Internet sem fios: vale a pena comprar Placa 3G?

Andava com ideias de meter internet sem fios mas o sítio onde estou durante a semana não é nenhum hot spot, como tal estava a considerar a hipótese de comprar uma placa 3G mas estou um bocado a leste nesta matéria.

Como sei que há aqui no fórum muitos entendidos em comunicações e tecnologias da informação, gostava de pedir a vossa opinião. Vale a pena neste momento comprar uma Placa 3G, a razão qualidade/preço é aceitável? Quais as principais desvantagens? Há risco de o sistema ficar obsoleto rapidamente e eu ficar a arder com o dinheiro?

Obrigado desde já por eventuais esclarecimentos.

Saudações Leoninas

Estou longe de ser um especialista na matéria, mas tenho a minha experiência para partilhar contigo uma vez que utilizo uma placa dessas há cerca de um ano.

Julgo que há dois factores essenciais a ter em conta.
O primeiro é a utilização que se pertence dar ao equipamento. No meu caso o que me levou a optar por esta solução foi a necessidade de ter internet em mais do que um lado, no entanto ao trocar a ADSL da Telepac por esta placa da Vodafone, perdi alguma qualidade, mas para quem como eu utiliza a internet apenas para uma navegação normal e não tem necessidade de fazer muitos Downloads ou outras coisas mais complexas é mais do que suficiente.

Neste momento já há placas melhores do que a minha, são as da Banda Larga e aqui entramos no outro factor decisivo que é a qualidade da Rede nos sítios onde se pretende utilizar a Placa. Aqui ainda são poucas as zonas onde temos acesso à Banda Larga e mesmo em relação à rede 3G há algumas zonas escuras, pelo que não vale a pena ter um equipamento mais sofisticado mas também mais caro.

Quanto a preços eu aproveitei uma campanha e a troco dum compromisso de fidelização de dois anos, tive a placa grátis e pago 28,4 por mês com um limite de tráfego, que no entanto pouco importa na medida em que entre as 8h e as 17h não conta, mas julgo que as da Banda Larga custam quarenta e tal euros por mês.

Acrescento também que em termos de fiabilidade o sistema funciona muito bem, melhor mesmo que o da Telepac.

Espero que isto te tenha servido de alguma coisa

Eu contra mim falo, porque apesar de não utilizar placas, sou trabalhador da Vodafone. E digo-te que as queixas relativamente às placas são muitas. Mas mais por questões de compatibilidade e utilizações em roaming.

O uso desse meio é bom! e tem futuro!
Para mim que sou um consumidor de internet não dá! Os limites impostos são pequenos, e as velocidades nada de especial!

Mas para quem necessita de ter internet em vários locais, utiliza a internet para consulta, e não está preocupado com os limites é excelente!

Um colega meu de trabalho tem uma da Vodafone, e adora aquilo! Ele trabalha em lisboa, mas vai para santarem e algarve todos os fins de semana, e isso faz com que ele possa ter sempre net com ele, e não pagar mais do 1 assinatura!

O tomane e o Zed já disseram quase tudo. Tenho placa 3G também NetSapo em casa, sou obrigado a ter a 1ª porque me desloco muito e em muitas empresas a que vou têm a net bloquada, pelo que assim tenho internet em todo lado a velocidade razoável (esqueçam os downloads de filmes e jogos…1 MB deve demorar mais de 1 semana a descarregar). Mas tenho que ter Sapo em casa porque a placa 3G não tem cobertura total, e em casa muitas vezes não tenho rede 3G, passo a 56 kbp (a velocidade dos antigos modems…).

Por isso, quem se desloque muito ou more em 2 sitios e tenha acesso a 3G em todos esses lugares, deve comprar. Mas quem descarregue muita informação, não deve.

Sem fios o modem cai. Não gosto muito disso.

Pela experiência que tenho em portáteis com estas placas, mais vale estar ligado com um velhinho modem de 54… a velocidade de ligaçao é ridícula, isto quando se consegue ter ligação.

Mas server perfeitamente para quem queira fazer uma consulta ocasional ou ver os mails…

Sem fios o modem cai. Não gosto muito disso.

É, se não o pregares à parede, o modem cai. :lol:

Pela experiência que tenho em portáteis com estas placas, mais vale estar ligado com um velhinho modem de 54... a velocidade de ligaçao é ridícula, isto quando se consegue ter ligação.

Mas server perfeitamente para quem queira fazer uma consulta ocasional ou ver os mails…

Depende de onde o usares. Se estiveres (1-2kms) em zonas urbanizadas, garanto-te que raramente cai e a velocidade é bem aceitável. Vale mais estar ligado a um modem de 54 kbps? No pior dos casos tens essa velocidade, e isso quando não tens rede 3G, mas normalmente a velocidade nominal é de 300 e tal.

... pelo que assim tenho internet em todo lado a velocidade razoável (esqueçam os downloads de filmes e jogos...1 MB deve demorar mais de 1 semana a descarregar).

Não pode ser, deves-te ter enganado. Possivelmente quererias dizer 1 GB. e não 1 MB. Também não abuses da lentidão do «bicho»… :stuck_out_tongue:

Tenho placa 3G da TMN (veloc. 356) e faço downloads até 40-50 KB/s.
Para quem sabe fazer contas… 1 Gb pode não chegar a demorar 24 horas.

Pela experiência que tenho em portáteis com estas placas, mais vale estar ligado com um velhinho modem de 54... a velocidade de ligaçao é ridícula, isto quando se consegue ter ligação.

Mas server perfeitamente para quem queira fazer uma consulta ocasional ou ver os mails…

Depende de onde o usares. Se estiveres (1-2kms) em zonas urbanizadas, garanto-te que raramente cai e a velocidade é bem aceitável. Vale mais estar ligado a um modem de 54 kbps? No pior dos casos tens essa velocidade, e isso quando não tens rede 3G, mas normalmente a velocidade nominal é de 300 e tal.

Claro que estava a exagerar, mas o que te posso dizer é que das várias que experimentei, a que usei durante mais tempo foi na zona de Telheiras e o que te posso dizer é que era de arrancar os cabelos, tanto pelas vezes que ia abaixo, como pela velocidade dos downloads/uploads.

Se calhar tive azar, mas as experiências que tive foram todas más.

... pelo que assim tenho internet em todo lado a velocidade razoável (esqueçam os downloads de filmes e jogos...1 MB deve demorar mais de 1 semana a descarregar).

Não pode ser, deves-te ter enganado. Possivelmente quererias dizer 1 GB. e não 1 MB. Também não abuses da lentidão do «bicho»… :stuck_out_tongue:

Isso! :smiley:

Pela experiência que tenho em portáteis com estas placas, mais vale estar ligado com um velhinho modem de 54... a velocidade de ligaçao é ridícula, isto quando se consegue ter ligação.

Mas server perfeitamente para quem queira fazer uma consulta ocasional ou ver os mails…

Depende de onde o usares. Se estiveres (1-2kms) em zonas urbanizadas, garanto-te que raramente cai e a velocidade é bem aceitável. Vale mais estar ligado a um modem de 54 kbps? No pior dos casos tens essa velocidade, e isso quando não tens rede 3G, mas normalmente a velocidade nominal é de 300 e tal.

Claro que estava a exagerar, mas o que te posso dizer é que das várias que experimentei, a que usei durante mais tempo foi na zona de Telheiras e o que te posso dizer é que era de arrancar os cabelos, tanto pelas vezes que ia abaixo, como pela velocidade dos downloads/uploads.

Se calhar tive azar, mas as experiências que tive foram todas más.

Olha que pode ser algum problema dessa placa. Estando num local fixo, rarmaente cai, o que sicede por vezes se tiver mau sinal é passar para GPRS de vez em quando, mas cair é muito raro.

Tenho uma Vodafone desde Março e foi a melhor compra que fiz este ano.

É curioso este tópico, porque tenho um familiar meu que está no Brasil e veio cá passar sensivelmente 1 ano. Ela necessita de um portátil e respectiva ligação portátil à Internet. Dos que têm alguma experiência de Internet portátil, o que me aconselham? Vodafone? TMN? Óptimus?.. Agora há uns modems USB brancos de ligação à Internet da Vodafone e Óptimus (parecem um rato) que podem ser utilizados quer para ligações fixas (PC), quer para ligações móveis (portáteis). Qual a melhor relação qualidade/preço? Alguém tem alguma experiência que me possa ser útil? :slight_smile:

As próprias empresas têm mapas nos sites, que têm mais ou menos a cobertura a nível nacional. Quando comprei, em Março, a Optimus era a que tinha pior cobertura e entre a TMN e a Vodafone optei pela segunda porque tinham na altura uma melhor campanha de preços. Terás que ver os sites e decidir por aí. Toma em conta o preço a pagar pela “entrada” (se tens que pagar pela placa ou não, normalmente para contratos de 12 meses ou 18 meses pegas menos, ou nada para contratos maiores).

Mas se esse teu familiar viver numa cidade grande, ou perto de vias de comunicação frequentadas, e se não precisar de se deslocar, então a Optimus também será uma boa opção.

Também existe agora uma oferta da Zapp, que usa outra tecnologia (acho que o Zed saberá explicar melhor), mas o “modem” é um “matacão” que se liga ao USB, enquanto que as placas das operadoras de telemóveis são aquelas plaquinhas pequeninas (4x8x0,5 cm) que se ligam de lado nos portáteis.

Também existe agora uma oferta da Zapp, que usa outra tecnologia (acho que o Zed saberá explicar melhor), mas o "modem" é um "matacão" que se liga ao USB, enquanto que as placas das operadoras de telemóveis são aquelas plaquinhas pequeninas (4x8x0,5 cm) que se ligam de lado nos portáteis.

O Zapp, que é o produto da RadioMóvel, usa uma tecnologia em tudo semelhante ao UMTS(3G), também baseado em WCDMA mas a operar numa frequência mais baixa, o que torna possível cobrir uma determinada área com menos estações (antenas), já que o raio de acção destas é maior.

De referir que este é um operador que não devia existir, já que recebeu a licensa completamente demão beijada e à borla, um dos últimos actos de gestão do Luis Nazaré como presidente do ICP(ANACOM) :roll: , enquanto os outros operadores tiveram que concorrer e pagar 20 Milhões de contos pelas licensas de UMTS.

Quanto ao assunto do tópico, sou suspeito para dar conselhos :slight_smile:

Apenas digo que quando compro uma coisa, gosto de comprar o original e não uma cópia. :wink:

[b]Laptop user arrested for ‘illegal log-on’ to house wi-fi[/b]

A man who was seen using his laptop in the street has been arrested on suspicion of illegally logging on to a wireless (Wi-Fi) broadband connection.

Two officers saw the 39-year-old man sitting on a garden wall outside a home in Chiswick, West London. When questioned he admitted using the homeowner’s unsecured broadband connection from his position on the wall. He was arrested and the case was passed to the Metropolitan Police Computer Crime Unit. He was bailed to return in October and faces a fine or a jail term of six months, or both.

Detective Constable Mark Roberts gave warning that anyone caught illegally “hitching” or “piggy-backing” on to another’s wireless broadband connection could face arrest.

“This arrest should act as a warning to anyone who thinks it is acceptable to illegally use other people’s broadband connections,” he said. “To do so potentially breaches the Computer Misuse Act and the Communications Act, so computer users need to be aware that this is unlawful and police will investigate any violation we become aware of.”

The man was arrested under section one of the Computer Misuse Act and Section 125 of the Communications Act 2003. The first conviction for this offence was in 2005. Gregory Straszkiewicz, then 24, from Ealing, is believed to have been seen sitting in his car using his laptop outside the house of a Wi-Fi subscriber in West London. He had been seen in the neighbourhood before by a local resident and reported to the police.

When police examined his laptop, they discovered that he had logged on several times before. He was found guilty of dishonestly obtaining an electronic communication service and his computer and wireless card were confiscated, he was fined £500 and given a 12-month conditional discharge.

http://technology.timesonline.co.uk/tol/news/tech_and_web/the_web/article2310670.ece