IMTT + Autoridade tributaria aduaneira + carro de abate, o que fazer?

Bom dia caros amigos.

Recentemente comecei a receber cartas da Autoridade tributaria e aduaneira para pagar um imposto dum carro em meu nome, que foi estampado há cerca de 10/15 anos e seguiu para abate…

Inicialmente não dei importância as cartas mas cada vez que me mandam uma o valor a pagar é maior…devido a não ter pago as outras.

Nestes casos o que há a fazer? Sei que tem de se ir ao IMTT resolver as coisas mas o que tem de se levar?
É que eu desse carro (era um fiat uno) só tenho mesmo o livrete e titulo de propriedade, porque o carro quando bateu chamou-se um reboque e levou-o para o ferro velho porque ele não tinha conserto…na altura não havia IMTT’s nem coisas do género…

Falaram-me que saiu uma lei (ou coisa do género) que os carros que não fossem a inspecção até 2005 eram considerados inexistentes…alguém está a par disto?
É que eu esta semana vou passar no IMTT para resolver a situação…mas gostava de levar alguma coisa para apresentar e evitar as multas.

Obrigado.

sim, essa lei saiu, eu tinha um carro velhinho que nunca dei para abate porque deu o berro de vez quando eu estava a passear no estrangeiro (em Inglaterra! Tive que voltar de avião), às tantas (uns poucos anos atrás) desapareceu automaticamente do sistema…

Eles na AT sabem disso! mas é só para “Também serão canceladas todas as matrículas de veículos que tenham sido matriculados entre 1980 e 2000 e que não tenham sido inspeccionados desde 2003.”, o meu era de 1986…

http://impostosobreveiculos.info/inicio/cancelamento-de-matricula/

Já verificaste se a matricula foi cancelada?

Se não podes fazê-lo aqui: http://www.imtt.pt/MatriculasCanceladas/matriculas.asp

Se não o fizeste, julgo que terás que tentar reunir o maior numero de documentação possível que comprove que o automóvel já não existe. Vendes-te-o para sucata? Se sim, ficaste com fatura?

Leva o Assenza para lhes partir a boca. :mrgreen:

Este Fiat Uno era de 92, de certeza que não o inspeccionei depois de 2003…

Verifiquei agora e ainda não foi cancelada… ???

Na altura quem andava com o carro era o meu irmão…espetou-se á noite e de manha chamou-se o reboque para levar o carro para o ferro velho. Não o vendi,nem fiquei com factura… :think:

Estás em mãos com aquilo que normalmente se chama “um berbicacho”. :frowning:

Tens que lá ir e expor a situação, é mesmo o melhor.

Então? Tb anda as avessas com eles?!? :twisted: :twisted:

Amanhã de manhã já vou ao IMTT, gostava era de levar mais “informação”…

Pelo post não me parece ser esse o caso mas se foi acidente com perda total/parcial do carro tratada com o seguro (tratado por responsabilidade civil ou danos próprios por exemplo) liga para eles!

se é de 1992 e não foin inspeccionado desde 2003 tens a lei do teu lado, leva-lhes o decreto lei que está naquele link.

Ora bem…no IMTT a coisa está resolvida.
Preenchi 2 impressos e uma declaração, larguei 10 e está feito.

A sra. do Imtt disse-me que eles informam a conservatória que por sua vez informa a Autoridade Tributaria e Aduaneira, mas aconselhou-me a fazer uma carta na mesma a expor a situação…e enviar por correio registado.Nessa carta junto então esse decreto de que falas nunoni. :great:

Portanto o primeiro passo está dado, vou dar brevemente o segundo (a carta registada) e depois é aguardar pela resposta ou não… :shifty: