Por onde anda o sportinguismo?

Caros amigos, tento ler quase todos os tópicos e há uma coisa que registo com desagrado:
aos poucos, o sportinguismo vai diminuindo. Não por nós, adeptos e sócios convictos, mas pelas novas gerações. Vamos perdendo protagonismo e isto é preocupante.Vejam por exemplo esta noticia do Record:

Futebol, Benfica e FCPorto são palavras mais escritas de 2008 SPORTING FOI ULTRAPASSADO PELA CRISE NA LISTA DA CISION

O futebol continua a ser rei e a reflectir o seu mediatismo nos noticiários dos jornais portugueses em 2008. As palavras Futebol, Benfica e FC Porto foram as que apareceram mais vezes em notícias publicadas na imprensa nacional no ano passado, segundo uma análise a que a Agência Lusa teve acesso.

No estudo, da empresa Cision, foi seleccionado um grupo de palavras-chave relevantes nos acontecimentos do último ano e, pesquisado em meios de âmbito geral/nacional, económico, desportivo e de entretenimento, concluiu-se que o Futebol e os principais clubes lideram os conteúdos nacionais.

Segundo a análise daquele grupo internacional de análise e monitorização de informação, apenas o Sporting é ultrapassado pela Crise, que regista uma diferença de cerca de 57 mil referências face a Futebol, palavra que ocupa o primeiro lugar do pódio, com mais de 154 mil incidências.

O primeiro-ministro José Sócrates surge em sétimo lugar da tabela, com perto de 45 mil entradas, entre Investimento (76 mil) e Professores (38 mil).

Em 8.º lugar na lista das palavras mais escritas surge o recém-eleito presidente dos EUA, Barack Obama (33 mil), seguido do presidente português, Cavaco Silva (28 mil), e do Desemprego (19 mil).

Os Jogos Olímpicos (18 mil), Cristiano Ronaldo (17 mil), BPN (11 mil), Vanessa Fernandes (dois mil) e Nelson Évora (mil) completam o top.

Futebol mantém a liderança nas referências na imprensa geral/nacional e nas publicações de entretenimento, sendo ultrapassado por Benfica e FC Porto nos jornais desportivos.

Nas publicações de âmbito económico, Investimento e Crise foram as palavras mais assinaladas, com cerca de 37 mil e 31 mil incidências, respectivamente.

As palavras apresentadas foram recolhidas na base de dados da Cision Portugal entre 1 de Janeiro e 31 de Dezembro de 2008.

Se se falasse menos do Sporting só porque não está envolvido no apito dourado, ficava contente, mas parece-me que somos um “produto menos apetecível” que os nossos adversários. Gostava que neste tópico falássemos dos motivos porque isso acontece e soluções para isso. Mas sem trocarmos acusações, só mesmo debater ideias, pode ser? Pode até ser que alguém as aproveite para o Congresso. :wink:

PS - Se a administração do fórum considerar que este tópico deva ser transferido para outro, tudo bem. A mim só me interessa discutir o assunto.

Pois, mas 70% do nome Porto está ligado ao tema Apito Dourado, não tenhas dúvidas. O do Benfica pode ter a ver com a mudança de treinador e a despedida do Rui Bosta.

O péssimo tratamento da marca Sporting é, infelizmente, uma realidade. E entristece-me bastante. Praticamente, não existe exportação da marca o que para mim, e tenho um certo conhecimento sobre estas temáticas, é incompreensível. Há muito Sportinguista por esse mundo fora, principalmente, nos EUA, França, Venezuela, Reino Unido e, num ponto que me irrita bastante, nas PALOP, onde o Sporting conta com milhões de adeptos. A malta vive no mito que as PALOP vestem vermelho, mas é mentira. O Sportinguismo está bem enraizado.

Mas como querem eles exportar a marca, quando não obedecem ás suas premissas fundamentais, à sua base histórica, à sua essência?

Percebo o teu ponto, e acho que está de facto a acontecer algo do género. Mas não é por se falar menos na imprensa…

Concordo contigo, a imprensa não é causa, é consequência. Amanhã, mais acordado, deixo aqui a minha reflexão. :lol:

Essa pseudo noticia, è tipica do pseudo jornal da treta, querem a força toda fazer colar a um dado estatistico vazio de valores, que o SCP è um clube banal que nada ganha, que jà nao è um “grande” !- Eu sei que existe uma certa crise de mliltancia, que se vê espelhada na moldura humana do nosso estadio ( na verdade ,nao è so no nosso , mas especialmente no nosso ) nao tanto pela venda dos lugares, mas sim pela nao-comparencia dos socios com gamebox a que se junta o preço exorbitante da compra simples de bilhetes para cada jogo, a crise està aì e entre dar de comer aos filhos e ir ver um jogo de futebol todos os fins de semana, eu como Pai e outros SPORTINGUISTAS temos que fazer escolhas ! -Tentam passar a ideia que o SCP foi ultrapassado , sò porque os pasquins adoram ter diarreias cerebrais quando escrevem, mrd e tratam da corrupçao como se fosse uma qualidade que alguns têm , aproveitada para ganhar jogos e respectivos titulos, a mim nao me preocupa nao ser referido e nao aparecer por essas razoes, atè me sinto orgulhoso! -Nos ultimos cinco, dez anos quem tem ganho titulos regularmente !? -Quem tem dado luta ao fêcêpê!? mas pronto è mais interessante ver e analisar quem è mais vezes referido na imprensa… tristes… a querer tirar aproveitamento de um dado sem qualquer valor … o melhor è que para os lados da lixeira eles levam estas coisas como se de um campeonato se tratasse :lol: :lol: ! …e ai de quem lhe diga que nao !! :lol:

[font=Tahoma]Concordo.
Mas isso já vem de longe.
Os dois pasquins principais andaram anos a fio a tentar passar a mensagem que «o Sporting já foi».
Isso não foi por acaso. Tinha uma finalidade muito concreta. O FCP monopolizava os patrocínios a Norte, enquanto que na região de Lisboa estes eram divididos por dois clubes.
Era por isso preciso «apagar» o Sporting, para canalizar as verbas para a zona onde hoje fica o C C Colombo.
Mas é um facto que o Sporting perdeu algum impacto de facto ao longo dos anos, e passou a ser apenas uma espinha na garganta dos orcs. É triste mas é verdade.

Outro aspecto, toda a gente sabe, ou devia saber, que o calcanhar de Aquiles da estatística é a amostragem; a mesma sondagem noutra hora ou noutro local pode dar resultados completamente diferentes.
Assim, é canja apresentar um estudo como esse. Basta escolher muito bem o universo sobre o qual se incide o estudo, para garantir que um termo aparece menos vezes que outro.
Por exemplo, quem trabalha não atende os telefonemas para sua casa enquanto está no emprego, e nas sondagens de treta aparece o canal um e a sua programação para a terceira idade como dos mais vistos, a TVI com a sua emissão tipo jornal do crime como o mais visto, etc., o Fashion TV (Yes!) nem sequer aparece.
Por essas e por outras é que em tempos idos surgiram três sondagens simultâneas, dando cada uma delas um dos três grandes como o clube com mais adeptos em Portugal. Ainda me lembro do director da empresa que Cintra contratou ir aos jornais defender a sua sondagem, salientando que os seus funcionários até eram todos lampiões…[/font]

Com a imprensa facciosa que temos cá em Portugal, e por sermos um pais onde o único desporto que parece exisitir é o futebol, não admira que o clube da aldeia e o do parque desportivo do Colombo sejam os mais mencionados. O Sporting incomoda muita gente neste país, mas aqui estamos, para mostrar que somos grandes, e não precisamos de páginas de imprensa… :slight_smile:

eu ao contrário penso mesmo que somos um clube em queda, e nada tem a haver com a comunicação social, mas sim com as politicas do clube, principalmente na fidelização da malta mais jovem, além disso a mudança para a academia, foi boa a nível de instalações mas por outro lado, muitos miudos já nao podem ir ver os treinos e levar outros, lembro-me de passar manhãs e tardes a ver os treinos do scp. Quero com isto dizer que os jogadores estão mais longe e distantes. porque é que eles não metem mais vezes os jogadores a ir às escolas, centros comerciais, etc. Não são funcionários do clube? acabar com os holmes place e voltar à ginástica, que muitos sócios fez e mantém e aos outros desportos, karaté, balet, dança e obrigar os putos a serem sócios, oferecer uma percentagem de bilhetes aos miudos para poderem vr os jogos.
Atenção já consegui virar um que era do benfica e mudá-lo para o sporting. não é fácil mas consegue-se.

no ano passado, já não me recordo qual o jogo, mas penso que foi da taça de portugal, um miudo, devia ter talvez 5 anos sentou-se umas cadeiras ao lado da minha com o núcleo familiar. Faltavam 5 minutos para acabar o jogo e a família decidiu sair. resultado: Berros, choros, “Ainda não acabou!!!” , e o pessoal à volta a dizer que assim é que era(a atitude do miudo).

Tu consegues, ok…
mas lutar contra este tipo de situação não é facil! >:D

http://www.videos.iol.pt/listavideos.php?query=Yebda+e+Carlos+Martins+foram+%C3%A0+escola&mul_id=&v_sort=1&v_order=DTENTRADA&id_conteudo=&tipo_conteudo=&tipo=&pagina=1&referer=&title=Pesquisa&pesqsub.x=18&pesqsub.y=18&pesqsub=ok

(So interessa para o caso a parte final) :cartao:

Sinceramente, e com todo o respeito por quem criou o tópico em si, é uma notícia que a mim pessoalmente, nada me diz.

eu consegui um para grande pena minha os outros coitados perderam-se :wall:
não é fácil porque eles não querem, até podiam dar as conferências de emprensa nas escolas, mas eles gostam mais de ficar por ali e depois ir almoçar.