça da Liga. Pode acontecer mas os jogadores não são fraldas descartáveis.

Neste momento o mais prioritário para os três grandes será o equilibrio financeiro. Naturalmente que o Porto está mais desafogado com tanto encaixe financeiro desde 2004. Mas segundo se sabe o dinheiro tem “desaparecido”… Mas facilmente pode contratar, talvez por empréstimo, os tais jogadores descartáveis… Ou então valorizá-los para os vender em Janeiro…

O Sporting tem pouco dinheiro para gastar e muito para amortizar. Para mim deve apostar na Champios League em detrimento da Taça da Liga. As receitas são inegavelmente superiores tal como o prestígio e palmarés. Noutros anos com calendários mais desafogados esta prova será mais disputada pelos grandes. Ou talvez me engane pois também há sorteio…

Quanto ao Benfica parece-me que a postura de Luís Vieira em relação à nova prova disse tudo - é a última das prioridades. O que não deixa de ser acertado neste momento para os encarnados (e também para nós)

Termino dizendo que em Inglaterra deve ser raro o ano em que um clube vença as três provas. Mourinho esteve perto o ano passado mas faltou o Campeonato. Em Portugal para já também me parece ser difícil. Apesar de tudo continuo a ser um defensor da nova prova.

No que nos diz respeito, os nossos objectivos devem ser:

Campeonato: vitória
Liga dos Campeões: passar a fase de grupos

Tal como com os outros grandes, a importância das Taças vai depender do percurso nas outras competições - se a coisa começar a dar para o torto, podem ser tábuas de salvação da época.

Assino por baixo.

Mas a Tábua de salvação Taça da Liga passa muito cedo no calendário.