MANCHESTER UNITED R.I.P 1878 - 2005

[b]Manchester United nas mãos de Malcolm Glazer[/b]

O magnata norte-americano Malcolm Glazer passou a ser hoje o accionista maioritário do Manchester United, depois de ter comprado a “fatia” pertencente aos empresários irlandeses JP McManus e John Magnier.

Glazer, que é proprietário do clube de futebol americano Tampa Bay Buccaners, passou a deter 56,9 por cento do capital dos “Red Devils”, depois de lançar uma oferta de 790,3 milhões de libras (cerca de 1.156 milhões de euros) aos 28,7 por cento dos dois promotores de corridas de cavalos.

Apesar de passar a ser proprietário do clube, Glazer tem ainda um controlo condicionado do Manchester United, pois o poder absoluto só será viabilizado quando o norte-americano garantir uma parcela superior a 75 por cento das acções.

Conseguida a compra da parte detida pelos dois empresários irlandeses, Malcolm Glazer estuda agora a possibilidade de reunir fundos necessários para adquirir o pouco mais de 18 por cento de acções necessário para assumir em pleno o novo papel de “patrão” do clube de Old Trafford.

O Conselho de Administração do Manchester United, que rejeitou as quatro anteriores propostas de Glazer, por considerar que parte significativa do montante envolvido estava dependente de empréstimos, já fez saber que vai esperar por uma notificação formal para tomar uma posição pública sobre este negócio.

Tenho pena. Era um clube que eu simpatizava.

Falsa questão.

O Manchester, mesmo sendo propriedade deste magnata será na práctica muito mais autosuficiente neste momento e dono de si próprio do que por exemplo o Sporting.

O Sporting no papel é nosso mas na verdade é dos bancos. Se estes quiserem fecham a torneira num só dia. Sendo assim condicionam tudo, determinam tudo.

No fundo no futebol de hoje se calhar mais vale ter um magnata dono da alma de um clube mas que a ame e se esforce por ela do que um clube que no papel é dos “sócios” mas na verdade não o é.

Falamos de alto sobre estes casos mas somos aqueles fidalgos que ainda têm a casa em seu nome mas têm tudo na mão dos credores.

bah.

Falsa questão.

Diz isso aos adeptos.
http://www.unitedrant.co.uk/archives/2005/05/the_death_of_un.html

Se leres bem o que eles escrevem a questão não é bem a posse nem a filosofia do “clube aos adeptos”:

“The story doesn’t end there though. Glazer is no Abramovich and the vast debt that he has now built up in Manchester United’s name means that, on current performance, all of the club’s profits will be used to service interest payments alone. This is the nightmare scenario fans were concerned about from the start.”~

Eles dão sinais de que “se fosse um abramas…”

ah pois é.

Pois, pois, mas este não é o Abramas. Este se lhe der na telha, leva a marca Manchester para a Florida e passa a chamar-lhes Manchester Rockets… :wink:

O Abramas tem uma coisa que o Macolm não tem: o “homenzinho”!

…e há muito que o processo de tornar o Sporting uma empresa em deterimento de clube já começou.

esta questão das “prioridades” de compra dos bilhetes por exemplo, é um exemplo gritante disso mesmo.

está-se a priviligiar quem detém o capital em deterimento do sócio comum, que desde de sempre alimentou o Clube. a transformação começou na altura do Roquette e agora… na minha opinião, é irreversivel.

as reuniões dos accionistas do Sporting é do mais manhoso possivel. ali fala-se do futuro… detém o poder economico sobre o Sporting e o comum sócio, não pode fazer barulho…

…se não tiver 100 titulos.

Falsa questão.

O Manchester, mesmo sendo propriedade deste magnata será na práctica muito mais autosuficiente neste momento e dono de si próprio do que por exemplo o Sporting.

O Sporting no papel é nosso mas na verdade é dos bancos. Se estes quiserem fecham a torneira num só dia. Sendo assim condicionam tudo, determinam tudo.

No fundo no futebol de hoje se calhar mais vale ter um magnata dono da alma de um clube mas que a ame e se esforce por ela do que um clube que no papel é dos “sócios” mas na verdade não o é.

Falamos de alto sobre estes casos mas somos aqueles fidalgos que ainda têm a casa em seu nome mas têm tudo na mão dos credores.

bah.

Não percebo esta lógica. Quer dizer, os bancos se quiserem fechar a torneira, podem-no fazer, e o magnata não?

Sabes lá se o magnata é adepto do Liverpool? :lol:

Mais a sério, enquanto as decisões dos bancos em relação ao SCP, só têm a ver com financiamentos (o que neste momento reconheço que não é pouco), não tendo o controlo sobre o clube, porque esse ainda pertence aos sócios, o magnata, quando conseguir os tais 75% pode fazer o que quiser e lhe der na real gana.

Não creio que esta situação seja mais favorável que a nossa.

Claro que pode Mpcco, o meu ponto ou a minha lógica é que, ao contrário do que possa parecer, o adepto ou melhor o sócio sportinguista tem pouco a apontar a este caso ou zero razões para achar que o Sporting ainda é, de alguma forma, diferente do manchester neste aspecto.

Quanto à questão do controlo acho lírica a tua análise. O controlo é de quem paga. Não tenhas dúvidas disso, aliás pelo que se diz esta “aliança forçada” com o benfica tem muito mais de pressing dos bancos por trás do que vontade de DC em a fazer.

Quem paga manda, mesmo que não oficialmente. Ao viabilizarem (ou não) os financiamentos que um clube falido com o Sporting precisa os bancos têm o poder de dizer “queremos isto feito desta forma ou daquela” como bem lhes apetece. A única diferença é que podes dizer que não… e fechar.

Em compensação parece que o ferguson e o queiroz vão tel uns vales de compras para gasta antes da época começar!

Temos cá para vender uma fortissima dupla de centrais, fortes no jogo aereo e tecnicistas com os pés de nome Polga e Hugo e um defesa esquerdo rapidissimo de nome Rjorge… :smiley:

Brincadeirinha :smiley:

... A única diferença é que podes dizer que não... e fechar.

…ou mudar de banco. :idea:

...ou mudar de banco.

Já falaste com o teu? Não, falei com o teu! :smiley:

O magnata norte-americano Malcolm Glazer está a um passo de assumir o controlo total do Manchester United, depois de hoje ter anunciado a aquisição de 71,8 por cento do capital social do clube.

Glazer, proprietário do clube de futebol americano Tampa Bay Buccaners, passou quinta-feira a deter 56,9 por cento do capital dos “Red Devils”, e hoje aumentou a participação, ficando a apenas 3,2 dos 75 por cento necessários para conseguir assumir o controlo.

A Red Football Ltd., empresa que Glazer utilizou para adquirir o capital social do clube inglês, anunciou que vai recorrer a um empréstimo de 265 milhões de libras (388,5 milhões de euros) para financiar a oferta de 790,3 milhões de libras (cerca de 1.156 milhões de euros) para se fazer com o total das acções do clube.

“Estamos satisfeitos por fazer esta oferta de aquisição de um dos mais proeminentes clubes de futebol do Mundo”, afirmou Joel Glazer, filho de Malcolm Glazer, que está a conduzir o processo.

A aquisição do clube por parte do magnata norte-americano não está a ser bem vista pelos adeptos do Manchester United, que consideram que o dinheiro gasto na compra das acções do clube vai impedir Glazer de fazer investimentos na equipa.

O filho do magnata tentou tranquilizar os mais cépticos, afirmando-se seguidor do Manchester United e anunciando os planos para o futuro.

“Somos investidores desportivos a longo prazo e adeptos fervorosos do Manchester United. A nossa intenção é trabalhar com os actuais treinadores, jogadores e adeptos para garantir que o Manchester United continua a evoluir e alcançar ainda mais sucessos”, afirmou

Pois é!!! Está quase. Um dia quando tiver muito, muito dinheiro, compro o clube dos slorcs (quando estiverem cotados na bolsa), faço-o ir à falência e depois recebo o dinheiro do seguro!!! :twisted: :twisted:
Ok, ok, para gozarmos com eles, temos de poder jogar contra eles! Jogo da taça de portugal de 2015/2016: Sporting (Superliga) 16 - Slorcs (2ª Divisão distrital de Lisboa) 1 (golo marcado pela Mariana)

Agora a sério. O que será que esta compra irá influenciar no acordo desportivo que eles têm connosco. Será que continuará tudo na mesma?

Agora a sério. O que será que esta compra irá influenciar no acordo desportivo que eles têm connosco. Será que continuará tudo na mesma?

qual acordo ? :stuck_out_tongue:

O acordo que permitiu que o Ronaldo fosse para o Manchester e que vai permitir que o Carlos Eduardo Castro Lourenço, conhecido como Rincón, que joga no São Paulo venha para Alvalade durante 3 anos.
É um acordo entre Man Utd, Sporting e São Paulo.