Mercedes estuda caixa automática de… nove velocidades

De bonito não tem nada.

2 correcções:

O binário é exactamente o mesmo, a caixa em causa é uma caixa multi modo e não tem redutor de binário, o motor é o mesmo, os consumos são os mesmos, só as emissões de CO2 são ligeiramente superiores, aumentam de 128g/km para 130g/km!

O Prius faz médias de 4 litros e em cidade é onde é mais eficaz, quando quiseres experimentar dirige-te a um concessionário Toyota e pede para fazer um testdrive, ficarás agradavelmente surpreendido! :great:

Para um Prius fazer 8 litros tens que ir a fundo em autoestrada, fazer 15 litros de média é virtualmente impossível! :arrow:

P.S. - De Toyotas ainda sei algumas coisas pois trabalho lá há mais de 6 anos! :wink:

Estou surpreendido :smiley:

Mas a cerca do pryus, nunca andei num. Mas como gosto de ver o Top gear, aqui fica um vídeo sugestivo do Pryus 8) :
[youtube=425,350]- YouTube

Uma palavra…Fail :rotfl: (atenção que não tiro o mérito à toyota…adoro o avensis e o supra ::))

Se souberes fazer pontos de embraiagem, tens que andar 1 semana com 1 automatico e 1 semana com um manual e dizes-me quanto e que gastas-te.
Mas o enginheiro mecanico es tu…

Correcção, engenheiro automóvel, no IPL, única no país :stuck_out_tongue:
Engenheiros mecânicos têm os dias contados…

Já conhecia o vídeo e tudo tem explicação, a diferença nos consumos parece-me fácil de se entender, enquanto o Prius vai quase sempre no seu regime máximo, o M3 vai sempre a 10% da sua capacidade, obviamente que acaba por ser mais económico :idea:

Isto não retira a genialidade de um carro como o Prius, que consegue fazer médias abaixo dos 4 litros aos 100km, no modelo actual, com um motor 1.8 a gasolina, coisa que nenhum carro com motor 1.8 a gasolina consegue, muito menos um M3, mesmo andando devagar, nem são viaturas minimamente comparáveis! :great:

Eu também gosto do Top Gear mas eles às vezes manobram a realidade para dar espectáculo, em compreendo mas discordo, lembro-me de ver um comparativo de binário entre 2 carros, acho que era uma carrinha Honda Civic ou algo do género e um carro do género do M3, o teste foi acelerar em 5ª velocidade a partir de uma velocidade reduzida, tipo 30 ou 40 Km/h, a carrinha tinha o binário máximo disponível muito mais cedo e ia-se embora, foi um bom momento de televisão mas acaba por ser uma falácia! ;D

Promenores Promenores…

Rui, nao substimes a Honda :stuck_out_tongue:

Onde é que subestimei a Honda? :question:

Se o fiz foi sem intenção, gosto muito da Honda, em motores a gasolina deve ser das melhores marcas do mercado! :great:

Ainda não me considero eng. mecânico pois estou no 3 ano ;D mas espero ser…
Mas dias contados?? não sei 8)

Mercedes so mesmo o SLR McLaren, 0-100 em 3.2 segundos, Motor v8, 350km/h sem ser versão BRAUBUS a mais rapida disponivel que chega aos 382km/h
A mecânica não é especialmente moderna acho tem apenas três válvulas por cilindro e a caixa automática, possui apenas cinco relações.
O seu grande trunfo tecnológico é o chassis construído manualmente, em fibra de carbono.

O meu irmão estuda aí. Consideramos que existe uma especialização em todas as áreas da engenharia (automóvel, electrotécnica, electromecânica…) que antigamente era absorvida pelos engenheiros mecânicos. Estes têm formação mais abrangente mas nenhuma especialidade em geral.

Modernices :rotfl:
Não conheço o carro… :inde:
mas o vitor baía tem um :offtopic:

Eu ando no Porto…

ISEP ou FEUP?

Eu fiz o 1º ano de Eng. Mecânica no ISEP mas não acabei o curso! :arrow:

Pensava que engenharia automóvel era apenas em Leiria…

Em muitos casos não vale a pena, técnicos profissionais, ou o que está na moda actualmente, o nível IV e tem em certas áreas, quase as mesmas competências que um licenciado. Depois lá dentro, depende de empresa para empresa claro, mas passa muito pela performance do empregado.

Não é eng automovel, é eng mecanica… :wink:

Ando na FEUP…provavelmente o sitio onde é o melhor curso :victory:

Fiz confusão ^-^

O meu MB nunca falhou. Tenho-o há quase dois anos, tendo somente dois furos como acontecimentos negativos a reportar. É uma máquina espectacular!

Estás enganado é no IST :twisted:

Relativamente ao que tu apontaste de defeitos que eram “facilmente” corrigíveis, esqueceste-te de ver o ponto de vista financeiro. Aí é que a porca torce o rabo, claro que aparentemente são coisa fáceis de fazer mas provavelmente encarecem de sobremaneira o carro! Não me parece que pessoas altamente qualificadas como as que trabalham na MB se esqueceriam de soluções como essas por esquecimento…

Por falar em publicidade automóvel, lembrei-me desta:

:great: