Lukas Nmecha - Abola

Quero dizer que apesar do passado de padeiro do levezinho, os jogadores de que se falam atualmente como reforços do ataque estão a KM LUZ da qualidade que o Liedson trouxe de IMEDIATO assim que vestiu de leão.

Mas pode-te fazer impressão esta minha ideia, mas também estou com problemas no software da minha ‘bola de cristal’, lamento por isso.

1 Like

All good hombre, apenas nao tinha percebido mesmo o que querias dizer :wink:

1 Like

É um pouco off topic, mas só para complementar, quem marca golos assim (só para dar 2 exemplos, que ele tem mais) nunca pode ser considerado tecnicamente fraco - mas eu percebo o que dizes de ele ser muitas vezes desvalorizado nesse capitulo (e é bem verdade), porque não é um jogador de rodriguinhos. Para mim na finalização (e a preparar a finalização) era tecnicamente fortissimo.

3 Likes

A capacidade que o Jardel tinha para desviar a bola do guarda-redes, fosse com um cabeceamento, fosse com um remate, era surreal.

A nível atlético, a impulsão do Jardel era impressionante para além de ser um jogador alto. Esta capacidade física associada a uma inteligência em se posicionar na área eram letais às defesas adversárias.

3 Likes

Além das diferenças óbvias, o Liedson aparecia sempre nos grandes jogos (também decidia contra os caga tacos) com golos que levavam a equipa atras. Merecia ter pisado outros palcos, mas tanto molhava a sopa contra Roma, Atlético Madrid, dragão ou Luz como depois picava o ponto em Leiria ou Barcelos. E muitos golos eram criados por ele, às vezes marcava do nada e sem que a equipa jogasse para ele. Um dos melhores avançados “não ponta de lança” que vi jogar em Portugal.

3 Likes

Tenho imenso respeito pelo Dost mas porra o Liedson era outra coisa, foi o meu primeiro “ídolo” do Sporting, era um craque que dava muito à equipa e ainda era um rato de área monstruoso, em relação ao Jardel tenho pena de nunca o ter visto jogar no Sporting, do que vi e vejo no youtube é daqueles jogadores que pode estar apagado durante o jogo todo mas se tiver uma oportunidade sabemos que a bola vai acabar dentro da baliza

3 Likes

O Jardel era um fenómeno. Com outra cabeça estaríamos hoje a falar de um bola de ouro facilmente.

Tanto no Porto como no Sporting foi do melhor que já vi, era puto mas lembro-me muito bem.
Adorava o gajo.

O único que me fez lembrar minimamente o Jardel em Portugal foi o Falcão no Porto.

Não me admiro nada que o Ronaldo tenha aprendido muito com ele durante o tempo que cá jogou.

Vamos contratar o Liedson ou o Jardel? Cuidado com os off topic

O Mário Jardel foi, na minha opinião, o melhor ponta-de-lança que já passou no campeonato português. Tinha um posicionamento dentro da área surreal e sabia finalizar com qualquer parte do corpo. Além disso, foi possivelmente o único jogador que conheci que cabeceava de olhos abertos e colocava a bola como se estivesse a chutar com o pé.

Posto isto, olhando à nossa forma de jogar, entre os nomes que foram aqui apontados, acho que aquele que melhor se inseriria na equipa seria o Slimani.

O Nmecha, não tendo números extravagantes, tem muitas qualidade que o R. Amorim aprecia. Quem sabe se, a trabalhar neste contexto e sob as ordens do nosso treinador, não desperte o instinto goleador.

1 Like

O Slimani foi um jogador que o Amorim não quis, é um jogador que ataca o espaço nas costas da defesa. O que o Amorim parece querer é alguém parecido com o Paulinho, alguém que recua bastante para ligar jogo e depois aparecer na área. Algo que por exemplo o Pedro Marques tem e por isso deve fazer a pré época.

Se olharmos para jogadores do passado, o jogador que o Amorim procura é alguém parecido com o Nuno Gomes (lamparinas).

Bola de ouro?

Não tinha hipótese nenhuma.

O Jardel nem à canarinha quase foi, quanto mais.

Era um jogador muito lento e esteticamente pouco apelativo.

Altamente eficaz, mas duvido mesmo muito que ele pudesse almejar a tamanha façanha.

E o Nmecha?

O Amorim não quis o Slimani, ou apareceu um clube com mais argumento$ chamado Lyon?

Nah isso foi no mercado de inverno, no mercado de verão o Amorim não quis o Slimani. Isso foi comentado em todos os meios de comunicação.

Mas não sabemos se é verdade.

Gosto muito do Slimani…mas não o via a querer voltar com grande redução de ordenado.

Por vezes as decisões tomadas pelos jogadores são mais verdadeiras que a comunicação social😉

Aquilo que posso dizer é:

  1. Este Anderlecht é bem mais fraquinho do que aquele que o pessoal se lembra de ver na Europa à uns anitos. Ainda aqui à uns tempos andavam com a brincadeira do Kompany a treinador/jogador…
  2. Não acho muito honesto tirar os golos de penalty, primeiro porque há golos de bola corrida que não são propriamente mais difíceis que penaltys, segundo porque é verdade que são penaltys mas alguém tem de os marcar e terceiro há lances onde é ele que sofre a falta pelo que até se pode argumentar que marcaria na mesma.
  3. Já disse é bom jogador e poderia ser uma mais-valia, é aguardar e ver!
1 Like

Eu não discuto isso da comunicação social, basta ver este mercado. Agora na altura a comunicação social dizia o mesmo em uníssono e ninguém desmentiu, nem mesmo o Record.

E depois tivemos a conferência de imprensa a dizer que preferia apostar em jovens de 17 anos, e durante meses falou do tipo de jogador que ele queria, um avançado que ligasse o jogo.

Podemos dizer com certeza absoluta que as notícias eram verdadeiras ou falsas, não, só quem tem responsabilidades no Sporting é que saberá responder, mas as pistas mostram que a probabilidade é muito grande.

1 Like

Sim Liedson era malha larga mesmo.

O jardas era mortífero, se conseguisse tocar a bola uma vez era quase golo na certa.

O homem queria o Paulinho.

Vamos ver a equipa que fazemos este ano