Oligarquic Muller

O Sporting teve uma iniciativa que foi publicitada que teve algum nível: parceria com a Franck Muller para 36 relógios (não são mais pq não ganhámos mais títulos) exclusivos, de valor a rondar os 19,8k.

Esgotaram todos. Por momentos pensei que os sócios tinham aberto os cordões à bolsa… mas não. Só um relógio é que vai a leiloar entre essa escumalha reles que são os sócios. Os outros 35 já tinham dono pré determinado entra a família real leonina.

Não tendo capital nem interesse no relógio mesmo que o tivesse não deixa de ter graça, este pequeno detalhe de total ausência de pendor oligárquico em Alvalade :).

Agora até a venda de relógios serve de arma de arremesso :stuck_out_tongue:

Recebeste o teu? :slight_smile:

Venda? Não foi venda foi atribuição, são coisas diferentes.

Essa da arma de arremesso… tu realmente… tens dias em que vens para o fórum e partes a loiça toda, nem te consegues controlar, e agora vens com essa da arma de arremesso como se fosses um indefectível defensor da oligarquia. Já te apanhei em grandes críticas.

De falta de coerência não me podes acusar. Já outros escrevem ao sabor do vento… ora são grandes defensores da oligarquia ora perdem a cabeça e disparam forte e feito quando o saco de encher transborda.

Essa dos relógios é mais um episódio patético. Alguém que me explique por favor (eu devo mesmo ser muito burro, porra!) o que é que o Sporting ganha com estas iniciativas? Alguém ligou àquela merda? O que é o clube ganhou? Mais uma desculpa para um cocktail para os amigos e mais um desfile de engravatados e perfumados (desculpa lá outra vez o lugar comum Juba…)

Lá porque a direcção erra num determinado assunto não quer dizer que erre sempre.

Eu não sou defensor nem acusador da “direcção eleita pelos sócios”. Apenas me limito a dar a minha opinião sobre os mais diversos assuntos e segundo a informação que tenho.

E estar a desatinar por causa de uns relógios … 8)

Não é desatino zeze, é mesmo incompreensão… :roll:

O que é colocado em causa são estas atitudes.
Senão, vejamos:

  1. Para comemorar o centenário, fazem 36 relógios a quase 20.000€ cada.
    2.O Sporting tem 29.000 sócios pagantes.
  2. Quantos destes sócios gostariam de ter um relógio deste tipo e quantos poderiam disponibilizar a verba necessária para o adquirir?
    (mais do que 36, suponho! Não seria de introduzir novo critério para a produção do respectivo relógio?)

Depois da normal campanha de marketing, verifica-se que os relógios já estão vendidos, mesmo antes de chegar às “lojas”.

Não estou surpreendido, diga-se!
Mas para quem ficou surpreendido, pergunto para poderem meditar um pouco :
de quem é, realmente, o Sporting e qual o papel do actual sócio na instituição?

A iniciativa parece-me boa, mas como quase tudo o que é feito a nivel de gestão, ficou curto.

Pq podiam manter o Franck Muller a 20 mil para quem pudesse pagar, mas podiam tb fazer uma versão Muller (ou de marca média) a outro preço para um outro nivel de possibilidade financeira.

E podiam até lançar uma réplica, com qualidade, de uma outra marca (a Swatch por ex), para quem não se pode lançar a esse tipo de objectos de luxo ou semi-luxo.

Continuo a dizer, com tantas cabeças pensantes e a ganhar do bom no exercito de empresas do grupo, e os projectos ficam sempre a meio… :roll:

Um Swatch Sporting é que era :wink: :arrow:

Desculpa la Maurex e outros mas neste assunto estou 100% ao lado da SAD.

Ver o anuncio do relogiozito lamp, da Racer “uma marca de prestigio…” como eles dizem, mas que nunca ninguem ouviu falar, sempre me faz desmontar a rir…

Em relaçao ao relogio do SCP, so tenho a dizer que me orgulha, logico que nao tenho 4 mil contos para dar por um relogio, mas ter uma ediçao limitada a 36 unidades DO MELHOR RELOJOEIRO do MUNDO só pode ser motivo de orgulho.
Parece-me ainda logico que antes de os encomendar ja tivessem compradores para todos eles, afinal e ainda que tenha sido o proprio Muller a oferecer-se para realizar a obra, tenho a certeza que nao foi barato…

Não é um Swatch, não é um SWiss Made (a marca), não é um Pathé Philipe, não é um Breithling (desculpem se escrevi mal os nomes mas estou com os copos :wink: ) É UM FRANK MULLER, está mesmo lá em cima no Olimpo, nao pode haver criticas, 36 relogios, um para o museu, outro para leiloar, 34 com comprador antecipado, equivale a 680 mil euros de antemao…

Não ha critica possivel… A unica coisa que me lixa e nao haver imagens do relogio, gostava de o ver…

Para quem nao conhece o artista, unanimente considerado o melhor do MUNDO, deixo o site, so faz 4 a 5 relogios por ano, e sao simplesmente obras de arte

http://www.franckmullerusa.com/

...

Mais uma desculpa para um cocktail para os amigos e mais um desfile de engravatados e perfumados (desculpa lá outra vez o lugar comum Juba…)

Essa tua má convivência com as gravatas e os perfumes estão quase a levar-me a pensar que usas barba e és sindicalista :wink:
… e que o teu modelo de dirigismo da SAD seria talvez um conjunto de operários metalúrgicos que apareceriam em público em festas de colectividade de bairro em fato macaco e a tirar as farpas de bacalhau dos molares com o palito partido em dois… (acrescenta lá mais estes à tua lista de lugares-comuns :arrow: )

A unica coisa que me lixa e nao haver imagens do relogio, gostava de o ver...

É o melhor que pude arranjar:

:wink:

Incy,

A minha crítica não pede relógios centenário na TVshop às 3 da manhã a 100 eur.

O que eu critico é o método pouco transparente e democrático de acesso ao relógio. Acho que todos os sócios deviam ter acesso à oportunidade de acesso aos mesmos, ou pelo menos os sócios mais antigos, até ao número 1000 por exemplo. Posso te garantir que isso não aconteceu pois o meu avô está nas primeiras 3,4 centenas e não recebeu qq informação (não estou a dizer que fosse comprar).

Foi mais uma iniciativa que até teve cobertura mediática acima da média e mais uma vez ninguém sabe como e porquê foram distrubuidos os relógios por quem foram.

Isso para mim é criticável e altamente conjugável com o estilo oligárquico que vivemos.

PS - Juba e Toca - é a conversa do cego e do coxo - Seja nos quinta da Marinha com casaquinho barbour com cheiro a cebo e que se tratam por você no leito seja no esquerdaça candidato à presidência que depois gosta de estoirar mensalidade cara no holmes place para conviver com o “inimigo” todos têm telhado de vidro. A questão é o Sporting, e o problema no Sporting é que nos tocou nos últimos anos a fatia PODRE da “quinta da marinha”, pois não duvido que no segmento exista gente super competente.

Só queria saber quem é que pagou os 35 relógios que antecipadamente já tinham dono.

E será que os donos são os que estiveram ontem na Figueira, a uma sexta à noite, a pagar 40€ por bilhete? Ou os que durante anos, enganados por projectos ambiciosos andaram a gastar todo o seu (pouco) orçamento mensal para acompanhar o Sporting nos 34 jogos da época?

É uma joia rarissima, sem duvida…mas é feio á brava. :lol:

...

Mais uma desculpa para um cocktail para os amigos e mais um desfile de engravatados e perfumados (desculpa lá outra vez o lugar comum Juba…)

Essa tua má convivência com as gravatas e os perfumes estão quase a levar-me a pensar que usas barba e és sindicalista :wink:
… e que o teu modelo de dirigismo da SAD seria talvez um conjunto de operários metalúrgicos que apareceriam em público em festas de colectividade de bairro em fato macaco e a tirar as farpas de bacalhau dos molares com o palito partido em dois… (acrescenta lá mais estes à tua lista de lugares-comuns :arrow: )

:lol: :lol:

Gostaria que o SPORTING fizesse uma edição “especial” de um relógio de uma marca conhecida, uma edição não “vendável” em todos os quiosques ou na TvShop, claro que não estou a falar de um Frank Muller, mas podia ser um Tag como a tripeirada fez aquando da inauguração do estádio deles ou até mesmo um Swatch.

Só não quero ver é o nome do SPORTING metido naquelas marcas “reconhecidas”(?) como Racer e outras. Como é que chama aquela marca do relógio da selecção? Também é Racer?

O Sporting teve uma iniciativa que foi publicitada que teve algum nível: parceria com a Franck Muller para 36 relógios (não são mais pq não ganhámos mais títulos) exclusivos, de valor a rondar os 19,8k.

Esgotaram todos. Por momentos pensei que os sócios tinham aberto os cordões à bolsa… mas não. Só um relógio é que vai a leiloar entre essa escumalha reles que são os sócios. Os outros 35 já tinham dono pré determinado entra a família real leonina.

Não tendo capital nem interesse no relógio mesmo que o tivesse não deixa de ter graça, este pequeno detalhe de total ausência de pendor oligárquico em Alvalade :).

Ai tu querias um Franck Muller??? :smiley:

EHEHEH!!! :lol: