Marcus Edwards Negociado com o Vitória de Guimarães

SPORTING NEGOCEIA SONHO ANTIGO DE RÚBEN AMORIM

SPORTING 11-01-2022 08:11

Por
Nuno Raposo



Sonho antigo de Rúben Amorim, o extremo Marcus Edwards, 23 anos, pode reforçar o Sporting já neste mercado de inverno, janela aberta durante todo o mês de janeiro. O Sporting negoceia com o Vitória de Guimarães a contratação do inglês e as conversas podem chegar a bom porto, agora que os leões estão em melhor posição negocial, apontando para um investimento máximo nunca acima dos €6 milhões.

Desde a janela de transferências do verão de 2020 que Edwards foi considerado alvo importante, tal como A BOLA noticiou na altura em primeira mão. Nessa época, o V. Guimarães, detentor de 50 por cento do passe do jogador - o Tottenham tem a outra metade -, pedia valor na ordem dos €12 M, cifra a que os verdes e brancos não chegaram. O tempo passou, mais duas janelas de transferências surgiram e o nome do inglês esteve sempre na mesa, mas só agora é que o negócio pode concretizar-se - no verão passado Edwards foi possibilidade até ao fecho da janela de transferências, mas a saída de Nuno Mendes para o PSG possibilitou a chegada de Sarabia, por empréstimo dos franceses e o negócio do inglês ficou adiado.

Agora com o Vitória em posição mais fragilizada a nível negocial, dadas as dificuldades financeiras por que passa, as conversas avançam, com o Sporting a poder conseguir o concurso do extremo por metade do valor que antes era pedido pelos vimaranenses.

LEÃO SOBE PARADA POR MARCUS EDWARDS

SPORTING 08:53

Por
Mário Rui Ventura e Nuno Raposo



O interesse do Sporting em Marcus Edwards, noticiado por A BOLA em primeira mão no verão e, uma vez mais, reacendido nesta reabertura de mercado e noticiado ontem, em exclusivo, pelo nosso jornal, tem pernas para andar.

O leão tem viabilidade para esperar até final do mês mas ontem, aproveitando a presença de Frederico Varandas no norte do país, prosseguiu com as conversas pelo extremo inglês de 23 anos, agora diretamente com o Vitória de Guimarães, até pelo interesse do emblema vimaranense em Bruno Gaspar e pela abertura do leão em subir a parada.

Recorde-se que Marcus Edwards foi formado no Tottenham, emblema inglês que colocou o extremo nos vimaranenses, mantendo metade dos direitos, e que, no verão, não colocava entraves à mudança de Guimarães para Alvalade. Agora, admite-se que os ingleses mantenham a mesma posição, ou seja, colocando-se à margem da negociação direta entre Sporting e Vitória mas mantendo a sua quota parte de Edwards que, recorde-se tem uma cláusula de rescisão de €50M.

O Sporting, como A BOLA noticiou ontem, colocou-se na disposição de avançar com 6 milhões de euros pela contratação do extremo, metade do valor que o Vitória pedia no verão para libertar Marcus Edwards e que levou o leão a procurar alternativas, nomeadamente Sarabia, negócio de ocasião na transferência de Nuno Mendes para o Paris Saint-Germain.

Mas ontem, segundo dados recolhidos por A BOLA, deixou entender que poderá subir a parada, em cerca de um a dois milhões de euros, para selar acordo até fim do mês.

Edwards por 7M + Bruno Gaspar definitivo e TT emprestado por meia época era um bom negócio, até dava para nos livrar de algum entulho.

Depois ia buscar o Navarro do Gil, mas nao me acredito nada que o Amorim aponte a isso.

Acho que se fecharmos o Edwards não há mais mexidas esta época, a menos que alguém do núcleo seja vendido.

Parece-me que ainda se procurará um central. Se é possível vir ou se conseguirão achar o perfil certo (em Janeiro é difícil), não sei, mas tenho poucas dúvidas que o Amorim quer mais um central. Feddal a entrar em Ramadão, Neto em baixo nível, Reis a acumular demasiados minutos e a não conseguir descansar por falta de alternativas…
E o calendário até ao fim do ano é infernal.

3 Curtiram

10M+Bruno Gaspar só por 80% do passe para cima e já é puxado

1 Curtiu

Se assim fosse não me acredito que se renovasse com o Neto, mas sim também acho que era importante um central.

Não acho é que o treinador pense igual.

O facadas só tem 50% do passe.
6 milhões já é demais.
O brit tem ar de enjoado. Não sei se faz bom balneário.

Um central e um ponta de lança, sff.

O Edwards caiu-me no goto quando apareceu, óptima primeira época, que aguçou o interesse dos clubes grandes, mas teve alguma irregularidade exibicional na 2ª, não melhorando a margem de progressão patenteada anteriormente.

Sendo essencialmente um extremo, não vejo a quem pode tirar o lugar na equipa.
Só se o Ruben fizer dele um 9.

Renovar e baixar um lugar na hierarquia e ser um Antunes ou um João Pereira que jogam de vez em quando. Se ele quer um jogador por posição, falta-lhe um central e tenho poucas dúvidas que não tivesse pedido no verão. O Marsa podia ser esse central, mas não me parece minimamente pronto.

O Edwards esta agora a caminho de fazer a melhor epoca de sempre em Portugal, quer em termos de golos e, acredito, de assistencias tambem, por isso a margem de progressao esta lá.

Agora, concordo que mais do que um extremo, precisamos de um PL e um central.

2 Curtiram

Gostava que viesse. É um jogador com um grande pé esquerdo, especialmente bom no drible e no 1x1 e acrescentaria alguma criatividade ao nosso plantel.

Caso acabe mesmo por vir, não sei se não ficamos com mais esquerdinos no plantel do que destros…deve ser caso raro. Dá para fazer um belo 11 só com esquerdinos do nosso plantel: Adán; Inácio, Feddal, Reis; Geny, Tabata, Bragança, Vinagre; Sarabia, Paulinho, Nuno Santos. Já vi 11s bem piores do que este no Sporting :rofl:

2 Curtiram

Isto é o mais urgente.

Um central com qualidade, que jogue com os dois pés, para suprir a geriatria do Neto, as lesões do Feddal, e que seja um bom professsor para o Gonçalo.

Um ponta de lança com características complementares às do Paulinho.

Entre o Pablito, o Nuno, o Geny, e até o Tabata, não estamos mal servidos de extremos.

1 Curtiu

Não são trocos…

8M dá para comprar algo que não seja refugo(excepto um Pongolle).

Btw, não estávamos tesos?
E agora já temos 8M para dar assim de repente?

2 Curtiram

Estamos nos oitavos da Champions portanto dinheiro entrou.

E venda do Nuno Mendes também.

Nah…

A UEFA não paga agora os proveitos da Champions.

E o Mendes só é pago no fim da época.
(Fora a parte para o outro Mendes)

Acho o Sporting muito lento a fazer negócios. Não apenas o Varandas mas é um mal que me lembro desde sempre. Temos jogos decisivos à porta e a existir real intenção de comprar mais jogadores acho que precisamos dos jogadores já para esses jogos.

2 Curtiram

E compras de jogadores também não se pagam no imediato.

Quer-me parecer que andar a falar que o Sporting está teso, a esta fase do “campeonato”, é estranho.

Então não está?
A narrativa dos últimos tempos é que estamos tesinhos que nem um carapau.
É Covid, moratórias, prejuízos consecutivos nos R&C, devíamos 5M, se não me engano, no Fair Play financeiro…

E o outro graveto que devemos das VMOCS? 16M€ que tinham de ser pagos até ao fim do ano anterior? Sob risco de o Millenium e NB nos penhorarem o Estádio?

Fizemos um EO para pagar outro, e os respectivos juros.

Que eu saiba, não voltámos a abocanhar uma parcela do contrato NOS.

Não são trocos, mas o Edwards é muito bom jogador e, se pegar de estaca, facilmente valoriza para o triplo disso. English tax não perdoa.

Não me convences, Kramer.

É muito dinheiro para suprir uma posição para a qual temos soluções.
E 8M por um gajo que pode dar um flop, (os 23M do Paulinho são um perfeito exemplo disso) e depois nem para Inglaterra vai, pois já estás a pensar no eventual lucro de venda.

Comprar para rentabilizar de forma a aumentar o activo do plantel, isso concordo.
Vender só pela cláusula, ou muito aproximado a ela.

Central e PL, isso sim.

1 Curtiu