Futebol Espanhol - Parte 3

Já pagaram o Raphinha?

Talvez começar por aí.

Vão obviamente começar a LaLiga sem reforços e veremos se conseguem inscrever os reforços, ainda vamos ter aqui uma crise mais grave e jogadores encostados.

Que Barça se futrique, não dá pena com gestões destas. Pena não levar tb para o buraco os blancos afilhados da uefa, e os 2 carroceis espanhóis do Mendes

Meu Deus. Isto a ser Verdade.

É a Casa a Arder até à piscina.

Isto a ser tudo verdade, é uma comedia do ■■■■■■■.

Andar a comprar com dinheiro adiantado de namings e patricinios, apesar de ser um acto de gestao arriscado, é uma coisa…andar a comprar e depois nao poder inscrever é outra.

Tendo em conta que não foram inscritos podem assinar por outros clubes? Qualquer um deles podia rumar ao arsenal e fazer carreira por lá

E afinal… os adeptos do Barça ainda sao mais Retardados que os Presidentes! :joy: :sweat_smile:

Não sou perito em contratos, mas não percebo como é que isso funcionava. Podem não estar inscritos mas não deixam de ter um contrato assinado com o Barcelona. A menos que tenham uma clausula que preveja essa situação, não vejo como é que podem simplesmente rescindir contrato e sair.

1 Curtiu

Obvio.

Os jogadores neste momento sao funcionarios do Barcelona e têm direito ao seu salário contratualizado…

Só mesmo com uma clausula dessas no contratro.

Que novidade, os separatistas que ficam todos amuados quando se fala em saírem da La Liga quando o tema vem à baila…

Muitas semelhanças com o f.c.porco

Sim, supostamente têm essa cláusula. Também não seria positivo para o Barcelona ter jogados com ordenados altos e sem jogar.

Se assinam um contrato e depois são impedidos pela entidade patronal de desempenhar as suas funções, obviamente que podem rescindir.

Portanto se um clube tem um jogador no plantel que quer dispensar, esse jogador tem por exemplo contrato por mais 3 anos, e o clube não o inscreve na liga, esse jogador pode sair a custo zero se bem o entender?

Não são casos iguais, e tal como tu não entendo de leis, mas no caso do farça é uma situação administrativa. Um “dispensado” pode ser inscrito a qualquer momento, mas nesta situação existem outros fatores

Acho que a notícia está errada ou pelo menos parte dela.

O Christensen e o Kessié devem poder rescindir alegando o período experimental, penso eu, uma vez que foram contratados a custo zero. ( Ou possuem alguma cláusula no contrato para efetivar a rescisão caso não sejam inscritos)

O Kounde não faz grande sentido estar aí até pelo valor pago.

Para falarem só de dois casos é porque são diferentes das outras aquisições.

1 Curtiu

A pressão sobre o de Jong é patrocinada pelo Laporta. Instiga à confusão pois o jogador está intransigente.

Ridículo. Cada vez pior. E ainda há quem queira ir para aquele circo…

3 Curtiram

Acho bem o de jong e companhia limitada não baixar salários
Mas isto agr e assim ? Não há dinheiro não há vícios sempre ouvi dizer
Querem competir com o real ? Façam como eles aprendam a gerir um clube

1 Curtiu

Eu sinto que o Barcelona não vai poder inscrever os jogadores e por isso o Lewandowski ainda vem parar ao Sporting por empréstimo esta época para poder jogar.

Por isso é que ainda não tratámos da contratação de um avançado, porque estamos à espera dessa situação. Eu acredito.

2 Curtiram

O que o Barcelona está a fazer aos jogadores é uma vergonha principalmente no contexto em que o estão a fazer, compram uma batelada de jogadores novos, todos eles a ganharem também um balurdio e depois pressionam os jogadores que já lá estavam para baixarem salários para poderem inscrever os novos … Que lixo de clube

5 Curtiram

Claro, o Laporta é que anda a virar os adeptos contra o Frenkie de Jong. Ninguém apontou uma arma aos dirigentes do Barcelona para oferecerem a exorbitância de dinheiro que ofereceram ao neerlandês, o rapaz está no direito de levar o contrato até ao fim e de receber o que tem direito.

Veja-se o que andam a tentar fazer ao Busquets. Querem renovar por dois anos com ele, dar-lhe metade do salário, mas querem colocar uma cláusula em que podem rescindir-lhe o contrato no final desta época se assim o entenderem. Ou seja, fica a ganhar metade e ainda se arrisca a ir embora se ter voto na matéria. O Busquets recusou.

1 Curtiu