José Mourinho em Guerra Aberta!

Vale o que vale mas…

Bronca da grossa no Chelsea. De acordo com o jornal Daily Mirror, o futuro de José Mourinho no clube londrino pode estar em dúvida. Tudo por causa de uma violenta discussão entre o treinador português e Peter Kenyon, director executivo dos blues, na sequência da transferência que levou William Gallas para o Arsenal e Ashley Cole para o Chelsea, consumada ao final da noite de anteontem. Segundo o Mirror, a troca entre os dois jogadores (num negócio onde o Chelsea ainda teve de pagar mais 1,4 milhões de contos) foi feita contra a vontade de José Mourinho, que considera que esta transferência serviu apenas para reforçar o rival Arsenal. O tablóide inglês diz mesmo que o técnico português preferia ter Gallas a treinar-se na equipa de reservas do que o ceder ao eterno rival londrino. Vários sites ingleses também noticiaram ontem que a discussão entre Kenyon e Mourinho foi mesmo violenta. E mantiveram a versão do Mirror, de que o técnico português pode estar de saída do clube. As más relações entre o treinador português e o director executivo do Chelsea já duram há algum tempo. E são quase sempre motivadas pelo excesso de protagonismo do dirigente inglês. Mourinho, aliás, chegou a dizer publicamente que na época passada pensou seriamente em abandonar o Chelsea. E com mais este arrufo, a sua posição no clube poderá ficar fragilizada, já que o negócio Gallas/Ashley Cole foi contra a sua vontade. Os próximos dias serão assim decisivos para resolver este problema, sendo certo que caberá ao magnata Roman Abramovich terminar com esta guerra.

Agora o mais giro, fonte: 24 horas.

Se não ganhar nada este ano é que acredito que saia, mas como o campeonato começou mal já se está a precipitar demais. É um negócio estranho [mas verdade] :lol: . O Gallas só saiu porque quis, a vontade do Mourinho era que ele ficasse mas ao mesmo tempo ambicionava ter o Ashley Cole como reforço e o Kenyon fez-lhe a vontade, mas perdeu um jogador que era quase imprescindível em qualquer lado da defesa e foi feforçar o rival!! Tem razão para estar assim. Espero que saia e que vá para o Man Utd. :smiley:

Era público que o Gallas não queria ficar no Chelsea. Tentou fazer de tudo para ir para o AC.

O Mourinho também tem cada uma. Prefere arruinar a carreira de um jogador a cedê-lo ao rival…

Não vejo porque se queixa. Contratou o Boulahrouz e contratou um defesa esquerdo (para mim o melhor do mundo na posição) que tanto ambicionava, já que Del Horno nunca cumpriu e Roberto Carlos não assinou.

Quem tem que ficar chateado é o Wayne Bridge que estava a fazer um excelente início de época e agora vai ser relegado, para além de ser tapado também pelo Cole na selecção inglesa.

Jose Mourinho nao queria continuar no Chelsea esta epoca,o desejo foi revelado a Abrahmovic que nao o deixou sair graças as conquistas que Mourinho conquistou pelo Chelsea.Como moeda de troca Abrahmovic contratou Ballack e Shevchenko dois jogadores que Jose Mourinho nunca afirmou serem titulares,sempre dizendo que tinham que trabalhar ainda mais ques os outros.

Começaram a vir os problemas entre Mourinho e os jogadores,nao foi so Gallas,nao foi so o director executivo,foi tambem com Crespo,Drogba e Gudhonsen.Mourinho tinha como principal objectivo para este ano treinar o Inter de Milao,posteriormente era o Acmilan mas devido ao CalcioCaos preferia o Inter.

Vale o que vale mas...
Bronca da grossa no Chelsea. De acordo com o jornal Daily Mirror, o futuro de José Mourinho no clube londrino pode estar em dúvida. Tudo por causa de uma violenta discussão entre o treinador português e Peter Kenyon, director executivo dos blues, na sequência da transferência que levou William Gallas para o Arsenal e Ashley Cole para o Chelsea, consumada ao final da noite de anteontem. Segundo o Mirror, a troca entre os dois jogadores (num negócio onde o Chelsea ainda teve de pagar mais 1,4 milhões de contos) foi feita contra a vontade de José Mourinho, que considera que esta transferência serviu apenas para reforçar o rival Arsenal. O tablóide inglês diz mesmo que o técnico português preferia ter Gallas a treinar-se na equipa de reservas do que o ceder ao eterno rival londrino. Vários sites ingleses também noticiaram ontem que a discussão entre Kenyon e Mourinho foi mesmo violenta. E mantiveram a versão do Mirror, de que o técnico português pode estar de saída do clube. As más relações entre o treinador português e o director executivo do Chelsea já duram há algum tempo. E são quase sempre motivadas pelo excesso de protagonismo do dirigente inglês. Mourinho, aliás, chegou a dizer publicamente que na época passada pensou seriamente em abandonar o Chelsea. E com mais este arrufo, a sua posição no clube poderá ficar fragilizada, já que o negócio Gallas/Ashley Cole foi contra a sua vontade. Os próximos dias serão assim decisivos para resolver este problema, sendo certo que caberá ao magnata Roman Abramovich terminar com esta guerra.

Agora o mais giro, fonte: 24 horas.

Incorrecto, a fonte é o “Mirror”…

Realmente a saga de contratações do Chelsea neste defeso não tem nada a ver com o Mourinho, o Abramas deve estar farto de esperar por ganhar aquilo que ele efectivamente quer, a CL, se o Mourinho não a vencer, no dia seguinte está despedido.

Quem tem razão aqui é Mourinho, por mais que isso custe a alguns.

Ele é que sabe o que tem e o que deve ou não fazer para vencer dentro do campo. O Chelsea sempre que pode tenta fazer negócios fora do controle dele, e há-de ser essa a razão da queda de mourinho. Aliás esta época ou muito me engano ou vai mesmo acentuar-se o declinio, não fosse esta também uma época em que tudo aparenta ter sido traçado por todos menos por Mourinho.

No pasquim redondo:

O defesa gaulês [Gallas] assumiu ainda, em declarações na Eurosport, ter ficado chocado com as ameaças de ser despromovido para os reservas, por querer sair do Chelsea e assinar pelo Arsenal: «A ameaça de me fazer jogar nas reservas é incrível tendo em conta o que fiz por esse clube. Nos últimos anos tive ofertas de Itália e Espanha mas fui sempre leal ao clube. Só que isso que não contou para nada para Mourinho e essa situação é triste.»

Fico à espera de ouvir a versão de Mourinho. Se se confirmar, este tipo de comportamento é aceitável da parte de um treinador? Em que é que isto beneficiaria a equipa?

O que nao e aceitavel e jogadores com contractos assinados e pagos a peso de ouro nao comparecerem no dia estipulado para o regresso a competiçao como fez esse senhor.

Simplesmente teve uma semana se nao estou em erro sem dar cavaco a ninguem recusando se mesmo a voltar ao clube…portanto o mourinho aqui esteve muito bem.

Queria o castigar simplesmente…e ele mais tarde ou mais cedo iria voltar a equipa e talvez ate renovasse pela exurbitancia que ele pedia.

Eu estou do lado de mourinho e do clube porque no sporting pelas alturas do natal e o regabofe que se ve com o brasileiros a ficarem la mais uma semana e depois chegarem a rirem se ainda por cima e a darem desculpas esfarrapdas.

Subscrevo inteiramente mágico número 10 búlgaro. :arrow:

Tambem estou de acordo com o Bala :!:

Estou de acordo com o Bala,mas de resto quero é tudo de mau para o Chelsea e para o Mourinho!!!