NBA

o Woj já deixou no ar que o Udoka não regressa aos Celtics.
vai que é tua, Karnisovas!!!

E, já agora, em Novembro vou a Chicago ver os teus Bulls. Espero ver o Carushow, fã nº1 :sweat_smile: E também espero ver o nosso não amado WCjr do outro lado. Só para confirmar in-loco as minhas ideias do tipo :joy:


Ainda ninguém se lembrou de criar a hashtag
#imUdoka
?
Este gajo nasceu com uma hashtag no nome e agora não faz uso a ela? :rofl:

2 Curtiram

O Udoka foi cancelado de uma forma. Dizem q n volta a treinar na NBA…

Qse a começar a pre season. Já estou ansioso por voltar a ver esta m…!!

Esta sociedade de “virtuosos e cancelamentos” só me dá vontade de vomitar…

2 Curtiram

Há duas coisas que me chateiam nesse caso:

  • não há registo da mulher ter tido a mesma sanção que o homem teve. Disseram até que nada lhe aconteceu. (é igualdade que querem ou é de serem o genero coitadinho?)
  • não ter sido dispensado por justa causa, como é legalmente possível, ou simplesmente chegar a acordo mútuo para rescindir.

Ficar com treinador interino durante um ano para depois acabar a suspensão e o Udoka ser despedido, não lembra o diabo. A imagem dele já está queimada, nem sequer há grande risco que alguém aposte nele tão cedo.

Alguma coisa deve haver amais na história que não está a sair… Afinal de contas trata-se de uma relação consensual!!!

Enfim… Eu como superior de várias pessoas evito sempre este tipo de situações já com medo daquilo que se poderá passar e ser acusado… É triste como nos acabamos por colocar com em certas situações que não deveriamos.

E tal como o i0tech diz, que sanção sofreu a mulher? E se até fosse, por exemplo, provado que até teria sido ela a iniciar as coisas?

Faz pouco sentido.

Eu não ando a seguir a história, mas a relação não era consensual? Qual é o problema então? Uma pessoa agora é despedida ou suspensa por trair alguém? Ou há mais pormenores? Podem-me explicar?

Há relatos de que haverão mais casos e mais coisas em cena, não apenas uma traição. E acho estranho o treinador estar tão calado e até parecer aceitar a decisão.
A ver vamos.

Mas isto nem é uma situação virgem em Boston. Os Boston Red Sox também tinham um treinador, saiu um escândalo relacionado com ele, ele foi suspenso um ano, e depois voltou ao lugar. Aliás é ele o treinador ainda.

O que eu acho que vai acontecer é se a época corre bem, no fim da suspensão cada um para seu lado. Se a época corre mal ao coach interino, daqui a um ano está lá outra vez.

Pouco se sabe do que aconteceu.
Mas atendendo a que foi imposta uma suspensão de um ano, suponho que terá sido bem mais do que o Treinador “enrolar-se” com uma funcionária do Clube.
Matt Barnes (não sei o que ele sabe, claro!) já deixou antever que era uma coisa muito mais grave do que inicialmente reportado.
Suponho que muito mais do que “infidelidades” (o que seria risível, atento o ambiente do desporto americano), se tratará mais de superior hierárquico/subordinado, eventuais comportamentos desadequados no Clube, fala-se de mais do que uma mulher na organização…
Teremos que esperar mais desenvolvimentos…

SL

Eu duvido seriamente que esta suspensão, e toda a confusão à volta sejam apenas por o homem ter cometido adultério ou por ter violado um código de conduta (aqui poderia haver a suspensão, mas teríamos mais “pontos nos i’s”).

Como não tenho informações, não vou acusar ninguém de coisas tão graves como as que presumo que pudessem causar tal situação, mas acho muito estranho e, honestamente, falso puritanismo se isto tudo é por causa de suposto adultério.