Futsal Feminino - Época 2022/2023

QUATRO CARAS NOVAS NO FUTSAL FEMININO

Por Sporting CP
23 Ago, 2022

FUTSAL

Três dos reforços estão de regresso a Alvalade

Kika, Marisa Amorim, Cristiana Costa e Cláudia Pereira são reforços da equipa principal feminina de futsal do Sporting Clube de Portugal. O quarteto de jogadoras vai trabalhar às ordens de Márcio Marcelino em 2022/2023, sendo que as três primeiras estão assim de volta a Alvalade.

Kika, ala de 22 anos internacional portuguesa que recentemente conquistou o Campeonato do Mundo de futsal universitário, esteve ao serviço do CRC Quinta dos Lombos nas duas últimas épocas e vai agora viver a segunda experiência no Sporting CP, onde esteve entre 2015 e 2020.

“Estou muito feliz por regressar a casa. Voltar é sempre bom e estou pronta para este desafio. Estive duas épocas fora e sinto que volto mais forte, passei por muitas aprendizagens. Vou dar o que sempre dei enquanto representei este clube”, começou por dizer aos meios de comunicação Leoninos, mostrando-se satisfeita por reencontrar algumas das suas ex-colegas.

“Ainda não tive oportunidade de conversar com todas, mas falei com algumas e foi muito bom. Apesar de ter saído do Clube, são minhas amigas e receberam-me muito bem”, frisou, destacando as características que a definem dentro da quadra. “Sou uma jogadora muito táctica e tenho bom remate. Vou dar sempre tudo, espero ajudar e contribuir com golos e assistências para as vitórias do Sporting CP. Queremos lutar por todas as provas em que estamos inseridas”.

Já Marisa Amorim, fixo de 22 anos que envergou o Leão ao peito entre 2015/2016 e 2018/2019, tendo subido dos escalões de formação à equipa sénior, também não escondeu a felicidade por voltar ao emblema do seu coração, após três épocas a representar o CR Leões de Porto Salvo.

“Estou muito feliz por regressar a casa, é sempre bom voltar ao clube onde nos formámos. Estou pronta para dar tudo, vestir esta camisola é sempre um orgulho. Sou do Sporting CP desde pequenina, nasci Leoa, e não havia outra opção a não ser aceitar este convite”, afirmou, antes de acrescentar: “Dou sempre tudo e nunca viro a cara à luta. Podem esperar o máximo de mim”.

Quanto aos objectivos para a nova época, Marisa Amorim, que também foi convocada para o Mundial universitário, mas acabou por ficar de fora devido a uma lesão, não teve dúvidas: “Quero ganhar tudo o que houver para ganhar com esta equipa. Além disso, quero contribuir para a equipa ao máximo, seja através de golos ou assistências. Estou cá para ajudar”, reforçou.

Por sua vez, Cristiana Costa, fixo de 27 anos que já tinha vestido de verde e branco em 2017/2018, regressa oriunda do CRC Quinta dos Lombos, onde esteve na temporada transacta.

“Sinto-me muito feliz por voltar a uma casa que me recebeu muito bem quando cá estive da primeira vez. Estou desejosa que a época comece”, afirmou, garantindo sentir-se mais bem preparada. “O passar do tempo ajuda-nos enquanto atletas, acho que regresso na altura certa”.

Logo depois de se definir como uma jogadora “agressiva, com raça e que vai fazer de tudo para dignificar o Clube”, Cristiana Costa não hesitou em apontar a títulos: “Quero ganhar tudo pelo Sporting CP e ajudar a equipa em tudo. Que sejamos muito felizes todos juntos esta temporada”.

Por fim, Cláudia Pereira, fixo de 28 anos que na época passada defendeu as cores do Futsal Feijó e conta ainda com passagens por emblemas como CRC Quinta dos Lombos ou SL Benfica, enalteceu o facto de chegar a um “grande” do futsal nacional e prometeu muita entrega.

“Representar um clube grande como o Sporting CP é sempre um orgulho para mim. Vou dar tudo por este emblema”, começou por dizer, antes de se dar a conhecer: “Jogo como fixo e enquanto estiver em campo vou fazer de tudo para não sofrer golos e ajudar a equipa a ganhar”.

A fechar, a experiente jogadora, que conta no currículo com três Campeonatos Nacionais, cinco Taças de Portugal e quatro Supertaças, mostrou-se confiante para 2022/2023. “Os objectivos são ganhar todas as provas em que estamos inseridas. Posso prometer raça, glória e vitórias”.

A última deve ser irmã da Maria Pereira das encornadas.

Sejam bem-vindas. Não creio que dê para dar luta coisa nenhuma, mas é o que temos

Modalidade que andamos la para fazer de bobos da festa, mais uma

Tenham cuidado com os reposts.

Equipa mais experiente e competitiva do que na época passada, e com maior possibilidade de rotação. Das mais utilizadas, só saiu a Cristiana. Candidatas não creio. Chegar no mínimo às meias sim. Falta-nos aquilo que deu o título ao slb e que não há em Portugal sem ser aquela. Uma GR que ganhe jogos praticamente sozinha.

11 RENOVAÇÕES NO FUTSAL FEMININO

Por Sporting CP
25 Ago, 2022

FUTSAL

Leoas mantêm grande parte do plantel em 2022/2023

Carlota Galvão, Beatriz Santos, Débora Lavrador, Inês Pombo, Débora Queiroz, Carolina Pedreira, Ana Alves, Ana Cristina Fonseca, Inês Lima Gonçalves, Ana Margarida da Silva e Débora Venâncio, jogadoras da equipa feminina de futsal do Sporting Clube de Portugal, renovaram esta quinta-feira os respectivos contratos com o emblema de Alvalade.

Ana Alves, pivô de 30 anos, e Beatriz Santos, ala de 19 anos, foram as porta-vozes da equipa no momento da oficialização do acordo, com a primeira a revelar ter sido “muito fácil renovar”.

“Sinto-me bem aqui, o Sporting CP é como se fosse a minha casa e em momento algum coloquei em causa a minha renovação”, começou por dizer a jogadora aos meios de comunicação do Clube, antes de definir os objectivos para a nova temporada: “Queremos fazer melhor do que na época passada, sendo que 2021/2022 foi muito positivo. Atingimos os objectivos propostos, mas este ano queremos mais. Ambicionamos estar em todas as fases finais e lutar por títulos. Da minha parte, os Sportinguistas podem esperar o mesmo de sempre: golos, raça e dedicação”.

Já Beatriz Santos recordou que o Sporting CP é o seu “clube do coração”. “Sou muito feliz aqui e não tive dúvidas em renovar, acredito que vamos ter uma boa época”, considerou a jovem, que vai para a segunda temporada de verde e branco. “O maior objectivo é sempre dar o máximo por estas cores e pelo Clube. Colectivamente, vamos lutar por todos os troféus em que estamos inseridas”, frisou, antes de deixar uma promessa aos Sportinguistas: “Vou dar sempre o meu melhor e entregar tudo dentro da quadra. Não tenho dúvidas de que vamos ser felizes”.

Foto Isabel Silva

LEOAS DÃO O PONTAPÉ DE SAÍDA EM 2022/2023

Por Sporting CP
25 Ago, 2022

FUTSAL

Ambições renovadas e muita fome de bola no arranque dos trabalhos do futsal feminino

Arrancou na passada segunda-feira a temporada 2022/2023 para a equipa principal feminina de futsal do Sporting Clube de Portugal. As Leoas, que mantiveram grande parte do plantel e viram chegar ainda mais quatro reforços no mercado de transferências, treinaram pela primeira vez na quadra do Pavilhão João Rocha e deram o pontapé de saída na preparação da nova época.

À frente dos destinos da formação verde e branca pela segunda época consecutiva, o técnico Márcio Marcelino deu conta das primeiras sensações no início dos trabalhos e sublinhou que havia “muita vontade de regressar”. “Estávamos todos com fome de bola. Notou-se isso no primeiro treino, tanto nas jogadoras como na equipa técnica. Estamos prontos para começar”, afirmou aos meios de comunicação do Clube, elogiando as contratações de Kika (ex-CRC Quinta dos Lombos), Marisa Amorim (ex-CR Leões de Porto Salvo) e Cristiana Costa (ex-CRC Quinta dos Lombos), que vão viver a segunda experiência em Alvalade, e de Cláudia Pereira (ex-Futsal Feijó).

“Parte delas está de regresso, portanto conhecem a exigência do Clube. A integração também está a ser mais fácil e já todas me disseram que estão bem e felizes. Contamos com elas”, frisou, antes de dar o mote para a nova temporada: “Queremos continuar no seguimento do que fizemos na época passada. Fizemos muitas coisas bem feitas e pretendemos voltar a estar nas fases de decisão, sempre com a ambição de ganhar. Queremos conquistar troféus para o Clube e, apesar de sabermos que os adversários também são fortes, estamos focados nisso”, garantiu.

Márcio Marcelino endereçou também uma mensagem de confiança aos Sportinguistas: “Podem esperar vontade desta equipa, até porque ambição já tínhamos na época passada. Não conquistámos os títulos que queríamos, mas temos de dar um passo de cada vez. Foi necessário termos feito o que fizemos na época passada para este ano estarmos com esta ambição”, atirou.

Também Débora Venâncio, ala/fixo de 27 anos que é capitã de equipa e cumpre a quinta temporada no Clube, alinhou pelo mesmo discurso do técnico. “Queremos continuar o trabalho realizado na temporada passada, que foi bem-conseguida. Não conquistámos títulos, mas o trabalho estava lá, e por isso é que o plantel se manteve quase todo”, destacou, considerando que as caras novas vêm dar “ainda mais qualidade”. “Três delas já conhecem a casa, o que é uma grande vantagem pois sabem o ambiente que vivemos aqui e as características que uma atleta do Sporting CP tem de ter. Depois, a Cláudia Pereira tem muita experiência no Campeonato Nacional e, portanto, temos todas as condições para fazer um óptimo trabalho”.

A nível pessoal, Débora Venâncio atravessa um momento atípico. “Infelizmente, este início de temporada está a ser um pouco diferente para mim. Estou a recuperar de uma lesão longa, mas estou aqui para tentar ajudar ao máximo”, assegurou, antes de prometer “trabalho, vontade e ambição”: “Queremos muito atingir os nossos objectivos, que passam por estar nas fases de decisão, e depois queremos conquistar troféus. Vamos demonstrar a garra que nos caracteriza”.

LEOAS ESTREIAM-SE EM CASA DA EDC GONDOMAR

Por Sporting CP
31 Ago, 2022

FUTSAL

Primeira fase do campeonato começa a 1 de Outubro

A equipa principal feminina de futsal do Sporting Clube de Portugal dará o pontapé de saída no Campeonato Nacional no dia 1 de Outubro com uma deslocação ao recinto da EDC Gondomar, ditou o sorteio realizado pela Federação Portuguesa de Futebol, esta sexta-feira, na Cidade do Futebol.

Com 12 equipas em prova, as Leoas de Márcio Marcelino jogarão em casa pela primeira vez em 2022/2023 na segunda jornada, frente ao ACDR Arneiros, e fecham a primeira volta e, consequentemente, a primeira fase do campeonato contra o rival SL Benfica.

Depois, os oito primeiros classificados seguem para os play-offs, enquanto o nono e décimo classificados asseguram a manutenção e os dois últimos caem de divisão.

CALENDÁRIO DA PRIMEIRA VOLTA DAS LEOAS NA 1.ª FASE DO CAMPEONATO*:

J1: EDC Gondomar – Sporting CP

J2: Sporting CP - ACDR Arneiros

J3: GCR Nun’Álvares – Sporting CP

J4: Sporting CP - Novasemente GD

J5: Sporting CP - Futsal Feijó - ADLF

J6: CRC Quinta dos Lombos – Sporting CP

J7: Sporting CP - UA Povoense

J8: A. Académica de Coimbra - Sporting CP

J9: Sporting CP – FC Águias Santa Marta

J10: Santa Luzia FC - Sporting CP

J11: Sporting CP - SL Benfica

*Na segunda volta, os confrontos repetem-se pela mesma ordem, invertendo-se apenas a posição de visitado e visitante.

Esta modalidade deveria ser prime neste clube em tudo.

Não percebo como não dão a volta a isto no feminino… Seria assim um ‘investimento’ tão avultado ir buscar um par de jogadoras às outras, e quem sabe trazer alguem de fora?

1 Curtiu

num desporto em que a maioria é amadora não me parece assim tão dificil.

image

REVIRAVOLTA GARANTE CONQUISTA DO TROFÉU STROMP

Por Sporting CP
24 Set, 2022

FUTSAL

​Futsal feminino vence CRC Quinta dos Lombos por 3-2 na apresentação aos Sócios

A equipa feminina de futsal do Sporting Clube de Portugal conquistou o Troféu Stromp ao bater o CRC Quinta dos Lombos por 3-2, este sábado, no jogo de apresentação aos Sócios e adeptos.

Ainda antes do apito inicial no Pavilhão João Rocha, as jogadoras do plantel foram apresentadas uma a uma, com destaque para os quatro reforços garantidos pela equipa de Márcio Marcelino para 2022/2023: as regressadas Kika, Marisa Amorim e Cristiana Costa e, ainda, Cláudia Pereira.

As Leoas entraram em campo com um cinco composto por Cristina Fonseca, Débora Lavrador, Débora Queiroz, Carolina Pedreira e Lima, e foram surpreendidas pela turma adversária logo no arranque: ainda no primeiro minuto, o CRC Quinta dos Lombos fez o 0-1 por Catarina Ribeiro.

A resposta não se fez esperar, com o Sporting CP a assumir o controlo e a criar alguns lances de perigo, mas voltou a ser a formação visitante, que apostava nas transições rápidas, a facturar. À passagem dos nove minutos, Patrícia Couto aumentou para 0-2 contra a corrente do encontro.

Até ao intervalo, o conjunto da casa foi intensificando a pressão sobre o CRC Quinta dos Lombos para tentar reduzir a diferença, cenário que se viria a confirmar já com 15 minutos decorridos. Ana Alves, com um remate que foi desviado por uma adversária antes de entrar, apontou o 1-2.

No regresso dos balneários foi o Sporting CP a começar melhor. Logo nos segundos iniciais, Kika atirou para o 2-2, e dois minutos depois foi a vez de Débora Queiroz, após uma recuperação de Marisa Amorim, colocar as Leoas pela primeira vez na frente ao assinar o 3-2.

Depois de consumada a reviravolta por parte da formação casa, com uma entrada a todo o gás, assistiu-se a uma partida bem mais equilibrada com as duas equipas à procura do golo. Ainda assim, e apesar das tentativas ensaiadas, ninguém conseguiu marcar e a diferença mínima manteve-se.

Na recta final, o jogo ficou partido e ganhou mais emoção, mas sem resultados práticos. Nota para Matilde Cristo, guardiã verde e branca de 17 anos que foi decisiva com três enormes defesas, e Ana Alves, que teve tudo para fazer o 4-2 no último segundo, mas falhou o alvo.

Segue-se a estreia oficial em 2022/2023 para as Leoas, na primeira jornada da fase regular da Liga, agendada para sábado, dia 1 de Outubro, em casa do recém-promovido EDC Gondomar.

Sporting CP: Cristina Fonseca [GR], Débora Lavrador, Débora Queiroz, Carolina Pedreira e Lima; Matilde Cristo [GR], Beatriz Santos, Cristiana Costa, Inês Pombo, Cláudia Pereira, Ana Alves, Débora Venâncio [C], Marisa Amorim, Margarida Silva, Kika e Carlota Galvão [GR].

“SATISFEITO PORQUE GANHÁMOS, QUE ERA O NOSSO OBJECTIVO”

Por Sporting CP
24 Set, 2022

FUTSAL

​Márcio Marcelino após a vitória no Troféu Stromp contra o CRC Quinta dos Lombos

No rescaldo da vitória deste sábado frente ao CRC Quinta dos Lombos (3-2), que valeu a conquista do Troféu Stromp, o treinador da equipa feminina de futsal do Sporting Clube de Portugal, Márcio Marcelino, fez uma análise ao encontro, no qual as Leoas entraram a perder.

“A ansiedade de fazer as coisas bem feitas era tão grande que as jogadoras ficaram nervosas depois de sofrermos os dois golos. Foi um jogo de nervos para nós, elas queriam tanto jogar bem que acabámos por sofrer mais do que contávamos”, afirmou em declarações à Sporting TV.

“Ainda assim, estou satisfeito porque ganhámos o Troféu Stromp, que era o nosso objectivo para hoje, e pelo que fizemos na pré-temporada que termina hoje. Gostava que tivéssemos vencido por mais golos e os Sportinguistas mereciam uma exibição com um resultado mais robusto. Parabéns também ao CRC Quinta dos Lombos, que teve uma prestação digna”, referiu.

O técnico verde e branco revelou ainda a mensagem transmitida ao intervalo, quando o Sporting CP perdia por 1-2. “Disse-lhes que tinham de fazer aquilo que tão bem sabem e esquecer o resultado. O objectivo foi tranquilizá-las e retirar-lhes pressão porque sabíamos que mais tarde ou mais cedo a bola tinha de entrar, e elas colocaram tudo isso em campo e os golos surgiram”.

A fechar, Márcio Macelino deu ainda o mote para a época 2022/2023, que arranca oficialmente no próximo sábado com o jogo de estreia na Liga diante da EDC Gondomar: “Vamos sem dúvidas apresentar-nos competitivos e vamos a todos os pavilhões sempre com o objectivo de ganhar”.

Vitória por 5-4 no terreno do Gondomar na abertura do campeonato.

1 Curtiu