'O meu filho perguntou-me se podia mudar de clube' - Litos

"Normalmente, contacto a família muito cedo e, esta manhã,[b] o meu filho de 12 anos, perguntou-me se podia mudar de clube.[/b] Isto deixa qualquer pai triste. Claro que, como sportinguista, vou tentar que os meus filhos não deixem de apoiar o Sporting que é o clube que eu, também, adoro.[b] Estas situações estão a afectar as crianças que, depois, pedem para mudar para o FC Porto, por exemplo, porque é o clube que ganha mais vezes"[/b], disse Litos, que se encontra a orientar o Muçulmana Maputo, de Moçambique, em declarações ao programa 'Bola Branca', da Rádio Renascença.

Tenho um primo meu, de 7 anos, que consegui que fosse do Sporting. Agora, anda de camisola do porto …

Triste, o facto de isto não ser caso virgem.

É o que tem feito esta corja uma das minhas gémeas de 15 anos diz que prefere ser do Benfica nós só sabemos perder isto é desgosto atrás de desgosto, estes gajos estão a matar o clube em todos os sentidos.

A tendência para estes casos está a aumentar exponencialmente. As crianças obviamente não conseguem ainda perceber bem o mundo do futebol e deixam-se levar por fases. Normalmente são do que ganha e nunca de quem perde. Basta haver uns colegas na escola a dizer que são do porco e ganham que eles deixam-se levar.

Temos de ganhar com urgência, os jovens leões têm de ter orgulho no clube que têm. Têm de ser eles a dizer aos colegas do carnide e do porto que o Sporting é o melhor e não o contrário!

Eu não mudo, simplesmente me desligo do Sporting e me rio da situação.

Claro que não censuro quem o faça. Apoiar um clube não deve acontecer só porque ganha mais vezes ou tem melhores jogadores, é mais profundo que isso mas uma coisa é certa, poupam-se muitas chatices, muitos gozos, muitas conversas indesejadas ao ser-se do Porto actualmente. Ninguém quer ir para a escola, na segunda, e ser gozado pelo Tomás e pelo Ivo enquanto a professora dá a aula de estudo do meio. Futebol = vitórias para os miúdos de hoje em dia e são esses mesmos miúdos que vão ser os adeptos de amanhã.

São coisas que acontecem, o lado positivo é que mudar isso só depende de nós. Olha, uma boa forma de começar as hostilidades era forçar do Credível a demitir-se e dar novo rumo ao clube. Lembro-me de ano passado, quando ganhámos aqueles jogos todos seguidos, ver bastante gente com objectos e camisas do Sporting. Pessoas que não fazia ideia de que eram do Sporting. Deixou-me feliz aquilo porque nesta zona a esmagadora maioria (pelo que dá para ver) é do Porto e do Benfica. Agora nem vê-los como é óbvio

Umas das coisas mais tristes que li sobre o Sporting, não pela situação em sí mas por tudo o que ela representa. A continuar assim daqui a uns anos até em massa adepta o Sporting deixa de ser um “grande”.

O do Litos ainda pergunta.
Muitos sao os que mudam e pronto!!!

SL

So me dá vontade de :’( depois de ouvir o que disse o Litos sobre o filho.

E ainda há os “moralistas” das internets que repudiam as crianças ^-^ , vou deixar um relato pessoal que deixei também no grupo de Leões aqui da terra.

Eu nasci quando o Sporting iniciou o jejum dos 18 anos, numa família de lampiões doentes [i](onde só o meu pai era Sportinguista e devido a ser pescador, estar sempre ausente)[/i], lembro-me da minha avó [i](que deus tem)[/i] me dizer que todos os meus tios, primos e familiares me ensinavam a dizer [i][s]"Benfica"[/s][/i], mas não sei porquê nunca gostei desse clubezeco.

Tenho orgulho em dizer que sou do Sporting desde pequenino, sofri o que os nossos miúdos de hoje em dia sofrem porque o nosso clube não ganhava nada, mas ao menos dignificavam o clube, honrravam e suavam a camisola e eu ORGULHAVA-ME de ser do Sporting Clube de Portugal, gostava de sair à rua, ir brincar, andar de bicicleta, jogar à bola com a nossa sagrada camisola ao peito era um miúdo feliz com ela vestida e quando o meu pai regressava do mar ir com ele a Alvalade passar o/s dia/s a acompanhar as várias modalidades era a cereja no topo do bolo e a prenda que eu mais desejava.

Via o Figo jogar (quando tinha 4 ou 5 anos) e ficava com os olhos vidrados em frente à televisão a deliciar-me com aquilo, vi Balakov com toda a sua magia nos pés e era melhor do que ver os desenhos animados ou ir para a rua brincar com os meus amigos.

Hoje infelizmente prefiro ver um bom filme, uma série ou ir “brincar” com os meus amigos do que ver um jogo do meu clube, não honram, não dignificam, nem sequer se esforçam por suar a sagrada camisola do meu Sporting.

É este o Sporting que queremos para os nossos miúdos e até mesmo para nós próprios?

ps: Não sou pai, mas compreendo a angústia de quem o é e passa pela mesma situação do Litos.

Um gajo já anda deprimido…depois lêr isto… ACORDA SPORTING…

A situação do Litos é agravada por estar afastado do miúdo.
O meu viu o jogo e ficou triste, mas como também tinha visto a equipa B a ganhar ao rival acabou por compensar.
Quando se está mais próximo é mais fácil dar a volta à situação.
A questão aqui é: estou a ser um bom pai ao influenciar os meus filhos a serem adeptos deste Sporting? Afinal eu quero vê-los felizes ou não?
Cada vez tenho mais dúvidas…

Se este Clube ainda fosse um Grande, face a uma Direcção esfrangalhada e incompetente e à pior e mais vergonhosa prestação de SEMPRE alguma coisa já tinha acontecido… Se os abutres e tachistas não se demitem, onde está a MAG para os demitir? Onde estão os sócios que votaram neles a revoltarem-se? Este Clube, como Grande, está sem vergonha e às portas da morte.

Realmente é um grande dilema, nunca tinha pensado nisso… ???

Esta é a realidade do Sporting, nos dias que correm! :frowning:

Ai do meu filho que me viesse com uma história dessas. Comeria ervilhas o resto do ano :mrgreen:

O meu também tem essa idade e é ele que “me leva à força” para o Estádio. Sofre como um doido, o que me faz sofrer em duplicado.

Quando ele está mais abatido, explico-lhe que o Sporting é enorme, mas que está a passar uma má fase.
As coisas hão-de melhorar e quando esta corja de dirigentes sair, o Sporting voltará a ganhar.

O azar (Roquettismo) não há-de estar sempre atrás da porta.

Inclusivamente, nas últimas eleições fez questão de ir comigo votar e este até tarde - não muito por só tinha 11 anos - para saber se o Bruno tinha ganho.
Está desejoso de chegar aos 18 para poder votar…

Ainda noutro dia num Jardim Escola perto de mim, lá estavam os miúdos a falarem de clubes. Com as idades que têm o mais normal foi que a conversa apenas tivesse a toada do “o meu clube é melhor que o teu” “Porquê? Porque sim”. E sabem que mais? Em 30 e tal crianças só havia uma do Sporting.

E sim, vivo perto de Lisboa.

Como dizia um amigo meu hoje no face:
“uma latada no puto que ele nunca mais fazia perguntas parvas…”

Uma boa solução para os putos não desanimarem com as derrotas é colocá-los a ver os jogos da equipa B em vez da A. Se perguntarem pela A diz-se: ah isso é só um clube parecido com um símbolo do Sporting, uma peta qualquer desse género.

Mais a sério, realmente é triste mais um sinal do estado do clube é dificil explicar aos mais novos o que se passa quando ainda há tantos crescidos que insistem que estamos muito bem é preciso “união” e depois ainda ouvir Rocs e afins na televisão.

Os meus quando os tiver, não têm alternativa. Ou são do Sporting ou do Sporting, e se não gostarem de futebol passam a gostar…por entre o pai e a mãe não têm fuga possível. E é para serem sócios, irem às assembleias e evitar que outros sanguessugas iguais aos que lá estão agora tomem conta do clube. Como não posso investir em camionetas e almoços :lol:

fechar tópico, por favor

Fechem este Topico, sff.

Se quiserem discutir isso, discutam noutra area.

Aqui disponivel para Lampiões e Tripeiros lerem e se rirem NÃO!

Tenham ainda uma restia de DIGNIDADE.