Juniores - 2021/2022

O q e so estúpido

Só por curiosidade, dizer que o Francisco é o melhor marcador da série dele, a par do Pedro Costa do Famalicão, que também passou pela nossa formação entre 2010 e 2017.

E na nossa série de juvenis o melhor marcador, tem apenas 15 anos, joga no Belém e também foi nosso jogador até 2019.

1 Curtiu

Estive a pesquisar no ZeroZero e o Pedro Costa marca golos que se farta…porra.

1 Curtiu

RÚBEN AMORIM ELOGIA JOVEM PROMESSA LEONINA

SPORTING 14-10-2021 14:17

A ausência de muitos jogadores ao serviço das respetivas seleções permitiu a Rúben Amorim ver em ação jovens talentos das equipas mais jovens. O técnico leonino elogiou uma dessas promessas.

«Serviu para ver jovens jogadores que muitas vezes não passam por nós. Temos miúdos com muito talento que têm de dar passos na sua formação. Rodrigo Ribeiro (16 anos) é muito novo e cheio de talento. Como aconteceu com Dário Essugo, eles têm de saber aproveitar todas as oportunidades», realçou o treinador, em conferência de imprensa.

RODRIGO RIBEIRO TORNOU-SE LEÃO EM 10 MINUTOS

SPORTING 13:39

A paragem competitiva para as seleções serviu para, uma vez mais, Rúben Amorim chamar vários jogadores da formação aos trabalhos da equipa principal. E se na última época surgiu o médio Dário Essugo, desta vez, assumiu o próprio treinador, destacou-se um avançado.

«Temos miúdos com bastante talento que têm de dar passos em frente na sua formação. Vimos jogadores como o Rodrigo Ribeiro que é um miúdo de 16 anos muito novo. Tivemos esta oportunidade de o ver agora e é um miúdo cheio de talento», afirmou Rúben Amorim, despertando a curiosidade sobre, afinal, quem é Rodrigo Ribeiro, internacional sub-16 por Portugal que se estreou esta época, pelo leão, com um hat trick ao… Belenenses, precisamente o adversário desta noite.

«O Rodrigo ainda não vai a jogo. Temos um trabalho com a formação. Falei nele como exemplo porque foi um miúdo que me chamou a atenção. Gosto de transmitir isto porque se os jogadores têm um bom comportamento, gosto de lhes dar estas pequenas recompensas», explicou Rúben Amorim.

Ora Rodrigo Ribeiro está no Sporting desde 2017 mas veste de leão ao peito desde sempre, não tivesse sido ele descoberto na Escola Academia Sporting de Viana do Castelo. Foi um jogo dessa equipa sub-9, no Pólo EUL do Sporting, contra os sub-8 dos leões, que Rodrigo Ribeiro brilhou. E brilhou tanto que, aos 10 minutos de jogo, trocou de lado, passando a defrontar os colegas de equipa.

Assinou pelo Sporting nesse dia, manteve-se em Viana do Castelo, viajando para Lisboa para torneios e jogos até aos sub-13, quando se mudou em definitivo para a Academia. Extremo de formação, passou para médio-centro nos sub-14 e, desde os sub-15, afirmou-se como avançado, ainda que com mobilidade, mesmo com os seus 1,86 metros. Ainda juvenil, já joga pelos sub-19, é profissional desde maio e, chamado pela primeira vez à equipa principal, foi utilizado por Rúben Amorim no particular com o Torreense, na passada sexta-feira.

Esqueceram-se do Marlon Júnior no 11 titular. Entretanto já corrigiram noutro tweet.

Estamos a ganhar 1.0

Alguém me sabe dizer se é o travassos a defesa esquerdo? Ou o David Monteiro?

Normalmente apresentam os onzes segundo a numeração e a numeração normalmente é feita pela posição em campo nesse jogo. Não tendo garantias à partida estamos a jogar assim:

1 Diogo Pinto
2 David Monteiro
3 Gilberto Batista
4 Marlon Júnior
5 Diogo Travassos
6 Tiago Octávio
7 Rodrigo Marquês
8 Samuel Justo
9 Rodrigo Ribeiro
10 Marco Cruz
11 Isnaba Mané

Luta renhida pelo 4°lugar.

“Campeonato desequilibradissimo”

Está quanto?

Ganhamos 3.0

Subimos ao 3°lugar

Foto Isabel Silva

VITÓRIA TRANQUILA NO DÉRBI

Por Sporting CP
16 Out, 2021

JUNIORES

Juniores superam CF “Os Belenenses”

A equipa sub-19 de futebol do Sporting Clube de Portugal recebeu e bateu, este sábado, o CF “Os Belenenses” por 3-0 na nona jornada da série sul do Campeonato Nacional do escalão.

Os Leões foram superiores do primeiro ao último minuto e o triunfo nunca esteve em causa, com o conjunto de Pedro Coelho a fazer por merecer a conquista dos três pontos, que até podia ter acontecido com mais golos marcados.

O Sporting CP tomou as rédeas da partida assim que o árbitro Vasco Almeida fez soar o primeiro apito e, logo nos primeiros minutos, surgiram algumas oportunidades de golo. Valeu ao CF “Os Belenenses” o guarda-redes João Teopisto, um dos melhores em campo.

Aos 13 minutos, contudo, o emblema de Alvalade inaugurou o marcador quando o avançado Rodrigo Ribeiro, com um excelente remate, colocou a bola no fundo das redes para o 1-0.

A toada não mudou e o Sporting CP seguiu a pressionar a baliza adversária. As chances de Rodrigo Marquês, Diogo Travassos e Rodrigo Ribeiro só não deram em golo porque João Teopisto voltou a aparecer com qualidade.

Do outro lado, Pedro Carvalho protagonizou a primira tentativa com algum perigo para o CF “Os Belenenses”, sendo que, já em tempo de compensação, Telmo Dias falhou um ‘golo feito’ para os azuis do Restelo. Assim o 1-0 mantinha-se ao intervalo.

Os visitantes melhoraram ligeiramente para o segundo tempo, mas foi sempre o Sporting CP a controlar e a jogar perto da área do CF “Os Belenenses”. Nos primeiros instantes dos 45 minutos finais, Isnaba Mané e Samuel Justo voltaram a dar trabalho a João Teopisto, que, mais uma vez, reagiu da melhor forma.

O 2-0 apareceu, apenas, a 20 minutos do fim, quando Isnaba Mané conquistou um pontapé de penálti. Foi o próprio a converter e fê-lo bem, não dando hipóteses ao guarda-redes.

O dérbi seguiu tranquilo e o resultado ficou fechado na última jogada da partida, aos 90+4 minutos, quando Youssef Chermiti - que entrou no decorrer da segunda parte - rematou com sucesso para o fundo das redes, consumando o 3-0.

No final, a superioridade verde e branca ficou bem visível nas estatísticas: 60%-40% na posse de bola, 23-6 nos ataques, 20-6 nos remates e 21-1 nos cruzamentos.

Os jovens Leões vão agora à Turquia enfrentar o Beşiktaş JK para a terceira jornada da fase de grupos da UEFA Youth League.

Sporting CP: Diogo Pinto [GR], David Monteiro (David Moreira, 61’), Gilberto Batista, Marlon Júnior, Diogo Travassos, Tiago Octávio, Samuel Justo [C] (Tiago Augusto, 77’), Marco Cruz (Rafael Besugo, 68’), Rodrigo Marquês, Isnaba Mané e Rodrigo Ribeiro (Youssef Chermiti, 68’).

Sim, deve ser mais difícil do q uma Liga 3 ou até uma revelação. Claro q os escalões de Formação em Portugal são desequilibrados, o q é q contribui para a evolução dos jogadores andar a vencer jogos por 12:0 nos Iniciados ou Juvenis?

Haveria de ser sempre 12.0

Infelizmente não vejo é essa superioridade toda

Essa conversa de q os jogos na Formação serem tão desnivelados é bom porque vences com muita facilidade é um erro, e já devia ter sido terminado há muito tempo.

Valha a verdade q as Fases Finais já são mais competitivas, e nos Juniores já n é tão desnivelado, ainda assim n estou de acordo contigo, mas isso também n é o mais importante aqui.

O q importa é desenvolver jogadores para o plantel profissional e ter treinadores q os saibam integrar, o resto depois faz-se um balanço.